SEO para Marketplaces: o que é, como aplicá-lo para aumentar suas vendas

SEO: Search Engine Optimization é a otimização para os motores de busca, ou seja, um conjunto de técnicas que quando aplicadas, visam melhorar o posicionamento de um site nos resultados do Google. E aplicar as técnicas de SEO também nos marketplaces pode garantir que seu produto seja facilmente encontrado nesses grandes canais de venda.

Os marketplaces são canais de vendas com alto tráfego de clientes, isso porque são ambientes oferecidos por grandes marcas que conquistaram a confiança do público. 

Porém, a facilidade em atrair clientes também criou um ambiente de disputa interna, onde, frequentemente, os preços são altamente competitivos, o que aumenta a disputa por atenção entre os sellers.

Dessa forma, é necessário utilizar todos os esforços estratégicos para se diferenciar dos outros vendedores e aparecer na frente nas buscas por produtos, seja nos buscadores como Google ou na busca interna nos próprios marketplaces.

Uma forma inteligente e que requer baixo investimento é utilizar as técnicas de SEO nos marketplaces, mas antes de entendermos o que são e como funcionam as técnicas de SEO para os Marketplaces, vamos entender um pouco melhor os fundamentos do SEO e quais seus impactos para um bom ranqueamento orgânico. 

O que é SEO

O SEO é uma sigla para Search Engine Optimization, que em português quer dizer otimização para os mecanismos de buscas. 

Contudo, um erro comum é que as otimizações de SEO sejam pensadas somente para agradar os motores e busca, que identificam se os conteúdos estão otimizados ou não. 

O mais importante é lembrar que antes de agradar às inteligências artificiais dos buscadores, é necessário que as otimizações respondam às perguntas dos usuários, pois somente a partir disso, os crawlers irão entender que seu conteúdo é realmente relevante e deve ser melhor ranqueado que os outros, nas páginas de resultado.

Qual é a importância do SEO?

Quando falamos em SEO, seja ele para e-commerce ou para marketplace, é importante lembrar que para ambos os casos, as estratégias utilizadas servem para alinhar a intenção do usuário ao seu conteúdo pesquisado.

Uma vez que estar entre as primeiras posições pode trazer mais visitantes para seu site e mais clientes para seu marketplace. 

Como aplicar o SEO nos Marketplaces 

Existem inúmeras maneiras de produzir conteúdo, mas ele não se restringe apenas à criação de blogs ou canais no YouTube que informam e ensinam. 

A página de produtos é um local onde você, gestor, está produzindo conteúdo e entregando valor para seu cliente, respondendo suas dúvidas e o persuadindo à compra. 

E é neste local que seus esforços de SEO devem estar concentrados. 

Mas os marketplaces não são otimizados para SEO?

Os marketplaces são sites que já apresentam altos índices de autoridade de domínio e fazem trabalhos contínuos de SEO técnico, como a otimização mobile e das páginas para que o carregamento seja cada vez mais rápido. 

E, claramente, isso auxilia bastante nos esforços de SEO. 

Dessa forma, cabe ao vendedor realizar as otimizações on- page dentro dos marketplaces.

Essas otimizações são feitas baseadas nas técnicas de SEO e pensando também nos seus compradores, de modo que as atitudes tomadas não só posicionem melhor seus produtos nos resultados de busca, mas também sejam ferramentas auxiliares para o aumento das  chances e taxa de conversão no marketplace. 

E, quais são as otimizações de SEO para marketplaces?

As principais ações de SEO nos marketplaces estarão focadas nos seus produtos.

Isso quer dizer que todas as suas páginas de cadastro dentro dos marketplaces deverão ser revisadas, entendendo o que precisa ser otimizado em cada uma delas.

As principais ações que precisam ser tomadas e revisadas são:

Utilização de palavras-chave

As palavras-chave são utilizadas para entender e prever o padrão de compra dos clientes. 


Esses dois pontos podem ser entendidos através da:

  • Utilização da própria palavra-chave, ou seja, como ela é escrita e a maneira como as buscas são feitas no google. 
  • E do volume de buscas, a quantidade de vezes que o item foi buscado nos últimos meses e qual a previsão para os próximos períodos.

Esses dados ajudam a entender o comportamento do consumidor e qual a melhor maneira de apresentar o produto a eles. 

Logo, após realizar buscas em ferramentas como planejador de palavras-chave do Google, ubersuggest ou semrush, é hora de atualizar o título do seu produto, adicionando a palavra-chave seguida das características dele.

Caso sua palavra-chave seja “Tênis Nike”, seu título poderá ser “Tênis Nike Air Max Masculino Preto”, abarcando as principais características do produto. 

Dessa maneira, o seu produto está otimizado para as ferramentas e também estará adequado ao que o seu cliente quer encontrar.  

Descrição de Produtos

28% dos clientes afirmam que a descrição dos produtos é um dos diferenciais que os fazem  escolher comprar com PME ‘s, afirmando a necessidade de desenvolvê-la bem, segundo pesquisa da OpinionBox

A imagem mostra uma descrição de produto completa que descreve uma caneca da Série Friends, item a venda na Amazon Marketplace

Além disso, a descrição de produtos tem extrema importância na conversão dos clientes, uma vez que será através dela que os clientes vão entender se os atributos do produto são compatíveis com suas necessidades. 

Mas, é também o local onde você poderá utilizar a persuasão para motivar ainda mais a compra. 

As descrições de produtos devem ser, ao mesmo tempo, breves e completas, ressaltando as características físicas dos produtos e deve conter apelos emocionais que auxiliam na conversão. 

Utilize as heading tags h1, h2, h3 no conteúdo

Para que a otimização SEO aconteça, é necessário utilizar as formatações HTML, hierarquizando as informações em títulos 2,3,4 e sucessivamente. A hierarquização dos títulos deve ser utilizada conforme a necessidade de quebra de objeção sobre o produto.

E ao utilizar as heading tags, fica mais fácil para o cliente encontrar a informação que ele busca, auxiliando na escaneabilidade da leitura. 

A imagem mostra quais as principais heading tags utilizadas para dar melhor escaneabilidade no texto

Otimização de Imagens 

Assim como as descrições, as imagens têm forte apelo aos clientes e não devem ser copiadas do fabricante, pois chegam por vezes com baixa qualidade, pouco detalhamento e ângulos limitados. 

Sendo assim, realizar ensaios fotográficos, incluindo modelos e/ou aplicações em ambientes que tenham apelo à sua persona, agrega bastante valor à sua página de produtos e à sua marca. 

A qualidade de imagem somada às descrições e os outros atributos da página de produtos fará com que o tempo de permanência nela seja maior, o que leva as ferramentas de SEO entenderem que o conteúdo é de qualidade. 

Mas, existem outras otimizações a serem realizadas nas imagens, sendo:

  • inserir a palavra-chave como nome do arquivo, possibilitando que a foto que leva ao seu produto possa ser encontrada por buscas no google imagens;
  • manter a qualidade, mas reduzir o tamanho do arquivo da imagem;
  • inserir atributo de alt text, fazendo com que a imagem se torne acessível.
A imagem mostra uma caneca da série Friends a venda no Amazon Marketplace. Com fotos nítidas e uma descrição completa

Tenha uma URL amigável

Busque sempre utilizar URL’s curtas e amigáveis: evite números, caracteres especiais e textos longos. As URL’s mais simples facilitam a busca, uma vez que são muito melhores e mais simples do que links extensos e confusos. 

Link Building

A utilização do link building é entendida como uma transferência de autoridade de um site para outro, ou seja, quanto mais outras páginas e blogs redirecionem links para seu produto, melhor para seu SEO. 

Sendo assim, caso seu e-commerce tenha um blog é possível redirecionar links a partir dele. Buscar outros blogs que façam review de produtos do nicho que você trabalha também é uma possibilidade para obter mais redirecionamentos.

Além disso, com a ferramenta de link disponível para a maioria das contas do Instagram você também pode utilizá-los em suas estratégias de social media.

Apenas o SEO é suficiente para aumentar as vendas nos marketplaces? 

O aumento de vendas depende de um gerenciamento completo da operação de e-commerce, e não serão técnicas isoladas que vão garantir o aumento de vendas. 

Contudo, como estamos tratando de técnicas que pretendem dar maior visibilidade aos produtos dentro dos marketplaces é importante ressaltar algumas outras características que impactam diretamente na reputação do seller nas plataformas.

As otimizações que citamos acima servem para um ranqueamento melhor tanto em buscadores como no Google como também para o interno das plataformas. Afinal de contas, os marketplaces são buscadores que têm como resultado de suas buscas produtos. 

Então, ter uma alta reputação dentro dos marketplaces faz com que seus itens passem a ter maior visibilidade de maneira orgânica. 

E, para isso é necessária outra série de ações, veja:

Atendimento rápido e eficaz

É comum que clientes que nunca compraram no digital não entendam o funcionamento dele, e tenham uma série de dúvidas, da mesma forma que compradores acostumados com as compras online tenham incertezas sobre determinadas características. 

Sendo assim, ter um atendimento eficiente para perguntas e mensagens é importante para auxiliar na conversão.

Porém, o atendimento não finaliza junto com a entrega do item. É exatamente no pós-venda que temos maiores chances de fidelizar o cliente e conseguir uma avaliação positiva na página do produto. 

O atendimento pré e pós-venda é importante para sua reputação, nas avaliações que ficarão salvas em seu perfil e também na percepção das plataformas em sua prontidão de atendimento aos clientes. 

Trabalhar com produtos de qualidade e oferecer preços competitivos 

Os marketplaces tem um ambiente acirrado e com preços competitivos, mas, isso não exclui a necessidade de se trabalhar com produtos de qualidade. 

Isso porque, mesmo que se pratique preços baixos e melhores que os da concorrência, a taxa de devolução e troca de produtos ruins impactará o financeiro do seu e-commerce e pode render reclamações e avaliações negativas, ou seja, apenas prejuízos.

Então, a dica é trabalhar com produtos de qualidade e oferecer preços e condições especiais de pagamento. 

Preparação e envio dos produtos

O tempo de preparação e envio do produto é um dos fatores comuns que podem impactar na sua reputação dentro dos marketplaces, já que interfere na data prevista de entrega. 

Dessa forma, ter uma logística bem desenhada é fundamental para sua reputação.

Fique de olho na sua reputação dentro dos marketplaces

Uma das ações mais importantes é ficar sempre de olho em como está a reputação da sua loja dentro dos marketplaces.

Uma boa reputação dentro dos marketplaces inspira confiança e é meio caminho andado na decisão de compra. Fique de olho também nas redes sociais da sua loja e sempre priorize o atendimento. 

A imagem mostra o número de avaliações do produto vendido na Amazon. Na imagem a caneca da série Frinds tem 5 avaliações positivas (5 estrelas) e nenhuma negativa.

Conclusão

O aumento de vendas em qualquer plataforma online é o resultado de inúmeras ações e tecnologias que precisam ser bem gerenciadas para que tragam resultados interessantes e passíveis de escalabilidade.

Contudo, como vimos o SEO para Marketplaces é uma das técnicas que podem ser aprendidas e desenvolvidas por operações de e-commerce ou sellers sem investimentos altos, como os de mídia paga interna e externa a marketplaces. 

Logo, é extremamente importante que, caso sua operação não tenha uma assessoria de gestão atenta a todos esses detalhes, uma ou mais pessoas da equipe seja capacitada para se atentar ao cadastro de produtos nos marketplaces, aplicando as técnicas de SEO para que seus resultados de busca orgânica no google e internamente possam angariar cada vez mais vendas. 

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário