Big Data no varejo: quais são as aplicações atuais e tendências de uso?
Meta Description: entenda o que é e como usá-la no e-commerce

Vendas online: Descubra como revolucionar seu negócio!

Publicado em: • Última Atualização:

Você já deve ter ouvido a expressão: o normal mudou. 

De fato, de alguns meses para cá, vimos inúmeras mudanças no mundo que conhecemos e tudo parece ter avançado muitos anos de uma só vez. Uma das principais mudanças, sem dúvida, tem a internet como destaque. 

As vendas online estão batendo recordes e sendo a principal (e mais aconselhada) alternativa para quem não deseja sair de casa sem extrema necessidade. 

Diante disso, temos, mais do que nunca, a certeza de que ter sua loja na internet é essencial para manter seu negócio saudável. Não apenas no momento em que vivemos, mas sim para o futuro. Já que, de uma vez por todas, o normal mudou. 

Se você faz parte do grupo de empreendedores que precisam revolucionar seu negócio e aprender a vender online (ou aumentar suas vendas), continue neste artigo. 

Como realizar vendas online

Existem muitas maneiras de vender online. Você pode utilizar apenas suas redes sociais ou aplicativos de terceiros. Porém, a maneira mais efetiva e profissional de realizar suas vendas pela internet e chegar a todo o Brasil, é criando sua própria loja virtual. 

Ter sua loja virtual é benéfico para seu negócio, pois você conseguirá fazer anúncios, atingir um novo público, organizar suas vendas, fidelizar o público, garantir o recebimento, facilitar o pagamento, expandir seu negócio, exibir seu catálogo completo de produtos e incentivar mais vendas. São muitas vantagens. O e-commerce não tem limite de crescimento! E como podemos ver na prática, está cada vez mais ganhando mercado.

A loja virtual também é vantajosa para o cliente, que possui maior segurança na hora de comprar. Isso porque ele não está mais comprando de um perfil nas redes sociais, ele está comprando em um loja confiável: com facilidade de pagamento, garantia, rastreio de entrega, segurança de troca, descontos, catálogo completo de produtos… As possibilidades são infinitas!

Por onde começar a realizar vendas online

Se ainda não tem uma loja virtual, siga o seguinte passo a passo: 

Escolha de nicho

O primeiro passo será escolher um nicho onde atuar. Neste caso, se você já possui uma loja física, basta seguir no mesmo caminho. Porém, se você vai começar um negócio do zero, é importante fazer uma pesquisa com as maiores tendências do e-commerce para saber o que vender em sua loja virtual. 

Além das tendências, considere também um nicho que você gostaria de atuar e algo que possibilite um diferencial para sua loja. Ou seja, considere desde o início algo que irá destacar sua loja entre os concorrentes e fazer o cliente escolher comprar com você.

Escolha da plataforma

Quando já souber o que vender em sua loja, é hora de escolher a plataforma

Você encontrará inúmeras plataformas no mercado, com diversos recursos e planos diferentes. 

Todavia, é importante considerar o que será essencial para a sua loja. Trace as necessidades da loja e os recursos que serão necessários. Assim você não investirá dinheiro em algo que não será utilizado. 

Vamos a um exemplo: se seu e-commerce será de maquiagem, é necessário ter um filtro de categoria para que os clientes consigam filtrar por uma marca desejada. O mesmo se aplica para outros segmentos, com a necessidade de filtrar por cores, tamanho, utilidade etc. 

Neste caso, procure uma plataforma que ofereça este recurso.

Por outro lado, você também poderá esbarrar em plataformas muito avançadas, com recursos muito específicos. 

Desta forma, o ideal é procurar uma plataforma que se encaixe em seu orçamento, proporcione a possibilidade de alto crescimento e conte com os recursos essenciais. 

Fornecedores e transportadora

Quem serão os terceiros nesta equação? 

A escolha dos fornecedores e transportadoras são imprescindíveis para ter um negócio saudável na internet. Já que sem eles você não terá o que vender e nem como entregar. 

Por esse motivo, é importante ter fornecedores com uma boa reputação no mercado e que, de preferência, tenham experiência com produtos vendidos no e-commerce. Outro ponto importante é: sempre tenha mais de um fornecedor, nunca fique dependente de apenas um. Pois, tudo que acontecerá com ele impactará em seu negócio. 

O mesmo vale para as transportadoras. É essencial ter mais de uma integração, assim, na hora da compra, o cliente pode avaliar qual o melhor custo-benefício para ele (considerando valor do frete e prazo de entrega. Neste caso também é importante trabalhar com empresas confiáveis.

Layout

Este é um assunto polêmico: minha loja precisa ter layout personalizado para começar a vender?

A resposta é: não necessariamente. 

É claro que um layout feito exclusivamente para a sua loja traz muitos benefícios. Além de ficar coerente com os produtos que estão sendo vendidos, a comunicação com o público será bem mais próxima e sua identidade fica marcante no mercado. 

Entretanto, tudo depende do investimento e tempo disponível. Se o valor é alto e você não tem pressa em colocar sua loja no ar, siga em frente e invista em uma loja que tem a sua cara! 

Porém, se o orçamento estiver um tanto limitado e a loja precise entrar no ar o quanto antes, vale a pena adquirir um tema que faça sentido com a loja e investir mais em canais de marketing. Em um segundo momento, já com o negócio mais estabelecido, invista em seu layout exclusivo. 

Estratégias de vendas

Depois que já estiver tudo pronto, inclusive com os cadastros de produtos, é hora de investir em marketing. 

Algumas ações devem ser tomadas com a loja ainda em desenvolvimento, como seu planejamento de Marketing Digital. Podemos incluir a venda em marketplaces, divulgação em redes sociais, conteúdo de SEO etc. Tudo que faça sentido com seu produto e, principalmente, seu público. 

Falaremos mais sobre Marketing digital a seguir. 

Se você já tem uma loja virtual, é hora de otimizar suas vendas com este passo a passo:

Marketplaces

Uma ótima maneira de começar a vender ou aumentar suas vendas, é disponibilizar seus produtos em marketplaces de alta visibilidade. 

É possível realizar vendas online em marketplaces sem ter sua própria loja virtual. Entretanto, ter uma loja integrada ao marketplace deixa a gestão do negócio muito mais prática e não limita suas vendas. 

Desta forma, é possível atingir novas pessoas e levar um novo público para a seu e-commerce. Se a experiência for boa, é provável que eles voltem e comprem direto em sua loja. Por isso é importante investir em uma experiência de compra incrível. 

É inevitável que seu e-commerce tenha um marketplace principal (o centro de maior número de vendas), como o Mercado Livre, por exemplo. Entretanto, é importante ter produtos disponíveis em outras lojas. 

Escolha marketplaces com boas reputações e que façam sentido com seu negócio. 

Dica: Na hora de escolher sua plataforma, procure por recursos nativos de integração com marketplaces. Assim você economiza tempo e investimento. 

Redes Sociais

Igualmente, as redes sociais devem ser utilizadas em suas estratégias de marketing. Além de ocuparem boa parte do tempo do público que está navegando online, as redes sociais possuem alto poder de segmentação. Isso porque contam com excelentes dados de hábitos e comportamentos dos usuários. 

Entre as principais redes sociais, destacamos: Instagram, Facebook e WhatsApp

Certamente, a plataforma também participa ativamente da gestão de seu e-commerce nas redes sociais. 

Google Shopping

O Google Shopping é um verdadeiro catálogo de produtos.

Sobretudo, o Google Shopping é excelente para gerar visibilidade para seus produtos. Já que utilizando sua palavra-chave, os anúncios aparecerão no topo do Google quando as pesquisas forem realizadas. 

O pagamento pode ser feito por impressões, cliques ou número de vendas online. 

Conteúdo SEO

O conteúdo de SEO é imprescindível para uma boa performance de seu e-commerce.

SEO é um conjunto técnicas utilizadas para indexar e ranquear sua loja no Google de forma orgânica. Inegavelmente, os resultados orgânicos do Google são os mais confiáveis para os clientes que estão procurando comprar e, consequentemente, recebem muitos cliques.

A melhor parte do SEO é que não é pago diretamente para o Google. O investimento, de fato, é o tempo dedicado a desenvolver um bom conteúdo para otimizar suas vendas online. 

Fidelização de clientes 

Fidelizar clientes é parte importante das vendas online. 

Cliente fiel volta e prioriza comprar com você diante de qualquer cenário. A recompra é uma ótima maneira de vender mais, sem precisar conquistar novos clientes. 

Para conquistar esta fidelização, além de oferecer ótimos produtos, é importante gerar uma excelente experiência de compra. Aqui não estamos falando apenas de um unboxing especial, e sim de todo o processo de compra. Neste caso, a plataforma também pode auxiliar com recursos, como: desconto progressivo, cupom de desconto para recompra, clube de fidelidade, entre outros. 

Mude agora o que está sob seu controle

Para revolucionar seu negócio, foque em ações que estão sob seu controle! 

É impossível influenciar em fatores externos, mas revolução está justamente em mudar aquilo que está em seu alcance. Comece agora a traçar suas estratégias de vendas online!

Agora que você já está por dentro do assunto, baixe nosso guia completo de como vender pela internet

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Vendas online: Descubra como revolucionar seu negócio!
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *