Como anunciar no Google: apareça utilizando Google Ads
Como criar boas campanhas no Google Ads?

Com a ascensão das redes sociais, ainda vale a pena investir em e-mail marketing? 

Publicado em: • Última Atualização:

Você sabia que 72% dos consumidores preferem receber mensagens de marcas por e-mail marketing ao invés de receber nas redes sociais? Está interessado em saber mais? Então acompanhe o conteúdo, pois além disso, vamos falar sobre as boas práticas de e-mail marketing para aumentar a conversão no e-commerce. Confira!

O e-mail marketing é um clássico do e-commerce

Seu primeiro disparo foi realizado no fim da década de 70, foram 400 e-mails promovendo computadores da companhia Digital Equipment Corp. Porém, a ascensão aconteceu em 1990 e nos anos 2000 se tornou essencial para uma campanha de marketing.

Hoje essa mídia oferece muitas possibilidades, newsletter, promocionais, remarketing, conteúdo e muito mais.

Porém, há quem duvide que o e-mail marketing ainda seja eficaz, principalmente por conta do aumento de publicações promocionais nas redes sociais. Será que isso realmente faz sentido? Vamos aos números!

95,9% dos consumidores que usam e-mail, o confere diariamente

Acreditar que o e-mail está em baixa é um grande erro! Atualmente já atingimos mais de 4 bilhões de contas em todo mundo, número que só aumenta a cada dia. Além disso, 78,4% desses consumidores aprovam receber conteúdos por e-mail e 76,8% já realizaram compras a partir do recebimento de uma newsletter.

72% dos consumidores preferem receber mensagens de marcas por e-mail marketing

Para receber um e-mail marketing o cliente precisa se inscrever na newsletter da marca, realizar alguma compra ou se cadastrar em algum momento. Ou seja, já existe algum tipo de interesse desde o início (aqui não estamos considerando spans ou listas compradas, certo?).

Já nas redes sociais, o usuário é atingido por comunicação das marcas em um momento de lazer, sem autorizar o recebimento de mensagens daquela empresa.

Por esse motivo, a maioria dos consumidores preferem receber as mensagens por e-mail. Sem falar que acaba sendo uma estratégia muito mais assertiva, perfeita para aumentar a taxa de conversão do e-commerce.

Quem recebe e-mail marketing gasta 138% mais

Consumidores que compram através de cliques de e-mail costumam gastar muito mais! A diferença é de 138% comparado com os clientes que não são impactados por ofertas através dessa mídia.

A taxa de conversão, se comparada ao Facebook, é 40 vezes maior!

Esses são só alguns dados sobre o e-mail marketing.

É evidente que as mídias sociais são essenciais para complementar as ações de marketing. Porém, especialmente para um e-commerce, não é aconselhável apostar nas mídias como única ferramenta de divulgação. O cliente que compra no e-commerce conhece o e-mail marketing, ele sabe que vai receber e o aguarda.

Porém, o e-mail marketing requer alguns cuidados. Se seu e-mail cair na caixa de spam, é dinheiro jogado fora. Por isso, é essencial utilizar as boas práticas para chegar perfeitamente na caixa de entrada de seu cliente.

Agora que você já sabe como o e-mail marketing vai aumentar sua taxa de conversão, vamos conferir algumas dessas boas práticas!

Boas práticas no e-mail marketing

Não compre lista de e-mails

Esse é um erro primário e que pode destruir seu trabalho antes mesmo de começar.

De fato, não é fácil construir uma boa base de leads no começo. Por esse motivo, alguns donos de e-commerces optam por comprar listas prontas de e-mail. Parece uma maneira fácil e rápida de começar a vender, mas o resultado será completamente oposto ao esperado.

Primeiramente você terá uma base de e-mails suja. Isso significa que as pessoas que receberão seu conteúdo, em sua maioria, não estarão interessadas em seus produtos ou serviços. Elas não são seus clientes ideais e mandar e-mails para essa base não traz conversões, é jogar dinheiro fora.

Além disso, essas pessoas podem denunciar seu e-mail, uma vez que não autorizaram o recebimento. Isso fará com que você caia na blacklist dos provedores e seus próximos e-mails irão diretamente para a caixa de spam e sair da blacklist não é uma tarefa fácil.

Então, jamais compre listas de e-mails.

Pense como seu cliente ideal e só mande e-mails para ele

Não adianta atirar para todo lado.

Mantenha sempre uma base de leads limpa, apenas com clientes que realmente são interessados em seu produto. Não foque em e-mails inativos ou pessoas que mesmo cadastradas, nunca engajaram com você. Concentre seus esforços em quem realmente interessa.

Busque sempre pensar como seu cliente ideal: o que ele gostaria de receber? Quais tipos de promoções ele acha imperdível? Qual novidade ele está esperando?

Esse é o segredo e o objetivo! Traçar estratégias que façam seu cliente abrir o e-mail e clicar para ser direcionado ao site.

Acompanhe sempre os resultados

Um dos maiores erros que você pode cometer, é não acompanhar os resultados de e-mail marketing. Como saber se as estratégias estão funcionando ou precisam ser alteradas urgentemente? Acompanhe os resultados!

A maioria das plataformas oferecem recursos e dados para analisar, os principais para ficar atento, são:

  • Envios x Entregues: importante para verificar se sua base possui e-mails inativos ou com caixa de entrada lotada;
  • Taxa de abertura: essencial para mensurar a eficácia de seus assuntos de e-mail;
  • Cliques: fique de olho nos cliques, se a taxa de abertura for boa e os cliques são insuficientes, repense no conteúdo e nas estratégias do corpo de e-mail;
  • Conversão: o cliente recebeu, abriu, clicou, mas a taxa de conversão ainda está muito baixa? O problema pode estar dentro de sua loja, é importante que ela passe por uma análise e testes profissionais.

Palavras para evitar no assunto do e-mail

Algumas palavras são ciladas e vão direto para o spam.

Evite: compre, grátis, promoção, R$ + valores, urgente, só até amanhã, assine, leia agora, veja isso, não exclua, isso não é spam.

Os provedores de e-mail são especialistas em filtrar mensagens inapropriadas. Por isso, além de evitar essas palavras, não seja invasivo e não bombardeie o cliente com muitos e-mails. Tente ser notado positivamente, não incomodando.

A dica de ouro é: procure sempre ser relevante para seu cliente, envie aqueles e-mails que são abertos sem pensar. Cultive relacionamento!

Gostou desse conteúdo? Comente o que achou e se tiver mais alguma dica, não deixe de compartilhar.

Para e-mail marketing, o céu é o limite!

 

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Com a ascensão das redes sociais, ainda vale a pena investir em e-mail marketing? 
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *