Instagram Ads: o que é e como fazer campanhas que geram vendas
Vender com lucro: o que fazer para vender e ver a cor do dinheiro

Link building: entenda o que é e como aplicar no seu e-commerce

Publicado em: • Última Atualização:

Quando se trata de SEO, muitos e-commerces têm dificuldades com o link building por ser algo que depende de outras pessoas e empresas. No entanto, essa não é uma ação totalmente “fora de controle”. Mas, como todos os aspectos do SEO, são necessários uma boa estratégia e trabalho duro.

Muitas coisas mudaram. A qualidade dos links é muito mais importante que a quantidade. E isso é bom, já que o Google deixou claro que vai destacar apenas sites que usam estratégias legítimas de criação de links (e punir os sites que tentam burlar o sistema).

Descubra agora táticas essenciais de link building que funcionam em praticamente qualquer nicho!

O que é Link building

O link building é o processo de obter links de outros sites. Todos os links são contados como votos para o seu e-commerce, transmitindo autoridade, relevância e confiança.

Autoridade

Um fator muito importante no SEO, existem 3 tipos de autoridade:

  • de Domínio: leva em conta todos os links para um domínio;
  • de Página: leva em conta apenas links para a página em questão;
  • de Link: é sobre a autoridade que um link passa da página A para a página B.

Quanto maior a autoridade, melhor. Por exemplo, receber um link de um site como o “globo.com” é o sonho de todo profissional de SEO.

Relevância

Um link relevante é um link de uma página com tópico relacionado ao seu produto. Por exemplo, se você está vendendo televisores, é ótimo receber um link de uma postagem sobre os melhores televisores para assistir à Netflix. Por isso, a relevância dos links influencia a relevância do tema em seu site.

Confiança

Confiança é o grau em que os mecanismos de pesquisa confiam em seu domínio. Quanto maior, melhor. A confiança é conquistada com o tempo e seguindo as diretrizes do Google (boas práticas). Procure sempre obter links de sites:

  • com bom volume de acessos;
  • com certificado de segurança (SSL);
  • que estejam bem ranqueados no Google;
  • que NÃO façam spam;
  • que NÃO tenham muitos anúncios ou produtos ilícitos (pirataria).

Uma maneira fácil de descobrir a autoridade de um site é com ferramentas como o Ubersuggest. Você pode verificar diversos fatores de ranqueamento, incluindo as melhores palavras-chave utilizadas.

Continue construindo links confiáveis ​​de maneira ética (sem atalhos). Se o seu objetivo é atender bem os seus visitantes, a sua confiança será conquistada naturalmente.

Todos os links para o seu site juntos formam a sua “autoridade de domínio”. Essa é basicamente a impressão digital do seu site quando se trata de links. É importante que a sua autoridade seja “natural” e não se destaque de maneira negativa.

Mas o que é natural e o que não é? Isso depende do nicho em que você atua. Antes de intensificar as suas estratégias de criação de links, analise o domínio dos seus principais concorrentes para ter uma ideia do que é considerado “normal” em seu setor.

Táticas essenciais de link building para e-commerce

Neste ponto, você pode estar se perguntando: “Como eu vou convencer as pessoas a criarem links para o meu site?” A menos que você esteja vendendo produtos altamente inovadores ou provocativos, você não obterá muitos links para as suas páginas de categorias e produtos.

É necessário encontrar uma solução para aumentar a sua autoridade, relevância e confiança. Abaixo estão estratégias de criação de links simples, mas altamente eficazes. Veja agora!

Páginas com conteúdo compartilhável

Crie páginas em seu site para conteúdos dignos de links. Podem ser:

Se possível, incentive o compartilhamento com regras como: “Compartilhe esta página no Facebook para receber o seu cupom.” O próximo passo é contar ao mundo sobre isso. Divulgue nas redes sociais, por e-mail e nos demais canais da empresa.

É um erro comum negligenciar a página do produto. Além de boas fotos, invista em descrições completas. Não permita que o seu usuário abandone o site para “buscar mais informações”. Outra opção compartilhável é desenvolver alguma ferramenta gratuita, por exemplo: um conversor online de medidas para sapatos estrangeiros.

Crie uma página de glossário/manual de instruções

Dependendo do seu nicho, pode ser interessante fornecer informações técnicas para os consumidores. A abordagem é semelhante às “perguntas frequentes”. Veja as diretrizes abaixo:

  • priorize os termos com maior volume de pesquisa (descubra pelo Google Trends);
  • inclua imagens, vídeos e links de boa reputação;
  • vincule o conteúdo às suas páginas de venda.

Criar uma seção de manuais é mais interessante se você estiver vendendo produtos de nicho que não são muito comuns. Nesse caso, você pode esperar obter algum tráfego orgânico segmentado. Essas páginas adicionam valor e ajudam você a criar autoridade.

Lembre-se de que muitas buscas são feitas por perguntas, por exemplo: “Qual é a diferença entre TVs LED e OLED?” Responder de forma completa a essas questões é o melhor caminho para um bom ranqueamento.

Faça parcerias e doações

Quando se trata de criar um link, entrar em contato com organizações com as quais você já tem um relacionamento é uma ótima estratégia. Comece com isso.

Tem uma parceria antiga com algum fornecedor? Ou está patrocinando organizações? É justo que você tenha algum crédito. Mesmo que seja uma empresa pequena (ou um perfil em rede social), peça um link de referência para o seu site.

Obtenha crédito pelas suas imagens

Quando outras empresas usam imagens do seu site sem a sua permissão, é justo receber crédito por ela com um link. Para encontrar esses sites, use a funcionalidade de pesquisa de imagens do Google.

Encontre menções desvinculadas da sua marca

Quando você se deparar com menções não vinculadas da sua marca, entre em contato com o proprietário do site e peça para ele incluir um link. Descubra menções com uma consulta avançada do Google: “nome da marca” -inurl: seudomínio.com

Saia do comum

Em nichos altamente competitivos, ser “comum” talvez não seja a melhor opção. É muito difícil viralizar (conseguir vários links gratuitos) com conteúdos e ofertas padronizadas.

Para se destacar e superar os seus concorrentes, tente conectar os seus produtos a algo cômico ou controverso. Um exemplo popular é a empresa de liquidificadores Blendtec, que resolveu triturar objetos incomuns (como um iPhone) para mostrar a força do aparelho. A campanha foi um sucesso no mundo todo, com milhões de visualizações.

Mas atenção: crie campanhas relacionadas aos seus produtos e que não prejudiquem a sua marca.

Ter páginas com autoridade é o segredo para um bom posicionamento no Google. Estratégias de link building são importantes para atrair tráfego orgânico (gratuito) de forma sustentável. Dessa forma, a sua empresa não dependerá somente de mídias pagas.

Resultados de SEO raramente podem ser vistos no curto prazo. Comece agora e invista no futuro da sua empresa. Após a atração de usuários, o próximo passo é a conversão em vendas. Descubra os 6 passos para otimizar esse processo e vender mais!

 

Aprenda mais com o quadro Escola Responde:

 

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Link building: entenda o que é e como aplicar no seu e-commerce
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *