Como se destacar na venda de eletrônicos nos marketplaces?

A venda de eletrônicos no comércio digital vem crescendo muito nos últimos anos, e um dos grandes responsáveis por esse resultado é […]

A venda de eletrônicos no comércio digital vem crescendo muito nos últimos anos, e um dos grandes responsáveis por esse resultado é o setor de marketplace. Cerca de 70% do faturamento de todo o e-commerce brasileiro veio dessas plataformas, segundo relatório recente da 42° edição do Webshoppers, elaborado pela parceria entre a Ebit|Nielsen e a Elo.

Diante da grande ocupação dos marketplaces no mercado, ganhar destaque da concorrência se torna um desafio cada vez maior. Quando falamos de e-commerce, estamos falando de consumidores sempre interessados em novidades. Por isso, o primeiro passo é entender a importância de criar novas estratégias usando a mente do cliente.

Essa deve ser a premissa de quem atua nos principais marketplaces brasileiros do setor de venda de eletrônicos, como Carrefour, Ponto Frio, Casas Bahia, Magalu, Submarino e Amazon. Para ajudar empreendedores a ganharem destaque nessas plataformas, reunimos algumas dicas que, sem dúvidas, ajudarão seu negócio. Confira!

Atualizar o conhecimento sobre o público-alvo

Um erro muito comum de que inicia no comércio digital, seja com uma loja virtual independente ou dentro de marketplaces, é partir de um conhecimento raso ou baseado em achismos sobre a pessoa com quem a empresa se relaciona. É um descuidado que tende a gerar prejuízos em sequência, pois contratar fornecedores e fazer investimentos sem o foco nas necessidades do cliente não gera resultados expressivos.

O ideal é trabalhar com o conceito de persona, uma representação semifictícia do cliente ideal, com desejos, objetivos e problemas que se relacionam, em maior ou menor nível, à solução oferecida pela empresa. O gerador de personas podem ajudar você nesse planejamento.

É importante atentar para o fato de que o conhecimento que a empresa tem sobre o público deve estar sempre em atualização. Isso vai ajudar sua equipe a personalizar o atendimento, além de servir como base para investir em estratégias de marketing digital, como e-mail marketing e produção de conteúdos.

Caprichar na apresentação dos produtos

Assim como uma vitrine de loja física deve ser atrativa o suficiente para chamar a atenção de quem passa, a vitrine dos seus produtos no marketplace deve seguir boas práticas para sugar a atenção dos usuários. Isso ganha ainda mais importância no setor de eletrônicos, uma vez que os clientes tendem a conferir com mais cuidado informações técnicas, avaliar detalhes das fotos e fazer comparações com frequência antes de fechar uma compra.

Tenha em mente que há uma concorrência acirrada no catálogo virtual dos marketplaces, que demanda profissionalismo de quem anuncia. Os principais aspectos que precisam de atenção são as fotografias e descrições dos anúncios.

Use imagens reais dos produtos, com nitidez e resolução boas. Jamais use qualquer câmera de celular para tirar as fotos. Existem profissionais quem podem ajudar você a ter boas imagens e fazer edições. Além disso, os detalhes dos produtos precisam ser destacados, como suas peças internas e as dimensões.

Nas descrições, o usuário quer encontrar as informações mais simples em primeiro lugar, como as principais funcionalidades do produto, para depois se ater aos seus aspectos mais técnicos. Você pode usar checklist para melhorar a escaneabilidade das informações mais longas e truncadas, o que vai ajudar a leitura.

Agora, se você quer mesmo se destacar dentro dos marketplaces, crie vídeos que demonstrem as características de determinado produto e como ele funciona. Muitos lojistas não investem nessa estratégia, o que torna os produtos com apresentações em vídeo extremamente atrativos para os usuários.

Trabalhar com preços competitivos

O preço é uma prioridade para muitos usuários que costumam comprar em marketplaces. Por isso, quando o valor do seu produto é muito acima da média, o usuário vai, primeiro, compará-lo com a concorrência. Se outras marcas oferecerem o mesmo produto por um preço mais baixo, sua marca ficará como segunda opção.

Acompanhar a média de preços utilizada pela concorrência, na maioria das vezes, permite que o seu produto dispute o interesse do usuário a partir de outros aspectos do anúncio, como a qualidade da apresentação. Além disso, um preço muito abaixo da média não só prejudica a lucratividade, mas também tende a gerar desconfiança por parte do usuário. Esse monitoramento constante ajuda você a fazer a precificação correta dos seus produtos.

Adotar uma política de frete definida

O amplo alcance dos marketplaces exige dos anunciantes um cuidado com a política de frete, pois preços muito altos podem tornar produtos interessantes do seu catálogo imediatamente inviáveis para os usuários. Se os concorrentes oferecem produtos semelhantes com fretes por um preço menor, isso acaba prejudicando as suas vendas.

Quando não é possível oferecer frete grátis, trabalhe com valores competitivos, de modo que o seu negócio não perca clientes para outras marcas. Além disso, é importante atentar para a agilidade da entrega, uma vez que esse é outro critério avaliado pelos clientes.

Respeite o prazo estipulado na plataforma e conte com a parceria das transportadoras para otimizar a entrega. Vale ressaltar que a agilidade também depende da organização do seu estoque, pois os itens devem ser armazenados e separados para serem enviados com rapidez.

Investir no pós-venda

O atendimento ao cliente não termina quando você fecha uma venda. É importante buscar a avaliação que o cliente tem com a sua experiência de compra, principalmente no setor de eletrônicos, uma vez que as mercadorias podem apresentar problemas técnicos e precisar serem trocadas.

Peça o feedback e estimule o cliente a deixar sua avaliação na plataforma, de modo que os usuários visitantes possam conhecer a qualidade do seu produto e atendimento. Elogios e boas avaliações passam credibilidade e segurança para consumidores que estão pensando em comprar produtos do seu catálogo. No entanto, avaliações negativas podem desestimular os usuários a se tornarem seus novos clientes.

Quando falamos na venda de eletrônicos, estamos lidando com um público exigente, que pesquisa bastante antes de comprar. Então, veja o que está faltando para fidelizar esses clientes. A concorrência dentro dos marketplaces é grande, mas, utilizando as estratégias que mostramos neste post, seu negócio pode ganhar visibilidade e garantir mais compras.

Se você deseja se manter atualizado com dicas e novidades sobre criação e otimização de lojas virtuais, aproveite para continuar sua visita ao nosso blog e conferir outros materiais completos da Escola de e-commerce!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário