Youtube deseja se tornar e-commerce para impulsionar vendas de natal

A plataforma de vídeos, que conta com mais de 2,3 bilhões de usuários ativos no mundo, possui um grande potencial para se […]

A plataforma de vídeos, que conta com mais de 2,3 bilhões de usuários ativos no mundo, possui um grande potencial para se tornar vitrine virtual de muitas lojas. Como resultado, diversas marcas já têm investido na rede social para alavancar suas vendas. Confira essa novidade.

 

 

Lançado em 2005, o YouTube hoje é a maior plataforma de compartilhamento de vídeos do mundo e possui cerca de 1 bilhão de horas visualizadas diariamente em seus conteúdos.

Portanto, levando em consideração sua grandiosidade, o fato é que muitas marcas já enxergaram o potencial da rede social, que pretende ser um local muito além de entretenimento para seus usuários.

Consumidores buscam lançamentos de novos produtos com frequência

Não há dúvidas que a rede social recebe diariamente milhares de buscas por produtos diversos em sua plataforma.

De fato, isso acontece em parte, devido aos seus muitos conteúdos denominados “resenhas”, por exemplo. Esse tipo de conteúdo consiste em testar e divulgar a opinião do influencer sobre determinado produto ou marca.

Esse tipo de vídeo se popularizou e diariamente ajudam milhares de consumidores a decidirem qual produto comprar, ou até mesmo impulsionam a venda de muitos itens.

*Aproveite para baixar o manual completo sobre marketing de conteúdo para e-commerce

Youtube lança estratégias para se tornar uma plataforma de vendas neste natal

Pensando nisso, a busca por produtos inicialmente de beleza e tecnologia serão impulsionadas pela plataforma, garantindo que o usuário online assista às transmissões ao vivo no formato de live shop  — estratégias de divulgação e vendas já utilizadas por algumas empresas varejistas, por exemplo.

Ou seja, a novidade coloca o Youtube na disputa para se tornar uma plataforma de vendas ainda neste ano, véspera de natal. O desejo da plataforma é concorrer com gigantes do varejo online, como a Amazon, por exemplo.

A iniciativa já conta com a participação de diversas celebridades

Portanto, o evento  já possui até mesmo nome e foi batizado de Holiday Stream and Shop, que contará com diversas celebridades selecionadas para venderem seus produtos diretamente na plataforma.

Dentro de alguns dias os  próprios YouTubers poderão fazer o mesmo e divulgar seus itens durante os vídeos, estimulando assim, que seus espectadores comprem algo.

A estratégia já vem sendo desenvolvida há anos

Não é de hoje que o Youtube cogita essa ideia, que foi acelerada durante a pandemia. No entanto, o crescimento surpreendente do setor de e-commerce neste ano, fez com que a plataforma admitisse o desejo de competir neste ramo, tendo a Amazon como principal concorrente.

“Queremos dificultar o trabalho deles. O YouTube tem uma enorme oportunidade para vendas”, afirma o vice-presidente do YouTube, David Katz, à Bloomberg, referindo-se à empresa de Jeff Bezos.

Então, gostou da novidade? Entenda também como funciona a marcação de produtos no Youtube.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário