Se você entrasse em sua loja virtual neste exato momento, você iria efetuar uma compra?

Agora o cliente é você! Entre em seu e-commerce como se você estivesse pesquisando por algo que necessita e está disposto a […]

Agora o cliente é você!

Entre em seu e-commerce como se você estivesse pesquisando por algo que necessita e está disposto a comprar. Mas lembre-se que existes diversos outros concorrentes e, principalmente, os vendedores no Marketplaces grandes como Mercado Livre, Via Varejo, Amazon e B2W.

O que mudaria sua opinião de não compra de outra loja ou no marketplace, para compra em seu próprio e-commerce? Já parou para pensar sobre isso?

Sobre os produtos:

Os produtos que você vende, são todos originais? Não é obrigatório para vender no e-commerce, mas é muito importante ter código EAN.

O preço de venda, é competitivo com de seus concorrentes? Negocie taxas melhores com seu fornecedor.

Possui imagens em alta qualidade? Eu particularmente recomendo ser no mínimo 800×800 e busque colocar mais de 1 imagem em cada anúncio.

A descrição está completa? Em casos de roupas, possui tabela de medidas? Não precisa colocar uma história sobre o produto, coloque as informações necessárias, para que seu cliente não tenha dúvidas ao entrar na página do anúncio. Roupas, como exemplo, crie variações de tamanhos (P, M, G, GG..)

O que eu recomendo, crie apenas 1 nível de variação, ainda utilizando o exemplo de roupas, muitas lojas anunciam 1 camiseta e dentro dela várias cores e vários tamanhos. Recomendo criar um anúncio de cada cor e, dentro de cada cor, a variação de tamanho. Deixará sua loja com mais itens disponíveis e ajudará no SEO referente a cor que o consumidor está procurando.

Sobre a logística:

Possui os itens a pronta entrega? Qual o tempo que consegue postar após a compra? Despache no máximo em até 48 horas, mas o ideal é até o dia seguinte.

O prazo é um dos fatores que influenciam na compra, vejo muitas lojas, até mesmo lojas grandes, colocando prazos enormes, 15, 20 dias para entrega, mas acabam entregando em 3, 4 dias. Ficam com receio de colocar um prazo pequeno, não entregar dentro dele e o cliente reclamar.

Porém, aconteceu comigo de comprar um celular com prazo de 15 dias úteis para entrega, mas dentro do painel da loja, o prazo da entrega estava que eu receberia no dia X, mas o correto seria que destacar que o recebimento seria até o dia X. E foi entregue em 2 dias.

Imagina se eu tivesse me programado para viajar, tentariam entregar 2, 3 vezes e não iriam conseguir. O pedido seria devolvido e até mesmo cancelado. Por conta disso, poderia acontecer do preço aumentar e eu não conseguir o desconto quando comprei pela primeira vez. Então, faça testes, tenha uma logística parceira.

O preço do frete é um valor aceitável? Dependendo do nicho, crie KITs/COMBOS para o frete ficar mais barato, onde consiga colocar em uma embalagem menor. Crie promoções de frete grátis acima do x comprado em sua loja. 

E crie também frete no valor fixo, por exemplo:

Frete por R$ 10,00 para São Paulo capital. Crie um banner ou um pop-up falando da promoção e o cliente poderá gastar R$ 5,00 ou R$ 5.000,00, sabendo do frete fixo ou grátis.

Sobre a loja:

Possui banners atrativos? Vejo diversas lojas com banners que não são do tamanho correto ou banners em baixa resolução.

Se comprou um tema, verifique a documentação dele para aplicar os banners nas posições corretas e fazer nas dimensões recomendadas. Se o tema foi desenvolvido do zero, converse com a agência ou programador que criou para você.

Está com um layout bacana para desktop e principalmente mobile? Mais de 70% dos usuários hoje em dia compram pelo celular, então tenha um layout top para plataforma mobile.

Possui um certificado de segurança (SSL)? Jamais coloque sua loja no ar sem o SSL, é ele que fará aparecer no navegador que seu site é seguro e isso impacta bastante nas vendas.

Está com SEO feito? É mecanismo para ajudar seu negócio “subir” de modo orgânico. Além dos produtos, é muito importante o SEO ser feito nas categorias e na Loja mesmo. O SEO não é só palavras-chave, e sim colocar as tags recomendadas pelo Google nas descrições dos produtos.

Esses são somente alguns pontos até básicos, mas muito importantes e que muitas lojas virtuais não estão 100% configuradas.

Então, reflita! Se ainda não se comportou como um real cliente entrando em sua loja, faça isso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário