Case: Não é apenas uma loja de persianas: Conheça o Grupo Tahiti!
Precificação de produtos online: entenda como calcular seu preço

Como Vender No Mercado Livre – Passo a Passo!

Publicado em: • Última Atualização:

A venda por meio de marketplaces é uma excelente opção para empreendedores que estão iniciando a jornada no meio digital. Entre as diversas dúvidas de quem está começando, uma das principais é a de como vender no Mercado Livre.

O site é um dos mais conhecidos no ramo e é bem procurado por quem deseja disponibilizar os produtos online e atrair um público ainda maior. Para esclarecer melhor o funcionamento da plataforma e mostrar o que precisa ser feito para começar a usá-la, elaboramos este artigo. Continue com a gente e confira o passo a passo agora mesmo!

1. Vender no Mercado Livre – Criando Sua Conta

Primeiramente, você precisa criar uma conta no site para obter um cadastro de vendedor. Essa etapa é bem simples, mas você precisa tomar cuidado para inserir as informações corretas. Saiba que o Mercado Livre também solicita documentos para comprovar a sua identidade. Então, nada de usar dados de terceiros, ok?

Depois que o cadastro for realizado no site, é hora de criar o seu primeiro anúncio, mas antes disso é preciso escolher o nome e o logo que você vai utilizar na sua loja. Eles são como a identidade do seu negócio e é por meio deles que os clientes vão reconhecer a sua empresa.

Portanto, é importante caprichar nesses aspectos, pois eles são os grandes responsáveis pela primeira impressão que as pessoas terão quando entrarem em contato.

2. Criando seu primeiro seu anúncio

Para fazer sua primeira venda no Mercado Livre é preciso criar um anúncio para isso, clique no Botão VENDER no menu superior do Mercado Livre.

No que diz respeito aos anúncios, o ideal é usar um título que tenha dados úteis para que os compradores consigam encontrar exatamente o que procuram. Vale lembrar que você não deve, em hipótese alguma, copiar de algum outro site e colar sem fazer nenhuma alteração. Esse título também será a URL da página (um fator considerado no SEO, que vamos explicar a seguir).

O que você acha de usar técnicas que vão ajudar a otimizar os seus resultados nas buscas dos clientes? O Search Engine Optimization (SEO) — ou Otimização para Mecanismos de Busca, em português) — é um conjunto de métodos que ajudam a melhorar o posicionamento do seu conteúdo em sites de busca.

Tenha sempre em mente alguns pontos básicos que essa otimização vai considerar:

  • uso de palavra-chave;
  • URL (link do produto);
  • descrição dos itens;
  • uso de imagens.

3. Escolha a categoria do seu anúncio

Por falar nisso, existe a possibilidade de contar com esse recurso gratuito (apesar de o alcance ser pequeno dentro das buscas). Se a ideia é se destacar na pesquisa dos clientes, é preciso investir. Para isso, você pode escolher entre um anúncio clássico (que cobra 11% referente ao valor da venda) ou um premium (que custa 16% do valor da venda).

Se o custo for comprometer a margem de lucro, existe a opção de embuti-lo nos preços dos produtos no site. Se eles continuarem competitivos e dentro da média de mercado, não haverá problema e as chances de vendas permanecerão grandes.

4. Adicione as informações sobre os produtos

Essa parte também é crucial para atrair clientes e conseguir concretizar as vendas. Quanto mais detalhes forem possíveis de incluir na descrição, melhor. Fale sobre as especificações técnicas (retiradas do site do fabricante), as possibilidades de uso e, principalmente, sobre os benefícios que aquela compra vai proporcionar para o consumidor.

Vale lembrar que esses anúncios são vinculados às ofertas disponibilizadas na plataforma. Isso quer dizer que, sempre que um produto novo for cadastrado, aquelas informações disponibilizadas também farão parte da divulgação.

4.1 Categorize as mercadorias

Também será necessário especificar os tipos de produtos que serão vendidos no site. Isso é necessário para facilitar a classificação e as buscas. Depois disso, é o momento de criar um título objetivo, mas que tenha parte da descrição do que será oferecido — exemplo: Celular marca X, modelo Y, 32GB de memória, 4GB de memória RAM, câmera de 16mp.

Depois disso, vem o momento de detalhar os itens. Você deve selecionar as cores, indicar o tamanho, disponibilizar a quantidade de estoque e as fotos de cada item. Por fim, também é preciso informar se os itens em questão são novos ou usados.

4.2 Use fotografias de qualidade

Quanto maior for a quantidade de fotos disponibilizadas, maiores serão as chances de o cliente fechar a compra. Tire fotografias de vários ângulos e, se possível, do produto sendo usado. Isso ajuda a ter uma noção do tamanho real e do funcionamento, por exemplo.

Só é preciso se preocupar com a qualidade dos materiais (o que também influencia na imagem que o consumidor tem do negócio), sempre transmitindo a ideia de profissionalismo.

Lembrando que o site também permite o upload de vídeos. Se for possível contar com esse recurso, vale a pena colocá-lo na sua loja, já que isso facilita o entendimento de como é o produto, como ele se comporta e ainda criar um tutorial da utilização, por exemplo.

4.3 Defina preços competitivos

Já que tocamos no assunto dos preços e na importância de mantê-los competitivos, vamos explicar isso melhor. Em vendas na internet, existem 3 fatores primordiais que influenciam na decisão do cliente:

  • preço;
  • valor do frete;
  • prazo de entrega.

Se os seus produtos custam mais do que os do concorrente, logo de cara você poderá perder a chance de vender — a não ser que ofereça algum diferencial que nenhum dos seus competidores do mercado conseguem proporcionar.

Sendo assim, é muito importante ter cuidado na hora de precificar os itens. Você deve considerar todos os custos da sua operação e a margem de lucro que deseja obter (lembrando que ela deve estar dentro da média).

Se os seus gastos forem altos, certamente o valor final será elevado. Logo, será necessário pensar em formas de reduzi-los ou na criação de uma diferenciação de mercado, que fará os clientes optarem pela sua loja, mesmo pagando um pouco mais caro pelos itens.

5. Detalhe as informações de frete e garantia

O frete é um dos fatores que mais pesam na decisão do cliente e tanto o preço quanto o prazo são levados em consideração. O ideal, para agradar a todas as necessidades e os bolsos, é oferecer mais de uma opção, aliando o custo ao tempo estipulado para entrega. Assim, os consumidores saberão que, para receber a mercadoria mais rápido, precisarão pagar um pouco a mais por isso.

A garantia também é fundamental para transmitir mais confiança no momento da negociação. Além de oferecer o benefício do fabricante, o vendedor ainda pode falar sobre o recurso Compra Garantida, que protege o consumidor de ser lesado em uma aquisição.

6. Invista na integração com o e-commerce

Esse também é um ponto importante. Se você já gerencia (ou pretende gerenciar) uma loja virtual, a integração do e-commerce com o Mercado Livre pode trazer diversos benefícios para a sua gestão.

Ao investir em uma plataforma que possibilita esse recurso, você consegue desfrutar de algumas vantagens como:

  • fazer um gerenciamento multiapelidos;
  • realizar a duplicação de anúncios (ponto importante para quem vende produtos de tamanhos ou cores diferentes, por exemplo);
  • fazer a gestão de vendas de todos os pedidos em um só lugar;
  • gerir os estoques de forma integrada (aumentando a eficiência e reduzindo o risco de erros);
  • fazer a gestão de frete e de entregas em um painel único;
  • disponibilidade de múltiplos templates para o marketplace.

Agora que você já sabe como vender no Mercado Livre, sabe que não existem muitos segredos para iniciar os negócios dentro do site. O importante é sempre focar na experiência dos consumidores e em conseguir se diferenciar dos concorrentes — que são muitos, principalmente dentro da plataforma.

O que achou do artigo de hoje? Quer acompanhar conteúdos relacionados ao e-commerce e outras novidades? Então, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das nossas atualizações!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Como Vender No Mercado Livre – Passo a Passo!
3 (60%) 5 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *