Tipos de varejo: conheça os principais, suas características e qual o ideal para o seu negócio!

Você sabe quais os tipos de varejo que existem? Hipermercados, Hard Discount, Lojas de conveniência e muito mais, a lista é longa. Neste post reunimos os principais para você não ter mais dúvidas!

Existem muitos tipos de varejo e as diferentes modalidades são visitadas quase que diariamente por diferentes consumidores.

Por mais que a variedade dessa modalidade seja grande, existem particularidades que cada uma oferece que faz com que exista a distinção entre elas.

Portanto, conhecer os diferentes tipos de varejo é importante para que parcerias eficientes sejam estipuladas

E para que os novos empreendedores saibam quais as melhores alternativas para começar um negócio.

Muitas das empresas que atuam no varejo hoje, estabeleceram uma forte presença digital.

E isso fez com que elas tivessem um crescimento expressivo e conquistassem uma parcela de consumidores muito grande.

Portanto, se você quer conhecer os tipos de varejo existentes e como cada um atua nas diferentes modalidades, basta conferir este artigo completo sobre o assunto.

Não tenha mais dúvidas, continue a leitura!

O que é varejo

O varejo é uma das formas de fazer negócios mais tradicionais.

Isso, porque o varejo consiste na compra e venda de produtos diretamente ao consumidor final.

Ou seja, o consumidor que compra um produto é a mesma pessoa que irá consumir o produto.

No modelo tradicional do varejo, existem duas formas de fazer negócio.

Uma, é o modelo de compra por meio de um intermediário.

Ou seja, uma empresa ou empreendedor compra um produto do fabricante e o revende ao cliente final.

Essa é a modalidade conhecida como B2C (business to consumer).

Já a segunda maneira de vender no varejo é quando o fabricante vende o produto direto para o consumidor final, sem a necessidade de um intermediário.

Esse é o processo conhecido como D2C (direct to consumer).

Como se trata de uma compra realizada diretamente para o consumidor final, quando falamos do varejo em sua forma mais básica, as transações são realizadas em um único ponto de venda.

Esse ponto de venda pode ser feito por meio de uma loja física ou por meio de uma loja online (site ou catálogo de um representante).

Na maioria dos casos, os produtos comercializados pelos varejistas são comprados de atacadistas.

Isso, porque os varejistas não costumam fabricar os produtos que são revendidos, precisando então dos fabricantes ou atacadistas para comprar e revender os produtos ao consumidor final.

Por que conhecer os tipos de varejo?

Atualmente, é possível perceber um crescimento expressivo na digitalização do formato varejista.

Principalmente nos últimos anos, os varejistas se adaptaram aos canais digitais para atender a uma demanda do mercado consumidor.

O hábito de consumo dos consumidores está mudado e as inovações tecnológicas fazem parte da vida dos clientes.

Os canais digitais já fazem parte do dia a dia dos clientes, e podem influenciar no comportamento de compras deles.

As empresas e lojas varejistas, que não se adequarem a esse novo modelo de negócios podem ficar para trás.

O comércio eletrônico pode proporcionar ao mercado varejista, inúmeras vantagens.

Além de fazer o mesmo papel de uma loja física, um e-commerce, por exemplo, oferece muitas outras possibilidades para melhorar o atendimento ao cliente.

E claro pode alcançar um público muito maior e melhorar as taxas de conversão das vendas.

Alguns dos principais benefícios, são:

  • maior alcance da marca;
  • atendimento 24h;
  • maior possibilidade de diversificar o catálogo de produtos;
  • possibilidade de vender sem estoque.

A maioria dos modelos de varejo podem se tornar digitais para contar com os benefícios que o modelo de negócios online oferece aos empreendedores.

Existem muitos tipos de varejo e mesmo que de forma imperceptível, a maioria dos consumidores já fez algum tipo de negócio com esses modelos.

Ainda assim, existem particularidades que cada modelo de varejo oferece, como preços mais competitivos, possibilidade de compras mais eficientes, funcionamento físico 24h e muito mais.

Portanto, quem deseja começar as operações no universo do varejo, precisa conhecer quais são os tipos, o que cada modelo pode oferecer como benefício.

Dessa maneira, fica muito mais fácil entender qual dos tipos de varejo é o mais indicado para o perfil de cada empreendedor.

Nas próximas linhas, falaremos sobre os diversos tipos de varejo que existem e já apresentam aceitação de mercado e bons resultados, bem como exemplos de varejistas que detêm grande parcela do mercado consumidor.

Não deixe de conferir!

Quais os tipos de varejo que temos hoje?

Como já mencionado, existem diferentes tipos de varejo que podem variar de acordo com o modelo de funcionamento, formas de vendas, horário de funcionamento, preços praticados e muito mais.

Portanto, preparamos esta lista com os 10 principais tipos de varejo. Confira!

Varejo online

O varejo online é uma das tendências que mais vêm crescendo no mundo dos negócios no comércio varejista.

Isso, porque se baseia na digitalização do negócio.

Ao invés de contar apenas com um espaço físico, o empreendedor passa a atender o consumidor nos principais canais online.

E-commerces, sites próprios e até mesmo as redes sociais podem funcionar como varejo online.

O importante é adequar a empresa às demandas atuais dos consumidores, onde a experiência de compras depende da comunicação em canais online.

Confira também: Varejo digital: o que é, como funciona e qual o impacto dessa nova tendência nos negócios!

Hipermercado

Os hipermercados já são bastante conhecidos dos consumidores no mundo todo.

É um modelo de negócios B2C, onde a loja dona do hipermercado, comumente constituída por uma grande rede empresarial, compra os mais diversos produtos para revendê-los ao consumidor final.

Uma forte característica desse modelo de negócio é a grande diversidade de produtos que são vendidos nas lojas, que suprem necessidades das mais variadas.

Nesses espaços é possível encontrar vestuário, alimentação, produtos de limpeza, de higiene pessoal e muito mais.

Os hipermercados também tem como característica, uma estrutura física bastante robusta.

Muitas vezes, os preços praticados nesse tipo de varejo tende a ser muito mais vantajoso que nos mercados ou supermercados.

Supermercados

Os supermercados também já são muito tradicionais e os consumidores finais já estão acostumados com esse tipo de varejo.

Muito semelhante ao hipermercado, com diferença na variedade de produtos ofertados e nos preços praticados, são encontrados praticamente em cada bairro ou região da cidade.

Os supermercados são caracterizados pela venda de produtos diversos, mesmo que em menor quantidade do que o hipermercado, e costumam suprir as necessidades pessoais do consumidor final.

Outra característica do supermercado é o tamanho da loja física, espaços grande e a quantidade de lojas que existem na cidade.

Lojas de departamento

As lojas de departamento são caracterizadas pela venda de produtos duráveis ou semiduráveis.

São comumente encontradas nos grandes centros comerciais e nos shoppings center.

Na maioria dos casos, a loja de departamento costuma comercializar produtos mais segmentados, como vestuário, calçado ou produtos de beleza.

Lojas de conveniência

As lojas de conveniência atendem um público com demandas mais emergenciais ou impulsivas.

Isso, porque ficam localizadas em regiões e locais, como posto de gasolina, que suprem necessidades mais emergenciais.

Afinal, é um modelo que conta com espaços físicos menores e com funcionamento 24h.

Apesar de oferecer uma boa diversidade de produtos, que são vendidos em pequenas quantidades para cada consumidor, as vendas são feitas por meio de necessidades momentâneas.

Lojas de desconto agressivo ou hard discount

O foco principal do hard discount, como o nome mesmo já diz, é oferece preços muito mais competitivos dos que praticados em outros modelo de negócio.

A grande quantidade de descontos que esse tipo de varejo oferece é bastante atrativa aos consumidores e costuma trabalhar com um senso de urgência.

Afinal, a maioria das promoções conta com um data pré-estabelecida para iniciar e para acabar, fazendo com que os consumidores sintam a necessidade de fazer a compra o mais rápido o possível.

Uma forte característica desse tipo de varejo é o alto giro de produtos com preços muito mais vantajosos.

Outlet

O outlet é um tipo de varejo onde marcas mais conhecidas, marcas famosas na maioria dos casos, vendes seus produtos por preços mais competitivos do que os praticados normalmente.

É muito comum encontrar os Outlets nas saídas e entradas de grandes cidades ou em regiões metropolitanas.

Neste modelo de varejo, o fabricante vende seus produtos diretamente ao consumidor final.

Os outlets são bastante atrativos por praticarem os preços das marcas conhecidas por valores muito menores do que os utilizados nas lojas comerciais.

Armazém

Também conhecidos como varejistas em depósitos, esse tipo de varejo costuma oferecer uma experiência de compras mais simples e os preços praticados são mais baixos do que os dos outros modelos.

Por mais vantajoso que seja, os preços ainda não conseguem competir com o modelo do atacado, em quantidade e valor cobrado.

Especialista

O varejo na modalidade especialista, costuma ser uma loja com segmento específico e muito mais nichada.

Essas lojas costumam comercializar apenas uma marca.

Ainda assim, um fator que faz desse modelo ser bastante atrativo para o consumidor, é a possibilidade de encontrar todos os produtos da marca.

Afinal, a loja é especializada em determinada marca e produtos mais raros ou de edições limitadas podem facilmente ser encontrados nesse tipo de varejo.

Confira também: Nichos de mercado para e-commerce: como escolher o segmento para atuar?

Clube de compras

O clube de compras, também conhecido como clube de assinatura é uma modalidade de compras coletivas.

Ou seja, os consumidores assinam um pacote desse referente aos produtos do clube e recebem (semanal, quinzenal ou mensalmente) uma quantidade de produtos.

A variedade, quantidade e período em que os produtos são recebidos esta de acordo com o plano de assinatura que cada cliente adere.

É uma forma vantajosa de contar com produtos de alta qualidade, de maneira diversificada e muitas vezes sem a necessidade de retirada em loja física.

Esse tipo de varejo ainda oferece ao consumidor um atendimento mais personalizado e bastante informações sobre os produtos que são oferecidos.

Quais os maiores varejistas do Brasil

Como é possível perceber, os tipos de varejo estão presentes no cotidiano dos consumidores e variam de acordo com as necessidades de cada cliente, em momentos específicos e que podem variar constantemente.

Como em todos os tipos de negócios, existem empresas que lideram o mercado e mostram quais são as boas práticas para alcançar as posições de sucesso.

Veja a seguir algumas das principais empresas varejistas do Brasil. Vamos lá!

Carrefour

Tipos de e-commerce

O gigante do mercado varejista, que também atua com outros tipos de negócios é um dos destaques quando falamos de maiores varejistas do Brasil.

Isso porque a empresa francesa atua com supermercados, farmácias, posto de gasolina, e-commerce e muito mais.

Com a aquisição de outras grandes referências do mundo dos negócios, como o Grupo BIG, as operações da empresa tendem a crescer ainda mais nos próximos anos.

Grupo Pão de Açúcar

Tipos de e-commerce

Outra potência do mercado varejista, o Grupo Pão de Açúcar se apresenta como referência nesse mercado.

A empresa também é dona de outras marcas renomados no país, como Pão de Açúcar, Compre Bem e Club des Sommeliers.

Uma forte característica dessa empresa é a consolidação de um público consumidor muito bem definido.

As seleções e o catálogo de produtos da marca é gigante e variada, com produtos de seleções exclusivas e espaços físicos distribuídos por todo o Brasil.

Magazine Luiza

Tipos de varejo

Esse grande nome do mercado varejista, que passou de empresa familiar para uma das maiores redes de varejo do país, se reinventou e conquistou uma parcela do mercado muito expressiva.

Um dos fatores mais importantes para o crescimento dessa empresa, foi o robusto investimento na digitalização do negócio.

A Magalu já conta com marketplace e investe esforço e recursos para que o negócio se torne cada vez mais especializado no varejo digital.

Via Varejo

Tipos de varejo

Um dos grandes nomes e referência no modelo de marketplace, a Via Varejo se assemelha a um shopping center no espaço online.

Nomes de forte impacto se apresentam no catálogo da empresa, como Casas Bahia, Extra e Ponto.

Com uma importante presença online, o conjunto de marca da empresa conta com milhões de usuários ativos no App e outros tantos milhões de visitas nos principais canais online da marca.

Lojas Americanas

Tipos de varejo

Pertencente ao Americanas Marketplace, o grupo de nome Americanas também é composto pelas marcas: Shoptime e Submarino.

Esse é outro exemplo de sucesso quando o assunto é inovação.

Afinal, a empresa focou esforços em digitalizar os processos e oferecer uma experiência de compras completa nos canais online de vendas e comunicação.

Para se ter uma ideia, essa é uma das empresas pioneiras na modalidade de e-commerce no Brasil.

Existem diversos tipos de varejo e muitos são encontrados diariamente pelos consumidores.

Isso, porque consiste na modalidade de venda de produtos diretamente para o consumidor final.

Portanto, o varejo está presente na maioria das compras realizadas pelos brasileiros, compras rápidas, compras grandes, descontos e marcas exclusivas, compõem os tipos de varejos disponíveis.

Para quem deseja atuar com esse modelo de negócios, é fundamental conhecer os tipos existentes e conferir o forte destaque do varejo digital.

Grandes nomes que são referências nessa modalidade podem mostrar como obter sucesso utilizando as boas práticas no mercado.

Qual dos tipos de varejo é o mais atraente para começar um negócio?

Aproveite e confira também: O que é Varejo 4.0: entenda o que é e conheça as inovações do Varejo na Era Digital!

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário