Reviravolta: projeto de lei permite privatizar os Correios em 2021

Na semana passada, noticiamos uma entrevista do presidente dos Correios, Floriano Peixoto, à EXAME, sobre a privatização dos Correios.  Nesta entrevista, o […]

Na semana passada, noticiamos uma entrevista do presidente dos Correios, Floriano Peixoto, à EXAME, sobre a privatização dos Correios. 

Nesta entrevista, o presidente da estatal declarou que a privatização dos Correios ocorreria apenas em 2022, devido aos estudos necessários para que o acordo fosse finalmente realizado. Confira mais detalhes da entrevista aqui

Entretanto, nesta quarta-feira (14), foi noticiado que o governo finalizou um projeto de lei que permite privatizar os Correios já no ano que vem. Contradizendo o que foi dito por Floriano Peixoto. 

O conteúdo do projeto de lei já foi assinado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, contudo deve ser chancelado pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ainda nesta quarta-feira.

Desta forma, o governo deve enviar o projeto de lei — abrindo maiores chances de privatização dos Correios, nos próximos dias ao Congresso.

A primeira proposta do governo em 2020 será a privatização dos Correios.

Assim, como afirmou o presidente dos Correios, o governo reconhece que o modelo de privatização ainda está em fase de estudo, porém, segue de acordo com o cronograma de leilão — previsto para 2021. 

A ideia é tentar aprovar o projeto de lei ainda em 2020, desta forma, a equipe econômica deseja apresentar avanço na agenda das privatizações. 

O que dizem os especialistas sobre a privatização dos Correios

Segundo especialistas na área, o grande desafio da privatização da estatal é definir o modelo de venda. 

O ideal é que esse modelo de venda equilibre a atratividade da estatal para as empresas privadas com a manutenção da capilaridade de atendimento. 

Lembrando que grandes marketplaces já demonstraram interesse em comprar a estatal, para melhorar a experiência de seus clientes e dos consumidores em geral do e-commerce

Atualização de informação sobre privatização dos Correios

Ainda nesta quarta-feira, Fábio Faria, ministro das Comunicações, entregou à Presidência da República o projeto de lei que dispõe as condições para a privatização dos Correios. Segundo Fábio Faria, o texto final será encaminhado ao Congresso em 2021 e a expectativa de aprovação é até o final do ano.

Desta forma, depois de aprovado, se iniciaria todo o processo de venda da estatal.

“Esse projeto (entregue hoje) trata mais sobre princípios do que regras, até porque o Congresso deve se debruçar sobre esses tema e é lá a arena onde serão debatidos todos os requisitos necessários, sobre a universalização das entregas dos Correios e em relação aos funcionários, tudo isso será tratado com bastante cuidado no Congresso e o Ministério das Comunicação vai fazer o acompanhamento junto com deputados e senadores”, relatou, logo após reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro-chefe da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira.

E agora? A privatização dos Correios realmente vai acontecer? Se sim, quando? Deixe sua opinião nos comentários!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário