Saiba como abrir uma loja de acessórios masculinos online

A vaidade é um atributo de todas as pessoas, independentemente do sexo. Com essa ideia se tornando mais popular, um negócio que tem sido considerado uma boa oportunidade de investimento é a abertura de loja de acessórios masculinos.

Há alguns anos, era difícil imaginar que esse pudesse ser um investimento de sucesso. No entanto, mudanças culturais e comportamentais fazem com que lojas de nicho sejam cada vez mais vantajosas, o que incentiva a abertura desse tipo de loja online. No caso dos acessórios masculinos, há diversos produtos que podem ser comercializados, como: pulseiras, cintos, carteiras, chinelos, sapatos, cordões, gravatas, cachecóis, boinas, bonés etc.

Devido às especificidades desse segmento e as diversas possibilidades de atuação, preparamos este conteúdo com um passo a passo sobre como montar uma loja online de acessórios masculinos. Acompanhe!

1. Faça o planejamento estratégico

Como em qualquer novo negócio, o primeiro passo é o planejamento estratégico da marca. Inicialmente, é preciso avaliar o capital necessário para abrir a loja e para a operacionalização dos primeiros meses, antes que o retorno em vendas seja suficiente para manter as atividades.

Pense em questões como estoque, custos logísticos, investimento em ferramentas, contratação e manutenção da plataforma, segurança dos dados e outras. Apesar de o e-commerce ser um mercado bastante competitivo, a falta de planejamento faz com que muitas lojas não consigam estabilizar-se. Portanto, evite esse erro.

2. Escolha o nicho da loja de acessórios masculinos

O empreendedor pode optar por uma loja de acessórios masculinos mais genérica. No entanto, terá que incluir lojas de departamento e magazines como concorrentes diretos, o que pode prejudicar o desempenho das vendas.

Como mencionamos, existem dezenas de tipos de produtos que podem ser comercializados em uma loja desse segmento, sendo relevante que o gestor opte pelo “nicho do nicho”. Isso quer dizer ser bastante especializado em um determinado acessório e agregar valor na experiência de compra dele.

Por exemplo, uma loja de bonés pode ter centenas de modelos disponíveis. Portanto, trabalhar com um único tipo de produto não quer dizer limitar as possibilidades e sim especializar-se e ser mais relevante para os consumidores desse item.

Trabalhar com algo muito específico faz com que haja um menor volume de vendas, mas com um ticket médio maior devido à personalização. Atuar com todos os tipos de acessórios, por sua vez, permite o aumento do volume, mas com redução do valor médio das compras e também maior dificuldade de gerenciamento do estoque.

3. Defina o público-alvo

Um passo fundamental ao abrir uma loja virtual é definir o público-alvo do negócio. Quanto mais informações específicas você tiver sobre o perfil dos clientes, melhores são as chances de sucesso, pois viabiliza a adoção de uma abordagem e linguagem mais relevantes para essas pessoas.

Por exemplo, no caso da loja de acessórios, a definição do público deve ser mais detalhada do que desenvolver a estratégia pensando apenas em “homens”. Faça recortes específicos considerando renda, escolaridade, localização, faixa de idade e outras questões, pois essa definição impactará diferentes estratégias da loja.

4. Escolha o mix de produtos

A escolha do mix de produtos está muito relacionada com a definição do nicho e do público-alvo. Você optou pela especialização em um item ou terá produtos complementares, como calçados, carteiras e cintos? Todas essas definições estão relacionadas.

Por exemplo, se você trabalhar com acessórios mais sociais, o seu público precisa ter essa característica também. Caso a preferência seja por itens mais descolados, esse recorte influenciará o tipo de público e o mix de produtos disponível.

Optar pela especialização pode facilitar a gestão de estoque, pois exige um mix de produtos menor. Se a opção for pela venda de sapatos, por exemplo, avalie a numeração que tem maior saída e prepare o seu estoque de acordo com as características dos seus potenciais clientes.

Lembre-se: para trabalhar com acessórios, é fundamental gostar de acompanhar as tendências e tê-las no catálogo rápido para que a sua loja torne-se uma referência entre os consumidores que gostam de novidades.

5. Invista em uma boa plataforma de e-commerce

Para quem está começando, essa dica pode parecer bastante técnica, mas ela é fundamental para viabilizar o crescimento do negócio. Analise as opções de plataformas de e-commerce disponíveis e qual será o investimento com esse item.

A plataforma é responsável por uma experiência de compra mais satisfatória que vai influenciar o ritmo das vendas. Lembre-se de que ela deve ser responsiva para dispositivos móveis e permitir compras pelo mobile.

No segmento de acessórios, também é importante contar com imagens de qualidade dos produtos, layout atrativo para o público almejado e possibilidade de personalização dos conteúdos e das descrições, demandas essas que dependem da escolha da plataforma.

6. Tenha regras claras para troca

No e-commerce, a transparência é fundamental para o sucesso do negócio. Devido à inviabilidade de manusear o produto, o consumidor fica muito atento à política de troca da empresa, à descrição das características técnicas do produto, às opções de cor etc.

Todos esses detalhes precisam ser esclarecidos e ter linguagem fácil na página do produto, para que o cliente faça uma compra consciente. Essas preocupações se revertem em uma melhor experiência que influencia a retenção e a fidelização do consumidor para que ele continue comprando com você.

7. Utilize marketing de diferenciação

Ao investir no comércio eletrônico, o empreendedor precisa ter consciência da importância do marketing digital. Todavia, somado a isso, a loja de acessórios masculinos permite uma estratégia ainda mais específica, o marketing de diferenciação.

Devido à especialização da loja, é fundamental que essa característica positiva seja corretamente explorada para gerar retorno. Nesse tipo de marketing, é importante que o foco sejam os diferenciais em relação à concorrência. Aposte em ressaltar que a loja é mais segmentada e tem melhores condições de atender a demandas personalizadas.

Para atuar com o marketing de diferenciação, invista em campanhas altamente segmentadas para o seu público-alvo. Investir no Instagram também é um diferencial nesse segmento que é bastante visual. Opte por modelos nas fotos que tenham uma fisionomia semelhante à identificada nos seus consumidores e aproveite essas exclusividades para vender mais.

8. Garanta o relacionamento com os clientes

Cada vez mais, o relacionamento com os clientes ganha evidência nas estratégias digitais. Manter um contato próximo com o consumidor é fundamental para a fidelização. Isso resulta em vendas recorrentes e aumento do ticket médio.

Lojas de nichos específicos agregam na experiência do cliente, o que faz com que ele se mantenha fiel se gostar do produto, achar o preço justo e tiver uma compra satisfatória. Com o relacionamento, garante-se que esse consumidor mantenha-se ativo e mais engajado com a marca.

Após avaliados todos esses quesitos, você está mais preparado para abrir uma loja de acessórios masculinos de sucesso. Lembre-se de explorar os pontos positivos de uma loja altamente especializada e proporcionar experiências de compra mais completas graças à personalização.

Quer saber mais sobre como investir em uma loja virtual e ter sucesso no seu empreendimento? Consulte o nosso time de especialistas!

Curtiu? Compartilhe!

Saiba como abrir uma loja de acessórios masculinos online
Avalie esse artigo!

Faça um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados