O que é PDV: conheça suas funções, vantagens e como adotar para a sua loja!

PDV, mais conhecido como ponto de venda, é o setor do varejo onde os produtos da empresa ficam expostos e onde o cliente efetiva a compra. No E-commerce e no Marketplace, é uma ferramenta geralmente integrada ao ERP que serve para simplificar processos. Sendo responsável por fazer os registros de compras e emitir as notas fiscais e cupons.

O PDV, ou sistema de frente de caixa, é uma importante solução para melhorar o desempenho dos negócios do setor varejista.

As empresas buscam por essa solução para otimizar processos de vendas, integrar as principais informações do negócio e melhorar a experiência de compra dos consumidores.

No entanto, esse tema ainda gera certa confusão quanto aos tipos de PDV disponíveis e quais os principais benefícios de contratar essa ferramenta.

Ainda assim, uma coisa é certa, contar com uma solução eficiente de frente de caixa ajuda o setor de vendas, faz uma melhor gestão de estoque, auxilia o setor financeiro e gera mais qualidade no atendimento da empresa.

Se você quer saber o que é PDV, como ele funciona e quais são as principais vantagens, este artigo é para você. Portanto, confira agora mesmo e não tenha mais dúvidas sobre esse assunto.

Vamos lá!

O que é PDV

O PDV, mais conhecido como ponto de venda, é o setor ou área do varejo onde os produtos da empresa ficam expostos e onde o cliente efetiva a compra. Essa terminologia e conceito se aplicam quando falamos de lojas físicas e no varejo convencional.

Contudo, estamos vivendo a época do varejo 4.0 e cada vez mais os negócios estão se posicionando no espaço online, e o crescimento dos e-commerces apresenta números muito expressivos.

Com as lojas online e os marketplaces, o PDV é mais comumente utilizado de maneira integrada ao ERP, fazendo com que os processos sejam automatizados para otimizar o controle do processo e do PDV.

Existem muitos benefícios que um software de PDV oferece às empresas do setor de varejo.

Tanto as grandes organizações como as PMEs conseguem, por meio de softwares de PDV, simplificar muitos processos da empresa, como gerar uma autonomia no negócio, com um controle financeiro automatizado e mais funcional.

Portanto, para o e-commerce, o PDV é a ferramenta responsável por fazer os registros de compras e emitir as notas fiscais e cupons. É uma excelente ferramenta para auxiliar o lojista no momento de efetivar a compra dos clientes.

Como funciona o PDV

O PDV auxilia e automatiza todo o processo de finalização de vendas.

A ferramenta faz a identificação automática do método de pagamento do cliente, como dinheiro em espécie, cartão de crédito ou débito, pagamento via smartphone, vales e muito mais.

O software contratado pela empresa também faz o registro da quantidade de produtos do cliente, identifica o preço e automatiza o desconto oferecido ao consumidor.

Com essa ferramenta, é possível fazer a integração com máquina de cartão utilizada pelo empreendimento (TEF) e com as áreas de finanças, estoque e contabilidade.

Ou seja, quando uma nova compra é realizada, o software faz a integração das informações com todos os setores que estão envolvidos na venda dos produtos.

Com isso, ao fazer o registro da compra e efetivar a transação, a ferramenta informa ao setor de finanças sobre a nova venda.

O setor de estoque também é comunicado, automaticamente, sobre a saída de determinado produto, fazendo com que a gestão de estoque funcione de maneira automatizada e com informações atualizadas, evitando diversos transtornos para o e-commerce.

Para que serve o PDV

Como é possível observar, o PDV vai muito além de uma ferramenta para auxiliar nas vendas.

Ele funciona como uma ferramenta para integrar e facilitar a comunicação entre os setores envolvidos após uma compra ser realizada.

Isso facilita e potencializa os processos da empresa, já que muitas informações seriam preenchidas de maneira manual, demandando tempo e esforço do empreendedor.

Logo, o PDV permite a emissão de relatórios de desempenho de vendas mais completo, fornecendo uma gestão empresarial mais eficaz, com base na centralização de dados essenciais ao negócio.

Com esses dados em mãos, os gestores podem monitorar os processos, identificar oportunidades e identificar pontos nas vendas que precisam ser melhorados.

Benefícios do uso do PDB

Ao optar por um sistema de frente de caixa eficiente, a empresa passa a oferecer uma experiência de compras mais completa, porque conhece mais a fundo o comportamento de compras dos clientes, com dados e informações automatizadas e relevantes.

Logo, podemos afirmar que esse software oferece muito mais do que maior agilidade nos processos de vendas.

Para que fique ainda mais fácil de compreender, separamos alguns dos principais benefícios do PDV para os negócios:

Controle financeiro

A possibilidade de contar com um controle financeiro integrado, otimizado e automatizado é uma das grandes vantagens dessa ferramenta.

Afinal, com o PDV, é possível controlar todas as entradas e saídas do negócio.

Além disso, é possível e simplificado conciliar as diferentes formas de pagamentos do e-commerce, fator fundamental para o diferencial competitivo do negócio, já que será mais fácil monitorar o fluxo de caixa.

Com essas informações e modelo de gestão, o empreendedor poderá ter uma visão mais nítida sobre o desempenho do faturamento, dos gastos adicionais e muito mais.

Facilitar esses processos, bem como a amostragem dos produtos, é fator decisivo para que a taxa de conversão de vendas seja melhorada e a experiência de compra dos clientes seja aperfeiçoada.

Emissão de nota fiscal

A emissão de nota fiscal é uma responsabilidade e obrigação do lojista e, se feita manualmente, pode demandar muito tempo.

Logo, essa é uma solução para, de maneira intuitiva, integrar as informações para tornar possível a emissão, controle e armazenamento das notas e cupons fiscais em pouquíssimo tempo.

Logo, se a ideia é agilizar a rotina dos vendedores, a ferramenta demanda apenas que os dados sejam inseridos no sistema (caso ainda não haja um cadastro do cliente), definir o valor que será cobrado e, pronto, a nota ou cupom fiscal serão emitidos e enviados ao setor financeiro.

Gerenciamento de estoque

Para os negócios que contam com um estoque, a importância da correta gestão de estoque é um fator de fundamental importância e exige bastante planejamento e trabalho.

Afinal, a gestão do estoque do negócio interfere diretamente em outros setores do empreendimento, como na área comercial, financeira e no setor de compras.

Logo, uma das principais vantagens do sistema de frente de caixa, é a integração dos setores que envolvem as vendas.

Portanto, ao finalizar uma compra, o vendedor efetiva a transação no sistema e as informações geradas são repassadas aos setores envolvidos.

Logo, assim que a venda é realizada, os responsáveis pelo gerenciamento do estoque são notificados e podem fazer o controle do que saiu ou entrou de maneira digitalizada e automatizada.

Sempre que os responsáveis pelo estoque forem conferir o sistema, eles contarão com informações atualizadas em tempo real, evitando a venda de produtos indisponíveis e podendo potencializar a vendas de produtos parados no estoque.

Logística integrada

Para garantir um atendimento de excelência e melhorar a experiência de compras dos consumidores, é preciso fazer a integração dos processos e da logística da empresa.

Uma boa ferramenta de PDV permite a integração entre os setores que fazem com que as vendas aconteçam da maneira certa e, além disso, permite a integração do software com outros setores, como o delivery.

Portanto, toda a gestão de delivery, bem como o aplicativo utilizado, pode ser integrada ao PDV para melhorar o fluxo de entregas, controlar os pedidos realizados, melhorando a comunicação entre cozinha e atendimento, e gerenciando o estoque da melhor maneira possível.

Essa é a melhor maneira de fazer a centralização dos dados da empresa, no que diz respeito a vendas. Afinal, dede o atendimento ao cliente, passando pelo setor estoque, frente de caixa e transportadoras contam com informações relevantes e atualizadas.

Frente de caixa

A frente de caixa, independentemente do modelo de negócio — online ou offline —, é um estágio decisivo para definir se a venda será realizada ou não.

Por mais que não seja o único fator para determinar o aumento ou a diminuição nas vendas, é o último “obstáculo” entre o consumidor e compra. Por isso, não pode ser negligenciado.

Logo, um bom software de PDV permite, com eficiência de automação, a compra de produtos sem a necessidade de um contato direto entre cliente e vendedor.

Com isso, a leitura dos produtos, o registro dos itens e a comunicação com os demais setores são feitos em tempo real, minimizando a necessidade de trabalho manual.

Segurança de dados

O PDV online também garante uma maior segurança de dados, o que cada vez mais está se tornando um assunto delicado no mundo dos negócios online.

Com ele, a empresa conta com um armazenamento em nuvem, fazendo com que as informações sejam protegidas por códigos criptografados.

Ao contar com um armazenamento em nuvem, o empreendedor pode fazer um backup automático dos arquivos mais importantes para o negócio.

Tudo é feito sem a necessidade de infraestrutura tecnológica sofisticada ou cara, já que o sistema PDV funciona de maneira online.

Atendimento agilizado

Ao oferecer soluções tecnológicas que otimizam o fluxo de trabalho e processos, agilizando os trabalhos dos vendedores e demais envolvidos, a empresa consegue oferecer mais agilidade nos serviços que envolvem o atendimento dos clientes.

Com a automação de alguns processos do negócio, como o PDV, a empresa passa a contar com um único sistema de frente de caixa. Dessa maneira, não será mais preciso lidar com diferentes sistemas que, muitas vezes, são lentos ou ineficientes.

Assim, o negócio utiliza um único sistema para todos os procedimentos de frente de caixa, tornando essa importante etapa das vendas mais ágil e integrada.

Ao tornar o processo mais ágil, o lojista consegue atender mais clientes e evitar grandes filas no negócio.

Tipo de sistema PDV

Existem dois tipos conhecidos de PDV, e muitos empreendedores e curiosos sobre o assunto se confundem quando falamos deles.

Para que não exista mais dúvidas, neste tópico, vamos explicar as principais diferenças entre os dois tipos. Confira!

Sistema PDV online

A principal característica do PDV online, e o que mais o diferencia do fixo, é a utilização de um sistema com armazenamento em nuvem, permitindo que o sistema seja acessado em qualquer lugar, utilizando diferentes dispositivos, como o desktop ou mobile.

Além do armazenamento em nuvem, o PDV online é escalável e acompanha o crescimento do negócio, independentemente da velocidade ou tamanho desse crescimento.

Com isso, mesmo que o crescimento seja imprevisto e tenha grandes proporções em um curto período de tempo, a empresa garante a qualidade e funcionalidade dos processos envolvidos.

Com o PDV online, é possível realizar um bom atendimento presencial ou em qualquer lugar, já que o serviço pode ser feito na modalidade delivery.

Com isso, as possibilidades de vendas são aumentadas, conferindo um faturamento maior par ao negócio.

Sistema PDV fixo

O PDV fixo diz respeito ao maquinário que complementa e auxilia no trabalho de frente de caixa.

Esse modelo de PDV já existe há muito tempo, com o uso de equipamentos diversos, como caixa registradora, máquina de cartão de crédito, impressora de recibos e cupons fiscais e muito mais.

Muito negócios que ainda estão se adaptando às inovações digitais ainda utilizam o PDV fixo. No entanto, o PDV online oferece todas essas ferramentas em um único sistema integrado e armazenado em nuvem.

Como escolher um PDV

Um PDV ideal, é aquele que vai solucionar as dores do seu negócio. Ou seja, aquela ferramenta que melhor atenderá às necessidades que o seu negócio têm para otimizar a frente de caixa.

Essa reposta é um pouco vaga, porque não existe uma ferramenta ideal para todos os negócios.

Contudo, existem aquelas soluções que são melhor reconhecidas e aprovadas por consumidores que a testaram.

Logo, ao buscar por uma solução de PDV, cheque se ela atende aos seguintes pontos:

  • a popularidade da ferramenta junto ao mercado;
  • as soluções de suporte que ela oferece;
  • qual a maior necessidade da sua empresa para melhorar a frente de caixa;
  • se existe um tempo para teste sem necessidade de compra do software.

O PDV é uma importante etapa para as vendas de qualquer empreendimento.

Afinal, é a ferramenta que fará o gerenciamento da frente de caixa, com as compras realizadas, emissão de notas e cupons fiscais, ajudando no gerenciamento do estoque e fornecendo as informações para o financeiro.

A otimização desses processos tem como objetivo melhorar a gestão da empresa como um todo e ainda oferecer uma melhor experiência de compras para os consumidores.

São muitos os benefícios que um PDV oferece. Para escolher a melhor solução, é preciso entender a necessidade mais relevante desses processos e pesquisar pelas melhores opções.

Aproveite para saber mais sobre as inovações que vêm acompanhado o setor varejista!

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário