Experiência do cliente: O que é, importância e como melhorar a Customer Experience da sua empresa!

A experiência do cliente, também conhecida como customer experience, é toda a relação que um consumidor tem com uma empresa, durante toda a sua jornada de compra.

A experiência do cliente já é uma das estratégias mais importantes para que os negócios consigam obter um diferencial competitivo e possam alcançar resultados muito expressivos.

São muitos os motivos para isso, como a mudança no comportamento de compras dos clientes, advento da tecnologia e a crescente demanda de atendimento mais personalizado.

Ainda assim, muitas empresas não sabem como implementar essa estratégia e encontram dificuldade para fazer com que a experiência do cliente faça parte da cultura organizacional dos consumidores.

Isso porque é preciso garantir que todo o contato que o cliente terá com a marca, desde o momento da descoberta até o pós-vendas, seja otimizado e agilizado.

Neste artigo, vamos falar tudo o que é preciso saber sobre a experiência do cliente e como implementar essa poderosa estratégia nos negócios.

Se é sobre isso que você quer saber, não deixe de conferir este artigo.

O que é experiência do cliente?

A experiência do cliente, também conhecida como customer experience, é toda a relação que um consumidor tem com uma empresa, durante toda a sua jornada de compra.

Ou seja, a experiência do cliente acontece a partir do momento que um cliente descobre uma empresa, interage, faz negócios com ela e, depois, precisa de algum suporte após a compra.

Ela é fundamental para que a marca consiga se destacar da concorrência, conquistar clientes fiéis e possa conquistar boas receitas sem a necessidade de competir por preços.

A experiência do cliente é muito importante porque começa desde do primeiro contato da marca com um cliente.

Essa afirmação não é um exagero.

Como exemplo, um determinado consumidor busca por uma solução e faz uma pesquisa em um motor de busca, como o Google.

Quando encontra a empresa e acessa um de seus canais, a experiência do cliente já está acontecendo.

O mesmo ocorre para consumidores que encontram uma empresa em alguma rede social, e começa a seguir essa página, salva uma foto ou interage com algum conteúdo.

Nesse momento se inicia a jornada de compras desse cliente que deve percorrer o funil de vendas e marketing.

Após encontrar a empresa que oferece a solução que o consumidor tem, ele segue o fluxo natural do funil de compras, que pode ser entrar em contato, visitar um ponto de vendas e fazer uma compra com a marca.

Como é possível imaginar, criou-se uma ligação entre consumidor e marca, que deve ser nutrida de maneira adequada para que seja mais duradoura e aproximada.

É muito importante nutrir essa relação, porque depois que o cliente compra e testa o produto é que ele poderá ou não indicar a empresa e os seus produtos.

É preciso criar clientes promotores da marca, que recomendam, interagem e compram cada vez mais da empresa.

Caso o pós-venda não seja realizado, existe uma grande chance do consumidor esquecer da marca e fazer negócios com uma empresa concorrente em uma próxima demanda.

Não é somente um preço competitivo melhor que pode fazer com que uma pessoa compre de outra empresa, embalagens atraentes, publicidade mais criativa ou logística de entrega mais eficiente são fatores que podem influenciar na decisão de compra.

Contudo, se esse consumidor tiver uma boa experiência de compra com a empresa, bom atendimento, esclarecimento de dúvidas, comunicação mais personalizada e um bom suporte no pós-vendas.

Ele perceberá o valor agregado ao serviço e considerará a empresa na hora que precisar de uma nova solução para uma necessidade.

Em muitos casos, clientes pagam um preço mais elevado de um produto porque teve uma experiência muito positiva com uma marca.

A experiência do cliente faz com que o negócio se torne uma prioridade para muitos consumidores.

Por que a experiência do cliente é importante?

A experiência do cliente é importante porque os consumidores percebem mais valor na marca e priorizam uma empresa sempre que precisarem de uma solução.

Os hábitos de consumo estão mudando cada vez mais e as soluções tecnológicas permitem que exista uma comunicação bilateral cada vez mais agilizada.

Portanto, esses dois fatores fizeram com que a experiência do cliente deixasse de ser uma opção e se tornaram uma necessidade para as empresas que querem conquistar maior diferencial competitivo.

Tanto é, que termos como customer centric estão cada vez mais presentes na cultura organizacional dos empreendimentos.

Outro fator determinante para justificar a importância da experiência do cliente, é que essa estratégia torna a comunicação e relação entre marca/consumidor muito mais personalizada.

Isso porque, ao interagir com os clientes, os negócios passam a entender mais a fundo as necessidades e os desejos do mercado consumidor.

Com isso, as estratégias de marketing e vendas passam a ser guiadas por informações que realmente mostrem as demandas do mercado consumidor.

Com esses dados, fica muito mais fácil saber como promover a empresa e como criar as estratégias para contornar as objeções de compras dos consumidores.

Para oferecer uma boa experiência de compra com foco no cliente, é preciso oferecer um diferencial no atendimento e reunir o máximo de informações sobre as demandas dos clientes do negócio.

Todos os canais de atendimento devem ser otimizados para responder as dúvidas e interações com agilidade, e eficiência.

Essa é uma das principais maneiras de conquistar a confiança do cliente e fazer com que ele permaneça por mais tempo fazendo negócios com a empresa, e comprando cada vez mais.

Clientes satisfeitos tendem a indicar e recomendar uma marca para a sua rede de contatos.

Para oferecer uma boa experiência, também é preciso agrupar dados que mostrem quais são as necessidades dos consumidores.

Esse é outro fator muito importante, porque com esses dados os gestores podem entender profundamente o que motiva e o que desmotiva um cliente a fazer novos negócios com uma empresa.

Assim, todas as ações são guiadas por informações reais, relevantes e atualizadas do comportamento de compras dos clientes.

É possível também, com esses dados, realizar um atendimento mais personalizado e humanizado, que são dois fatores para potencializar a fidelização e as recomendações de marca.

Uma pesquisa mostra que mais da metade dos respondentes indicaram que não voltariam a fazer negócios com uma empresa caso a experiência tenha sido negativa.

Em contrapartida, um número ainda maior respondeu que recomendaria a marca se a experiência com ela tivesse sido positiva.

Essa estratégia gera muitas vantagens para os empreendimentos.

Vantagens da experiência do cliente para as empresas

Agora que já sabemos o que é a experiência do cliente e qual a sua importância para as empresas, é preciso saber quais são as principais vantagens que ela pode oferecer para e-commerces e empresas online.

Vamos lá!

Aumentar as vendas

Um ponto fundamental para a experiência do cliente é entender quais fatores devem ser aprimorados para que a experiência seja otimizada.

Com isso, o empreendimento destinará esforços para aprimorar o serviço, produto, atendimento, comunicação e pós-venda.

Logo, todos os processos tendem a melhorar e o cliente perceberá essa mudança ao encontrar melhores produtos e atendimento mais otimizado.

Essa é uma das melhores maneiras de se destacar da concorrência.

Assim, sempre que um potencial cliente precisar de uma solução ele vai encontrar a marca e entenderá que ela é a melhor opção.

Como consequência, o aumento das vendas se tornará perceptível ao longo do tempo.

Maior fidelização

Com um público-consumidor satisfeito com uma empresa, ele certamente priorizará essa empresa ao buscar por um produto ou serviço.

A fidelização de clientes gera muitos benefícios para os negócios, já que é muito mais barato manter um cliente ativo, do que ter que realizar ações que atraiam e convertam novos consumidores.

Ciente fiéis também estão muito mais propensos a indicarem uma marca.

O marketing boca a boca ainda é um dos fatores fundamentais para o sucesso dos negócios.

No mundo digitalizado, quando um cliente percebe valor em um serviço, ele tende a compartilhar essa experiência em suas redes sociais e outros canais de comunicação.

Diferencial competitivo

A autonomia que o mercado consumidor tem para encontrar, pesquisar e avaliar uma empresa está cada vez mais.

Isso porque existem portais de avaliações e ferramentas tecnológicas que permitem conhecer quase todos os aspectos de uma compra antes dela ser realizada.

Os consumidores estão cada vez mais exigentes e demandando atenção quando buscam fazer negócios com uma empresa.

Como não é novidade, a concorrência do mercado está cada vez maior e mais empresas disputam pela atenção dos clientes.

Logo, a fidelização é uma das melhores maneiras de criar um diferencial competitivo e conquistar um espaço no mercado, com clientes satisfeitos e fiéis ao negócio.

A fidelização cria boas avaliações, boas recomendações e aumenta muito as vendas.

Trabalho otimizado

Um trabalho voltado para a satisfação do cliente com foco na cultura de experiência do consumidor precisa de ações estratégicas, como a coleta de dados sobre o público-alvo.

Essa coleta de dados precisa de ferramentas especializadas no foco do cliente.

Com isso, a empresa entenderá exatamente o que os potenciais clientes precisam para se tornarem clientes efetivos e poderem concentrar esforços, bem como recursos, em ações que realmente geram resultados positivos.

Ainda, com dados sobre as insatisfações e objeções do público consumidor, os gestores podem deixar de investir recursos em estratégias que não estão gerando bons resultados.

Consolidação da marca

Ao entender o que funciona e o que não funciona, a empresa otimiza os seus processos e consegue oferecer serviços de qualidade para os clientes.

Assim, o boca-a-boca aumenta e a marca conquista uma presença muito positiva no mercado.

Clientes fiéis e evangelizadores de uma empresa fazem boas avaliações, e recomendações.

Esse é um fator primordial para que a percepção de marca seja alta e a empresa se torne uma referência no seu nicho de atuação.

Redução de custos

Todos os fatores citados acima ajudam um negócio a otimizar os seus processos.

Processos otimizados tendem a desperdiçar poucos recursos, já que as ações são voltadas para o que está dando certo.

O setor de marketing, por exemplo, pode passar a investir mais esforços em uma estratégia de e-mail marketing, caso perceba ela está performando muito melhor do que as estratégias de Instagram Ads.

A redução de custos é muito efetiva, com a implementação da experiência do cliente, porque ela é guiada por dados e informações relevantes dos clientes.

O que uma boa experiência do cliente precisa ter?

Cada cliente terá, de forma individual, uma experiência única com uma marca e que impactará na sua percepção com o negócio.

Logo, é preciso nutrir essa relação desde o primeiro momento, para que ao final da jornada de compras, o consumidor esteja satisfeito e mais propenso a fazer novos negócios com essa empresa.

Pode-se entender que, com essa estratégia a empresa precisa de menos esforços para manter seus clientes ativos e ainda conta com ações que promovem a marca, como a recomendação e o boca-a-boca dos consumidores.

Manter uma base de clientes ativa e cada vez maior é fundamental para a saúde financeira do negócio.

Com clientes que confiam na marca, as ações de vendas acontecem com mais eficiência e agilidade, tornando o faturamento muito maior.

Mas, por mais eficiente que essa estratégia seja, é preciso tempo e dedicação.

Afinal, não se consolida uma marca do dia para a noite, nem os clientes se tornam fidelizados sem esforços constantes. Essa estratégia começa quando um cliente ainda é um lead que precisará ser nutrido para que passe a ser um cliente da empresa.

A nutrição de lead é uma importante etapa para potencializar a experiência do cliente.

Por meio de ações como o inbound marketing e o marketing de conteúdos, esse lead passa a entender muito mais sobre o negócio e começa a ter um relacionamento mais constante com a empresa.

Isso, já é investir na experiência do cliente.

Confira agora, como criar uma estratégia voltada para a experiência do cliente para você começar a implantar nos negócios.

Não deixe de conferir!

Conhecer o público-alvo

Saber que é a persona da empresa, ou seja, as principais características dos consumidores do empreendimento é um passo indispensável para oferecer uma boa experiência ao cliente.

Existem muitas maneiras de definir a persona, como pesquisa por meio de formulário, análise do histórico de compras, enquetes em redes sociais e muito mais.

A maneira ideal depende do tempo e dos recursos disponibilizados para essa estratégia.

Para casos mais complexos e empresas que têm um número muito grande de potenciais as ferramentas tecnológicas, como um CRM são ideais para agrupar, compilar e gerar relatórios sobre os consumidores.

Já para empresas menores que contam com uma base de clientes mais reduzidas, relatórios mais simples e formulários mais enxutos já podem gerar informações muito valiosas para aprimorar a experiência do cliente.

Oferecer contato otimizado

Independentemente de ser um espaço físico ou online, as formas de contato devem estar otimizadas para fornecerem um bom atendimento.

Para os espaços físicos, o atendimento deve ser o mais personalizado possível, com áreas de espera bem elaboradas.

Para tanto, também é importante oferecer uma equipe de suporte para quem está sendo atendido.

Os espaços online devem contar com soluções de atendimento que podem ser chatbots e área de avaliação, por exemplo.

Isso porque quando o vendedor for falar com um potencial comprador ele estará munido de informações muito valiosas para converter as vendas.

Ofertar produtos e serviços de qualidade

É preciso investir em bons produtos com qualidade e eficiência.

Além disso, os produtos devem estar bem visíveis com as principais características devidamente informadas.

Os e-commerces devem investir em boas fotos, boas descrições, contar com espaço de avaliação e cases de sucesso.

Tudo isso proporcionará uma experiência muito mais completa para os consumidores do negócio que perceberão um valor agregado na hora de decidir com qual empresa preferem fazer negócios.

Facilitar a interação

A interação entre empresa e cliente deve ser priorizada em todos os momentos.

Para tanto, é importante saber em quais canais os clientes preferem fazer essa interação.

Soluções omnichannel são muito valiosas para que os clientes possam se comunicar com a marca onde acharem mais conveniente.

A jornada de compras dos clientes acontece em diferentes momentos e canais, sendo preciso integrar as informações para que, mesmo que ocorra em mais de um canal, a sensação seja de continuidade.

Muitos negócios conseguem aplicar o sistema de autoatendimento.

Contudo, mesmo que ele seja eficiente, é importante oferecer um atendimento mais humanizado e personalizado.

O treinamento de equipe se faz fundamental para que a qualidade do atendimento seja parte de uma boa experiência do cliente.

Coletar informações

Para todos os âmbitos de negócios atuais, com o constante uso de ferramentas tecnológicas, a coleta de informações é parte-chave para criar estratégias que gerem resultados positivos.

Não seria diferente para investir na experiência do cliente.

Logo, é preciso entender tudo sobre os consumidores, seus hábitos de compras, suas necessidades e objeções para fazer negócios.

Com isso, o empreendimento consegue investir em ações estratégias que melhorem cada vez mais a experiência do consumidor.

Analisar os resultados

A análise de dados é outra parte essencial para uma experiência completa.

Isso porque o negócio deve testar diferentes estratégias e canais para entender como o cliente se comporta, e qual é a experiência mais adequada para ele.

Portanto, entenda os principais KPIs e métricas, como ticket médio, taxa de rejeição, abandono de carrinho e tudo o mais que indicam como os clientes estão se relacionando com o negócio.

Essas informações guiarão a estratégia ao longo do tempo.

Diferença entre experiência do cliente e sucesso do cliente

É muito comum que exista a dúvida entre o sucesso do cliente e a experiência do cliente.

Isso porque elas trabalham de forma conjunta, mesmo que com foco em etapas diferentes.

Podemos dizer que a experiência do cliente se refere a experiência que um consumidor tem com a marca ao longo de todo o contato com a empresa.

Já para o sucesso do cliente, podemos dizer que diz respeito a ações exclusivas do momento do pós-vendas.

Para ficar ainda mais fácil de compreender, veja as definições de cada uma dessas duas importantes estratégias.

Sucesso do cliente

O sucesso do cliente, customer success (CS), são as ações adotadas por uma empresa para melhorar a experiência do consumidor após a realização da venda de um produto ou serviço.

Esse conceito surgiu, principalmente, com o advento de empresas no modelo de SaaS (Software as a Service)

Essas empresas costumam disponibilizar um software que auxilia os negócios em processos e estratégias específicas.

Por exemplo, uma ferramenta de CRM é um modelo de negócio SaaS.

Isso porque o produto conta com complexidades que serão testadas após a compra do serviço.

Uma empresa que contratar uma ferramenta CRM precisará saber como utilizá-la da melhor forma após o fechamento do negócio.

Com isso, as empresas de SaaS precisam de equipe de suporte constante para ajudar os clientes a melhor utilizarem esse software.

O customer success investe bastante em um acompanhamento dos clientes após a venda da solução.

Experiência do cliente

Como esse é o tema deste artigo, é muito provável que você já saiba o que é.

Mas, uma vez mais, vamos enfatizar que a experiência do cliente é todo o envolvimento, bem como os processos necessários, para um consumidor encontre, conheça, compre e se torne um cliente constante da marca.

Diz respeito a toda a experiência que o consumidor tem com a empresa ao longo do seu relacionamento com a mesma.

Como melhorar a experiência do cliente: 9 dicas

A constante transformação digital, criou maneiras e ferramentas para que as empresas consigam tornar a experiência do cliente cada vez mais completa e efetiva.

Para todos os pontos de contato com os clientes, existem ferramentas que podem melhorar ainda mais a experiência dos consumidores.

Todos os processos e estágios de contato podem e devem ser otimizados.

Por mais que cada empresa tenha as necessidades e demandas para melhorar a experiência de compras que oferece aos seus consumidores, existem algumas boas práticas que podem ser aplicadas de maneira geral.

Veja algumas delas a seguir!

1. Equipe engajada

A experiência do cliente é feita, por meio de um bom atendimento ao longo de toda a experiência que ele terá com a empresa.

Portanto, não pode ser algo restrito a um setor.

É fundamental que seja criada uma cultura organizacional focada no cliente.

Ainda assim, essa é uma cultura que não pode ser implantada de uma hora para outra.

É preciso que sejam oferecidos treinamentos e capacitações para que todas as equipes entendam o objetivo e os processos necessários para que o cliente esteja no centro do negócio.

2. Saber ouvir os clientes

Todos os clientes, de modo geral, querem que as empresas saibam quais são os seus desejos e as suas necessidades.

Isso porque com esse conhecimento os consumidores encontrarão exatamente o que precisam na hora em que precisam.

Logo, as empresas devem saber ouvir seus consumidores para entender suas necessidades, ambições e principais demandas.

Assim, sabendo ouvir os consumidores de forma empática, os negócios podem saber tudo sobre o comportamento de compra dos clientes.

Uma empresa que realmente investe na experiência do cliente sabe onde ele busca pelas soluções, quais conteúdos são mais interessantes para eles, como eles gostam de avaliar os produtos, onde eles tiram dúvidas, quais as formas de pagamento mais convenientes, quais são os problemas enfrentados após uma transação e muito mais.

Tudo isso pode ser entendido com pesquisas, ferramentas e escuta direcionada para o público-alvo da empresa.

3. Oferecer experiência personalizada

Por mais que seja possível fazer um entendimento geral sobre o comportamento dos clientes, cada consumidor é único e têm uma percepção pessoal sobre empresas e produtos.

Além disso, existem diferentes fatores que podem encantar um consumidor, como uma entrega antes do prazo estipulado, uma forma de pagamento diferenciada ou um suporte em um momento de dificuldade.

Como não existe uma forma de entender cada cliente único de uma empresa, o ideal é oferecer uma experiência completa em cada uma das fases de compra.

Com dados e sabendo ouvir os consumidores, será possível oferecer uma experiência cada vez mais personalizada.

4. Gerenciar processos

O gerenciamento estratégico dos processos também influencia muito na experiência de cada consumidor.

Por mais que toda a experiência tenha sido surpreendente, a perda de um prazo de entrega pode comprometer o resultado geral das ações empreendidas.

Com dados certos para analisar os processos do negócio, fica muito mais fácil acompanhar o que está errado para encontrar, e empregar, as ações necessárias para que erros sejam mitigados.

Os processos da empresa devem estar alinhados às expectativas dos consumidores.

5. Mapear a jornada dos clientes

Mapear a jornada dos clientes é fundamental para aprimorar a experiência que eles têm com a marca.

É preciso oferecer uma boa experiência em todos os pontos de interação.

É um erro se preocupar apenas com as reuniões físicas ou com as interações nas redes sociais.

Portanto, ao saber exatamente como funciona a jornada do cliente, os gestores poderão otimizar os esforços e oferecer a melhor experiência possível.

6. Investir em omnichannel

A estratégia omnichannel é muito importante para a experiência do cliente porque permite que um atendimento seja continuado em diferentes canais, sem a necessidade de iniciar uma nova conversa.

Com isso, o cliente pode encontrar um produto na rede social e começar uma conversa via direct e, posteriormente, dar continuidade no atendimento por meio do chat do blog.

Tudo isso sem precisar abrir um “novo atendimento”.

7. Oferecer um bom pós-vendas

Uma boa experiência do cliente não pode ser completa se a estratégia não investir no momento do pós-venda.

Quando o cliente já tiver finalizado uma compra, ele precisa de acompanhamento e suporte para que volte a fazer negócios com a marca e se torne um cliente fidelizado.

8. Utilizar as redes sociais

As redes sociais são canais eficientes de aproximação da marca com os consumidores. Além da possibilidade de encantar os clientes, é possível criar um relacionamento mais personalizado e bilateral.

A rede social também permite que a marca faça parte do cotidiano de um cliente mesmo após ele ter feito uma compra. Com isso, as chances dele voltar a fazer negócios com a empresa é muito maior.

9. Utilizar a tecnologia

Nos dias atuais, para oferecer uma boa experiência ao cliente, o uso da tecnologia é fundamental.

Isso porque os consumidores estão demandando por atendimento mais agilizado e descomplicado.

Outro ponto que faz com que a tecnologia seja muito importante, é que as ferramentas disponíveis ajudam as empresas a entenderem muito mais sobre os clientes do negócio, por meio de relatórios e dados completos sobre os clientes, os processos e desempenho da empresa.

Empresas com ótima experiência do cliente

Não é por acaso que o assunto sobre a experiência dos clientes esteja cada vez mais presente no mundo dos negócios.

Uma cultura organizacional voltada para o consumidor gera resultados muito positivos e muitos empreendimentos de sucesso já utilizam essa estratégia há algum tempo.

Confira algumas dessas empresas.

Netflix

A Netflix é um exemplo muito bom, já que sua criação surgiu por conta de uma má experiência de um de seus fundadores.

Como a única opção para filmes eram as locadoras, surgiu a ideia de usar a tecnologia para que os consumidores pudessem assistir a diversos filmes sem precisar alugar e devolver os DVDs.

Além disso, o uso de dados e de inteligência artificial para personalizar a experiência dos clientes faz parte dos primórdios da companhia.

Nubank

O Nubank tem como objetivo descomplicar o sistema bancário por meio de serviços financeiros digitais.

O atendimento personalizado e humanizado faz parte da cultura organizacional da empresa.

Outro ponto forte do negócio é a maneira humanizada de resolver problemas individuais de cada cliente.

Sephora

O customer centric é um pilar dessa empresa de cosméticos e beleza que faz com que milhares de pessoas comprem e defendam a marca.

Como os a empresa entende que seus clientes compram nos canais digitais, o negócio conta com ambiente de compras facilitado, criativo, interativo e em constante inovação.

Disney

Os parques da Disney, mundialmente famosos, são uma extensão dos filmes que encantam milhões de pessoas.

Portanto, com o foco no cliente, a Disney criou espaços tecnológicos que permitem que os consumidores vivam o sonho de participar das histórias.

Análise de dados, inteligência artificial e ferramentas tecnológicas fazem parte desse universo.

Magazine Luiza

Essa importante varejista nacional fez parcerias com empresas especializadas no atendimento ao cliente e no uso de tecnologias.

Assim, a empresa está tornando cada vez mais possível o uso de poucas ferramentas para que um cliente tenha uma experiência intuitiva completa ao fazer negócios com a marca.

Natura

Com o lançamento da assistente virtual dessa grande empresa de cosméticos, foi possível oferecer um autoatendimento completo aos consumidores.

Assim, boa parte dos atendimentos que eram encaminhados para uma central de atendimento, agora são atendidos por chats, o que agiliza a resolução de problemas e otimiza o atendimento de qualidade.

Telecine

Essa conhecida empresa de assinatura focada em filmes, investiu muito em atendimento rápido e eficiente.

Isso ocorreu com o uso de chat em tempo real e com um suporte de dados bem estruturado sobre o comportamento de seus clientes.

A experiência dos clientes é uma das estratégias mais importantes para oferecer uma experiência de compras completa e satisfatória para os consumidores.

Essa importante tendência de mercado permite que a empresa tenha mais conhecimentos sobre os hábitos dos clientes para que o negócio possa oferecer as soluções, resoluções e atendimento do jeito que os consumidores desejam.

Para que uma empresa possa oferecer essa experiência completa aos consumidores, é preciso que sejam implementadas estratégias completas, inovadoras, com foco no cliente e análise de dados constante.

A experiência do cliente acontece desde o primeiro contato do cliente com a empresa até o pós-venda, já que é preciso fidelizar os clientes para que sejam evangelizadores da marca.

São muitas as estratégias que permitem que um cliente tenha uma boa experiência, como uma cultura voltada para o customer success e customer centric.

Conhecer o público-alvo é um dos fatores mais relevantes e as ferramentas tecnológicas são indispensáveis para isso.

Como vimos, empresas atuais de sucesso têm em comum o foco nas necessidades e comportamento de compra de seus clientes e estão em constante busca por oferecer a melhor experiência para seus clientes.

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário