Melhores práticas de Design e usabilidade para sua loja virtual em 2019
Como anunciar no Google: apareça utilizando Google Ads

Como criar um plano de marketing para e-commerce

Publicado em: • Última Atualização:

A rotina de trabalho de quem tem uma loja virtual é bastante movimentada. Afinal, o sucesso da operação exige atenção com vários detalhes. Para cuidar da área de comunicação da forma adequada, é preciso ter um planejamento de marketing para e-commerce.

Devido ao aumento da concorrência nessa área, a divulgação deve ser vista como prioritária. Ela é importante para atrair a atenção do consumidor e também para apoiar a construção da sua reputação online.

Você ainda tem dúvidas sobre o que deve fazer para divulgar o seu negócio? Então, está no lugar certo. Separamos para este artigo informações importantes para a estruturação do seu planejamento de marketing. Acompanhe!

Qual a importância do marketing para o comércio eletrônico?

O e-commerce tem apresentado excelentes resultados no Brasil. Para se ter ideia, no primeiro semestre de 2018 o faturamento foi 15% acima do registrado em 2017. Considerando que a economia do país ainda não está no seu melhor momento, foi um resultado excelente.

Essa é uma boa notícia, claro. Porém, tem também outro lado: o aumento da concorrência. Pense num ramo de atuação e encontraremos diversas lojas online disputando a atenção do consumidor.

Nesse ambiente, por mais que se invista em bons produtos e serviços, não é fácil obter vantagens competitivas apenas com base nos atributos funcionais da loja. Reside aí a importância do marketing. As atividades dessa área ajudam a criar diferenciais únicos para ela.

Por que investir num planejamento de marketing para e-commerce?

Entendida a importância do marketing, podemos passar para a questão do planejamento. Pense nisso: quem não planeja, improvisa!

Na hora de apagar incêndios do dia a dia, isso pode funcionar. Porém, não dá para desenvolver uma estratégia apropriada para o seu negócio sem colocar tudo no papel, organizar com antecedência nas ações que serão adotadas para divulgar a loja.

Vale a pena, então, dedicar algum tempo para a elaboração do planejamento de marketing para e-commerce. Ao elaborá-lo, lembre-se de que ele tem um papel importante na consolidação do nome da sua loja e, se tudo correr bem, vai influenciar positivamente no desempenho das vendas.

Como preparar um plano adequado para sua loja?

Independentemente do tamanho da sua loja, o marketing tem um papel fundamental para consolidar a sua marca.  E hoje, com as possibilidades que existem na internet, é possível desenvolver diversas iniciativas sem gastar uma fortuna.

Para que o planejamento gere bons resultados para o seu negócio, é importante que ele apresente pelo menos 4 vertentes:

Marketing de conteúdo

A produção de conteúdo proprietário (que será publicado nos canais do e-commerce) tem uma função fundamental: atrair os clientes para o ambiente da loja e, num segundo momento, fornecer informações que ajudem a educar o público em relação aos seus produtos e serviços.

No planejamento, é importante indicar os assuntos que serão abordados em cada ciclo, de forma a atender diferentes grupos de clientes. O desafio, ao fazer a distribuição dos temas, é pensar na jornada de compra do consumidor.

Marketing de relacionamento

Mais importante do que atrair o cliente, é mantê-lo na sua base. Sem um bom trabalho na área de relacionamento, a loja corre o risco de ficar estagnada. Para isso, a comunicação tem uma função primordial, assim como os investimentos realizados no atendimento da loja virtual.

O blog é um canal prioritário para o marketing de conteúdo e, no caso do marketing de relacionamento, as ações devem ser complementadas com o emprego das redes sociais.

Elas vão ajudar a garantir mais repercussão para os materiais e também tornar o contato com a loja mais frequente, o que favorece a aproximação entre a marca e o seu público.

E-mail marketing

e-mail marketing ocupa uma posição central na estratégia de comunicação da loja, uma vez que viabiliza o contato direto com o cliente. A ferramenta funciona bem para o envio de ofertas, favorecendo as vendas, mas também para as ações de marketing de relacionamento.

Nesse caso, valem tanto os lembretes de compras, como as mensagens encaminhadas para parabenizar o cliente pelo seu aniversário ou para comunicar uma novidade no portfólio de produtos e serviços.

Não é preciso investir altas verbas nessas iniciativas, mas é fundamental tomar alguns cuidados. Primeiro, personalizar as mensagens. Segundo, certificar-se de que os consumidores contatados autorizaram a “conversa”.

Marketing de busca

No ambiente online, é difícil ignorar a importância dos serviços de busca. No Brasil, o Google é a porta de entrada das pessoas na internet. Então, sem um bom posicionamento, os usuários terão dificuldades para encontrar a loja.

Principalmente no início da operação, os links patrocinados, feitos no Google Ads (antigo Google AdWords), podem ajudar a aumentar o alcance da loja. Ou seja, torná-la conhecida para um número maior de pessoas. Uma das vantagens é a forma de investimento: o pagamento do anúncio é feito a partir dos cliques recebidos nos links.

Quais os tópicos que devem ser incluídos no planejamento?

A elaboração do planejamento de marketing deve conter os seguintes tópicos:

Definição dos objetivos do negócio

Determine metas quantificáveis ao preparar o planejamento de marketing para e-commerce. É a partir daí que você poderá monitorar os resultados obtidos em cada uma das iniciativas. Para que o plano funcione na prática, é fundamental determinar objetivos que possam ser alcançados no curto, médio e longo prazos.

Indicação do público-alvo

As ações de comunicação precisam ser direcionadas para um público específico. Então, é importante segmentar bem, entender o comportamento de compra e os hábitos de quem é o potencial cliente da loja.

No ambiente digital trabalhamos com o conceito de persona, um personagem fictício que vai representar internamente os interesses do consumidor. A sua criação deve ser feita com base nas informações levantadas sobre o perfil do público e também em entrevistas com clientes.

Cronograma e orçamento

Determinar os prazos para a realização das atividades é essencial para o sucesso do planejamento. Sem isso, não temos como monitorar o resultado das atividades e fazer os ajustes necessários.

Cuide também do orçamento. Ter a previsão dos gastos que serão demandados pela área de marketing ajuda a dimensionar o tamanho do projeto. Essa é uma das vantagens das plataformas online, pois temos como acompanhar os resultados e calcular com precisão o ROI – Return on Investment – para cada uma das ações.

Como você viu neste artigo, o planejamento de marketing para e-commerce exige atenção com vários detalhes. Porém, é importante dedicar-se à sua preparação, uma vez que isso vai facilitar a execução das atividades.

Gostou do artigo? Ajudou a esclarecer suas dúvidas? Quer saber se sua loja está bem posicionada nos serviços de busca? Faça um teste gratuito para analisar o SEO da sua loja!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Como criar um plano de marketing para e-commerce
5 (100%) 2 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *