Site responsivo: O que é, importância e como criar o seu de um jeito simples!

Site responsivo é aquele que se adapta ao tamanho de várias telas. Ou seja, nessa tecnologia, o layout do site proporciona um bom desempenho independente de onde venha o acesso. Um exemplo disso, são as visitas que chegam através de celulares ou tablets. O formato é ideal para lojas que querem alcançar mais clientes.

A velocidade com que o mundo vem mudando é realmente incrível. A tecnologia avança a um ritmo elevadíssimo, fazendo cada vez mais parte do nosso dia a dia.

Há pouco tempo, o acesso à internet era limitado e ter um e-commerce era praticamente impossível.

Hoje me dia, é possível navegar na internet de qualquer lugar por meio de aparelhos portáteis, como smartphones e tablets, e ter acesso as mais diversas informações e propagandas.

Os próprios sites já são pensados para facilitar a vida de quem os acessa por meio desses aparelhos, tornando a sua experiência mais agradável e fluida.

Todo esse processo faz parte das mudanças pelas quais o mundo está passando e, convenhamos, ficar por fora delas não faz muito sentido.

Por isso, é tão importante ter um site responsivo. Afinal, ele garante que tanto quem o acesse seu conteúdo pelo computador quanto por um aparelho mobile, por exemplo, tenha uma boa experiência de compra.

Espera aí! Você não sabe o que é um site responsivo? Calma, não precisa se desesperar, nós vamos explicar tudo direitinho para você. Então siga com a gente para descobrir mais!

O que é um site responsivo?

Antes de mais nada, devemos nos perguntar o que é um site responsivo. Apesar do nome diferente com certeza você já se deparou com a experiência abaixo:

Por exemplo, você pretendia acessar uma determinada página pelo celular ou tablet, porém ela demorou muito para carregar, e, no fim ou ela cai ou ela carrega, mas seu layout ficou extremamente confuso ou pouco prático.

Situação frustrante não é mesmo? O site responsivo veio para por um fim nessas experiências extremamente negativas para os usuários.

Ou seja, o design, ou layout responsivo, consiste na ideia de trazer ao visitante mobile uma experiência de mesma qualidade, ou, pelo menos, muito próxima, da do usuário de computador.

Até porque convenhamos que é uma péssima ideia para um e-commerce perder vendas porque o cliente mobile não ficou satisfeito com a página, não é mesmo?

Na prática, o layout responsivo consiste na prática de realizar alterações no código do site para fazer com que ele se adapte a diversos tamanhos de tela.

Dessa forma, ele automaticamente reorganizará as informações disponíveis, garantindo fluidez e naturalidade ao uso do site.

Nem sempre o que será exibido no dispositivo mobile e no computador será exatamente igual; para facilitar essa adaptação, alguns aspectos do layout, como banners, podem ser ocultados.

Essas adaptações das informações disponíveis são o que permitem uma experiência satisfatória ao cliente, e tudo isso graças a um conjunto de códigos chamados de media queries.

Quais as vantagens de se ter um site responsivo?

Tornar a sua página um site responsivo pode ser algo realmente trabalhoso, principalmente quando falamos de alguém sem experiência em programação.

Entretanto, é um esforço que será recompensado, trazendo muitas vantagens para você e para o seu negócio.

Pensando nisso e em como manter a sua motivação para criar um layout mais responsivo para o seu site, decidimos listar aqui algumas vantagens dessa prática.

Assim, temos certeza de que você vai ficar muito mais curioso e determinado a alcançar esse objetivo!

Você está pronto? Então continue com a gente para descobrir mais!

1. Melhorar a experiência do usuário

Hoje em dia, com as facilidades que a internet nos proporcionam, a concorrência acaba ficando muito mais acirrada.

Pense um pouco: qualquer pessoa está a poucos cliques de sair do seu site mesmo estando com uma venda já quase concluída e ir para outro realizar a compra, às vezes, em poucos minutos.

Isso significa que a experiência do usuário ganha um peso como nunca antes visto para o bom andamento das suas vendas.

Se o cliente sente dificuldades em encontrar um determinado item, acha difícil se localizar por culpa das letras pouco legíveis ou então sua página demora demais para carregar, você realmente acha que ele vai insistir em usar seu site?

Ou acredita que ele irá buscar outro que o atenda?

É justamente por isso que proporcionar uma boa experiência ao usuário é tão importante!

No caso dos usuários mobile, um site responsivo pode ajudar muito nesse objetivo! Indo desde um site mais rápido, até informações melhor distribuídas e uma usabilidade mais fluida.

O layout responsivo ajuda e muito em uma boa experiência do usuário.

2. Agilizar o carregamento da página

A velocidade de carregamento é definitivamente um dos itens mais importantes para um bom site.

Além de correr o risco de o cliente desistir e ir procurar o que precisa em outro site, a demora no carregamento pode até fazer com que o seu portal perca posições no ranqueamento do Google.

Uma das principais recomendações é que as informações da página acima da dobra do dispositivo mobile carreguem em cerca de 1 segundo, enquanto o restante, em 2.

Esse objetivo se torna muito pouco factível quando pensamos em uma transposição nua e crua do portal desktop para um mobile.

É exatamente por isso que ajustes, como a otimização do site, são tão necessários para um site responsivo.

3. Diminuição da taxa de rejeição

Um dos maiores problemas dos sites não adaptados para os aparelhos mobile, é a quantidade de pessoas que os acessam e saem sem nenhuma interação.

Essa espécie de taxa de rejeição não é ruim apenas pela óbvia perda de clientes em potencial, mas acaba afetando você de outra forma também.

Quando muitas pessoas entram e saem de uma página com pouca ou nenhuma interação, o Google entende que o site possui um conteúdo pouco relevante.

Isso faz com que o seu portal perca posições no ranqueamento do site de buscas, deixando-o mais distante do topo das pesquisas.

Por isso, um site responsivo pode ser bem útil, já que torna a página mais convidativa a interações por parte do cliente, reduzindo essa taxa de rejeição.

4. Melhora da acessibilidade de dispositivos mobile

O conceito básico de um site responsivo é que ele tornará mais fácil e prático o acesso de usuários que estejam utilizando um dispositivo mobile.

Esse conceito, que pode parecer tão simples, é, na verdade, muito importante; afinal, a proporção de pessoas que devem acessar seu site por meio desses dispositivos só tende a aumentar.

Atualmente, mais de 50% do tráfego de internet global é feito por meio de smartphones, segundo a DataReportal.

No Brasil, já há mais aparelhos celular que pessoas, segundo um estudo anual realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ou seja, temos no país, cerca de 242 milhões de smartphones em uso e a população do Brasil é de 214 milhões de acordo com o IBGE.

A pesquisa mostra ainda, que ao adicionar notebooks e tablets, o número fica 352 milhões de dispositivos portáteis no Brasil, o que equivale a 1,6 aparelho por pessoa.

Isso significa que, cada vez mais, o tráfego vindo por meio desses aparelhos mobile deve aumentar, e prestar um bom serviço para eles é uma forma de garantir bons resultados.

5. Aumento de vendas

Outro ponto que também é muito importante e que deve ser considerado quando se avalia a questão dos sites responsivos, é o impacto que ele terá sobre as vendas da sua loja.

Esse impacto pode ser sentido com muito mais rapidez do que você imagina!

Um site melhor otimizado, e que seja mais prático e fácil de ser utilizado por aparelhos mobile, tende a ser mais convidativo para o usuário.

Além de tornar mais natural que o cliente procure o que deseja na sua página, aumentando suas chances de compras, o fluxo de usuários que acessam o seu site também deve aumentar.

Lembre-se que uma boa parcela das compras digitais são realizadas por dispositivos mobile, você não vai querer perder essas oportunidades, não é mesmo?

6. Maior facilidade de compartilhamento

Em um mundo onde cada vez mais as redes sociais ganham força, saber utilizá-las ao seu favor pode fazer uma enorme diferença.

É muito difícil encontrar alguém que não se faça presente em pelo menos uma rede social, e a quantidade de pessoas que as acessa por celulares e tablets definitivamente não é pouca.

Ter um site responsivo pode ser extremamente útil justamente nesse ponto!

Com as pessoas muito ativas nas redes, e uma boa página responsiva diante delas, as chances de compartilharem o seu portal aumenta consideravelmente.

Além disso, também ajuda com os usuários de computador, já que, se fosse um link de um site feito exclusivamente para aparelhos mobile, sua abertura no computador seria bem ruim.

Entretanto, por se tratar de um layout responsivo, ele se sairá bem em ambos os tipos de aparelho, garantindo o melhor desempenho para você.

7. Melhor posicionamento nos mecanismos de busca

Você sabe o que é SEO (Search Engine Optimization)?

Bem, também conhecido como Otimização de Mecanismos de Busca, trata-se de um conjunto de técnicas e estratégias que buscam melhorar o ranqueamento do seu site em portais de pesquisa, como o Google.

O uso de um layout responsivo tende a melhorar o seu SEO, uma vez que a prática é incentivada pela maior parte das ferramentas de busca.

Isso significa que o seu portal se posicionará mais próximo ao topo das pesquisas, trazendo maior visibilidade e, por consequência, acessos e vendas ao seu site.

Quais os impactos de não se ter um site responsivo?

Falamos bastante sobre as diversas vantagens de se optar por um site responsivo, mas e se por algum motivo você não quiser se dar esse trabalho?

Talvez você esteja se perguntando quais seriam as consequências, não é mesmo? Afinal, será que é tão ruim?

Bem, que tal darmos uma olhadinha nisso? Separamos aqui para você, 5 impactos de não se possuir um site responsivo! Está preparado? Então vem com a gente para descobrir tudo!

1. Perda de conversões

Hoje em dia, a maioria das pessoas realiza as pesquisas de compra em mais de um dispositivo diferente.

Isso significa que o mesmo usuário pode até acessar sua página pelo computador, mas corre o risco de ainda realizar uma pesquisa pelo celular.

Esse cliente, muito provavelmente, será perdido, já que, sem um site responsivo, o seu portal pode nem aparecer na busca, quando pesquisado por um aparelho mobile.

Isso significa que o usuário vai se deparar com outros sites, realizando suas pesquisas neles e podendo também concluir suas compras.

Basicamente, enquanto você optou por aparecer apenas em pesquisas por computador, seus concorrentes estarão presentes em todos os ambientes.

2. Demora de carregamento em dispositivos mobile

Outro grande problema com o qual você vai se deparar é a demora de carregamento do seu site nos celulares e tablets.

Supondo que o usuário foi direcionado para a sua página no dispositivo mobile, ou fez muita questão de procurá-la, ele terá que ter uma grande paciência para lidar com a demora que será carregar o seu site.

Isso ocorrerá porque, como ele não foi adaptado para esse dispositivo, seu conteúdo se tornou muito pesado e mal otimizado para esses dispositivos.

Além disso, mesmo que ele aguente o carregamento interminável, ainda se deparará com um site nada preparado para recebê-lo.

Sendo assim, é mais fácil que ele desista no meio do caminho do que realize a compra.

3. Baixa visibilidade em aparelhos mobile

Esse item já foi levemente mencionado nos tópicos anteriores, mas nós vamos explicá-lo um pouco melhor agora.

Em uma das suas atualizações nos últimos anos, o Google determinou que sites que não estiverem adaptados e aptos a receberem acessos de equipamentos mobile, não aparecerão nas pesquisas quando feitas por esses aparelhos.

Isso significa que o seu site pode ser o primeiro da busca quando pesquisado pelo computador.

Mas, se ele não estiver adaptado a aparelhos mobile, quando você pesquisá-lo no celular, ele não aparecerá.

Afinal, se você não está em condições de receber visitas, não faz sentido organizar uma festa, não é mesmo? O raciocínio aqui não é muito diferente.

4. Queda no ranqueamento do Google

Uma vez que sua página não é ranqueada nas pesquisas por aparelhos móveis, há uma grande chance de seu site começar a perder posições nos ranqueamentos gerais do Google.

Não apenas pelas próprias predileções da empresa por esse tipo de site, mas também porque, enquanto seus concorrentes receberão acessos de diversas fontes, você receberá de apenas uma.

Isso significa que aumentam as chances de seus concorrentes gerarem mais engajamento que você e serem percebidos como produtores de um conteúdo mais relevante.

Com todos esses elementos, o mais provável é que você vá lá para baixo nas páginas de pesquisa.

5. Menos clientes

Com tudo isso que foi comentado até agora, essa se torna a consequência mais óbvia.

Se seu site está com um ranqueamento pior, demora para carregar e é pouco prático de se utilizar, a tendência é que seus clientes diminuam.

Além disso, enquanto você poderia conquistar clientes em todos os dispositivos, está se limitando a apenas um, que nem sabemos por quanto tempo será o mais utilizado.

Qual a diferença entre site responsivo e mobile?

Talvez a importância de um site responsivo esteja ficando mais nítida para você agora, mas pode ser que uma nova dúvida tenha surgido em sua mente.

Afinal, se sites responsivos têm como seu principal público tablets e celulares, qual a diferença deles para um site mobile?

Como comentamos antes, o site responsivo é uma página que teve seus códigos adaptados para qualquer tipo de tela.

Por meio dos chamados códigos media queries, embora fosse originalmente para computador, passou a conseguir se adaptar para mais de um ambiente.

Certo, mas e os sites mobile friendly? Calma que é mais simples do que você está pensando!

No caso dos mobile friendly, estamos falando de sites criados desde o zero com o intuito de serem páginas para celulares ou tablets.

Toda a estrutura de programação é montada desde o início visando agradar justamente a esse tipo de acesso.

Em outras palavras, enquanto os sites responsivos são adaptados para aparelhos mobile, os mobile friendly já nascem para esses dispositivos: planejados para eles desde o começo.

Como criar um site responsivo?

Se você ficou com a gente até esse momento, é bem possível que esteja ansioso para montar o seu próprio site responsivo.

Existem algumas ações que precisam ser executadas para que a sua página possua um layout responsivo e por isso decidimos montar mais uma listinha par ajudar a você!

Está preparado? Então venha com a gente para descobrir como montar o seu site responsivo!

1. Otimize o layout

Quando falamos em otimização de layout, estamos nos referindo ao foco dado pelos web-designers àquelas ferramentas que são efetivamente essenciais para os usuários.

Dessa forma a navegação se torna mais objetiva, clara e limpa, além de tornar os carregamentos mais rápidos, uma vez que lidam com menos informações.

Essa abordagem é muito mais funcional, pois tira da frente tudo aquilo que não é tão importante para o bom funcionamento da página, tornando-a muito mais prática para o usuário.

Não é por menos que a estratégia tem se tornado tão popular nos Estados Unidos e se espalhado pelo restante do mundo.

2. Utilize media queries

Essa parte é especificamente sobre programação, e não tem muito como se fugir do uso desses códigos.

Os media queries são o tipo de programação que permite que o conteúdo seja renderizado de forma a se adaptar a diversas situações, como, por exemplo, diferentes tipos de telas.

Isso significa que é impossível falar em sites responsivos, sem falar antes de tudo nos tais dos media queries.

O mais importante de tudo é visar a contratação de um bom profissional para cuidar dessa parte para você, preparando todos os procedimentos necessários para que sua página se adapte aos diferentes dispositivos.

Para termos uma noção da complexidade, cada navegador, seja ele Opera, Chrome, ou Fire Fox, precisará de uma codificação própria, para que eles interpretem as informações da sua página da maneira correta.

3. Tenha um conteúdo claro

Ter um conteúdo claro e objetivo é outra coisa que pode ser bem valiosa na criação de um site responsivo.

Um conteúdo que seja relevante para o leitor gera interesse e engajamento, fazendo com que ele queira permanecer no seu site.

Claro que sempre é possível aproveitar para utilizar algumas técnicas de SEO, mas esse conteúdo por si só já pode ser de grande ajuda para as suas vendas.

Além disso, esse tipo de conteúdo que possui uma relevância maior também ajuda no ranqueamento da página no Google.

4. Atente para a flexibilidade das imagens

Muita atenção a esse tópico! É muito importante tomar bastante cuidado na escolha das imagens que estarão presentes no seu site.

Isso porque imagens muito grandes ou pesadas podem se tornar muito difíceis de serem carregadas e, ainda por cima, correm o risco de deformarem as formatações do site.

Por isso, ter um técnico especializado em sites responsivos é bem importante, para que ele faça todos os procedimentos necessários e minimize os riscos.

6 ótimas práticas de SEO para Google Imagens que você deve adotar

5. Analise a velocidade do seu site

Como mencionado antes, a velocidade do seu site é algo extremamente importante para que funcione bem nos dispositivos móveis.

Sendo assim, é necessário que você escolha com sabedoria o seu servidor de hospedagem, garantindo que ele ofereça um serviço de confiança, rápido e estável.

Além disso, é possível buscar a otimização da sua página também por outros meios, deixando-a mais leve, o que torna as coisas mais fáceis.

Um exemplo disso é limitar ou até mesmo reduzir o número de conteúdos e ferramentas que precisem de plugins adicionais no seu portal.

6. Utilize AMP

Accelerated Mobile Pages, ou Páginas Móveis Aceleradas, é um dos muitos projetos do Google e pretende acelerar ainda mais o carregamento dos sites.

A ideia é utilizar de dados comprimidos para fazer com que o tamanho das páginas se torne até 8 vezes menor.

Os desenvolvedores alegam ser possível deixar seu site até 4 vezes mais rápido com isso, impressionante, não é mesmo?

7. Tenha cuidado com os efeitos

Outra questão a ser repensada é o uso dos efeitos na sua página. Se estivermos pensando exclusivamente em um contexto de uso de computador, na maioria das vezes eles funcionam bem, mas, tratando-se de sites responsivos, a situação pode mudar um pouco.

Como o site também será visitado por outros aparelhos, esses efeitos podem se tornar muito pouco funcionais para esses dispositivos.

Além disso, o peso deles também pode deixar a página mais lenta, o que é bem ruim ao se pensar nas opções para mobiles.

A criação de sites responsivos hoje em dia é algo de crucial importância, sendo extremamente negativo não se atentar a isso no desenvolvimento da sua página.

As perdas por não possuir essa opção de adaptação para dispositivos mobile são muito grandes e, quando comparada as vantagens de possuir esse recurso, a escolha se torna extremamente óbvia.

Esperamos que tenha gostado do texto, e agora queremos saber.

Já pensou em montar o seu e-commerce, utilizando uma tecnologia segura e confiável?

A Tray consegue te ajudar nisso! Ela atua há mais de 19 anos no mercado e é especialista no assunto, entre em contato para saber mais!

Monte sua loja virtual

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário