Passo a passo: aprenda como abrir uma franquia e conquiste o sucesso

Você já deve saber que as franquias estão crescendo cada vez mais como modelo de negócio. Em 2017, esse mercado faturou mais de R$ 160 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o que o torna bastante atraente para os empreendedores.

Se você chegou até aqui, provavelmente um dos seus interesses é aproveitar uma fatia desse mercado em expansão com um empreendimento de sucesso no sistema de franquias, certo?

Neste post, você saberá como abrir uma franquia em passos fundamentais para ter sucesso no projeto. Continue lendo!

Avalie o orçamento disponível

Como abrir uma franquia sem ideia do investimento total? Antes de aderir ao sistema de franquias, você deve estar certo do montante disponível para investir. Especialistas recomendam que o empreendedor tenha, em caixa, três vezes o valor do custo inicial da franquia. Você terá despesas com a taxa da franquia, os royalties, a publicidade e os gastos recorrentes para a manutenção do negócio.

Encontre um segmento de acordo com o seu perfil

O primeiro passo rumo à abertura da sua franquia deve ser escolher o segmento com o qual trabalhará. Portanto, fique de olho nas tendências e busque pesquisas de mercado para estar por dentro de todo o cenário. Existem dezenas de nichos prosperando no mercado de franquias nacionais e você, certamente, encontrará opções que se encaixem com as suas habilidades. Dentre os segmentos que faturam melhor entre franquias estão os de alimentos, saúde, bem-estar, moda e prestação de serviços.

Primeiramente, você precisa entender a importância do perfil pessoal na hora de decidir um segmento para atuar. Geralmente, as empresas franqueadoras têm uma descrição definida para o franqueado ideal. A busca é por pessoas que podem contribuir para o crescimento de toda a franquia com visão analítica e boas ideias.

Características de empreendedor e perfil colaborativo chamam bastante a atenção. Para verificar a aderência ao perfil, o primeiro passo é a realização de um cadastro com dados iniciais e currículo. Caso as informações sejam relevantes para o franqueador, você será convidado para uma entrevista.

Entre as qualificações necessárias, pode ser que conhecimentos específicos na área sejam um diferencial. Por exemplo, caso o seu interesse seja investir em uma franquia de serviços educacionais, como um curso de idiomas pela internet, talvez experiências como professor ou formação em Pedagogia possam contar pontos a favor. O histórico de atuação em categorias relacionadas ao negócio pode ser um diferencial tanto aos olhos do franqueador quanto para o sucesso do seu empreendimento.

As preferências pessoais e as habilidades também são fundamentais para que você consiga enumerar segmentos de interesse. Criar uma lista de habilidades e interesses pode ajudar você a entender em quais segmentos essas características são mais úteis, sabia?

Pesquise concorrentes no segmento escolhido

Observar a concorrência faz parte de qualquer empreendimento. Ao realizar esse exercício, que você fará ao longo de toda a sua jornada empreendedora, você será capaz de melhorar os seus serviços, encontrar oportunidades para novos negócios e sair na frente!

Quais são os diferenciais do concorrente? O que a sua franqueadora oferece como diferencial? Quais são os seus pontos fortes e fracos? Essas e outras questões podem ajudar você a montar estratégias detalhadas para se diferenciar da concorrência.

Além disso, você pode ser “cliente por um dia” dos franqueados da sua rede. Descubra como é o atendimento e que tipo de experiência é entregue ao consumidor. Dependendo do tipo de produto, você consegue encontrar reviews publicadas por consumidores e problemas recorrentes relacionados à marca em sites de reclamação.

Conheça o funcionamento da franquia

Se você já escolheu um franqueador e passou pela entrevista, deve ter recebido a Circular de Oferta de Franquia (COF). Lá você encontra todas as informações necessárias para esse primeiro momento do negócio. É fundamental avaliar:

  • os balanços dos dois últimos anos da empresa;
  • o valor total do investimento: royalties, publicidade, taxas de franquia;
  • o suporte oferecido pelo franqueador;
  • as pendências judiciais, caso haja;
  • as condições de fornecimento.

Além dos tópicos acima, certifique-se com o franqueador sobre a estrutura oferecida aos franqueados e os objetivos de crescimento da marca em curto e longo prazo. É extremamente importante solucionar dúvidas sobre o treinamento que será oferecido e as características do negócio, como sazonalidade.

Também é fundamental que a empresa facilite. por meio do COF. o contato com outros franqueados. Assim, você poderá saber mais sobre experiências do negócio, vantagens, desvantagens, dificuldades, relacionamento com o franqueador e custos gerais de investimento.

Ao receber a COF, por lei, você tem 10 dias para a tomada de decisão sobre a abertura da franquia. Antes desse período, qualquer valor pago deve ser devolvido caso o contrato não seja assinado.

Analise o contrato

Nem pense em fechar negócio sem ler o contrato por inteiro e várias vezes! Sabemos que pode ser cansativo, mas você precisa saber exatamente todas as cláusulas que definem a sua relação com o franqueador. Se for preciso, consulte um advogado para solucionar todas as dúvidas e garantir que você ingresse com segurança nesse mercado.

Com o acordo concluído e a taxa de franquia paga no ato da assinatura, os próximos passos envolvem um cronograma com prazos de abertura, período de treinamento, contratações, dentre outros. Esse período é de aproximadamente 120 dias.

Saiba estas informações antes de assinar o contrato:

  • obrigações do franqueador;
  • obrigações do franqueado;
  • como funciona o fornecimento de produtos;
  • como é feita a rescisão do contrato e o valor da multa, caso haja;
  • como vender a franquia, caso decida fazê-lo no futuro.

Assim que o contrato for assinado, os passos seguintes envolvem dedicação máxima aos treinamentos e ao cumprimento de todos os prazos, incluindo a formalização da empresa até o início das atividades como franquia.

Se você pretende abrir uma franquia de loja física, ainda é preciso escolher um ponto de vendas e alugar o imóvel. Com uma loja virtual, será necessário escolher a melhor plataforma de e-commerce para suportar o crescimento da sua franquia virtual!

Agora que você já sabe como abrir uma franquia, que tal seguir a Escola de E-commerce nas redes sociais e receber mais dicas em primeira mão para ter sucesso nos negócios? Estamos no Facebook e no LinkedIn!

Webinar: Os segredos de quem saiu do zero para um faturamento de 200 mil em 11 meses

Curtiu? Compartilhe!

Passo a passo: aprenda como abrir uma franquia e conquiste o sucesso
5 (100%) 1 voto

Faça um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados