Registro de domínio: Importância, valores e como registrar!

O registro de domínio consiste na criação de um endereço personalizado para um site. Ao registrar esse nome, a marca adquire a confiança de seus clientes transmitindo maior segurança para transações online.

Se você está planejando montar uma loja virtual, a primeira etapa que você precisará enfrentar para criar e manter o site funcionando é o registro de domínio.

É o domínio que garantirá total exclusividade para sua empresa no mundo virtual. E o melhor de tudo é que você pode realizar esse procedimento pela internet em poucos minutos.

Tudo que você precisa é de uma ideia original para o nome do seu site e contratar o plano de uma empresa de hospedagem.

Este guia explicará tudo o que você precisa saber sobre registro de domínio, incluindo como ele funciona e por que você precisa de um.

Ao final, também explicaremos as etapas para criar e registrar o seu domínio na internet.

Confira e tire suas dúvidas sobre o assunto!

O que é um registro de domínio?

O domínio é uma parte da nomenclatura de endereços de web que alguém usa para encontrar um site ou uma página online. O registro de domínio, então, é a etapa de criação desse endereço personalizado para o site.

Para entender exatamente o domínio, basta olhar para o endereço de web no topo da tela do navegador. O domínio é o nome do site que integra a URL.

Os domínios nacionais podem ter pelo menos a quantia de 2 e no máximo 26 caracteres, sem incluir a terminação, e não podem começar ou terminar com hífen.

Ao registrar o domínio, você estará fazendo a criação dessa identidade exclusiva para que um visitante consiga acessar o seu site.

Os domínios nacionais são coordenados pelo RegistroBR, órgão responsável pelo registro e pela manutenção dos domínios no Brasil.

Já os domínios internacionais são de responsabilidade do ICANN, órgão responsável pelos registros em âmbito mundial.

Diferença entre domínio e hospedagem?

Enquanto o domínio é o conjunto de caracteres para acessar um site, a hospedagem é o espaço online que serve para alojar o site como um todo e mantê-lo funcionando.

Imagine que a hospedagem é um condomínio. A empresa provedora da hospedagem deve fornecer um servidor para que o seu site fique alojado.

O servidor, nessa analogia, é como se fosse um apartamento compartilhado onde você ficará morando com outras pessoas. Já o domínio é o endereço e o número do seu apartamento.

Sem uma hospedagem, não é possível ter um domínio. A empresa que fornecerá a hospedagem também será responsável por registrar o domínio do seu site.

Existem diversos tipos de hospedagem que você pode escolher. Algumas empresas oferecem a hospedagem gratuita com recursos limitados para sites sem grandes pretensões.

Outro tipo comum é a hospedagem compartilhada, que é mais utilizada por quem precisa de um leque maior de funcionalidades para o site.

Qual o valor em média para registrar?

A variação de preços depende de alguns fatores, como o tipo de extensão que você vai utilizar e a empresa de hospedagem onde o seu site estará alojado.

Para usar a média do site Registro.br, que é a entidade responsável pelo registro e manutenção de domínios brasileiros, a anuidade do domínio custa R$ 40,00.

Porém, de acordo com a empresa de hospedagem, o valor por período de registro mudará.

O tipo de extensão também deve ser considerada. O valor de um site .com.br, por exemplo, pode ter um valor maior do que um .net por conta da preferência pela primeira opção.

Quais são os tipos de domínio?

Existem diferentes tipos de domínio que podem ser escolhidos dependendo dos objetivos e das características do seu site. Veja quais são todos eles logo abaixo.

Domínio de Nível Superior (TLD) 

Os Domínios Top Level Domain (TLD) ou de Nível Superior são os mais tradicionais e populares.

Também conhecidos como extensão, eles ficam localizados logo após o nome personalizado do endereço do website.

Por exemplo, no caso de “Google.com.br“, o domínio TLD é representado por .com. Veja todos os seis tipos:

  • .com — originalmente é um domínio voltado para sites com objetivos comerciais, mas acabou generalizando para outras áreas;
  • .net — criado para páginas que exibiam conteúdos relacionados ao mundo virtual, hoje esse domínio praticamente virou uma segunda opção para quem não têm acesso ao .com;
  • .gov — esse é o registro mundialmente utilizado como extensão de domínio para páginas de instituições governamentais, como Ministérios e o Governo Federal do Brasil~;
  • .edu — a principal extensão para as instituições de ensino básico ou superior e outros sites voltados para educação;
  • .mil — por fim, essa extensão de domínio é utilizada para sites de organizações militares, tendo a sua atuação restrita aos Estados Unidos da América.

Domínio de Nível Superior Internacionalizado pelo Código do País (IDN ccTLD)

O IDN ccTLD é um Domínio de Nível Superior diferente, pois tem uma estrutura adaptada para os países que não utilizam letras do alfabeto latino, como a Rússia e China.

Esse tipo de domínio é importante para empresas multinacionais, que querem difundir sua marca e seus produtos utilizando o idioma próprio de cada país.

É uma estratégia para alcançar maior penetração da empresa no mercado consumidor e utilizar uma linguagem mais personalizada em uma cultura diferente.

Domínio Territorial ou Geográfico (ccTLD)

O registro de Nível Superior é o trecho associado ao país específico do qual o conteúdo se expõe. Esse tipo de TLD tem como padrão asar as duas letras iniciais de cada país. Por exemplo, o .br no final de Google.com.br.

Por meio desse domínio, o site pode se identificar com os visitantes do país que vai navegar pelo site. Os ccTLDs mais famosos são:

  • .br — Brasil
  • .ar — Argentina
  • .es — Espanha
  • .us — Estados Unidos
  • .fr — França
  • .uk — Reino Unido

As multinacionais inserem esse tipo de domínio para diferenciar o portal da empresa entre cada um dos países que ela atua.

Domínio Genérico (gTLD)

O gTLD são subcategorias dos TLDs principais. E é aqui que podemos ver de forma clara a diversidade de domínios existentes.

Há no mundo inteiro mais de 1500 gTLDs que contemplam as funcionalidades e os requisitos para todos os tipos de sites.

Alguns exemplos famosos são:

  • .app;
  • .auto;
  • .club;
  • .digital;
  • .futbol;
  • .global;
  • .promo.

Não importa qual segmento, provavelmente você vai encontrar uma extensão personalizada para segmentar ainda mais o seu ramo de atuação. 

Essas opções genéricas podem ser válidas nas situações em que extensões mais famosas, como .com e .net, já foram registradas por outros sites e não estão mais disponíveis.

Domínio de Segundo Nível (SLD)

O Domínio de Segundo Nível é o nome localizado à esquerda do TLD.

Em muitos casos, ele consiste na parte personalizada. Em poucas palavras, o SLD é o nome que você dá ao seu site, sem considerar as extensões.

Por exemplo, se o nome do site é “Escola de E-commerce”, o Domínio de Segundo Nível será “escoladeecommerce”. Ou seja, é nesse espaço que está o nome da sua marca ou instituição.

Há casos em que a empresa pode também adotar um slogan mais forte, mas isso só é aconselhável para negócios que já possuem um reconhecimento do público consolidado.

Lembre-se que o nome de domínio é a fachada da sua página na internet, então, ele precisa ter um nome que chame a atenção do cliente e que seja facilmente associado à marca.

Domínio de Terceiro Nível (Third-level Domain)

Esse tipo de domínio de site se posiciona à esquerda de uma extensão SLD, frequentemente a .com. No exemplo do Google.com.br. há três estruturas definidas nesse endereço: .br .com e Google.

Nesse caso, como existem duas extensões de domínio (o .com e o.br), o .br é o Domínio Territorial de Nível Elevado (ccTLD), já .com é o Domínio de Segundo Nível.

O Domínio de Terceiro Nível é o nome Google.

Quais são as vantagens de registrar seu domínio?

Veja como a sua marca pode se beneficiar ao registrar um domínio personalizado e não optar pelos domínio gratuitos oferecidos pelas empresas de hospedagem.

Originalidade na construção da sua marca

Quando você tem seu próprio nome de domínio, você mostra ao mundo que tem uma marca original e capaz de oferecer uma experiência única para os clientes.

Pode parecer algo simples e pequeno, mas pode colocar a sua marca à frente da concorrência.

Credibilidade no relacionamento com os clientes

Ter um nome de domínio pessoal com as extensões certas faz com que cada empresa pareça mais profissional.

Endereços genéricos simplesmente não inspiram confiança nos clientes, portanto, uma má escolha refletiria diretamente no negócio que está sendo promovido.

Logicamente, os clientes podem pensar que você não está disposto a investir em seu negócio, chegando à conclusão de que seus produtos ou serviços também são de baixa qualidade.

É um risco que deve ser evitado.

Facilidade para os visitantes do site

O nome de domínio certo tornará sua marca mais popular. 

Se ela corresponder ao nome da sua empresa, o endereço poderá reforçar a sua presença online, tornando muito mais fácil para os clientes se lembrarem dela.

Um domínio curto e memorável também é uma maneira natural de atrair mais visitantes, porque as pessoas compartilharão com seus amigos.

Estratégia de SEO

Um nome de domínio memorável, que contenha palavras-chave relevantes para o segmento do público, impactará positivamente os resultados do site com otimização de mecanismos de busca, melhorando sua classificação no Google e outros buscadores.

Quais os melhores sites para registrar o domínio?

Como vimos anteriormente, o primeiro passo para registrar um domínio personalizado é encontrar uma boa empresa de hospedagem.

No Brasil, há uma variedade de opções que você pode escolher. Abaixo, separamos uma lista com as principais. Dê uma olhada!

Registro.Br

O Registro.br é a entidade responsável pelo registro e manutenção de domínios que usam a extensão “.br”.

Isso inclui tanto os domínios registrados por meio do próprio Registro.br quanto domínios registrados por empresas de hospedagem.

Na prática, as empresas de hospedagem fazem apenas uma interface entre você que deseja registrar um domínio e o Registro.br, pois todos os domínios terminados em .br precisam ser cadastrados junto ao Registro.br.

Do ponto de vista financeiro, fazer o registro diretamente pelo Registro.br é a opção mais barata.

A anuidade de um domínio custa R$ 40, com a possibilidade de ganhar descontos progressivos para períodos mais longos.

Localweb

A Localweb é uma das empresas de hospedagem pioneiras do segmento no Brasil.

Dentre os serviços oferecidos ao público, está a hospedagem de sites que oferece plano anual a partir de R$ 9,90 por mês.

O serviço de registro de domínios é oferecido por um único preço para todas as extensões disponíveis.

A grande vantagem Localweb oferece planos adequados para empresas de todos portes. E cada um dos planos tem armazenamento e transferência ilimitada para o site.

Hostgator

Presente no Brasil desde 2008, a Hostgator é reconhecida pelo ótimo custo-benefício na hospedagem de site.

Sendo um dos serviços de hospedagem mais populares, ele conta com a vantagem para os brasileiros de estar inteiramente localizado para o mercado nacional.

Isso significa que oferece os pacotes de preços em real (R$).

A Hostgator oferece diferentes planos com vantagens especiais, como alterações na capacidade de armazenamento, número de sites hospedados e perfis de e-mail.

Outra vantagem é que todo plano oferecido pelo HostGator inclui certificado gratuito de segurança SSL (https).

UOL Host

A UOL Host é um site de hospedagem brasileiros que se destaca por oferecer funcionalidades interessantes para os seus clientes. 

O isolamento de recursos, por exemplo, permite que o site não use de forma excessiva alguns de recursos, o que causaria lentidão e erros técnicos visíveis para visitantes.

Isso, por si só, já garante uma alta performance para o seu site. 

O Uol Host também se destaca por oferecer um ano de domínio gratuito e renovável para os sites hospedados.

As mensalidades e anuidades são uma das mais baratas do segmento, apesar de ter recursos limitados nos planos mais simples.

O plano mais básico tem anuidade por R$9,90. Um ponto positivo é que você pode testar o serviço e cancelá-lo dentro de sete dias caso não tenha ficado satisfeito.

GoDaddy

A GoDaddy é um site de hospedagem popular em todo o mundo.

Ela oferece aos seus clientes o registro de domínios por um preço baixo e mais uma série de serviços para as necessidades do seu novo site. 

É possível registrar domínio com as extensões “.com” e “.com.br” na GoDaddy.

Por ser uma plataforma mundial, o pagamento pelo domínio é feito em dólar. Porém, os donos de sites brasileiros não precisam se preocupar tanto com os preços.

Atualmente, é possível registrar um domínio com a extensão “.com” na GoDaddy pagando apenas $0,01 no primeiro ano.

A partir do segundo ano, a anuidade do domínio custa $19,99 para a extensão “.com”.

A GoDaddy também oferece Segurança SSL e serviço de e-mail profissional para impulsionar as vendas do site. 

Configr

A Configr está entre os melhores sites de hospedagem.

Com ela, é possível contar com um serviço rápido e fácil, sem configurações complexas ou funcionalidades que exigem conhecimento avançado em informática.

A solução da Configr também oferece um serviço de hospedagem de site baseado na nuvem, de alta performance e com baixo custo.

Por isso, tem sido uma escolha principalmente entre pequenas e médias empresas.

O plano mais básico da Configr tem mensalidade de R$ 84,15 para um único website com até 10 mil visualizações.

KingHost

A KingHost é uma empresa nacional da área de web hosting, que oferece expertise em hospedagem de sites e registro de domínios. 

Na KingHost, você encontra planos de hospedagem com mensalidade a partir de R$ 12,50, com direto a criador de sites, certificado SSL e contas ilimitadas de e-mail.

Com servidores no Brasil, essa provedora de hospedagem garante que o seu site aproveite um carregamento rápido, estável e seguro.

Como registrar um domínio na internet? 

Como vimos, há basicamente duas maneiras de registrar um domínio. Você pode fazer o registro diretamente pelo site Registro.br ou utilizar uma das empresas de hospedagem.

Cada maneira que você escolher tem particularidades, mas as etapas para registrar o domínio não muda muito de uma para outra.

Para começar, acesse o site da empresa de hospedagem onde deseja registrar o seu domínio e veja se o endereço que você tem em mente está disponível.

Na página inicial do site, é comum que você encontre uma barra de pesquisa para digitar o domínio e conferir a sua disponibilidade.

Além do nome central, você precisará escolher o tipo de extensão (.com.br, . com, .net etc.).

Assim que você encontrar um domínio disponível, basta escolher a frequência de pagamento (mensal ou anual, por exemplo) e finalizar a compra.

O que fazer se o domínio não estiver disponível?

Se o domínio que você quer não estiver disponível (ou seja, se alguém tenha registrado o endereço), não precisa se desesperar, há várias maneiras de contornar o problema.

A primeira alternativa é comprar o domínio registrado. Sim, isso é possível.

Uma das formas de comprar um domínio já registrado é pelo Serviço de Negociação de Domínios Da RegistroCom.com, que é o primeiro site do Brasil a oferecer esse tipo de serviço.

Por outro lado, essa é a solução mais cara, pois um domínio já registrado pode chegar a custar 15 mil reais ou mais.

Uma solução mais simples e barata é modificar o domínio, adicionando ou substituindo algumas palavras do endereço original.

Feita essa alteração, consulte o novo domínio outra vez no site de hospedagem para averiguar a sua disponibilidade.

O que considerar na escolha do site para registrar o domínio?

Para escolher o melhor site para registro de domínio, é preciso estar ciente de que você também estará escolhendo a hospedagem onde ficará alojado o seu site.

Então, considere o conjunto completo de funcionalidades de cada hospedagem para tomar sua decisão.

Abaixo, separamos alguns critérios para considerar na sua pesquisa.

Considere a capacidade de armazenamento oferecida

Armazenamento é o espaço no servidor em que os arquivos e outros dados do site estarão alojados. Esses arquivos incluem, , por exemplo, imagens e vídeos que você carregará no site.

Pode ser complicado estimar a quantidade exata de armazenamento quando você está apenas começando com o site.

O armazenamento ideal depende do tipo de conteúdo que você posta. Contudo, a maioria das páginas de sites precisam de 2MB em média.

Veja os mecanismos de segurança da hospedagem

É importante examinar cuidadosamente os recursos de segurança de hospedagem, como certificados SSL, backups automatizados e atualizações de software. 

Alguns hosts possuem data centers guardados, com desempenho 24 horas por dia, 7 dias por semana, e monitoramento de ameaças para proteger seu site de ataques cibernéticos.

Outros sites de hospedagem adotam uma abordagem menos rígida e deixam para você gerenciar as permissões do seu site.

Avalie o preço e feedbacks de clientes antigos

Depois de pesquisar uma lista de sites de hospedagem, é claro que você vai querer comparar os preços cobrados por cada um.

Dependendo do seu orçamento, o preço pode ser mais ou menos importante em relação a outros recursos na sua decisão final. 

Este também é um bom momento para analisar o feedback de donos de sites que usaram as opções.

Ler sobre as experiências de outras pessoas com o provedor pode lhe dar uma indicação se é tão bom quanto parece.

Avalie a qualidade do suporte ao cliente

Obter um bom suporte ao cliente significa que você poderá lidar com problemas do site com mais rapidez e eficácia.

Os provedores de hospedagem geralmente oferecem suporte ao cliente por telefone, chat do site ou e-mail.

Porém, o que realmente importa é a rapidez com que o suporte pode responder e a eficiência da equipe para resolver o seu problema.

Para avaliar esse aspecto, também vale a pena buscar o depoimento de outros clientes.

Visite a página do site de hospedagem no Reclame Aqui para saber a média de avaliação da empresa e quantos casos eles conseguiram resolver.

Neste artigo, esperamos que você tenha obtido uma compreensão básica do que é um registro de domínio. Até aqui, vimos também a importância de criar um domínio para sua marca e como fazer o registro por meio de uma empresa de hospedagem.

Agora, que tal aprender todas as estratégias para começar um e-commerce do zero? Confira o nosso e-book com 24 ferramentas essenciais!

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário