Guia completo para você aprender a fazer remarketing no Facebook

O remarketing no Facebook é uma estratégia de marketing digital usada para aumentar a taxa de conversão no e-commerce. Trata-se de uma […]

O remarketing no Facebook é uma estratégia de marketing digital usada para aumentar a taxa de conversão no e-commerce. Trata-se de uma maneira simples de atrair novamente os usuários que acessaram produtos específicos, mas por algum motivo não fecharam uma compra.

A verdade é que a maioria das pessoas que visita o seu site pela primeira vez dificilmente vai chegar ao fim do ciclo de compra de um produto. Os usuários preferem pesquisar diferentes opções antes de chegar a uma decisão. É justamente para aumentar as chances de o usuário voltar ao seu site que é possível investir em conteúdos patrocinados no Facebook.

Para entender melhor como você pode apostar nessa estratégia, elaboramos um guia completo para tirar suas dúvidas e ensinar o passo a passo do remarketing no Facebook. Confira!

O que é remarketing?

Os anúncios de produtos que de repente aparecem nas suas páginas de busca do Google provavelmente vêm de uma estratégia de remarketing. Nesse caso, o alvo é da estratégia você (enquanto usuário), tendo como base sua interação com a plataforma. Os anúncios estão ali para refrescar sua memória com os produtos que você visitou no site.

Isso acontece porque determinado site que você visitou provavelmente usa cookies que permanecem no seu computador. O cookie serve para mostrar ao Google que você tem interesse em certos produtos. Isso funciona como um sinalizador para que você receba anúncios do mesmo site em determinado período até fazer a conversão.

“Remarketing” significa fazer marketing duas vezes. A ideia principal é garantir que o potencial cliente lembre da marca após a primeira visita ao site. O Google mostra os anúncios procurados pelo usuário em páginas de resultados e sites parceiros.

Mas não é só o Google que permite fazer o remarketing. Usamos o Google como exemplo para você se familiarizar com a estratégia. Outra plataforma famosa por permitir que o e-commerce faça remarketing o Facebook.

Como funciona o remarketing no Facebook?

O remarketing no Facebook gera os anúncios de produtos para os usuários na barra lateral da plataforma ou no meio do feed de notícias. O gerenciamento dos anúncios acontece por meio de uma conta no Facebook Business.

Para que os anúncios chegam até os usuários que visitam os seus produtos, é preciso criar um pixel do Facebook inseri-lo no site. O pixel é um pequeno código que garante acesso ao número de conversões a partir dos anúncios no Facebook e a uma lista de usuários que visitaram o site e receberão os anúncios no Facebook.

Hoje, empresas que não têm site também podem impactar novamente os usuários que interagiram com os seus conteúdos nas redes. Isso pode ser feito tanto no Facebook quanto no Instagram. Usuários que mandaram mensagens para sua conta ou visualizaram mais de um vídeo são apenas algumas possibilidades de fazer remarketing dentro da rede.

Por meio do catálogo de produtos do Facebook, é possível não só fazer anúncios, mas também vender pelo Facebook. No entanto, a forma mais tradicional de engajar os usuários por meio de anúncios de remarketing ainda é o uso do pixel instalado no site.

Por que usar essa estratégia?

A ideia central do remarketing para Facebook é aumentar a taxa de conversão ao permitir que o usuário volte ao produto que demonstrou interesse e finalmente feche a compra. Confira, a seguir, outros motivos para adotar essa estratégia!

Acelera a jornada de compra

Criar uma campanha de remarketing no Facebook é o jeito de continuar aparecendo para o usuário quando ele estiver pesquisando sobre determinado assunto, em diferentes “etapas” da jornada de compra. Lembra quais são elas?

Abaixo, você pode ver um breve resumo das etapas, mas não se esqueça de conferir tudo sobre o que é jornada de compra e como ela acontece no e-commerce.

  • Descoberta: quando o usuário pesquisa sem intenção de compra até descobrir uma oportunidade com a qual se identifique.
  • Reconhecimento: quando o usuário se aprofunda sua pesquisa depois de descobrir uma oportunidade, mas ainda sem a intenção real de compra.
  • Consideração: quando o cliente pesquisa diferentes soluções para a oportunidade que foi descoberta.
  • Decisão: quando o usuário pesquisa determinada solução e está próximo de fechar uma compra.

Os anúncios podem chegar a usuários que estão em diferentes etapas da jornada de compra e ajudam a lembrar da sua marca na hora de ir para a etapa seguinte, o que aumenta as chances de ele fechar a compra dentro do seu site. O e-commerce também pode atingir os próprios clientes com a intenção de conquistar conversões futuras.

Aumenta o ticket médio

O valor médio gasto por cliente, taxa conhecida como ticket médio, pode passar por um aumento com uma campanha de remarketing no Facebook bem direcionada. Com um pixel do Facebook instalado no site, você pode criar anúncios para divulgar produtos relacionados aos que os usuários comprou.

O produto anunciado pode servir de complemento. Se o seu cliente comprou um par de tênis, ele pode se interessar por pares de meias. Se o seu cliente comprou calças, ele pode se interessar por um cinto. Segmentar o público do anúncio a partir de relações dessa natureza estimula o aumento do ticket médio e a lucratividade da empresa.

Garante uma análise precisa dos resultados

A grande vantagem das estratégias de marketing digital é que elas produzem resultados que podem ser mensurados com exatidão. Para o remarketing no Facebook, você pode usar o Google Analytics para rastrear o número de visitantes do site oriundos dos anúncios e perceber se eles estão interagindo com o site.

Qual o passo a passo para fazer remarketing no Facebook?

Agora que você já sabe como funciona o remarketing no Facebook e as suas vantagens, vamos mostrar o passo a passo básico para investir nessa estratégia. Confira e tire suas dúvidas!

Tenha um planejamento das etapas

O planejamento é o primeiro passo de toda estratégia de marketing digital. Antes de criar uma campanha no Facebook Business, saiba aonde deseja chegar e qual caminho vai trilhar. Pode parecer óbvio, mas muitos empreendedores pulam essa etapa e no final não sabem por que suas estratégias deram errado.

Estabeleça o seu objetivo com o remarketing no Facebook. Você deve saber que aumentar as vendas é uma ideia geral. Olhe para o seu site e veja quais são os seus maiores desafios atualmente: diminuir o abandono de carrinho? Conseguir fidelizar mais clientes? Esses são apenas alguns dos objetivos mais comuns.

Para ter sucesso com a estratégia, você também precisa definir muito bem seu nicho de atuação. Se o seu e-commerce procura se comunicar com o público certo, as chances de engajamento no Facebook são grandes. Ao analisar o seu nicho, fica mais fácil construir uma persona tangível, usar a linguagem adequada e descobrir seus comportamentos e interesses.

Ainda no planejamento, não se esqueça de fazer uma análise do seu site. As páginas mais acessadas do site devem ser as prioridade na estratégia de remarketing. Na análise, você também poderá saber quais páginas apresentam maior índice de desistência. Com o Google Search Console, você pode saber se esse índice acontece por conta de erros de usabilidade.

Acesse o gerenciador

O gerenciador de negócios é a conta que você deve criar no Facebook Business. É a partir da onde você poderá veicular e rastrear os seus anúncios, gerenciar ativos como as suas páginas e integrar um parceiro de marketing ou uma agência. Como requisito para a criação do gerenciador, você precisa de uma conta no Facebook.

O passo a passo para criar o gerenciador de negócios é simples: vá ao site do Facebook Business, clique em “criar conta”, insira o nome da empresa, seu nome pessoal e endereço de e-mail profissional. Feito isso, clique em “avançar”, preencha os espaços com detalhes sobre a empresa e clique em “enviar”.

Instale o pixel do Facebook

Já falamos aqui sobre o pixel do Facebook e por que é importante usá-lo na estratégia de remarketing nessa rede social. Mas ainda falta entender como criar e fazer a instalação do pixel dentro do site.

O processo é simples. Acesse o gerenciador de eventos, vá em “conectar fontes de dados” e selecione “web”. Em seguida, clique em “pixel do Facebook” e depois em “conectar”. Em seguida, é só adicionar um nome ao pixel, inserir a URL do seu site e clicar em continuar.

Preencha as informações sobre o público

A estratégia de remarketing no Facebook usa uma segmentação extremamente proveitosa para atingir o público certo. Os usuários preenchem uma série de informações úteis na hora de criar uma conta, desde as mais simples, como nome e sobrenome, idade, gênero e localidade, até as mais específicas, como hobbies, interesses e hábitos de compra.

Com base nessa segmentação, o gerenciador de eventos sugere públicos semelhantes. Mas você também pode criar um público personalizado, com base em informações de clientes e visitantes que já interagiram com o site. As diferentes opções permitem que os anúncios cheguem aos usuários certos nos momentos mais propícios de cada jornada de compra.

Personalize os anúncios

Personalize ao máximo os anúncios de produtos no Facebook. É preciso que o usuário experimente uma sensação de oferta e escassez para que ele se sinta mais atraído a voltar ao e-commerce e reconsiderar a compra do seu produto. Portanto, com base no seu planejamento, escolha páginas específicas do site e crie anúncios bem direcionados e com períodos predeterminados.

É importante ter o cuidado de dividir bem o público do anúncio entre quem apenas interagiu com o site e quem já finalizou uma compra. Isso vai evitar que cliente receba o anúncio de um produto que já adquiriu. Lembre-se de que, para usuários que já fecharam a compra, a campanha deve seguir um direcionamento diferente, visando a fidelização.

Crie as campanhas no Facebook

Depois de instalar o pixel do Facebook no site, criar um gerenciador de eventos e definir o seu público, chega a hora de colocar suas campanhas em prática. É importante que os anúncios trabalhem com a mesma identidade visual e provoquem alguma emoção no usuário. Para esse último requisito, lembre-se de usar o senso de urgência e escassez.

Além disso, é importante que as campanhas tenham textos simples, concisos e provocativos. O anúncio deve despertar a atenção do cliente em meio a inúmeras informações do feed de notícias.

Assegure-se de que o texto do anúncio apresenta informações específicas com base na segmentação do público. Para mais dicas de como criar campanhas de sucesso, acompanhe o tópico a seguir.

Como criar campanhas bem-sucedidas?

Criar campanhas de remarketing no Facebook exige muito planejamento e análise de dados, mas está longe de ser uma tarefa burocrática ou com alto custo para os empreendedores. Para garantir bons resultados com a plataforma do Facebook Ads, veja quais são as boas práticas recomendadas.

Comunique-se com os potenciais clientes

A segmentação é uma das ferramentas mais poderosas dos anúncios do Facebook, por isso aproveite essa chance! É fato que os usuários que não demonstram interesse pelo seu produto não trarão nenhum tipo de retorno. Portanto, personalize o público da maneira mais específica possível.

Use vídeos

Usar vídeos em anúncios é uma maneira de explorar os sentidos do usuário e chamar sua atenção em meio a todas as informações no feed de notícias. O recurso audiovisual torna suas campanhas mais interativas e interessantes, aumentando o engajamento dos usuários.

Analise os resultados

Depois de criar os anúncios, não basta só esperar os resultados. Você precisa analisar como o público está reagindo às suas ofertas. Evite campanhas longas e sem propostas claras. O passo seguinte após a criação dos anúncios é acompanhar métricas uteis. A seguir, separamos aquelas que não podem passar despercebidas pela análise:

  • alcance: o número de alcance demonstra quantas vezes o anúncio apareceu para os usuários. O gerenciador oferece uma média desse número e o número por anúncio;
  • CPC: o valor médio do CPC, o custo por clique, é quanto você desembolsa com cada cliente;
  • ROI: o retorno sobre o investimento vai mostrar se cada anúncio está realmente trazendo algum retorno financeiro.

Na ferramenta Facebook Insights, é possível ter uma visão geral sobre métricas importantes para o desempenho do seu negócio dentro da rede.

Até aqui, nós vimos que não há segredos quando o seu objetivo é fazer uma campanha de remarketing no Facebook. O princípio é simples: com uma segunda chance, você consegue mostrar a uma pessoa que comprar na sua loja vale a pena. O Facebook, uma das maiores redes da internet, é o ambiente perfeito para conseguir captar esse usuário. Então, por que não correr atrás dessa estratégia agora mesmo? Agora você já sabe tudo que é preciso para fazer isso.

As estratégias de marketing para redes sociais são um assunto rico, que normalmente levanta várias questões. Então, se você conhece outras pessoas que precisam das nossas dicas, compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais e veja o que elas têm a dizer sobre o assunto!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário