O que é um integrador de marketplace e como ele pode ajudar seu negócio na Black Friday?

Um integrador de marketplace é uma ferramenta muito importante para os sellers que desejam aumentar suas vendas online, principalmente em datas tão […]

Um integrador de marketplace é uma ferramenta muito importante para os sellers que desejam aumentar suas vendas online, principalmente em datas tão importantes do varejo como a Black Friday, em que há um alto volume de pedidos simultâneos e é necessário ter uma operação e gestão organizada para atender todas as demandas.

A Black Friday pode ser um período muito vantajoso para quem vende nos marketplaces, segmento que só cresce no Brasil e permite que muitos empreendedores lucrem com suas vendas online sem a necessidade de grandes investimentos.

Em 2020, os marketplaces representaram 78% do faturamento total do e-commerce, enquanto só na Black Friday desse mesmo ano houve um crescimento de 25% no faturamento em relação a 2019, totalizando 7,6 milhões de compras feitas na internet durante o período de promoção. Os dados são de um levantamento feito pela Neotrust.

Para os lojistas que desejam ampliar suas vendas, contar com as parcerias dos maiores marketplaces do Brasil é uma estratégia certeira e acessível. Para prosperar com a Black Friday, a empresa deve organizar seu estoque, planejar suas ações de marketing e, principalmente, organizar sua operação e gestão para que tudo seja um sucesso. Para isso, um integrador de marketplace é uma ferramenta indispensável que auxilia tanto a administração, como a execução de atividades como: cadastro de produtos, anúncios, atendimento, pedidos, separação, envios e concentração de estoque.

O que é um integrador de marketplace?

Integrador de marketplace, também chamado como hub de integração, é uma ferramenta que centraliza em um só sistema a operação do lojista que vende em diferentes marketplaces, usa um ERP e também possui um e-commerce.

Através dessa integração multicanal, o seller e sua equipe gerenciam e executam todas as operações de vendas online em uma única plataforma, o que gera ganho de produtividade, organiza e facilita diversas atividades e reduz falhas nos processos.

Por exemplo, pense em uma loja de eletrônicos que vende no Magalu, Mercado Livre, Amazon, Americanas, Casas Bahia, e ainda tem um e-commerce próprio. Sem uma ferramenta que integre todos esses canais, é praticamente inviável gerenciar as vendas separadamente em cada canal com sucesso.

Seria necessário:

  • Um estoque para cada um dos marketplaces e e-commerce; 
  • Para cadastrar produtos, precisaria da inserção manual das informações em cada site;
  • Para gerenciar os pedidos recebidos, o seller teria várias telas abertas no computador, o que é uma prática propícia a erros e prejuízos, além de demandar mais tempo e atenção dos colaboradores.

Porém, ao utilizar um integrador de marketplace o seller ganha:

  • Centralização e integração de estoque;
  • Gerenciamento da operação em uma única tela, ou seja, o vendedor recebe, vê, manuseia e controla status (tracking) dos pedidos que chegam de diferentes sites (e-commerce próprio e marketplaces);
  • Cadastro de produtos de maneira muito mais rápida e fácil, importando o cadastro de produtos do seu e-commerce ou de um marketplace para todas as outras contas que o seller criar;
  • Emite todas as notas fiscais e etiquetas de uma única vez com agilidade;
  • Gera relatórios que refletem muito mais a realidade das suas vendas em todos os canais;
  • Maiores possibilidades de vendas e crescimentos em todas as plataformas;
  • Mais tempo, produtividade e eficácia nas atividades.

Como um integrador de marketplace pode ajudar seu negócio na Black Friday?

A Black Friday caiu no gosto e na programação do consumidor brasileiro e é, sem dúvidas, um dos períodos mais importantes do calendário do varejo que abrange todos os segmentos: seja moda, beleza, eletrônicos, móveis, decoração, papelaria etc.

Segundo a pesquisa realizada pela plataforma Black Friday Globo, 57% dos internautas brasileiros compraram algo na Black Friday de 2020 pela internet, e 61% desses consumidores compraram algo que não haviam planejado.

Quem vende nos marketplaces pode aproveitar o grande volume de acessos diários nas plataformas, a estrutura e suporte dos sites, o marketing e alta credibilidade de marcas como Mercado Livre, Amazon, Submarino, Shoptime, Dafiti, Netshoes, entre outros gigantes do varejo online brasileiro.

Com todas essas informações, podemos concluir o quão vantajoso é vender em vários marketplaces, principalmente durante a Black Friday. E quem sabe aproveitar essa oportunidade, recebe um alto volume de vendas simultaneamente. É nesse momento que contar com um integrador de marketplace é indispensável para garantir:

  • Integração e controle de estoque para muitas demandas de pedidos;
  • Gerenciar todos os pedidos que chegam de diferentes canais;
  • Atender aos curtos prazos de envio dos pedidos;
  • Cadastrar e atualizar as informações (como preços dos produtos) automaticamente em diversos canais de venda (marketplaces e e-commerce);
  • Criar, replicar, monitorar e pausar anúncios de mídia paga nos marketplace;
  • Controlar os repasses de valores dos marketplaces;
  • Gerar relatórios de vendas.

Como escolher um integrador de marketplace?

O hub de integração de marketplaces é um forte aliado dos sellers. Por isso, precisa ser uma ferramenta confiável, com múltiplas funcionalidades e que ofereça suporte.

Ao escolher um integrador de marketplace, considere características como:

  • Integração com os principais marketplaces, plataformas de e-commerce e sistemas auxiliares do mercado;
  • Capacidade para altos volumes de vendas;
  • Cadastro de produtos simplificado e múltiplas funcionalidades;
  • Plataforma que acompanha as novidades do mercado online;
  • Suporte; 
  • Diferentes planos e formas de pagamento que sejam justos com o porte de cada negócio;
  • Se oferece testes gratuitos.

Gostou do conteúdo? Aproveite, deixe seu comentário ou sua dúvida abaixo!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário