6 ótimas práticas de SEO para Google Imagens que você deve adotar

Aplicar as técnicas de SEO para Google Imagens é uma excelente maneira de conquistar mais tráfego para o seu e-commerce. Vale lembrar […]

Aplicar as técnicas de SEO para Google Imagens é uma excelente maneira de conquistar mais tráfego para o seu e-commerce. Vale lembrar que as imagens também são conteúdos, pois são consideradas pelo maior site de buscas da internet para melhorar a experiência dos seus usuários.

SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca) são técnicas que ajudam os sites a galgar as primeiras posições em sites de busca, como o Google. SEO para Google Imagens, por sua vez, é um conjunto de práticas de otimização que visa melhorar o ranqueamento das imagens buscadas no Google.

Para encontrar as imagens em tamanho completo, os usuários do Google Imagens precisam ser direcionados para as páginas originais do conteúdo. Já que parte significativa das buscas é por imagens, isso significa que ainda há uma grande rede de tráfego de usuários a ser conquistada nesse espaço.

Para isso, é necessário seguir algumas práticas de SEO. Tem interesse nesse assunto? Veja quais são as nossas dicas a seguir!

1. Atente-se ao nome da imagem

Um dos mais importantes fatores de ranqueamento de imagens também é um dos mais simples: o nome do arquivo de imagem. Antes mesmo de fazer o upload da imagem no site, é importante se atentar a esse detalhe para que o algoritmo reconheça a relevância da imagem e faça uma leitura correta do arquivo.

Nesse processo, um erro comum é fazer o upload com o nome que as câmeras dão as imagens, como “DCM-0004.png.”. É importante lembrar essa é uma comunicação com um algoritmo, por isso é importante ser o mais objetivo e simples possível. Nesse sentido, uma boa prática é usar as palavras-chave dentro de uma breve descrição da imagem.

Por exemplo, se você quer fazer o upload de uma foto de uma camisa vermelha e o arquivo se chama DCM-0004.png, o algoritmo vai ter acesso a algo como: “<img src=DCM-0004.png/>”. É uma descrição que não explica o conteúdo da foto, por conta disso não contribui para o ranqueamento.

No entanto, se você renomear o arquivo com uma breve descrição que contenha as palavras-chave, o algoritmo vai ter acesso a algo como “”<img src=camisa_vermelha.png/>”. Como você pode perceber, é uma descrição muito mais útil para o ranqueamento no Google Imagens.

2. Seja simples no Alt Text

Alt Text (ou Texto Alternativo) é a descrição dos elementos visuais presentes em uma imagem. São descrições muito simples, como “carteira de coro dentro de um bolso” ou “bolsa branca dentro da mala de um carro vermelho”.

Todas as imagens na internet possuem um Alt Text. Trata-se de uma ferramenta essencial, pois o Google utiliza essa descrição a fim de tornar as imagens acessíveis para pessoas com deficiência visual. Além disso, ela parece quando a imagem não carrega no navegador do usuário.

Podemos dizer que o uso do Alt Text é o fator mais importante entre as técnicas de SEO para Google Imagens. É simples explicar o motivo: os mecanismos de busca não têm como ler o conteúdo visual de cada imagem, por isso precisam ter acesso à descrição do Alt Text para ranqueá-la nas páginas de busca.

Portanto, na hora de escrever o Alt Text, seja simples, use palavras objetivas e as palavras-chave, mas sem excesso.

3. Use imagens coerentes com o conteúdo

Os algoritmos do Google estão cada vez mais sofisticados na tarefa de “ler conteúdos visuais”, embora a aplicação dessas tecnologias avançadas ainda não seja uma regra no mercado.

De todo modo, os algoritmos do Google já são sofisticados o suficiente para não cometer erros evidentes. Se você busca “carros vermelhos” no Google Imagens, não vai encontrar fotos de “gatos e cachorros”. Portanto, para oferecer uma boa experiência do usuário, use imagens coerentes com o tema do conteúdo.

4. Aposte em imagens com boas resoluções

Você já percebeu que as técnicas de SEO para Google Imagens têm como prioridade a experiência do usuário, não é? Qualquer característica que comprometa essa experiência prejudica o ranqueamento da página, seja a velocidade de carregamento, seja a escaneabilidade do conteúdo etc.

É por isso que o mecanismo de busca também considera imagens destorcidas, pixeladas ou de má qualidade, irrelevantes para a procura dos usuários. Esses problemas podem acontecer quando uma imagem pequena é ampliada ou quando ela foi gerada com baixa resolução. Por isso, tenha a atenção a esse detalhe!

5. Diminua o tamanho do arquivo de imagem

Sabia que o tamanho das imagens influencia o ranqueamento? Exatamente! Para entender como isso acontece, é importante saber que o tamanho das imagens está diretamente relacionado ao tempo de carregamento da página.

Quanto mais leves os arquivos de imagens, mais rápidas as páginas carregam. Quanto mais pesados os arquivos, maior é o tempo de carregamento. Páginas que carregam rapidamente melhoram a experiência do usuário; por isso, quanto mais rápido, melhor.

Deixe o arquivo de imagens com o menor tamanho possível. Existem algumas dicas para fazer isso, como não fazer o upload de arquivos com tamanho maior que 1 megabyte e recortar as imagens em algum software para realizar o upload do tamanho exato que vai usar no blog,

6. Certifique-se de que as imagens são responsivas

Passou-se o tempo em que os smartphones eram uma “alternativa” ao desktop. Os dispositivos móveis já são a realidade comum para pesquisas e compras virtuais. Se as suas páginas na internet não são responsivas, os resultados com ranqueamento não vão aparecer, pois, o Google destaca sites responsivos nas primeiras posições de buscas.

O mesmo critério é usado no Google Imagens. A imagem também é conteúdo, então ela deve se adaptar aos diferentes dispositivos. Caso isso não aconteça, se a imagem aparecer cortada, por exemplo, a experiência pode ser prejudicada. Logo, o Google entende que a página não soluciona o problema do usuário e, portanto, não deve ganhar destaque.

São detalhes que fazem muita diferença para o ranqueamento na página de resultados. Revise todos eles na hora de fazer SEO para Google Imagens e lembre-se de que usar imagens é uma ótima forma de melhorar a experiência dos seus leitores. Faça de tudo para alcançar as primeiras posições do Google!

Quer saber mais sobre otimização de imagens? Então, aproveite para conferir o nosso conteúdo sobre a importância de fazer otimização de imagens para SEO.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário