Entenda o que é fulfillment e como otimizar nas vendas online
7 passos para o sucesso no e-commerce

Entenda a importância de definir uma boa persona seu para e-commerce

Publicado em: • Última Atualização:

Ao vendermos pela internet, é primordial que saibamos exatamente o conceito de persona para um e-commerce. É a partir da criação dessa persona que temos mais oportunidades de conquistar consumidores interessados. Porém, você entende como se dá essa relação?

Bem, você provavelmente já deve ter se deparado com algumas propagandas de produtos irrelevantes, que não tinham nada a ver com os seus gostos. Elas passaram sem que você prestasse tanta atenção assim, certo?

Por outro lado, você já deve ter visitado algum comércio, físico ou online, que tenha passado uma sensação de que todas aquelas mercadorias foram feitas pensando em você. Esses produtos sim despertaram seu interesse e elevaram sua vontade de compra.

Isso aconteceu porque seu perfil estava exatamente de acordo com a persona criada para a segunda situação, mas não para a primeira. Quando um empreendedor tem uma estratégia de persona bem definida, ele consegue cativar o público certo e ter mais chances de conversão.

Continue a leitura e saiba como implementar esse recurso na sua loja virtual!

O que é persona?

persona, também chamada de buyer persona, é uma representação semi-fictícia do seu cliente ideal. Ela tem todas as características, qualidades, defeitos, objetivos e problemas daquele consumidor perfeito, que adora a sua marca e faz muitas aquisições.

Esse conceito se popularizou com o Inbound Marketing, com a intenção de criar estratégias mais acuradas. Podemos aplicar essa persona em diversos contextos, desde a criação de artigos para um blog até a elaboração de um novo produto no mercado.

Qual a diferença entre persona e público-alvo?

Apesar de algumas pessoas usarem esses termos como sinônimos, eles se diferem em alguns aspectos.

público-alvo abrange uma quantidade maior de pessoas, que têm a possibilidade de serem atingidas com o serviço que o negócio oferece. Ao contrário da persona, a definição de público-alvo não se preocupa muito com os detalhes do perfil do cliente.

Claro que visar um público-alvo específico é mais eficiente do que não ter nenhuma ação nesse sentido e lançar produtos sem um objetivo. No entanto, quando visamos um número elevado de possíveis compradores, de forma ampla e sem detalhamentos, nossos resultados podem não ser tão positivos assim.

Ao trabalhar apenas com a definição de público-alvo, é possível que tais pessoas até demonstrem interesse pelo serviço no primeiro instante, mas depois percebam que ele não é tão relevante assim e cancelem alguma assinatura ou nunca mais voltem a fazer aquisições da marca. Esse fato contribui para o aumento da taxa churn, um pesadelo para qualquer comerciante.

Exemplo de persona

Maria, 30 anos, graduada em Administração, trabalha como secretária em uma empresa renomada e tem um salário de R$4000. Mora sozinha com seu cachorro, seu grande companheiro. Adora fazer qualquer coisa para mimá-lo, por isso se encanta com vários produtos de pet, que encontra pela internet.

Exemplo de público-alvo

Mulheres solteiras, graduadas, entre 25 e 35 anos, com renda entre R$3000 e R$5000.

Quais as vantagens de definir uma persona?

Percebeu que a definição de persona é muito específica e permite que conheçamos melhor nosso cliente? Com isso, temos as seguintes vantagens.

Realizar ações mais focadas

A comunicação com o cliente fica mais direcionada. Lembra-se do exemplo que demos na introdução? Quando a propaganda conquista nosso interesse, é mais provável que façamos a compra do produto. Com a definição de persona bem estruturada, como a que criamos da Maria, um e-commerce de pet shop, por exemplo, consegue criar campanhas e produtos mais atrativos para agradá-la.

Oferecer melhor experiência de compra

Já falamos em diversos textos do nosso blog sobre a importância da boa experiência de compra. Ela é uma das maiores responsáveis por fazer com que um consumidor se torne fã da marca e volte a fazer aquisições, fazendo com que a empresa tenha mais retenção de cliente, o que é importante para a boa rentabilidade.

Ter um melhor retorno sobre investimento

Todo investimento que fazemos demanda tempo e dinheiro. Para que ele seja efetivo, é necessário que os nossos ganhos superem os gastos iniciais.

Como as ações ficam mais focadas com uma persona definida, as chances de aumento de taxa de conversão são maiores, fazendo com que o ROI seja positivo.

Como eu consigo criar a persona para um e-commerce?

Para criar a persona, precisamos de três etapas.

Pesquisa

É feita por meio de entrevistas com os clientes da loja. Um modo mais prático de realizar isso é enviar questionários a todos os leads cadastrados, com as perguntas necessárias para montar o perfil da persona para um e-commerce. Algumas sugestões de temos para você analisar são:

  • trabalho: cargo, habilidades, rotinas;
  • objetivos: com o aspecto profissional e o pessoal;
  • problemas: os desafios enfrentados no dia a dia, seja com o trabalho, seja com a rotina;
  • preferências: gostos pessoais. As perguntas dependem do nicho do e-commerce. Estilo de roupa, bandas musicais, viagens, hobbies são alguns dos itens que podem ser investigados;
  • informações pessoais: idade, nacionalidade, estado civil, filhos, histórico educacional e profissional podem ser perguntados;
  • hábitos de compra: frequência que faz compras em lojas online e em lojas físicas, marcas preferidas, produtos mais adquiridos, realização ou não de pesquisas antes da compra também podem ser perguntados.

Análise

Na análise, você fará a combinação de todos os dados levantados, a fim de encontrar uma média. Em alguns casos, dependendo do tipo da loja e do tamanho do público, é possível ter mais de uma persona. Não existe um número mínimo ou máximo, mas é recomendado não exagerar na quantidade.

Estruturação

Nessa parte, é o momento de dar vida à persona. A partir das informações adquiridas, montamos o perfil dela, dando um nome e atribuindo as demais características necessárias a fim de que ela se pareça com uma pessoa real, assim como fizemos com a Maria.

Existe diferença entre brand persona e buyer persona?

Falamos durante nosso artigo sobre o conceito de buyer persona, mas também é importante ressaltarmos a relevância de criar uma brand persona para a empresa.

brand persona é a personificação dos valores que a marca segue. Envolve o tom de voz com o qual ela se comunica com o público, os objetivos e a impressão que você gostaria que os consumidores tenham da empresa. Isso também ajuda a guiar as ações da marca para gerar mais empatiaengajamento, ter agilidade nas decisões.

A partir de uma brand persona, os discursos do e-commerce ficam mais alinhados em todas as ações, como criação de conteúdo, e-mail marketing e interação nas redes sociais. Um dos exemplos mais citados é a Netflix, que demonstra ter uma personalidade agradável, comunicativa e divertida.

Vimos, então, que ter persona para um e-commerce é essencial, para ter condutas mais direcionadas. Isso traz várias vantagens à marca, como aumento do ROI, melhoria da experiência de compra e uma comunicação com mais engajamento.

Gostou do artigo? Então, saiba, no próximo artigo, a importância de criar embalagens personalizadas para seus clientes.

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Entenda a importância de definir uma boa persona seu para e-commerce
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *