O que é Fulfillment, sua importância e como aplicá-lo na sua logística

Fulfillment é o termo utilizado para definir todos os processos envolvidos na operação logística de uma loja online, desde a hora do pedido até a entrega para o consumidor final, proporcionando assim uma ótima experiência de compra ao cliente.

O fulfillment é um termo que está cada vez mais comum no universo do e-commerce e isso não aconteceu por acaso.

Pois trata-se de um processo indispensável para que a saúde do empreendimento online seja mantida com relevância e boa reputação.

Afinal, o processo logístico do fulfillment abrange todas as etapas do negócio online, desde o recebimento de um produto até o momento de enviar e coletar o feedback do serviço oferecido.

Ainda assim, o termo pode causar certa estranheza em diversos empreendedores, já que está se popularizando recentemente.

Se você ainda não sabe o que é o fulfillment e quais as vantagens para o e-commerce, não se preocupe.

Neste artigo, vamos explicar o que é e quais as vantagens de contar com um bom processo de fulfillment. Não deixe de conferir nas próximas linhas.

O que é fulfillment

A palavra fulfillment deriva do termo inglês que significa “cumprimento”, e diz respeito ao processo de logística que envolve o e-commerce.

Da separação do produto em estoque até a entrega final ao cliente, são etapas que são relacionadas ao fulfillment. Ele incorpora as seguintes atividades:

  • Emissão de notas fiscais e relatórios;
  • Controle de saída de produtos em estoque;
  • Recebimento e preparação de pedidos;
  • Recebimento e preparação de pedidos;
  • Rastreio e distribuição das entregas;
  • Suporte ao cliente, troca e devolução.

De forma prática para negócios de e-commerce, o fulfillment é uma solução importante que visa sempre a experiência de compra do cliente, agilizando processos e fazendo com que a logística ocorra da melhor forma.

Vantagens do fulfillment para o e-commerce

Esse processo de logística do e-commerce, é indispensável para os negócios do varejo digital.

Quando bem realizado gera diversos benefícios para os empreendedores e para os consumidores, que passam a contar com mais qualidade nas etapas da compra.

Confira a seguir as principais vantagens dessa logística.

Redução dos prazos de entrega

As empresas especializadas nesse serviço contam com equipes mais robustas, uma logística especializada, equipamentos de ponta e sistemas informacionais especializados.

Dessa forma, os processos que envolvem a comercialização de produtos online se tornam mais eficientes e rápidos.

Além disso, essas empresas concentram um grande fluxo de movimento, já que atendem a diversos clientes.

Logo, elas podem tornar a jornada, da chegada do produto à entrega, muito mais profissional e ágil.

Com um volume grande de entradas e saídas, os custos de operação também se tornam mais vantajosos.

Confira também: Soluções de logística para seu e-commerce: quais estratégias utilizar?

Descentralização do estoque

Com um volume grande de pedidos, dependendo do modelo do negócio online, é preciso contar com um espaço físico grande para garantir a boa gestão de estoque.

Logo, os gastos com espaço físico, equipamentos, colaboradores e meios de transporte se tornam despesas consideráveis para os empreendedores online.

Ainda, coordenar e garantir uma boa gestão de estoque é um fator que demanda logística, trabalho e pessoal especializado no assunto.

Logo, a descentralização do estoque é um fator que pode se tornar um diferencial competitivo, diminuindo custos e aumentando a qualidade do serviço.

Eliminação de stock out

Como parte definidora de boas vendas, contar com um estoque bem gerenciado garante que os produtos comprados estejam disponíveis para entrega.

Quando uma compra é realizada e o e-commerce não conta com o produto disponível, muitas vezes por má gestão de estoque, a repercussão negativa pode influenciar outros consumidores a optarem por lojas online concorrentes.

Logo, quando o stock out acontece, o empreendedor digital sofre perdas financeiras e ainda coloca em risco a credibilidade do negócio, que precisará de muito tempo para que seja devidamente reconquistada.

Satisfação dos consumidores

A satisfação dos consumidores é um fator de grande preocupação dos empreendedores, ainda mais em um universo tão competitivo como o mundo dos negócios online.

Portanto, ao garantir um serviço especializado de fulfillment, o empreendedor pode garantir aos consumidores que erros são minimizados e que as etapas de logística das operações serão cumpridas com profissionalismo.

Redução do contingente

Receber, separar, estocar, embalar, conferir, despachar e gerenciar a logística reversa demanda muito esforço e mão de obra.

Logo, considerar contar com empresas parceiras para esse processo é uma boa opção.

Afinal, a empresa responsável pelo fulfillment já dispõe de colaboradores que entendem do negócio e trabalham exclusivamente com esse tipo de processo.

Logo, a economia financeira é imediatamente percebida.

Logística reversa dos Correios: o que é, quais os tipos e como escolher o melhor para o seu negócio!

Quais as etapas do fulfillment

Agora que já sabemos o que é fulfillment e qual a importância dessa logística para o bom funcionamento das vendas online, é preciso entender de maneira mais aprofundada quais são cada uma das etapas que envolvem a logística de vendas e entrega de produtos digitais. Veja a seguir!

Estoque

O primeiro passo das operações consiste no armazenamento das mercadorias adquiridas pela loja online.

Essa etapa de estocagem pode ocorrer em um espaço próprio ou alugado.

O importante é que os produtos fiquem em boas condições de armazenamento, para evitar que danos ocorram.

A gestão desse estoque é fundamental para que os produtos estejam organizados e para que o e-commerce possa garantir que estarão disponíveis aos compradores digitais.

Separação

Na separação, é feita a organização, por tamanho, modelo e cor, após uma compra ter sido realizada na loja online.

Com isso, é demandado bastante atenção para que os produtos sejam rapidamente localizados no estoque e separados de acordo com o pedido realizado, garantindo que não haja erros.

Caso contrário, será preciso lidar com a logística reversa e o impacto negativo que isso gera às empresas.

Embalagem

A embalagem é a etapa que garantirá que o produto vai chegar em excelente condição para o consumidor final.

Logo, é preciso escolher o material certo e garantir maior eficiência nessa etapa, com ferramentas automatizadas e especializadas.

Do contrário, podem ocorrer danos no produto ou aumentar o tempo de entrega, caso seja feito de forma manual.

Transporte

Com os produtos devidamente separados e embalados, é preciso efetivar o envio ao cliente.

Nesse caso, o e-commerce terá que levar o produto embalado até uma transportadora ou a uma agência dos correios.

Em todos os casos, nesse momento, é demandado pelo mercado consumidor que haja uma tecnologia de rastreamento do produto.

Pós-entrega

O pós-venda é o momento de coletar informações sobre todos os processos da negociação, da venda na loja virtual à entrega na casa do consumidor final.

A satisfação com a compra e com o modelo de entrega é fundamental para a perenidade do negócio.

Empresas fornecedoras de fulfillment

Para os e-commerces que já estão pensando em encontrar um parceiro para se responsabilizar pela logística do fulfillment, vamos apresentar a seguir alguns dos principais nomes de referência.

Alguns marketplaces, inclusive conhecidos realizam esses processos, confira!

Fulfillment da Amazon

Desde 2020, a logística da Amazon funciona no Brasil e faz todas as etapas de recebimento, gerenciamento, separação e envio dos produtos.

Além disso, a empresa oferece suporte aos clientes, produtos elegíveis pela Amazon e muito mais.

Fulfillment Mercado Livre

Conhecido como Envios Full, o marketplace oferece a opção de fulfillment para os e-commerces que atuam junto à empresa.

Além de oferecer suporte de divulgação, também disponibiliza entrega rápida, atendimento ao cliente e crédito para envio de mais estoque.

Confira também: Fulfillment: como funcionam os envios full do Mercado Livre?

Correios Log+

Esse serviço dos Correios costuma trabalhar, na maioria dos casos, com empresas de pequeno porte.

O pagamento é realizado por unidade armazenada e entregue e a empresa ainda oferece integração com software de ERP e atendimento, embalagem gratuita sem um pedido mínimo, entre outras vantagens.

Como implementar o fulfillment

Existem técnicas e práticas eficientes que ajudam o e-commerce a otimizar os resultados desse processo logístico.

Essas boas práticas devem ser seguidas por empresas que não terceirizam o serviço de fulfillment.

Contudo, as práticas a seguir não devem ser deixadas de lado pelas empresas que contam com parceiros. Veja abaixo!

Tenha uma plataforma de e-commerce robusta

Uma boa plataforma de e-commerce deve contar com a possibilidade de realizar integração com ERPs, APIs e softwares de controle de inventário.

Faça uma boa gestão de estoque

Como é possível observar, garantir a gestão eficiente do estoque é fator determinante para o bom desenvolvimento dos e-commerces.

Os produtos devem estar sempre disponíveis, a embalagem deve garantir a integridade dos produtos e os prazos de entrega devem ser cumpridos.

Tenha bons canais de atendimento

O bom atendimento faz parte de uma boa gestão de fulfillment.

Em todas as etapas, é preciso garantir que os consumidores possam entender em que estágio está a compra que realizaram, principalmente no rastreamento durante o envio e no pós-venda.

Leia também: Omnichannel: o que é, vantagens e como aplicar essa estratégia de diferentes canais em seu negócio!

Terceirize a mão de obra

Dependendo do volume de vendas, contar com uma empresa terceirizada pode conferir maior eficiência ao processo logístico do fulfillment.

Se esse for o caso, procure por referências e empresas especializadas no assunto.

Esse tipo de prática gera menos custos do que contratar novos funcionários. Quando o volume de vendas for maior em períodos sazonais como Natal e Black Friday, por exemplo.

Segmente os SKUs

Para não gerar confusão com os SKUs (códigos/referências dos produtos) é preciso separar todos por marca.

Esse processo facilita a identificação do produto na hora de montar o pedido feito na loja e ainda reduz custos para a empresa.

Defina os KPIs para fulfillment

Definir métricas é essencial para que você consiga mensurar os resultados da sua estratégia de fulfillment.

É importante medir a quantidade de pedidos recebidos pela loja e o número de envios feitos por período, pois somente assim você terá informações válidas sobre o bom funcionamento do seu fulfillment.

No mais, é importante observar o número de pedidos que são devolvidos por insucesso na entrega, erro de envio ou produto com defeito.

Agora que você já sabe o que é fulfillment, quais são as etapas necessárias para colocar essa estratégia em ação e como otimizar o fulfillment no seu e-commerce, está na hora de criar um planejamento e implementar esse conceito no seu negócio.

Com o tempo você vai perceber uma melhoria na satisfação dos seus clientes — o que, consequentemente, vai aumentar as vendas do seu e-commerce.

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário