Estado de São Paulo fatura bilhões no e-commerce no primeiro semestre do ano

Com um aumento de 36,1 % em seu faturamento, o estado de São Paulo tem se destacado no comércio eletrônico brasileiro há […]

Com um aumento de 36,1 % em seu faturamento, o estado de São Paulo tem se destacado no comércio eletrônico brasileiro há algum tempo, confira os números.

 

 

Os primeiros seis meses do ano foram ótimos para o e-commerce do estado de São Paulo. Pelo menos é o que afirma uma pesquisa realizada pela FecomercioSP em parceria com a Ebit | Nielsen, que nos trouxe alguns dados interessantes sobre a performance do estado, sob o mercado de compras digitais.

Estado de São Paulo fatura bilhões no e-commerce

O consumidor se adaptou a comprar online, desde a pandemia isso é um fato. Porém,  a região sudeste já vinha mostrando há algum tempo, um destaque no e-commerce brasileiro. Dessa forma, a pesquisa recente só veio reafirmar o quão forte o estado é para o comércio de vendas online.

Como resultado, o estado de São Paulo atingiu um faturamento de R$ 19 bilhões no primeiro semestre deste ano. Ou seja, 36,1% a mais que no mesmo período do ano passado.

Aumento do número de pedidos

O número de pedidos também teve um aumento significativo, chegando a atingir 15,6%. Portanto, nos seis primeiros meses do ano, o estado de São Paulo alcançou a incrível marca de R$ 41,7 milhões em vendas no e-commerce.

Crescimento do ticket médio

O ticket médio também teve um aumento expressivo. Nesses seis primeiros meses o valor saltou para R$ 456. Então, consequentemente, aumentou cerca de 17,7% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Setor com maior crescimento

Já nas informações sobre setor, a pesquisa nos mostra que o de bens duráveis foi o que mais teve êxito neste primeiro semestre. Certamente, muita coisa pode ter contribuído para isso acontecer, porém, algumas das hipóteses relacionadas ao aumento foram: 

  • Aumento da confiança da população sobre o mercado de trabalho;
  • Flexibilização das medidas de restrição contra a COVID-19 no país;
  •  O avanço da vacinação por todo Brasil;

Previsões futuras

Durante a elaboração de uma pesquisa, é comum prever através dos dados alguns resultados futuros. Para concluir, a FecomercioSP nos trouxe uma visão muito positiva. Eles acreditam que o e-commerce seguirá em alta nos próximos meses, sobretudo por causa de datas comemorativas como a Black Friday e o Natal.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário