Como começar a vender na Zattini? Entenda aqui!
Entenda como anunciar nas Casas Bahia

Taxa de conversão mobile e no desktop: você sabe qual é a diferença?

Publicado em: • Última Atualização:

Até alguns anos atrás, a única preocupação das lojas virtuais era analisar as vendas feitas por meio de computadores. Mas, com o crescimento do número de usuários que fazem suas compras por dispositivos móveis, é imprescindível que o e-commerce analise também a taxa de conversão mobile. Verificar esses dados é o que vai fazer diferença no sucesso dos negócios, pois as pessoas atualmente acessam a internet mais frequentemente pelo celular do que pelo desktop.

Mas qual a diferença entre analisar a taxa de conversão mobile e a taxa de conversão do desktop? Quais métricas devem ser observadas em cada caso? Como analisar esses dados com precisão? São essas e outras perguntas que responderemos ao longo deste post. Acompanhe!

Entenda por que analisar a conversão dos dispositivos móveis

Hoje em dia, o maior tráfego dos e-commerces vem do mobile. Portanto, analisar essa métrica é fundamental para que as lojas conheçam o comportamento do consumidor dentro do site. A taxa de conversão mobile nas lojas virtuais, atualmente, chega a 63%, ou seja, já é maior do que a conversão por desktop.

Então, se você simplesmente ignora os clientes que chegam ao site por dispositivos móveis ou não dá importância para esse tipo de métrica, vai perder informações valiosas sobre as preferências de seu público, bem como oportunidades de criar estratégias para aumentar as vendas.

Veja números do e-commerce no mobile

De acordo com dados publicados na Anatel em 2017, 80% dos acessos à internet no País são feitos por meio de dispositivos móveis. Falando em números em relação ao e-commerce, de acordo com uma pesquisa divulgada em 2018 pelo SPC Brasil, 74% dos consumidores brasileiros usam o smartphone em pelo menos uma das etapas de compra.

Entre esse público, 32% usa o aparelho para pesquisar por produtos e serviços, 28% para comparar preços e 14% para efetuar pagamentos. No mais, 33% dos entrevistados afirmaram que o smartphone é a principal ferramenta utilizada para fazer as compras na internet.

Entre os jovens, o uso do aparelho de celular ainda é mais popular na hora de concluir todas as etapas de compra pela internet. 34% do público entre 18 e 34 anos usa o smartphone para fazer todo o processo de compra.

Outro dado interessante é em relação ao público das classes C, D e E — 38% dos entrevistados desse perfil utilizam o celular como principal ferramenta de compra pela internet.

Entenda os impactos do mobile nos e-commerces

De acordo com uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil em 2018, 74% dos brasileiros utilizam o smartphone no processo de compra pela internet. Considerando que, no Brasil, existem atualmente cerca de 230 milhões de aparelhos celulares ativos — isso é o que aponta um estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo — o número de pessoas que utiliza o aparelho para comprar é muito alto.

Esses são dados que não dá para ignorar, pois mostram as mudanças no comportamento do consumidor moderno e como a popularização dos celulares com acesso à internet facilitou o processo de compra. As pessoas podem fazer suas compras enquanto estão no trânsito, esperando um engarrafamento acabar, ou quando estão no cabeleireiro.

Enfim… não é necessário chegar em casa, ligar o computador para depois procurar os produtos que deseja, pois está tudo bem ali, ao “alcance de seus dedos”.

Saiba como analisar a taxa de conversão mobile

A principal ferramenta para analisar a taxa de conversão mobile é, com certeza, o Google Analytics. Ele permite analisar toda a jornada de compra do consumidor, desde a chegada dele ao site até finalização da compra.

Por meio do Google Analytics, é possível identificar em qual etapa de compra há mais abandonos: se é na hora de preencher o CEP, que o consumidor acha mais complicado procurar o número pelo celular, se é na hora de informar dados de cartão de crédito ou na escolha da forma de envio. Todas essas informações podem ser colhidas por meio do funil de vendas.

Outro fator importante no momento da análise dessa métrica é tentar facilitar o passo a passo do cliente na hora da compra, incluindo botões para conseguir entender e finalizar o processo de venda de forma mais fácil.

Veja estratégias para aumentar a taxa conversão no mobile

Agora que você já sabe a importância de analisar a taxa de conversão mobile e como fazer esse processo, está na hora de saber como aumentar as vendas de sua loja. A seguir, vamos dar algumas dicas para você atingir esse objetivo. Vamos lá?

Reduza as etapas de compra

Uma boa estratégia para melhorar as vendas é diminuir as etapas de compra. É preciso lembrar que a experiência do cliente com a loja vai influenciar a decisão de fechar a transação e voltar a consumir de seu negócio. Quanto menos burocrático for o processo de compra, mais rápido o consumidor vai fechar a última etapa do funil de vendas.

Use as métricas do Google Analytics a seu favor

As métricas do Google Analytics devem ser utilizadas para observar por que e onde os clientes estão abandonando o carrinho e analisar seu comportamento dentro da loja. Por meio das informações coletadas, você pode criar estratégias que ajudem na conversão.

Fazer testes A/B, por exemplo, é uma boa ação para melhorar a experiência do cliente na loja. O indicado é criar páginas com elementos diferentes, a partir do monitoramento do comportamento do consumidor. Dessa forma, é possível identificar quais fatores influenciam a decisão de compra do cliente.

Crie ofertas específicas para mobile

Grandes marketplaces têm ofertas específicas para o segmento mobile, com o objetivo de estimular a compra pelos dispositivos móveis. Então, seria uma boa opção seu e-commerce investir nessa ideia. Ao ter acesso a ofertas exclusivas, o consumidor ficará tentado a fechar a compra pelo celular, pois vai ter o desejo de aproveitar o desconto.

Como você viu, a taxa de conversão mobile não é diferente do desktop, o que muda é simplesmente o canal de compra. Além disso, existem pontos diferentes porque quem compra pelo celular quer mais praticidade na hora da transação. O importante é que você analise as métricas e crie estratégias eficientes para aumentar suas vendas e fidelizar seus clientes.

Gostou do post e quer ler outros conteúdos interessantes sobre métricas? Então baixe agora mesmo nosso e-book sobre 10 relatórios obrigatórios do Google Analytics para um e-commerce!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Taxa de conversão mobile e no desktop: você sabe qual é a diferença?
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *