Tipos de contabilidade: conheça 13 tipos para não errar na escolha da sua!

Existem alguns tipos de contabilidade. As mais comuns são: contabilidade financeira, contabilidade gerencial, contabilidade bancária, contabilidade fiscal, contabilidade governamental, contabilidade internacional, contabilidade imobiliária, contabilidade social, contabilidade rural, contabilidade de custos, contabilidade digital, auditoria contábil e perícia contábil.

Os processos contábeis são fundamentais em todo o ciclo de vida de uma empresa, desde a sua abertura até seu encerramento. Porém, eles são bem mais abrangentes do que se imagina e há muitos tipos de contabilidade.

Uma única empresa, pode necessitar de mais de um tipo de contabilidade para que se manter dentro da legalidade e competitiva, por exemplo.

Por isso, você vai conferir, neste artigo, 13 tipos de contabilidade para não ter dúvidas na hora da escolha!

O que é contabilidade?

Contabilidade é uma ciência que analisa as informações financeiras e econômicas e faz a gestão fiscal, assegurando a conformidade com a legislação.

O profissional que atua em contabilidade é o contador ou contabilista. Ela presta serviços e consultorias em diferentes áreas, com destaque para as finanças e os tributos.

Suas atividades são necessárias em empresas privadas e públicas.

Qual é a importância da contabilidade para um negócio?

A contabilidade é relevante para a gestão empresarial e a tomada de decisões.

No Brasil, todas as empresas devem contratar os serviços contábeis, menos o MEI (microempreendedor Individual). É o que determina a Lei nº 6.404/1975.

A partir da contabilidade, todos os negócios serão registrados e os tributos serão devidamente recolhidos.

O contador mostra dados a respeito da situação financeira e fiscal da organização, elaborando relatórios e demonstrativos de contabilidade.

Quais são os tipos de contabilidade?

Como é um trabalho complexo, a contabilidade se desdobra em diferentes especialidades.

Há tipos de contabilidade que focam mais na geração de informações que dão suporte à administração; outros trabalham com a conformidade.

Vamos apontar agora quais são os tipos de contabilidade:

1. Contabilidade financeira

A contabilidade financeira se destina a analisar os negócios monetários da empresa.

A função é analisar os números e convertê-los em relatórios e demonstrativos que apresentem a saúde financeira da empresa.

Para isso, o contador precisa analisar o fluxo de caixa, despesas, receitas e outras variáveis que integram a administração financeira.

A partir de diagnósticos e relatórios, o gestor pode tomar decisões mais adequadas a respeito das finanças, em demanda de mais lucros.

2. Contabilidade gerencial

A principal finalidade da contabilidade gerencial é conjugar a expansão do negócio aos serviços de contabilidade.

O contador efetua a gestão contábil, fiscal, trabalhista e societária para que sejam alcançados os melhores resultados.

Assim, as atividades de um contador ultrapassam os aspectos burocráticos, assemelhando-se mais a um trabalho de consultor.

Por isso, outro nome que se dá à contabilidade gerencial é contabilidade consultiva.

Os profissionais dessa área costumam fazer parcerias com os gestores, oferecendo informações confiáveis para fundamentar as decisões, assegurando o futuro da empresa.

3. Contabilidade bancária

A contabilidade bancária é desempenhada por profissionais especializados em serviços de empréstimos, financiamentos, outras operações de crédito, entre outros, ofertados pelas instituições bancárias.

Essas operações são realizadas depois de análises efetivadas pelos contadores.

O patrimônio dos bancos e de todas as empresas é formado por ativos, passivos e patrimônio líquido.

Os ativos envolvem móveis, veículos, saldo bancário, contas a receber. Os passivos se compõem de contas a pagar, tributos, entre outras coisas.

Já o patrimônio líquido consiste na riqueza da empresa menos as dívidas.

Os serviços e os produtos das empresas financeiras dependem da contabilidade.

A partir dela, são criadas diretrizes que orientam a realização de certos procedimentos: classificação de contas, elenco de contas, câmbio, livros de escrituração contábil e fiscal, critérios de avaliação e apropriação contábil.

4. Contabilidade fiscal

A contabilidade fiscal é conhecida também como “contabilidade tributária”, ou seja, se relaciona com a administração dos impostos, taxas e contribuições que precisam ser pagos pela empresa.

A contabilidade fiscal é relevante para reduzir custos com tributos que podem ser evitados e para manter a coleta de tributos conforme determinam as leis pertinentes.

Qualquer falha na contabilidade tributária pode gerar graves prejuízos ao negócio.

A necessidade de um contador para atuar nessa área se torna ainda mais relevante por causa da complexidade da legislação e de suas constantes atualizações.

5. Contabilidade governamental

Outro nome para esse tipo de contabilidade é “contabilidade pública”. A contabilidade governamental se destaca entre os tipos de contabilidade pelo fato de ser uma área destinada às instituições do governo.

Nesse sentido, ela presta serviços à União, aos Estados, aos Municípios, ao Distrito Federal e a outras empresas que precisem da contabilidade governamental.

Uma das mais importantes características dela é a necessidade de um sistema único, considerando que as contas do governo devem cumprir regras de auditoria e de transparência próprias.

6. Contabilidade internacional

Considerando que os negócios internacionais estão se tornando mais frequentes, é recomendado que haja uma área contábil que gerencie as transações entre países diferentes.

Os contabilistas prestam consultoria a respeito das soluções mais indicadas para o envio e o recebimento de dinheiro fora do Brasil.

Os profissionais da área calculam os tributos, regularizam os registros fiscais e elaboram demonstrativos das organizações multinacionais.

Eles padronizam, simplificam e orientam sobre a efetivação dos serviços necessários.

7. Contabilidade imobiliária

O ramo imobiliário nunca para de crescer. Ele tem altos e baixos, mas continua sendo atrativo.

Como é um segmento que trabalha com valores elevados, tributos mais pesados e temas com certa complexidade, é recomendado buscar a orientação de um contador especializado na área.

Os contadores imobiliários oferecem serviços a empresas que atuam no ramo imobiliário, as que compram imóveis e mesmo a pessoas físicas que compram imóveis.

8. Contabilidade social

A contabilidade social é uma área da contabilidade que analisa a economia e o mercado. Ferramentas de mensuração são usadas para verificar a situação da economia de uma nação em certo período.

Certos aspectos devem ser analisados para realizar uma efetiva análise monetária:

  • total do que foi consumido;
  • total dos investimentos;
  • total das vendas;
  • total das compras.

9. Contabilidade rural

Entre os tipos de contabilidade, a contabilidade rural é aquela que se destina ao campo, às tarefas agrícolas e zootécnicas, às agroindústrias.

Assim, um contabilista rural precisa de conhecimento abrangente sobre as normas tributárias e jurídicas, as quais diferem das regras que são aplicáveis aos negócios efetuados nas cidades.

Existe diferença de tempo para cada ciclo operacional. Cada organização apresenta suas peculiaridades, não importa qual seja o produto comercializado.

Desse modo, a contabilidade rural presta serviços a empresas do agronegócio, garantindo segurança e assessoria nessa área fundamental da economia.

10. Contabilidade de custos

Esse tipo de contabilidade se destina à análise e à gestão dos custos da empresa.

A função é detectar os pontos em que a empresa pode diminuir custos e analisar como eles afetam a margem de lucro. É responsabilidade do profissional:

  • levantar os gastos;
  • definir os gastos para um período;
  • organizar os centros de custos, de forma a permitir análises, comparações, reduções ou melhorias de custos;
  • analisar o processo de precificar as mercadorias e os serviços;
  • oferecer dados de custo relacionados a algumas alternativas, para que a gestão tome decisões sobre qual delas é a melhor.

11. Contabilidade digital

A contabilidade digital é uma modalidade nova, que acompanha as tendências tecnológicas.

O profissional oferece serviços fazendo uso de plataformas online. Nesse caso, os escritórios de contabilidade oferecem serviços à distância, ou seja, de forma remota.

Assim, a empresa pode ficar em outra localidade, diferente daquela em que o escritório está sediado.

Enfim, os profissionais de contabilidade podem prestar assessoria e consultoria a organizações de outras cidades ou mesmo de outros estados.

A distância em nada prejudica a análise contábil nem o cumprimento de todas as obrigações.

Apuração dos tributos, escrituração do negócio, conciliação bancária, emissão de notas fiscais e diversas outras atividades são feitas pela internet.

Os sistemas de contabilidade online se integram aos softwares de gestão de seus clientes, o que torna mais fácil a troca de informações entre o contabilista e o setor financeiro.

É uma ótima solução para o comércio eletrônico, agilizando as rotinas fiscais e contábeis.

Como todos os processos são feitos digitalmente, reduz a necessidade de armazenar, enviar e receber documentos impressos.

Esse ponto é relevante para tornar a gestão mais eficiente e sustentável, bem como para diminuir o tempo despendido nas atividades.

12. Auditoria contábil

Nesse caso, o processo contábil é submetido a um exame de verificação, que procura confirmar que tudo está conforme as normas internas e externas.

A finalidade é verificar se as demonstrações financeiras, fiscais e tributárias estão em conformidade com a legislação e com os regulamentos próprios da empresa.

O auditor contábil pode ser do próprio quadro de funcionários, ou seja, auditoria interna.

Nesse caso, a própria empresa se responsabiliza pela efetivação do trabalho, com a finalidade de melhorar a segurança fiscal.

Outra possibilidade é contratar um auditor externo, de outra empresa.

Assim, a organização comprova que o negócio está regular e, além disso, ajuda a melhorar a transparência perante o mercado — um ponto muito positivo para melhorar sua imagem diante dos clientes.

O processo de auditoria é de máxima relevância para identificar eventuais fraudes, falhas e irregularidades em geral.

Enfim, pode ser considerada um tipo de contabilidade que garante o compliance.

13. Perícia contábil

Esse tipo de contabilidade está relacionado a processos judiciais.

A função básica de um perito contábil é a análise dos documentos e dos negócios que funcionam como provas durante processos na Justiça.

A atuação desse perito é fundamental para garantir que as provas mostradas no Tribunal de Justiça sejam efetivamente autênticas e relevantes.

Para isso, ele elabora laudos ou pareceres sobre determinado caso.

Para atuar prestando serviços ao Poder Judiciário, o contador deve ser registrado corretamente nessa área de especialização.

Trata-se de um serviço que envolve muita responsabilidade.

Como escolher o tipo de contabilidade de um negócio?

Depois de conhecer os diversos tipos de contabilidade, vale a pena receber algumas dicas para fazer uma boa escolha entre eles.

Cada negócio necessita de um tipo de contabilidade para se manter regular perante o governo e para conseguir boas informações, que sejam estratégicas para a tomada de decisão.

Em geral, as empresas são beneficiadas com a contabilidade financeira, fiscal, gerencial, que se tornaram fundamentais na maioria dos negócios.

Mas, como explicamos, alguns tipos de contabilidade se destinam a empresas específicas, como as entidades de natureza governamental, as empresas do agronegócio e aquelas que trabalham com comércio exterior.

Também existem modalidades que não são permanentes, como as que prestam serviços de perícia e auditoria.

A contabilidade digital, por outro lado, destina-se a diferentes tipos de empresas, sendo bastante flexível e podendo incorporar outros tipos, como contabilidade rural e contabilidade imobiliária.

É um tipo que se adequa principalmente aos que têm comércio online.

Assim, o tipo de contabilidade vai depender do ramo em que a empresa atua e daquilo que se espera em relação ao trabalho do profissional.

Na hora de avaliar, considere os fatores abaixo:

Quais são as suas necessidades?

O primeiro passo para escolher entre os tipos de contabilidade é fazer uma avaliação das necessidades de sua empresa.

Independentemente de qual seja a situação das finanças, é preciso investir em contabilidade financeira para manter as contas em dia.

A contabilidade fiscal também é fundamental para garantir a gestão tributária.

Enfim, você deve avaliar o que sua empresa realmente precisa em termos de contabilidade, além das questões financeiras e tributárias.

Assim, poderá agregar outros serviços aos serviços fundamentais.

Tem um e-commerce?

Caso você tenha uma loja virtual, ou seja, atue em comércio eletrônico, nada melhor que contar com a contabilidade digital para cuidar das finanças, tributos e documentos da empresa.

É uma solução de menor custo, ideal para os empreendedores do mundo virtual, que geralmente começam a investir com menor capital de giro.

É importante ter um contabilista especializado em comércio eletrônico, já que essa área ainda não é muito bem regulamentada, dando margem a algumas dúvidas.

Você trabalha no campo?

Caso você gerencie um agronegócio, é importante optar pela contabilidade rural.

Ela vai ao encontro das necessidades dos empreendedores da área. Trata-se de um tipo especializado de contabilidade, voltado para os negócios agrícolas e pecuários.

Assim, você terá à sua disposição todos os serviços que precisa em um só pacote. Não ficará dependente de serviços fragmentados e não especializados, que podem custar mais caro.

Trabalha com exportação/importação?

Se sua empresa faz negócios de comércio exterior, é interessante recorrer à contabilidade internacional. Dessa forma, você garante que seus negócios serão bem-sucedidos, evitando riscos desnecessários.

Um dos principais cuidados diz respeito à legislação. É fundamental entender o que dizem as leis do Brasil e do outro país sobre o comércio internacional.

Também é importante atentar para as operações alfandegárias. Enfim, tudo fica mais fácil com a atuação de contadores especializados no comércio exterior.

Atua em instituições financeiras?

Para as instituições financeiras, a contabilidade bancária é fundamental.

Isso vale para instituições que oferecem empréstimos e formas de investimento, mesmo que não sejam bancos, como as fintechs.

Muitas empresas hoje oferecem serviços bancários online devido aos menores custos de manutenção.

Vale a pena, nesse caso, contratar os serviços de contabilidade bancária para evitar prejuízos.

Trabalha muito com imóveis?

Outra questão é se a empresa atua no ramo imobiliário ou se mexe muito com imóveis, comprando, vendendo, alugando.

Esse segmento também é abrangente, tem leis sobre o assunto, uma série de pontos a considerar.

Por isso, a contabilidade imobiliária é uma grande aliada. Ela vai evitar perdas relevantes, considerando o valor das casas, dos apartamentos, dos terrenos.

Será possível efetivar negócios com mais confiança.

Mesmo que você não tenha foco no segmento de imóveis, a contabilidade imobiliária pode ser útil durante algum negócio na área.

Considere, por exemplo, que a empresa vai comprar ou alugar um imóvel; seria interessante, recorrer a um contador especializado para efetivar e acompanhar a transação.

Precisa rever os processos internos da empresa?

Caso a empresa esteja necessitando passar por uma revisão de processos de contabilidade, a auditoria contábil vai ajudar.

Por meio dela, você vai conferir se tudo está realmente em conformidade com as leis federais, estaduais e municipais.

A auditoria contábil é recomendada para qualquer empresa. É uma medida preventiva contra fraudes, mas também pode atuar como ferramenta de correção.

Se uma empresa desconfia que algum processo não está certo, que alguma norma foi infringida, que existe alguma irregularidade, a auditoria pode ser valiosa, solucionando o problema.

Quanto antes a irregularidade for detectada e reparada, será melhor para o negócio, que não terá seu nome envolvido em possíveis escândalos ou não se verá na obrigatoriedade de pagar multas ou ser penalizado de outra forma.

Pretende ter uma contabilidade mais estratégica?

Caso você tenha uma empresa maior ou mais complexa, a contabilidade gerencial pode ser uma boa opção para seu negócio.

Vai ajudar a tomar decisões mais embasadas, com mais segurança.

Esse tipo de contabilidade se tornou uma tendência.

O contador como profissional que ajuda diretamente na gestão empresarial vem se consolidando no mercado atual, cheio de competitividade e desafios.

Depois de conhecer os tipos de contabilidade, você está mais apto a identificar quais deles se ajustam melhor às suas necessidades, ao perfil de seu negócio.

Compreende também que a especialização contábil pode ser um grande diferencial para garantir processos mais confiáveis.

Agora, pode aproveitar nossas dicas, melhorando a contabilidade em sua empresa.

Conheça mais a nosso respeito. Entenda melhor nosso trabalho. Estamos presentes nas redes sociais, onde publicamos conteúdo diferenciado, em formato mais dinâmico.

Para conhecê-los melhor, visite e siga nossas páginas no Facebook e no Instagram! Não se esqueça também de se inscrever no nosso canal do Youtube, com vídeos novos toda semana

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário