Qual a importância da plataforma na performance de sua loja nos marketplaces?

Devido à pandemia que pegou todo o mundo, literalmente, de surpresa, o e-commerce tem sido uma das melhores alternativas para empreendedores que […]

Devido à pandemia que pegou todo o mundo, literalmente, de surpresa, o e-commerce tem sido uma das melhores alternativas para empreendedores que desejam continuar vendendo. 

Desta forma, muitos E-commerces foram criadas e nunca os marketplaces foram tão utilizados. 

Entretanto, você sabia que a plataforma de e-commerce de sua loja pode impactar em suas vendas e até em seu faturamento? 

Continue lendo este artigo e descubra como ter uma plataforma de e-commerce que melhora sua performance de vendas. 

Qual a relevância dos marketplaces no Brasil? 

Os marketplaces são mais relevantes que qualquer loja virtual, essa é mais uma realidade que precisa ser aceita. 

Isso acontece porque, geralmente, esses marketplaces nasceram de lojas físicas muito conhecidas como: Americanas, Magalu, Casas Bahia etc. 

Além de terem um nome de peso, alguns clientes confiam mais nessas lojas justamente porque existe uma “loja física”. Embora saibamos que uma coisa não tem nada a ver com a outra, clientes mais conservadores e resistentes em comprar no e-commerce, acreditam que se algo der errado com sua compra online, ele poderá ir diretamente na loja física. 

Exatamente, isso também é outro fator que eleva a relevância dos marketplaces. 

Uma pesquisa realizada pela PwC em parceria com a UPS, chamada UPS Pulse of the Online Shopper 2019, apontou que no Brasil, 95% dos consumidores que realizam compras online, utilizam marketplace. Além deste dado, cerca de 44,1% dos consumidores que responderam à pesquisa, pretendem comprar mais produtos por esse tipo de plataforma nos próximos 12 meses.

A massa dos consumidores online estão no marketplace e as lojas que desejam atingir o sucesso, não podem ignorar esse fato. 

 

Qual o impacto da plataforma na performance de sua loja no marketplace? 

Agora chegamos à pergunta que leva o título deste artigo. 

Já sabemos como os marketplaces são relevantes, mas o que as plataformas de e-commerce tem a ver com isso? 

Venha dar uma olhada! 

Contratar uma plataforma 

Para começarmos essa conversa, é essencial destacar a importância de ter uma plataforma de e-commerce para vender nos marketplaces.

Não são todos os marketplaces que exigem uma loja virtual, portanto, é possível vender em alguns apenas tendo um CPF.

Entretanto, essa é uma prática altamente perigosa! Isso porque, além de não ter um bom gerenciamento de vendas, você fica totalmente dependente das vendas vindas daquele marketplace. E se, de uma hora para outra, aquele marketplace encerra suas atividades? Lembre-se do caso Walmart no Brasil. 

Sendo assim, é essencial contratar uma plataforma de e-commerce para garantir segurança para seu negócio e evitar qualquer tipo de fraude. 

O que considerar na hora da contratação? 

Integrações nativas x Hub de integração 

Este é um ponto importante para considerar. 

Se você está pensando em vender ativamente nos marketplaces, é essencial contratar uma plataforma com integração nativa com os marketplace. Ou seja, uma plataforma de e-commerce que não precise de um hub de integração para anunciar seus produtos no marketplaces. 

Isso fará com que você economize muito, já que não precisará contratar um hub de integração. Sendo assim, é possível até relevar as taxas cobradas pelos marketplaces. 

Gestão de vendas

Sendo assim, ao contratar uma plataforma com integrações nativas com os marketplaces, será possível fazer a gestão de vendas direto da plataforma. 

Mais organização para sua loja e otimização de tempo para focar em outras atividades. 

Importação e sincronização automática

Outro benefício da integração nativa! 

Será possível realizar a importação sincronização automática de produtos. Ou seja, você consegue utilizar os mesmos dados dos produtos de sua loja virtual, não precisará cadastrar tudo novamente. 

Além disso, se desejar, é possível ativar a sincronização automática. Por exemplo, se você alterar o preço na loja, também será alterado no marketplace. Mas esta é uma função opcional. 

Relatórios individuais 

Não pense que seus relatórios serão todos misturados! 

Uma plataforma que oferece integração nativa, também disponibilizará relatórios individuais de cada marketplace utilizado. 

Relevância da plataforma dentro do Marketplace

Além disso, opte por plataformas com relevância dentro dos marketplaces.

Por exemplo, o Mercado Livre conta com uma lista de parceiros Platinum, esses parceiros possuem preferência nos anúncios de produtos dentro do marketplace. 

Ou seja, escolher uma plataforma Mercado Livre Platinum é garantia de maior relevância e preferência na hora de vender. 

Agora é com você. Procure uma plataforma de e-commerce que auxilie em suas vendas no marketplace!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário