Como abrir uma startup de e-commerce? Saiba por onde começar!

Abrir uma startup de e-commerce é uma tendência que já vem fazendo bastante sucesso entre os empreendedores. As chances de sucesso são […]

Abrir uma startup de e-commerce é uma tendência que já vem fazendo bastante sucesso entre os empreendedores. As chances de sucesso são grandes e os negócios inovadores estão cada vez mais bem vistos, ainda mais no mundo digital, em que os custos para iniciar as operações tendem a ser menores.

Contudo, existem cuidados que devem ser tomados para que o negócio ocorra de maneira otimizada e a ideia possa ser tirada do papel e validada no mercado.

Quer saber como começar a abrir uma startup de e-commerce? Então este artigo é para você. Boa leitura!

Por que abrir uma Startup de e-commerce

Abrir uma startup não é uma tarefa tão simples, mesmo que cada vez mais empreendedores apostem nessa modalidade e o número de e-commerce seja crescente. É preciso realizar uma série de atividades para que a ideia possa sair do papel e alcançar as projeções estipuladas e desejadas.

Portanto, é preciso conhecer as etapas fundamentais. Mas, antes, é preciso saber o que é uma startup. Uma startup é um modelo de negócio ou ideia inovadora, que solucionará uma necessidade do mercado com o uso de tecnologias e sistemas internos e externos de maneira não convencional. Além disso, as startups de sucesso costumam apresentar um potencial de crescimento que possa se escalável em todo o planejamento, podendo ser de curto ou longo prazo.

Existem diversos investidores em busca de ideias inovadoras e com forte potencial de crescimentos. Eles procuram novidades e empresas recentes no mercado. Contudo, ainda que bastante promissor, todo o processo de abertura deve contar com etapas definidas, um bom planejamento e bastante dedicação dos empreendedores. Veja a seguir algumas dicas para abrir uma startup de e-commerce. Vamos lá!

6 etapas para abrir uma startup de e-commerce

Para abrir uma startup de e-commerce, é preciso conhecer algumas dicas que façam com que a realização do projeto ocorra da maneira mais eficiente o possível. Portanto, separamos 6 dicas para você preparar, implementar e validar a abertura da sua startup. Acompanhe!

1. Identifique a demanda do público

Um ponto fundamental para a abertura de qualquer negócio, inclusive um e-commerce, é identificar a demanda do público. É preciso oferecer uma solução que resolva os problemas específicos de um determinado público-alvo ou persona. Muitas vezes, os próprios consumidores não sabem que aquela necessidade existe. Logo, cabe ao empreendedor identificar essa oportunidade e aproveitá-la.

Uma característica muito marcante de quando falamos em startups é o modelo de negócio baseado em inovação. Afinal, a definição de startup no mundo de negócios é: uma empresa ou ideia recente com grande potencial de crescimento e desenvolvimento. Portanto, é preciso identificar a oportunidade e desenvolvê-la da maneira mais inovadora possível.

2. Estude o mercado

Para se lançar no mundo dos negócios, não basta uma ideia ou uma solução inovadora. É preciso entender muito bem o mercado e levantar dados que possam validar e constatar que a ideia tem realmente potencial para crescimento e desenvolvimento. Isso ajuda o empreendedor a entender quem vai ser o público consumidor, quais serão as empresas concorrentes e quem serão os fornecedores, caso necessário.

Para definir o público-alvo, é preciso realizar pesquisas, entrevistas e observar o comportamento do público que irá consumir os seus produtos. Conhecer quais são as características em comum do seu público é fundamental para o sucesso, já que ele terá comportamentos, situações econômicas, desejos e necessidades específicos.

3. Identifique uma oportunidade

Quando dados relevantes são obtidos, como os apresentados anteriormente, o modelo de negócios previamente estabelecidos pode sofrer algumas alterações. E isso é positivo. Novas oportunidades podem se mostrar mais viáveis e vantajosas, e é preciso saber aproveitá-las.

Afinal, é possível identificar uma necessidade específica do público-alvo e oferecer um serviço mais completo, eficiente ou econômico. Além disso, é possível identificar alguma falha dos concorrentes e oferecer uma nova solução para essa demanda específica. Um bom estudo e levantamento nesse estágio do negócio pode fazer com qual a ideia seja validada e lapidada.

4 Construa um modelo de negócio escalonável

Um modelo de negócios, para uma startup, deve ser planejado desde a fase inicial para poder crescer de maneira constante. Para alcançar essa escalabilidade, é preciso utilizar de técnicas que envolvem processos de uso de tecnologias internas e estruturação completa do negócio.

A startup de e-commerce deve ser pensada para alcançar um crescimento muito maior do que o planejado no processo de ideação inicial. Essa é uma característica de uma startup de sucesso e um fator indispensável para os negócios inovadores.

5. Estruture os sistemas internos da startup

Todos os processos internos da empresa devem estar bem planejados e estruturados. Caso contrário, as expectativas podem não ser alcançadas. É preciso realizar toda a estruturação interna da startup. Isso inclui a definição e escolha das equipes, estabelecendo exatamente quais serão as competências de cada grupo.

Nesse momento, é preciso estipular quais serão as equipes e as competências de áreas fundamentais da startup, como marketing, recursos humanos, financeiro e vendas. Existem modelos prontos de estruturação interna, é importante conhecê-los e identificar qual será o melhor para o momento e a necessidade do seu negócio.

6. Valide o seu negócio

Após realizar todas as etapas anteriores, é fundamental realizar a validação do negócio. Ou seja, é preciso testar a ideia e o produto junto ao público consumidor. É o momento de entender se a ideia e o protótipo farão realmente o sucesso esperado e planejado. Nesse momento, uma boa estrutura e um planejamento de marketing serão necessários, principalmente para as startup de e-commerce.

A captação de recursos também será fundamental para o bom desenvolvimento do projeto. Afinal, startups estão sempre em busca de investidores e esperam participar de rodadas de investimento para levantar o capital necessário para o crescimento de maneira exponencial. A busca por parceiros pode vir no formato de investimento financeiro, mas também em forma de consultoria, divulgação e muito mais.

Abrir uma startup de e-commerce exige competências e dedicações específicas dos empreendedores. Conhecer o público consumidor, identificar oportunidades, estudar o mercado, fazer um plano de negócios escalonável, estruturar os sistemas internos e validar a ideia fazem parte do bom desenvolvimento do negócio. Com isso, as chances de sucesso podem ser bem maiores.

Gostou deste artigo? Se sim, curta nossas páginas do Facebook, Instagram, YouTube ou Spotify para acessar mais conteúdos como este!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário