E-commerce: saiba como usar o Youtube para obter conversão
Conheça a buy box da Via Varejo e como se destacar com ela!

Entenda o que é Search Console e como usá-lo no e-commerce

Publicado em: • Última Atualização:

Quando o assunto é sites e páginas de loja virtual, logo surge na mente uma preocupação: a indexação. Sabemos que os robôs do Google precisam encontrar e analisar cada conteúdo para disponibilizá-lo nos resultados, e o processo é longo. Mas, e se disséssemos que o Search Console para e-commerce pode ajudar a otimizar esses aspectos?

Ele é uma das várias ferramentas disponibilizadas gratuitamente pelo Google. Já foi conhecido pelo nome de Webmaster Tools, mas foi, posteriormente, alterado, já que a identificação antiga sugeria um público-alvo mais especializado em programação.

Além de auxiliar na aceleração da indexação, a ferramenta oferece uma série de recursos e relatórios, para que usemos nas melhorias das estratégias de SEO. Assim, a aplicação é fundamental tanto para quem está inaugurando uma loja online quanto para quem já está na estrada e deseja otimizar ainda mais os resultados.

Acompanhe a leitura e entenda mais detalhes sobre essa aplicação!

O que é Search Console?

Como mencionamos, ele é uma ferramenta do Google, que tem como função fazer com que cada página do site chegue mais rapidamente aos bots. É como se você falasse: “Ei, Google! Estou com uma nova página aqui! Você poderia fazer sua análise nela?”.

Com isso, os robôs analisam, indexam e enviam um relatório com as conclusões obtidas. Apesar de alguns dados dessa análise demandarem o auxílio de um especialista em programação, há diversas atividades que o próprio lojista dá conta de resolver sozinho.

Para que serve o Search Console?

O Search Console destrincha cada página de um site para examinar os dados com mais precisão. Normalmente, ao abrirmos um novo e-commerce ou ao adicionarmos uma nova página de produto, os robôs demoram um pouco para incorporar as alterações nas buscas. Dependendo do tempo, isso pode comprometer as vendas.

A ferramenta garante que o Google encontre o conteúdo de forma mais rápida. Também faz uma análise completa, a fim de melhorar aspectos no site que podem estar voltados tanto para os bots de busca quanto para os seres humanos.

Entre seus diagnósticos, é possível:

  • encontrar páginas duplicadas ou com títulos iguais, o que é muito comum em lojas virtuais. Elas atrapalham os resultados, visto que conteúdos repetidos são penalizados;
  • medir a popularidade do site e avaliar como ele aparece em smartphones;
  • identificar quais palavras-chave conseguem bom tráfego a cada página de produto.

Como funciona o Search Console?

O Search Console trabalha por meio de quatro menus principais:

  • search appearance ou aspecto da pesquisa: mostra como o Google interpreta cada página do e-commerce. As descrições estão boas? Há conteúdo repetido?
  • search traffic ou tráfego de pesquisa: mostra informações referentes ao comportamento dos usuários. Quais buscas no Google levam ao site? O que os visitantes procuram nele?
  • Google index ou índice do Google: revela o desempenho do Google ao tentar indexar cada página. É possível que exista um malware não identificado por nós e que esteja prejudicando o ranqueamento. Quais páginas de produtos apresentam obstáculos na indexação?
  • crawl ou rastreamento: mostra se os robôs têm dificuldade no momento em que investigam o site. Quais páginas ele varreu?

Por que utilizar o Search Console no e-commerce?

A disputa pelos melhores resultados na SERP (Search Engine Results Page, que em português significa “Página de Resultados) é grande. A cada dia, novas empresas implementam estratégias diferentes, a fim de melhorar o posicionamento no ranqueamento. Negligenciar possíveis falhas não é a atitude adequada de quem deseja competir com força.

A ferramenta é fundamental para descobrirmos possíveis erros em algum conteúdo, entendermos o porquê do nosso posicionamento nas buscas, efetuar otimizações, conseguir mais tráfego e aumentar a taxa de conversão.

Como utilizar o Search Console no e-commerce?

Assim como outras aplicações, é necessário fazer uma integração do Search Console com o site. Para isso, sugerimos os seguintes passos:

  • abra uma conta no Google. Se já tiver um e-mail profissional do Gmail, o processo fica ainda mais acelerado;
  • Acesse o página do Google Search Console;
  • adicione seu site em “adicione uma propriedade”;
  • escolha um dos métodos sugeridos para provar que você é o dono dela;
  • faça o upload do HTML fornecido pelo Google para a página raiz do site;
  • salve as modificações;
  • volte ao Search Console e clique no botão vermelho “verifique”;
  • agora, é só começar.

Quais as vantagens do Search Console para e-commerce?

Como deu para notar, o Search Console é capaz de nos beneficiar no ranqueamento. Entre as vantagens oferecidas por ele, podemos apontar as principais, que mostraremos na sequência.

Mostra as falhas encontradas

Como mencionamos agora há pouco, uma das melhores funções da aplicação é apontar defeitos em alguma página e no aplicativo que dificilmente encontraríamos de outro modo. Por exemplo, inexatidão dos dados estruturados, defeitos no HTLM, quebras de link, title tags duplicadas ou meta description pouco informativa são erros complicados de serem percebidos quando nosso e-commerce tem centenas de produtos.

Isso nos possibilita corrigir e otimizar as páginas a tempo. Ainda que algumas otimizações exijam ajuda de um webmaster, a ferramenta facilita o lado dele ao entregar uma análise completa e apontar a direção a seguir.

Identifica o conteúdo mais popular

Ao acessarmos “resultados da pesquisa” dentro da ferramenta, podemos selecionar um filtro, relacionando data e tipo de pesquisa. Fazendo isso, o Search Console nos mostra as páginas que tiveram mais acesso orgânico e as palavras-chave usadas em cada URL.

Isso nos fornece insights para agregar mais valor aos conteúdos. Também viabiliza que façamos otimizações para aumentar o nosso poder.

Por exemplo, um resultado que apareça em 10ª posição na primeira página pode demorar bastante para chegar à 1ª, se trabalharmos apenas com tráfego orgânico. Uma boa estratégia seria investir em anúncio pago, por um tempo, a fim de conseguir melhores resultados no tráfego e no branding da empresa.

Alerta malwares e vulnerabilidade

Uma página hackeada tende a ter o resultado na SERP prejudicado. A ferramenta nos mostra lacunas na segurança, para que possamos tomar providências com relação a isso, removendo a vulnerabilidade e apostando em mais meios de proteção. A dica é primeiro retirar qualquer malware e só depois solicitar ao Google a reindexação.

Mostra a popularidade do site ou de anúncios

Nada melhor do que saber que nossos conteúdos do blog ou de produtos têm sido tão positivos, a ponto de outros usuários compartilharem e adicionarem link externo para nós, concorda? Com isso, outra vantagem do Search Console para e-commerce é identificar a existência de linkagem e as mercadorias recomendadas pelos clientes.

Outra utilidade é analisar as conversões dos resultados de pesquisa. Podemos, por exemplo, identificar se cada página do e-commerce tem tido as visualizações esperadas e recebido cliques na SERP. Isso nos ajuda a entender o comportamento do usuário e fazer as alterações necessárias.

Ajuda a trabalhar o link building

Além de mostrar sites externos linkando ao nosso, a aplicação avalia quais links dentro do próprio e-commerce recebem mais cliques e de onde eles vêm. Como sabemos, trabalhar com linkagem interna é fundamental. Assim, a partir dessas análises, podemos mostrar ao Google qual o conteúdo mais importante e evitar páginas órfãs, ou seja, aquelas que não recebem nenhum link.

Otimiza a navegação mobile

Os robôs identificam as páginas que apresentam dificuldades na navegação por dispositivos móveis, ao apresentar um relatório de desempenho. Descobrir isso rapidamente é primordial, visto que é cada vez maior a quantidade de usuários realizando pesquisas e compras utilizando smartphones e tablets.

Por fim, o Search Console para e-commerce é uma ferramenta indispensável para o lojista que busca otimizações constantes nos resultados de branding e de venda, ao nos dar insights de estratégias, para melhoria de SEO e marketing digital.

E já que você demonstrou interesse por essa leitura, que tal acessar o webinar seguinte e aprender dicas para ser um lojista avançado?

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Entenda o que é Search Console e como usá-lo no e-commerce
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *