WebShoppers: entenda o relatório que já chegou a impulsionar mais de R$ 60 bi no e-commerce brasileiro

Se você possui algum tipo de negócio na área de e-commerce, é de extrema importância compreender quais são os recursos apresentados e […]

Se você possui algum tipo de negócio na área de e-commerce, é de extrema importância compreender quais são os recursos apresentados e claro, os hábitos de consumo que irão garantir maiores chances de conversão para sua loja. 

Para a grande maioria, conhecer melhor essas estatísticas e dados, a opção mais assertiva será através do relatório WebShoppers. Ele conta com uma base de dados valiosíssima e extremamente rica em informações imprescindíveis para o seu crescimento.

Somente em 2020 o e-commerce brasileiro conseguiu ultrapassar a marca de R$ 60 bilhões em faturamento. E pasmem, atingindo a marca de 148 milhões de pedidos, de acordo com os dados apresentados na 41ª edição do WebShoppers – o relatório mais amplo sobre e-commerce em todo o país, elaborado pela Ebit|Nielsen, semestralmente.

Com números superlativos, isso nos mostra como o e-commerce virou, literalmente, a sala dos brasileiros. Fazendo-o se sentir confortável para efetuar suas compras diretamente do sofá de sua casa.

Mas o que é de fato o relatório Webshoppers para o e-commerce

A eBit, ao final de cada semestre, é a responsável por avaliar todos os e-commerces. É através da divulgação desses relatórios, que possuem diferentes dados, que marcam o segmento das lojas online. 

Ou seja, o relatório nada mais é do que um documento que se mostra cada vez mais importante para conseguir traduzir quais são as informações mais relevantes, tendências e o comportamento do seu público.

Através dessas estatísticas, será possível mensurar números como, quais são os totais de vendas entre as regiões brasileiras que possuem maiores compradores. Como, por exemplo, em períodos importantes como a Black Friday. Além de contar com inúmeros dados relevantes.

Por meio de um estudo de mercado extremamente amplo, que poderá servir como uma base concreta, irá fazer você entender diversos pontos e melhor direcionar as ações de quem atua em e-commerce.

Como melhor aproveitar o WebShoopers

Este é certamente um relatório que irá auxiliar quem precisa compreender melhor o segmento em que está participando. E isso vai desde os hábitos de consumo até as práticas de sua loja online. 

Agindo com base nesses números e melhor entendendo as tendências, irá fazer com que você consiga direcionar seus esforços e aproveitar ainda mais os movimentos sazonais.

Entenda melhor o mercado atual

Mesmo com um crescimento econômico imponente no primeiro trimestre, o Brasil acabou perdendo posições quando comparado ao mercado internacional. De acordo com o relatório realizado pela Austing Rating, relacionado ao crescimento do e-commerce mundial em 2021, o Brasil caiu sete posições. Chegando a 19ª colocação entre 50 diferentes países.

Isso mesmo, em 2020, estávamos na 12ª colocação em crescimento no varejo online. E o mesmo ranking, aponta que o crescimento do primeiro trimestre em 2021 – se comparado ao quarto trimestre de 2020 – está totalmente relacionado aos efeitos sazonais.

De acordo com dados sobre o e-commerce, podemos ver como a atividade segue em grande desenvolvimento, com números expressivos de brasileiros que ainda preferem comprar online. 

Certamente, este é um ponto de motivação para quem ainda trabalha com lojas online, além de auxiliar na compreensão das tendências de cada época e suas regiões. Trazendo informações relevantes sobre o faturamento de suas vendas nos semestres.

Autosserviço aumenta no e-commerce

De acordo com relatórios do WebShoppers, os canais de autosserviços aumentaram o faturamento online em mais de 76% em 2021, com o dobro de ofertas nas plataformas disponíveis.

Enquanto no Marketplace, o número de lojistas triplicou em relação ao primeiro trimestre de 2021.

Principal data sazonal para e-commerce é sem dúvida a Black Friday

Já em 2019 a Black Friday se consolidou como a mais importante data do e-commerce no Brasil. Chegando a um faturamento de mais de R$ 3,21 bilhões e uma alta de mais de 24% se comparado ao mesmo período de um ano antes. 

É isso mesmo, a Black Friday consegue superar até mesmo as compras online natalinas, onde o faturamento chega a R$ 2,60 bilhões em vendas. 

São essas estatísticas que nos mostram como é de extrema importância traçar estratégias assertivas, e que podem ser encontradas através do Webshoppers. 

São dados como, por exemplo, o que se fazer com as taxas de abandono de carrinhos. Uma excelente reflexão para que lojistas se ajustem e encontrem a melhor maneira de fazer com que seus consumidores não desistam na última etapa da compra. 

Bem como, os tipos de lojas que apresentam maiores números de vendas e segmentos que fazem mais sucesso. Além de ainda mostrar, quais são os que contam com maiores adeptos.

Contudo, poderá compreender quais são produtos que conseguem vender, o que certamente irá servir como uma base poderosa para diferentes lojas. E fato, é necessário contar com um olhar analítico diante de tantas tendências.

Da mesma forma, os hábitos de consumo são essenciais para os comerciantes. Devem ser analisados constantemente e bem de perto, pois, somente dessa maneira você conseguirá oferecer produtos e serviços de qualidade. E claro, uma plataforma que consiga se adequar com o que seu público busca. 

São esses mesmos hábitos que irão dizer e muito como o seu e-commerce deve encontrar adequações. E isso vai desde formas de pagamento, campanhas de marketing e a disponibilização do que é vendido no seu site. 

Sem sombra de dúvida, você conseguiu compreender como o relatório WebShoppers consegue ser útil para o melhor desenvolvimento do seu e-commerce. Tenha um acompanhamento semestral, conseguindo oferecer o melhor e manter seu e-commerce no topo do segmento! 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário