Passo a passo: saiba como vender joias na internet
Saiba montar um programa de parceria e faça sua empresa crescer!

Saiba como usar o Instagram para aumentar as vendas de um e-commerce

Publicado em: • Última Atualização:

Entre as redes sociais de maior audiência no momento, o Instagram se destaca pela criatividade dos seus mais de 700 milhões de usuários no total, sendo 45 milhões de brasileiros. São centenas de minutos mensais dedicados a compartilhar imagens incríveis, inusitadas e atraentes. Mas e você, por acaso sabe como usar o Instagram? Ainda melhor: você sabe como vender no Instagram e impulsionar seu e-commerce?

A verdade é que hoje são vários os e-commerces usando a plataforma para aumentar suas vendas. Pequenos, médios e grandes comerciantes online já se encantaram com o poder dos filtros, das hashtags, das stories e da interação da geração mobile nesse canal. E você vai se encantar também. Continue acompanhando para entender por quê!

Abertura para a criatividade

Não tem como fugir: todo e-commerce tem uma forte dependência de imagens. O que você tem que entender desde já é que, sem fotos de qualidade, fica praticamente impossível vender seus produtos. Mas, na prática, não são só imagens de produtos que você deve compartilhar no Instagram, ok?

Use a criatividade para surpreender os usuários que estão por lá, dando dicas visuais sobre como usar as mercadorias, de que forma aproveitar melhor cada item comprado, como organizar os itens em casa e preservar os produtos por mais tempo, por exemplo.

Fale sobre curiosidades, como quem inventou o saca-rolhas, como eram as primeiras televisões da história, de onde surgiu o e-commerce e o que mais achar interessante para o público. Que tal criar historinhas para contar essas curiosidades, tornando o conteúdo ainda mais atrativo?

Só tente focar em assuntos que sejam de alguma forma atrelados aos produtos que você vende. Quem tem um e-commerce de produtos naturais, por exemplo, pode dar dicas de saúde, compartilhar receitas rápidas e até fazer um passo a passo de uma receita em fotos. Bacana, não acha?

Remix de conteúdos

Gary Vaynerchuk, empreendedor americano que se tornou famoso por seus conhecimentos em mídias sociais, diz que devemos criar conteúdo sobre conteúdo, como em um remix. Em outras palavras, estamos falando de pegar um conteúdo pré-existente e reutilizá-lo de formas variadas em combinações inusitadas e divertidas.

Usar essa estratégia é uma excelente pedida, uma vez que o ideal é que você publique um volume considerável de fotos e vídeos para sua marca ser vista por mais gente. E, sem dúvida, reciclar o que já foi produzido ajuda bastante nessa tarefa, certo?

Vamos supor que sua marca já tem um canal no YouTube. Você pode fazer um vídeo curto, no formato ideal para o Instagram, com um trechinho marcante de um vídeo já existente. Seguindo a mesma lógica, se seu e-commerce é ativo no Twitter, você pode publicar o print de um tweet relevante e, como um bônus, ainda divulgar sua outra rede social!

Uma outra opção é usar um print de um cliente feliz que comentou em alguma foto sua — só não se esqueça de pedir autorização do usuário, combinado? Você também pode fazer Boomerangs e gifs com trechos de vídeos já publicados. Para ter mais ideias nesse sentido, acesse o Instagram do Gary — que, aliás, tem mais de 2 milhões de seguidores.

Oportunidade de venda

Entre na fila do cinema e observe o que as pessoas estão fazendo enquanto esperam. Smartphone em mãos? Claro! É quase automático dar uma conferida nas redes sociais enquanto esperamos por alguma coisa.

O segredo está, assim, em aproveitar cada intervalo desses para se conectar com o público, usando hashtags que estão em alta na rede social. Esse recurso também pode ser usado para que as pessoas mencionem a sua marca. Você pode lançar uma campanha em que os usuários que compartilharem suas compras no Instagram citando a marca em uma hashtag ganham cupons de desconto. Fácil e altamente viral!

Amor em primeiro lugar

A chave para fechar boas vendas é dar amor primeiro. O que isso quer dizer? Simples: você deve ajudar seu potencial cliente mesmo sem ele pedir, oferecendo mais sem exigir retorno. Mande mensagens humanizadas, ofereça ajuda, seja realmente prestativo. Nada de tentar empurrar produtos o tempo todo!

Uma estratégia bem comum hoje em dia consiste em enviar presentes para influenciadores digitais, aquelas pessoas que têm um grande número de seguidores e que se encaixam no perfil da sua persona. O que acha de mandar amostras dos seus produtos em uma caixa com mensagem personalizada e sugerindo uma hashtag temática? Se essa webcelebridade publica uma foto com seu produto e a hashtag, você ganha uma excelente publicidade!

Fora isso, interaja com seu público, agradeça e converse pelos comentários nas fotos. Mostre que se importa ao comemorar cada nova marca de número de seguidores, por exemplo. Agradeça aos influenciadores que postarem fotos com seus produtos e lembre-se sempre deles quando lançar uma nova coleção. Você também pode oferecer descontos para os seguidores do digital influencer!

Relação entre seguidores e clientes

Quem ainda não sabe como vender no Instagram pode ficar excessivamente preocupado com o número de seguidores. Na prática, o caminho não é bem por aí. Entenda: a quantidade de seguidores não é uma métrica essencial para sua loja. Afinal, mesmo que você tenha muitos followers, a probabilidade é que sua taxa de conversão não aumente na mesma proporção, uma vez que esse não é o foco da estratégia aqui.

Apostando no marketing de conteúdo, o ideal é focar na profundidade do relacionamento e não na quantidade de seguidores. E isso se constrói com interação e conteúdos relevantes, realmente voltados para seu público-alvo. Dessa forma, aos pouquinhos, você transforma followers em leads qualificados. Esses leads podem se tornar clientes fiéis, aumentando o Lifetime Value e, consequentemente, os lucros. Com isso, você acabou de conhecer o processo do funil de vendas.

E é claro que gerenciar e se relacionar com uma base menor de seguidores também é mais fácil! Nesse cenário, você consegue até acessar o perfil desses seguidores orgânicos para entender mais sobre eles, procurando realmente conhecê-los. E isso é infinitamente melhor que simplesmente amontoar seguidores sem critério algum.

Soma de todos os desejos

Para quem tem um e-commerce de moda e acessórios, por exemplo, saber como usar o Instagram é como saber se vestir: simplesmente fundamental. Nesse caso, você pode compor looks diários com peças da loja e compartilhar as fotos com seus seguidores, mostrar lançamentos, dar dicas de estilo e muito mais!

Ao publicar produções, que tal fazer pacotes de descontos para quem levar o look completo, estimulando o aumento do ticket médio? Dê sugestões de composição, explicando que tipo de roupa fica melhor para esse ou aquele formato de corpo, ensine a lavar aquelas peças mais delicadas e a conservar os acessórios por mais tempo.

Somado a isso, publique dicas de maquiagem para combinar com a roupa e os sapatos, faça tutoriais rápidos para mostrar penteados para cada tipo de ocasião e monte checklists para seus seguidores não errarem mais na hora de selecionar os melhores produtos. Agregando tanto valor à vida das pessoas, sua audiência vai amar seu e-commerce!

E-commerces que vendem móveis e artigos de decoração também podem se valer do Instagram para aumentar as vendas. Para isso, basta aliar bom gosto e criatividade ao design de interiores. Você pode usar seus produtos para compor cenários e mostrar como montar um ambiente aconchegante e acolhedor, por exemplo. Pode também dar dicas de reaproveitamento de móveis antigos e itens inusitados na decoração (como pallets), trazendo ideias inovadoras e sustentáveis para o público.

Ideias de composição de cores, texturas, tipos de materiais e móveis a serem usados em cada ambiente são algumas das imagens que você pode compartilhar no Instagram para aumentar o nível de engajamento dos usuários com sua marca. Assim você mostra que, além de vender, também ajuda a fazer o melhor uso possível dos produtos.

Show nos bastidores

Se você observar o Snapchat ou o Instagram de grandes influenciadores digitais, logo perceberá que, na verdade, todos eles documentam mais que criam. Eles fazem publicações durante todo o dia, mostrando aspectos pessoais de suas vidas, os bastidores do seu trabalho, encontros com os amigos e inúmeros outros acontecimentos corriqueiros. Esse tipo de conteúdo transparente aproxima os consumidores da marca.

Então não se preocupe demais em criar sempre materiais incríveis, impecavelmente editados ou únicos. Tire uma foto com a equipe, publique uma história mostrando o empacotamento de novos produtos ou aspectos interessantes da produção. Para você ter uma ideia, artistas pelo mundo afora têm conseguido uma grande base de seguidores ao mostrar rascunhos no Instagram ou processos de trabalho em vez de obras finalizadas.

No fim das contas, é como se sua marca fosse um grande reality show transmitido pela rede social — e você sabe como as pessoas são fissuradas por reality shows, certo? E, na prática, só fica por dentro dos novos episódios quem acompanha suas histórias publicadas diariamente. Teste e veja por si mesmo o impacto dessa abordagem!

Poder do combo imagem e texto

É claro que o foco do Instagram é a imagem, mas você pode melhorar bastante o efeito gerado ao inserir legendas criativas e instigantes para atrair o público. Lembrando que as legendas e as hashtags são indexadas pelos mecanismos de busca, trate de usar esses recursos estrategicamente a fim de melhorar o posicionamento do seu e-commerce!

Já adiantando: cada campo para legenda pode levar até 30 hashtags, o que oferece uma ampla gama de oportunidades para captar a atenção dos usuários que compõem seu público-alvo no Instagram. Não tem erro: selecione as palavras-chave certas para obter um nível de interação maior da sua audiência!

Só um detalhe: ao decidir usar hashtags, confira quais possuem maior relevância fazendo uma pesquisa rápida no próprio aplicativo. Aquelas que têm um volume maior de ocorrência têm também mais visibilidade. Você ainda pode criar hashtags originais para construir uma comunidade ao redor delas. Veja o caso da Nike com a #airmaxday: eles criaram essa hashtag e convidaram os seguidores a publicar fotos para celebrar o 30º aniversário do tênis Air Max 1. Foram mais de 350 mil publicações em apenas algumas semanas!

Outra dica? Vender no e-commerce é como vender no Instagram. Se você adiciona um Call to Action ao final do texto (assim como já faz no blog e na própria loja), a conversão pode ser maior. Então peça por comentários, opiniões e compartilhamentos, além de sugerir hashtags. Seja criativo para instigar a criatividade dos seus seguidores também!

Geração de tráfego

O intuito de ter uma atuação de excelência nas redes sociais é sempre gerar mais negócios, certo? Entretanto, não dá para sair vendendo diretamente nessas plataformas, porque o público foge. Mas então o que fazer? Use o Instagram para gerar tráfego para seu site, fazendo das imagens um chamariz.

Para ter mais um recurso trabalhando a seu favor, insira links para as páginas de produtos nas legendas! Você pode até criar uma imagem que seja representativa de uma promoção e direcionar as pessoas para uma landing page de cadastro, abrindo as portas para começar uma estratégia de nutrição de leads. Tudo o que você tem a fazer é entender o que os usuários do Instagram esperam do seu e-commerce e oferecer justamente isso a eles!

Ferramentas de profissionalização

Certas ferramentas facilitam bastante a vida de empreendedores ao dar um ar mais profissional a imagens e materiais gráficos. VSCO e PicFrame são algumas das ferramentas usadas para editar fotos, enquanto o Canva possibilita a rápida criação de peças gráficas para multiplicar conteúdo nas redes sociais. O Piktochart cria infográficos e o Hootsuite programa publicações para o final de semana, automatizando parte do processo.

Uma pesquisada rápida no Google já traz inúmeras opções de ferramentas (gratuitas ou a baixo custo) para agilizar praticamente qualquer tarefa. No entanto, se você tiver uma graninha sobrando e puder investir, considere contratar um designer para ajudar na criação de peças originais! O mesmo vale para fotografia e edição de vídeos. Escale aos poucos, à medida que as vendas forem saindo.

Estilo com a cara da marca

Lembre-se de manter a coerência entre o estilo das suas publicações. Pense bem: é muito fácil reconhecer 3 listras brancas como a marca da Adidas. Trace esse objetivo para seu e-commerce, tentando se aproximar ao máximo desse nível de identificação em relação à sua marca. Quando o seguidor observar suas publicações, deve entender rapidamente que está no Instagram de sua loja.

Bancos de imagens e determinadas ferramentas ágeis podem dificultar um pouco o trabalho nesse sentido, pois costumam usar modelos prontos, sem personalidade. Além disso, dependendo do que fizer, você corre o risco de ter um resultado semelhante ao do concorrente. O ideal, assim, é encontrar um equilíbrio. Acredite: com uma boa dose de criatividade, é possível alcançar a harmonia entre praticidade, agilidade e investimento.

Links nos lugares certos

Apesar de você poder usá-los em suas fotos, os links não são clicáveis no Instagram. Assim, o usuário precisa copiá-los manualmente para acessá-los no navegador. Afinal de contas, a plataforma prefere que os usuários permaneçam por lá. Por isso, a possibilidade de clicar em um link que leva a um local externo é evitada. Mas esse não é um beco sem saída.

Há 2 alternativas para solucionar esse problema. A primeira é colocar o link na biografia do perfil. Você pode incluir na postagem de um novo produto a orientação de que o link está na bio, alterando-o na descrição sempre que precisar. No entanto, apesar de essa prática ser bastante comum, não é tão recomendável. O ideal mesmo é ter um link curto e simples de decorar. Na loja, destaque a promoção ou a novidade que quiser.

Voltando ao nosso beco que na verdade tem saída, a segunda alternativa é usar o saiba mais nas stories do Instagram. O detalhe é que essa funcionalidade só é acessível quando o perfil tem mais de 10 mil seguidores ou quando é uma conta verificada — com aquele selo azul que você vê ao lado do nome de perfis famosos. Tendo acesso a esse recurso, não hesite em adicionar o link nas stories!

Realização de enquetes

O Instagram lançou recentemente um recurso de enquetes inseridas nas stories. Já imaginou as possibilidades que isso traz para o vendedor? O funcionamento é bem simples: você adiciona uma enquete na publicação por meio das figurinhas que ficam no canto superior da tela. Você pode criar perguntas do tipo sim ou não ou escrever até 2 opções personalizadas. E o melhor: nada de anonimato! É possível ver quem votou no quê.

Não sabe como vender no Instagram usando esse recurso? Faça pesquisas comparando produtos e perguntando de qual os clientes gostam mais. Pergunte sobre seu conteúdo, se os usuários preferem vídeos ou imagens nas publicações, por exemplo. Faça perguntas divertidas e até aproxime os clientes de decisões administrativas, questionando se preferem 10% de desconto ou algum prêmio nas compras acima de X reais.

Integração das plataformas

Sua estratégia de mídias sociais deve estar integrada. Se possível, use nomes iguais em várias redes e mantenha uma coerência de identidade e linguagem. E você pode, claro, mencionar o Instagram nos demais canais para ter mais pontos de contato com seus seguidores.

Não esqueça que o Facebook é dono do Instagram desde 2012. De lá para cá, essa novidade trouxe diversas possibilidades de integração interessantes para os usuários. Se você tem uma fanpage no Facebook, por exemplo, transforme seu perfil do Instagram em um perfil para negócios! Um usuário comercial facilita o processo de vendas, pois adiciona campos de contato e localização.

Cliente como publicitário

Fotos profissionais dos produtos: isso é sim essencial para sua página. Mas nem por isso você deve menosprezar as fotos geradas por outros usuários, porque essas produções apresentam uma probabilidade de conversão maior. Acredite se quiser: fotos geradas por pessoas de fora são preferidas em comparação a fotos profissionais. É o famoso marketing boca a boca em ação!

Sabendo disso, que tal um pequeno truque para proliferar as fotos de outros usuários? Você pode criar uma competição, por exemplo. Nesse caso, a melhor foto com seu produto ganha um desconto ou um prêmio. Use uma hashtag específica para a brincadeira e se prepare para a chuva de fotos!

Se estiver na dúvida sobre qual promoção oferecer, faça uma enquete como explicamos anteriormente. Sobre os resultados, você pode chegar a 2 finalistas e deixar os próprios usuários escolherem para decidir quem leva o primeiro lugar! O ideal aqui é publicar as melhores fotos com uma ferramenta de repostagem para que fiquem visíveis por mais tempo.

Investimento em publicidade

Para quem está começando a entender como usar o Instagram e ainda não tem uma grande audiência, saiba: é possível investir em publicidade paga na plataforma. O alto poder de segmentação do Instagram ajudará a marca a se conectar com potenciais clientes de qualidade, ampliando suas oportunidades de venda.

Os dados de segmentação planejados no Facebook também são usados no Instagram. Aliás, a criação de um anúncio no Instagram pode ser feita diretamente pela página do seu negócio no site do Facebook, viu? Mais prático que isso, impossível!

Mas é preciso ter atenção, porque só publicidade também não adianta. Lembre-se de que os possíveis consumidores vão querer visitar sua página para conferir o que você tem a oferecer além de imagens de produtos e ofertas de mercadorias. Pensando nisso, trate de criar uma estratégia completa, integrada e focada em gerar relacionamentos!

A essa altura, já falamos de praticamente tudo sobre como vender no Instagram. Agora é hora de colocar as dicas em prática! Relembrando rapidamente: a filosofia para vender pelo Instagram é a mesma do inbound marketing, com oferta de conteúdos de ponta para a persona a fim de atrair consumidores. Depois, encaminhe-os pelas etapas do funil de vendas.

Nada melhor que uma rede social para se aproximar dos potenciais clientes e gerar tráfego para seu e-commerce. Como isso é feito? Por meio de conteúdos publicados com frequência, criação de uma comunidade em torno da marca graças a hashtags, enquetes e competições, aproximação dos consumidores por meio de publicações exclusivas, comentários e stories com bastidores, além de oferta de vantagens e promoções para quem segue a loja na rede social!

Como você viu, motivos não faltam para usar essa rede social a seu favor. E tudo bem que agora que você sabe como vender no Instagram, mas nada de estacionar aí! Afinal, existem diversas outras formas de aumentar as vendas do seu e-commerce. E nós compartilhamos todas elas com você em nossos posts! Então assine nossa newsletter e fique por dentro!

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Saiba como usar o Instagram para aumentar as vendas de um e-commerce
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *