Veja 5 etapas do planejamento estratégico para criar um e-commerce!

O planejamento estratégico trata-se de um conjunto de diretrizes que dá orientação para empresas na distribuição de recursos e na tomada de […]

O planejamento estratégico trata-se de um conjunto de diretrizes que dá orientação para empresas na distribuição de recursos e na tomada de decisões. É esse planejamento que ajuda os gestores a definir o rumo que o negócio vai seguir, baseando-se em objetivos definidos para curto, médio e longo prazo.

Esse planejamento é extremamente importante, pois é como uma bússola que vai ajudar a empresa a entender o melhor caminho a ser seguido com base no conhecimento adquirido por meio de uma análise do próprio mercado.

Quer saber quais são as principais etapas para organizar o planejamento estratégico da sua loja virtual? Acompanhe!

1. Definição de objetivos e metas

A etapa inicial do seu planejamento estratégico para criar um e-commerce é a definição de objetivos claros, mensuráveis e realistas. Quando o assunto é objetivo, é fundamental ressaltar que ele tem que ser algo palpável, como vender 500 itens de um determinado produto ou vender R$ 100 mil por mês de produtos.

Então, garanta que as suas metas sejam:

  • alcançáveis;
  • temporais;
  • mensuráveis;
  • realistas;
  • específicas.

Uma dica valiosa é que você crie metas micro e macro. Quer um exemplo de como fazer isso? Confira:

  • micro: conquistar 100 novos clientes por mês;
  • macro: aumentar a receita da loja em 40% a cada semestre.

Lembre-se de que essas metas vão guiar o dia a dia do seu comércio eletrônico e ajudar em todas as tomadas de decisão, seja sobre setor financeiro, seja no marketing, seja na escolha dos produtos que serão disponibilizados aos consumidores.

2. Definição de personas

Para que os propósitos da sua loja virtual sejam atingidos, é importante entender para quem a sua marca deseja vender. Você está trabalhando com um tipo de produto que uma grande parte da população pode comprar, por isso considera que essa etapa não deve ser seguida? Se sim, saiba que esse pensamento está errado. A estratégia sempre tem mais sucesso e resultados incríveis quando se atua com foco.

Então, tenha sempre em mente que, quando mais segmentada for a sua abordagem, maiores vão ser as chances de conquistar mais vendas. Sabe por que isso ocorre? Porque fazendo isso, você passa a trabalhar sua comunicação de forma mais precisa e a direcionar melhor as ofertas da sua loja online.

E não se fala mais em público-alvo nas estratégias de marketing digital. Agora, é o momento das personas, ou seja, dos personagens semifictícios que representam os seus clientes ideais. Mas, afinal, como definir personas para o meu e-commerce?

Bom, essa definição tem como base muita pesquisa, já que o objetivo é obter a maior quantidade de informações sobre quem tem interesse na sua marca. A persona é uma definição bem mais profunda do público-alvo, com o estabelecimento de interesses, comportamento e dados demográficos desse público.

Ao criar personas, você passa a entender os problemas, os desejos e as necessidades do grupo que você tanto quer atrair e transformar em clientes da sua loja.

3. Criação de um plano de ação para atração

Após definir metas, objetivos e personas, é a hora de elaborar um plano de ação que oriente as atividades do negócio. Não se esqueça de que é preciso contemplar nesse plano todas as frentes da empresa.

A equipe tem que dedicar um tempo para colocar em uma lista todas as ações práticas do planejamento de marketing para o comércio eletrônico. Ou seja, devem ser listadas todas as ações de marketing que vão ser colocadas em prática.

Conheça algumas das principais estratégias:

  • SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca);
  • anúncios pagos;
  • e-mail marketing;
  • redes sociais;
  • links patrocinados;
  • marketing de influência;
  • marketing de afiliados.

4. Construção de uma estratégia para conversão

Bom, as ações sobre as quais falamos no tópico anterior são necessárias para atrair os visitantes para a loja virtual. A etapa seguinte, que merece uma atenção muito especial, é fazer a conversão dos usuários em clientes do e-commerce.

Otimizar a conversão no seu negócio é um processo contínuo, no qual você precisa segmentar clientes e melhorar a proposta de valor da empresa. Algumas dicas são muito relevantes quando se fala em converter clientes:

  • faça a qualificação dos leads;
  • desenvolva e coloque em prática ações para as diferentes etapas do funil de vendas (topo, meio e fundo);
  • crie ações infalíveis de retenção de clientes.

5. Acompanhamento dos resultados

Para que você possa ter a certeza de que o seu planejamento estratégico de loja virtual esteja realmente funcionando de forma adequada, a última etapa é dedicada à criação de métricas de desempenho.

É fato que os resultados devem ser acompanhados diariamente, pois assim você vai ter noção do que está garantindo ótimos retornos e daquilo que está deixando de entregar resultados. Fazer esse acompanhamento dos resultados vai permitir que você altere a estratégia, sempre focando na otimização e na aceleração dos resultados.

Tenha em mente que o planejamento simplesmente não vai funcionar caso você se descuide da definição dos KPIs (Key Performance Indicators). Veja quais são os principais de vendas:

  • volume de vendas;
  • ticket médio;
  • churn (ou taxa de cancelamento);
  • tempo médio de resposta;
  • taxa de conversão.

Lembre-se de que é fundamental que esses KPIs tenham relação com os seus objetivos que foram definidos anteriormente. E, claro, conte com o apoio da tecnologia para fazer a coleta e a análise desses dados tão importantes para entender o resultado do seu planejamento estratégico para e-commerce.

É o planejamento estratégico que ajuda no alcance das metas, contribui para a tomada de decisões, torna o negócio mais competitivo, promove melhores resultados e permite que os setores da empresa se mantenham sempre alinhados e cientes se estão no caminho certo ou não.

Na hora de criar um e-commerce, o planejamento estratégico acaba assumindo uma importância ainda maior, pois antecipa oportunidades e ameaças em um cenário que está sempre mudando muito e de forma tão rápida. Então, em meio a um mercado em constante mudança, cada vez mais saturado e tão concorrido, é imprescindível que você reserve um tempo para criar seu planejamento e garantir resultados satisfatórios no seu comércio eletrônico.

E aí, gostou de conhecer as principais etapas do planejamento estratégico para criar um e-commerce? Aproveite e curta a nossa página no Facebook para acompanhar as novidades!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário