Catálogo de Produtos no WhatsApp: recurso é anunciado em evento

O Relatório Webshoppers apresenta que 32% das transações do comércio eletrônico foram realizadas por meio de dispositivos móveis no ano de 2018. […]

O Relatório Webshoppers apresenta que 32% das transações do comércio eletrônico foram realizadas por meio de dispositivos móveis no ano de 2018. O faturamento no m-commerce ampliou 30% na comparação entre os períodos, isto é, de R$5,2 bilhões para R$6,7 bilhões. Além disso, o número de pedidos passou de 12,4 milhões para 17,4 milhões com expansão de 41%.

Seguindo este crescimento, na última Terça-feira (30), Mark Zuckerberg anunciou no evento F8, que nos próximos meses será liberado na ferramenta WhatsApp Business uma funcionalidade que permite aos usuários apresentar seus catálogos de produtos e serviços diretamente no aplicativo.

Segundo Zuckerberg: “Em um ano, milhões de pequenos negócios usaram o WhatsApp Business para se comunicar com os seus clientes. Agora, estamos lançando uma nova ferramenta, Catálogo de Produtos. Você conseguirá ver facilmente o que está disponível de cada empresa”.

Para empresas que não têm vendas online, o recurso poderá disponibilizar via WhatsApp o catálogo de produtos aos usuários que estão fisicamente longe da empresa, para apresentar e aumentar o alcance.

Catálogo de Produtos no WhatsApp: conheça o recurso

Fonte: WhatsApp/Reprodução

WhatsApp Business

Segundo o site oficial, o WhatsApp Business é um aplicativo que é gratuito para download, desenvolvido para atender as necessidades de uma pequena empresa, não sendo necessário utilizar o acesso pessoal para utilizar na empresa.

Os canais serão integrados para que seja possível responder, reativar e agregar valor constante aos seus clientes, com o objetivo de cuidar da experiência do usuário e evitar invadir o consumidor.

Função de pagamentos

Se já temos o catálogo disponível, será possível realizar a compra pelo WhatsApp?

Essa funcionalidade está em Beta (teste) na Índia, mas será disponibilizada em outros países até o fim deste ano. “Estamos testando com cerca de um milhão de pessoas, e o feedback tem sido ótimo. Teremos muitas novidades para conversar neste ano que virá”, anunciou, sem mais detalhes.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário