O que é markup? Aprenda a calcular para não perder dinheiro!

Entender o markup de um negócio é importante para saber o que mede a diferença entre o preço de venda de um […]

Entender o markup de um negócio é importante para saber o que mede a diferença entre o preço de venda de um produto ou serviço e qual é o custo para a produção e distribuição da solução que o seu negócio oferece. Afinal, fazer a correta precificação dos produtos ou serviços comercializados é peça-chave para a saúde financeira de qualquer negócio.

Quer saber o que é markup e como fazer o cálculo dessa estratégia? Então, basta conferir esse artigo e as 4 dicas que preparamos para ajudá-los nessa importante tarefa. Vamos lá!

O que é Markup

O Markup é um número que determina o preço de venda de um produto em relação ao custo total para a produção desse mesmo produto. Esse cálculo apresenta um número específico que avalia a margem de lucro sobre um produto vendido. Para se chegar até esse número preciso é preciso contar com dados sobre o negócio, como o valor das despesas fixas, o valor das despesas variáveis e a margem de lucro sobre o bem de serviço ou o produto.

O Markup apresenta qual o valor ideal, e justo, que será repassado ao cliente. Portanto, ele fundamental para realizar a correta precificação dos produtos ou dos serviços ofertados pelo empreendimento. O número encontrado com o cálculo do Markup, deve ser multiplicado pelo custo de produção do produto ou do serviço.

Por que saber precificar

Saber o que é markup e coo calculá-lo é fundamental para traçar boas estratégias de precificação e conseguir garantir a saúde financeira do negócio. Com uma estratégia de preços lucrativa e eficiente é possível fazer com que o negócio consiga arcar com todas as despesas e obter os lucros necessários.

É bastante comum que empreendedores façam confusão na hora de distinguir entre o markup e a margem de lucro do negócio. O markup é a diferença, em porcentagem, entre o custo de um serviço ou produto e o preço real de vendas. Já a margem de lucro do negócio é a diferença entre o preço de venda do serviço ou produto e o lucro gerado pelo negócio.

4 dicas para precificar o markup

Para fazer um bom cálculo do markupt, é preciso conhecer e obter informações de maneira mais aprofundada. Logo, essa precificação envolve três componentes essenciais, os clientes, os seus competidores e os custos envolvidos para a produção. Outro fator fundamental é entender a estratégia do seu negócio e como encaixar um preço que seja satisfatório para todos os envolvidos. Confira a seguir algumas dicas para precificar o markup. Vamos lá!

1. Identifique os principais competidores

A forma como os concorrentes atuam no mercado influencia a sua estratégia (margem ou giro) e a percepção dos seus clientes com a sua marca. Um concorrente direto atua de maneira semelhante ao do seu negócio, costumam apresentar um mesmo tamanho de empresa, comercializam produtos ou serviço para um mesmo público e operam na mesma área de atuação.

Logo, é importante saber qual o preço praticado por esses competidores, bem como a maneira que oferecem promoções e descontos. Dessa maneira você conseguirá encontrar uma média para ajudar a encontrar o preço ideal para o markup.

2. Conhecer os custos e as despesas

Conhecer os itens indispensáveis para aquisição e manutenção dos produtos ou serviços ofertados é parte obrigatória para uma boa precificação. Logo, identifique todo gasto necessário para a aquisição ou produção dos itens vendidos no seu negócio. As demais despesas, como marketing, cumprimentos legais, são algumas dessas despesas que devem fazer parte do cálculo.

3. Entenda a percepção de valor dos seus clientes

A percepção de valor sobre uma marca, é o quanto um consumidor acha que o seu produto vale, bem como o quanto esses clientes estão dispostos a pagar pela solução que você comercializa. Se o valor cobrado estiver em discrepância com o valor que os clientes acham justo, as vendas não ocorrerão.

Existem algumas maneiras de identificar a percepção de valor dos clientes, por exemplo, realizar pesquisas e perguntar aos clientes o quanto estão dispostos a gastar com o seu produto ou serviço. Outra maneira é avaliar o aumento ou diminuição das vendas de acordo com a oscilação de preços de um determinado produto.

4. Avalie a estratégia de margem ou giro do seu negócio

Algumas empresas, que contam com produtos com alto valor aquisitivo, tendem a ganhar na margem de lucro de cada produto. Ou seja, mesmo que façam poucas vendas no mês, a margem de lucro de cada produto faz com que os valores obtidos sejam significativos e rentáveis para o empreendimento.

Já outras empresas ganham no giro dos produtos. Ou seja, mesmo que a margem de lucro seja pequena, a quantidade ou giro dos produtos faz com que o negócio conquiste bons resultados por realizar inúmeras vendas ao mês. Avaliar essa estratégia vai ajudar bastante a definir o preço do seu produto.

Como fazer o cálculo do Markup

Para chegar ao resultado final e saber qual será o valor repassado ao consumidor, é preciso fazer a conta que pode ser separada por etapas. Para começar, é preciso fazer o cálculo de todas as despesas fixas do negócio. Elas se referem a todos os gastos administrativos, salário de funcionários, e contas de água, luz e telefone.

As despesas variáveis também devem ser incluídas, bem como a realização do cálculo da margem de lucro do negócio. Esses três números serão levados em consideração para realizar o cálculo do markup. Com esses dados em mãos basta utilizar a seguinte fórmula:

markup = [(Preço de venda – Custo unitário) / Custo unitário] x 100

Para exemplificar, podemos levar em consideração um produto que custa R$ 20,00 e é vendido por R$ 30,00, o cálculo seria feito da seguinte maneira:

markup = [30,00 – 20,00) / 20,00] x 100

markup = 0,5 x 100

markup = 50%

Entender o que é markup é indispensável para realizar uma boa precificação dos produtos e definir os valores que garantem a saúde financeira de qualquer empreendimento. Para ajudar a definir melhor o preço dos produtos, conheça os seus concorrentes para identificar os preços praticados por eles, coloque no papel todos os custos e despesas do se negócio, entenda a percepção de valor dos seus clientes e avalie a estratégia de giro ou margem dos seus produtos.

Se você que ter acesso a mais conteúdos relevantes como esse, siga nossas redes sociais: Facebook, Instagram, YouTube e Spotify, e fique por dentro de tudo que publicamos!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário