Impactos do frete no e-commerce
Profissional de e-commerce: qual o perfil e como contratar?

Quais são as tendências de e-commerce para 2019? Conheça 9!

Publicado em: • Última Atualização:

O e-commerce vem passando por algumas transformações, ao longo do tempo, principalmente com o surgimento de novas tecnologias que ajudam a aprimorar os processos e a alcançar resultados cada vez melhores.

Pensando nisso, resolvemos listar as principais tendências para e-commerce 2019, para que você fique por dentro do que vem por aí e como pode se preparar para modernizar a sua loja virtual, e sair na frente dos concorrentes. Continue com a leitura para conhecê-las!

1. Regionalização

Essa é uma das grandes tendências para e-commerce 2019. É comum que algumas pessoas priorizem a compra em lojas que estejam localizadas em uma região mais próxima, o que ajuda a diminuir o prazo de entrega e tornar o frete mais barato.

Nesse sentido, vale a pena concentrar os esforços para alavancar as vendas na sua região — ao mesmo tempo, em que pode expandir suas operações pelo Brasil, por exemplo — e focar nesse público que está mais perto.

Apesar de o crescimento e a expansão serem objetivos de muitos empreendedores, vale a pena investir em quem está mais próximo, o que contribui para reduzir os seus custos operacionais (e ainda dar uma margem maior para investimentos em outras questões).

2. M-commerce

O boom no uso de dispositivos móveis, agora, transformou os smartphones em mais uma ferramenta de compra online. Isso quer dizer que investir em tecnologia mobile é a grande sacada para alcançar um público cada vez maior, por isso, surgiu o m-commerce.

Isso quer dizer que sua loja deve ser totalmente responsiva e adaptada para o uso nesses aparelhos (o que não é tão novidade assim). Também, investir em segurança para que os consumidores se sintam mais confortáveis e seguros em efetuar o pagamento por meio do celular.

3. Realidade aumentada

Ainda falando dos smartphones, as versões cada vez mais sofisticadas desses aparelhos e seus sistemas operacionais vão permitindo utilizá-los para simular a cor de uma nova parede ou um objeto de decoração que vai ficar na sala, por exemplo. Algumas lojas já oferecem a possibilidade de os clientes utilizarem simuladores para personalizar peças de vestuário ou calçados, que serão confeccionados sob medida.

Com essa tecnologia, a tendência é que as pessoas possam visualizar e interagir com versões 3D dos produtos, vivenciar uma experiência com o objeto, fazer testes e, só então, realizar a melhor escolha.

4. Mídias sociais

O uso de mídias sociais já é bastante comum para a divulgação dos produtos e interação com o público — principalmente, o Facebook e o Instagram. Porém, a forte tendência para 2019 é que essas redes se tornem, cada vez mais, um novo canal de comunicação entre os consumidores e a sua empresa.

Para isso, vale a pena experimentar as diversas possibilidades que existem para promover os produtos ou um conteúdo. Vale lembrar que, quanto mais criativa, cativante e interessante forem as mensagens, maiores serão as chances de você conquistar um público engajado.

5. Aplicativo próprio

Não há dúvidas que o investimento em tecnologia tem uma presença forte entre as tendências para e-commerce em 2019. Aqui, temos o diferencial de criar um aplicativo próprio para a sua loja virtual e aprimorar a experiência do público com a sua marca.

Se essa estratégia for bem implementada, aliada à questão do aumento do uso das compras feitas com smartphones, seu negócio pode alavancar as vendas e ainda fidelizar os clientes — que voltarão mais vezes para realizar novas compras.

6. Convergência

Não é segredo que a estratégia omnichannel chegou e veio para ficar. Porém, ainda é muito frequente o receio de se investir nessa integração entre os canais, devido ao custo que isso pode gerar para o negócio.

Apesar de as margens de lucro serem mais apertadas e a realização de investimentos ter que ser muito direcionada, é fato que o investimento em tecnologia e inovação cria um diferencial competitivo, que leva as empresas a saírem na frente de seus concorrentes.

7. Pickup store ou pickup point

O sistema de compra e retirada consiste no fato de o cliente poder realizar uma compra na loja virtual e retirar em alguma loja física ou outro ponto definido (que pode ser de comércios parceiros ou, até mesmo, os chamados lockers — uma espécie de armário que permite a retirada do produto mediante um código).

Essa estratégia está intimamente ligada ao omnichannel e, para que ela dê certo, é preciso que as informações estejam centralizadas e bem geridas. Quando bem implementada, ela proporciona diversos benefícios para o cliente (que pode coletar os itens quando, como e onde puder) e para a empresa, que ganha com a satisfação do público e um diferencial competitivo.

8. Novas modalidades de entrega

Outra grande tendência é a possibilidade de oferecer novas modalidades de entrega para os clientes, o que torna a experiência de compra ainda mais agradável — uma vez que a sua loja passa a ofertar meios que estejam mais adequados às necessidades, prazos e bolsos do público.

Entre as opções, podemos citar:

  • same day delivery (entrega no mesmo dia);
  • entrega expressa;
  • transporte colaborativo;
  • os próprios pickup points (como dito);
  • entrega por drones.

Essa diversificação contribui para melhorar o atendimento aos clientes e, ainda, permitir que a sua loja virtual se destaque dos concorrentes.

9. Machine learning e inteligência artificial

A inteligência artificial, combinada à capacidade que os sistemas têm de aprender, cada vez mais, com o comportamento do cliente (machine learning) veio para criar experiências mais personalizadas para os clientes.

Isso é essencial para criar campanhas mais direcionadas, oferecendo os produtos certos e o combo de serviços mais adequados de acordo com as necessidades, hábitos e perfil de compra do seu público.

Assim, fica mais fácil tratar o cliente de forma única, melhorando o relacionamento. Um bom exemplo de como isso funciona, na prática, é a recomendação de filmes e séries feita pela Netflix, tudo com base no que os usuários costumam assistir.

Algumas tendências para e-commerce 2019 já estão chegando, aos poucos, e caminhando para se concretizar no comércio virtual. Enquanto outras, ainda precisam se desenvolver um pouco mais até que sejam totalmente exploradas e tragam os retornos esperados. Você já sabe quais delas podem se aplicar ao seu negócio?

Gostou do artigo? Então, aproveite para compartilhar o conteúdo em suas redes sociais e deixar que mais pessoas conheçam essas tendências para o e-commerce!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Quais são as tendências de e-commerce para 2019? Conheça 9!
4 (80%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *