Google afirma que Dia das Mães é a data sazonal que mais gera oportunidade de vendas
Afinal, por que a identidade visual de uma empresa é tão necessária?

Como aplicar técnicas de SEO para otimização de um blog

Publicado em: • Última Atualização:

O SEO para blog jamais deve ser esquecido ou deixado de lado, pois é muito importante que além da sua loja virtual estar otimizada, que o seu conteúdo também esteja. Muitos lojistas dedicam a maior parte do seu tempo a sua loja, páginas de produtos e esquecem da otimização dos textos e das páginas do blog.

O Inbound Marketing quando praticado, traz bons resultados para as lojas virtuais e hoje se você não tem estratégias ligadas a produção de conteúdo relevante, a sua marca não tem autoridade sobre as outras. Por isso, é tão importante produzir e otimizar!

Caso você não aplique técnicas de SEO no seu blog há tempos, ou nunca se preocupou com isso, se atente as dicas para fazer com que seu conteúdo ocupe as primeiras páginas do Google.

Qual a importância do SEO?

A Otimização do Mecanismo de Busca (SEO) é a estratégia principal quando se fala de marketing digital. Aplicável em qualquer tipo de conteúdo e site, o SEO é um indicador que comprova um trabalho bem feito quando os objetivos são atingidos.

Dentro de uma loja virtual, um site institucional e em blogs existem pontos que fazem a diferença para os algoritmos, esses responsáveis pela indexação e ranqueamentos dos sites no Google.

O foco de um conteúdo otimizado e bem estruturado é fazer com que ele ocupe as primeiras posições da primeira página e assim, gere tráfego orgânico.

O tráfego orgânico é aquele em que você não patrocina, não investe para que chegue até o público. É fazer com que ele seja bem posicionado por sua relevância e qualidade, segundo os algoritmos do mecanismo de busca.

Os algoritmos do Google são baseados em mais de 200 variáveis, que aprovam ou reprovam as ações tomadas dentro da estruturação do conteúdo. Esses fatores analisados pelo Google buscam avaliar palavras-chave pesquisadas pelo usuário, qualidade, relevância, autoridade, qualidade do código e muitos outros critérios.

Resultados que aparecem em primeiro, são avaliados pelos usuários como os que têm maior autoridade do assunto e se tornam referência, como se fossem líderes. E quem que não quer ter esse prestígio?

Como otimizar meu conteúdo?

Vamos listar as principais otimizações:

URL

Um dos principais elementos analisados pelos robôs do Google são as URL’s. Nesse caso a URL é o endereço do seu post, é importante que você utilize a palavra chave do post no endereço. Exemplo: “www.escoladeecommerce.com/seo-para-blog”. URLs menores são entendidas mais facilmente, por isso é interessante que ela seja simples e direta, de acordo com a palavra-chave.

Meta description

A meta-descrição no SEO não tem diretamente reação no ranqueamento, mas a otimização melhora o CTR (taxa de clique = impressão vs clique) e quanto melhor a taxa de cliques, melhor ranqueado.

A meta descrição é aquele textinho que aparece abaixo do link dos resultados da pesquisa. Uma descrição otimizada, atrai os olhares de quem está atrás de uma resposta.

Para utilizá-la, usa-se a palavra-chave na descrição, assim quando o usuário pesquisa a palavra-chave ela aparece em negrito no texto, ajudando na identificação e assimilação do conteúdo que contém no site, sendo mais propício a receber o clique.

Alguns sites que não configuram a meta-descrição e deixam que o Google insira o primeiro parágrafo, perdem a oportunidade de conquistar o clique com uma descrição clara e concisa.

Títulos

O título é sempre representado pela tag html <h1> para que ele fique em evidência como título principal do texto.

Utilize a palavra-chave foco no seu título. Os robôs do Google analisam primeiramente o título, para constatar a relevância que ele tem. Ele precisa passar aos usuários qual o objetivo do texto, do que ele se trata e dentro da quantidade de caracteres permitidos pelo Google, além disso, deve ser atrativo e chamar a atenção dos usuários.

Subtítulos

Representado pela tag <h2>, os subtítulos são quaisquer títulos que estejam abaixo do h1 e que são usados para organizar conteúdos e propiciar uma melhor leitura.

A palavra-chave que foi usada no título deve ser utilizada também no subtítulo, mas os dois devem conter e apresentar informações diferentes e que façam o leitor continuar lendo.

A palavra-chave deve vir acompanhada dentro de um contexto e não jogada de qualquer forma. O algoritmo avalia a relevância e qualidade do conteúdo também pelo seu contexto.

É importante e recomendado que seja utilizado vários “h2” ao longo do texto, para que torne a leitura mais agradável e mais fácil. Separe parágrafos muito grandes por subtítulos, isso também melhora o SEO da página.

Além do h2, também pode ser usado intertítulos como h3, h4, h5. Eles servirão para separar tópicos menores, subitens e podem ser compostos pelas palavras-chave ou relacionadas a elas.

*Dica: é recomendado que os parágrafos separados por subtítulos, tenham aproximadamente 300 caracteres.

Otimização de imagens

As imagens nos artigos são essenciais e necessárias para a composição como um todo. Os conteúdos visuais têm a maior aceitação diante dos usuários, além de atrair mais atenção.

Porém, o Google não faz o serviço de ler a imagem, então para que ela seja otimizada. Sendo assim, é você quem facilita para que ele leia a imagem e entenda sobre o que é.

Para isso, é definida uma alt tag, uma descrição do que é a imagem para ser mostrada caso não seja carregada. Isso fará com que o Google ao ler a sua página, entenda a relação entre todos os elementos e garanta que ela seja relevante para os usuários.  No alt tag pode-se usar a palavra-chave para melhor otimizar.

Links internos e externos

Ambas as práticas são bem vistas pelo Google. Os links internos são aqueles em que o destino do link é também uma página do próprio blog.

Esses links internos são recomendados para manter o usuário navegando em seu blog, aumentando o tempo de permanência nas páginas, o que contribui para a relevância de seu blog no Google.

Os links externos são usados para levar os usuários a outros blogs, complementando informações abordados no artigo. Os links externos contribuem para a experiência do usuário e ainda podem trazer novos backlinks para seu blog, caso o site referenciado também queira te referenciar.

No corpo do texto encaixe os links em frases que façam sentido tanto para entendimento do artigo, tanto para a página que será redirecionado. É importante que o link corresponda diretamente com o que é indicado.

Essas são algumas otimizações que farão seu blog ter mais autoridade, credibilidade e reconhecimento perante os usuários e conforme os algoritmos do Google.

Como dica mais importante e conclusiva, escreva um bom conteúdo! Além de otimizado, ele precisa ser relevante.

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Como aplicar técnicas de SEO para otimização de um blog
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *