O que é e como funciona um Intermediador de Pagamento?

Criar um e-commerce atualmente é uma oportunidade ótima para quem busca o sucesso e quer ter o próprio negócio. Quando bem executado […]

Criar um e-commerce atualmente é uma oportunidade ótima para quem busca o sucesso e quer ter o próprio negócio. Quando bem executado e com uma ideia inovadora por trás, é fácil se destacar e alcançar diferentes nichos de público prontos para amar uma nova marca. Para auxiliar em sua estratégia, vale a pena considerar um intermediador de pagamento

Ter uma loja virtual não é apenas oferecer uma boa experiência e produtos atraentes. Muitos empreendedores se perdem no meio do caminho por não terem a experiência necessária para lidar com transações, vendas e controle financeiro.

Felizmente, nos últimos anos, varias opções vem surgindo para ajudar este tipo de pessoa: com grandes sonhos e pouca expertise. Entre eles, está o intermediador de pagamento.

Neste artigo, vamos falar tudo sobre o assunto: o que é, como funciona, que benefícios traz e, principalmente, como um intermediador ajuda na taxa de conversão do seu e-commerce. 

É hora de se preparar para vender mais e sem prejuízos! Então, vamos começar?

O que é um Intermediador de Pagamento? 

A transação monetária em uma venda é talvez a parte mais critica financeiramente em um e-commerce. Para ter sucesso, o empreendedor precisa se certificar de que o processo não é tão difícil que afaste o cliente da compra, nem tão simples que abra brechas para fraudes.

Fazer isso na mão, por conta própria, exige muito estudo e muita habilidade para desenvolver e lidar com sistemas. Na maioria do mercado, esse não é o caso de pessoas com ideias muito boas, mas sem experiência nessa área especifica.

É por essa necessidade que surgiram os intermediadores de pagamentos. A ideia dessa solução é oferecer um ambiente de conclusão de compras seguro, customizável, pronto para usar e, claro, focado na conversão de cada usuário.

O intermediador é uma ponte entre a sua loja virtual e as instituições financeiras que oferecem serviços de pagamento, como crédito, débito e boleto. Em vez de você ter que lidar diretamente com contratos e transações entre bandeiras, bancos e organizações, todo esse processo é automatizado e implementado sob um modelo de assinatura.

Como funciona um Intermediador de Pagamento?

O motivo de o intermediador de pagamentos ser uma solução que ficou tão popular em tão pouco tempo foi a praticidade aliada à confiabilidade da ferramenta para todos os envolvidos. É uma boa saída para o empreendedor, que melhora a experiência de pagamento da sua loja, e para o cliente, que não precisa ter medo nem dificuldades na hora de inserir os seus dados financeiros e completar o processo.

Falando em completar, que tal destrincharmos como funcionam todas essas etapas de compra por meio de um intermediador? Toda essa jornada é bem simples:

  1. Quando o cliente clica no botão de comprar, ele é direcionado para a página de checkout do intermediador;
  2. Nessa página, a plataforma de intermediação exibe e gerencia as opções de pagamento, parcelamento, armazenamento de dados para compras futuras etc.;
  3. Assim que o cliente termina de inserir os seus dados e prossegue a compra, o próprio intermediador faz a análise de crédito e cruza as informações fornecidas, reprovando a transação no caso de qualquer sinal de fraude;
  4. Caso não haja nenhum problema com esses
    dados, a compra é aprovada, o cliente recebe a sua confirmação e o dono da loja tem esse valor garantido, independentemente de qualquer fator que atrapalhe
    a transação posteriormente.

Ou seja, a intermediação é um processo simples, com baixo risco para o varejista e muita segurança para o consumidor. Vamos falar mais sobre conversão no fim deste artigo, mas só essa relação de confiança já é suficiente para entender como um checkout seguro aumenta as suas chances de uma nova venda a cada novo visitante.

Quais são as vantagens de um Intermediador de Pagamento?

Agora que você sabe o que é um intermediador de pagamento e como ele funciona, é hora de entender, de uma vez por todas, por que adotar essa solução o quanto antes. As vantagens começam, claro, pela simplicidade e praticidade do processo, mas vão muito além disso. Veja a nossa lista:

Facilidade de implementação

Como já falamos, o mais comum entre os empreendedores de e-commerce é que sejam pessoas com boas ideias, bons produtos, mas sem tanta experiência no gerenciamento de um site, um banco de dados e um sistema integrado com instituições financeiras.

Por isso, esse é o primeiro benefício que você vai encontrar quando buscar por um intermediador de pagamento. Os bons serviços nessa área têm configuração simples, processos bem diretos e integração nativa com algumas plataformas de e-commerce e marketplace.

Dependendo da solução contratada, é possível ter o seu intermediador rodando em minutos. Com essa questão tão crítica resolvida, você tem mais tempo para se preocupar em entregar um bom produto e uma boa experiência ao seu público.

Suporte

Mesmo que seja muito simples implementar e gerir um intermediador de pagamentos, muitas vezes, um e-commerce sofre com problemas pontuais — queda do sistema, falhas em processos de inserção de dados, comunicação com servidores etc.

Com um bom plano de assinatura e um fornecedor de qualidade, é possível contar com suporte ativo e constante que ajude você em qualquer situação.

Segurança

Uma extensão do assunto, não é apenas pelo suporte que o intermediador de pagamentos oferece uma solução mais segura para o seu e-commerce.

O sistema antifraude nesse modelo é nativo e automatizado. A qualquer sinal de conflito entre informações, dados suspeitos ou falta de crédito para que o pagamento seja efetuado de fato, o intermediador barra o processo e avisa o vendedor sobre o incidente.

Assim, mesmo que seja um engano, é possível entrar em contato com o cliente e resolver a questão. E como você sabe bem, para gerenciar um negócio com sucesso, a prevenção é sempre mais barata e simples do que a remediação.

Opções de Pagamento

Empresas que oferecem o serviço de intermediação trabalham muito para oferecer as melhores condições e a maior variedade em seu sistema. Isso significa muito mais opções de pagamento para o seu público sem que você precise correr atrás das instituições financeiras.

Crédito, débito, boleto e, em alguns casos, até o uso de carteira virtual e criptomoedas pode ser oferecido ao cliente. Quanto mais fácil para ele finalizar a compra, mais conversões para a sua loja virtual.

Flexibilidade

Outra preocupação dos intermediadores de pagamento é oferecer sempre a melhor experiência de compra independentemente do formato ou do meio em que o cliente está acessando a sua loja.

Isso significa que você não precisa se preocupar com a usabilidade de um bom intermediador de pagamentos, pois ele vai ser apresentado de forma adequada em um computador, tablet ou smartphone sem problemas. Se você já tem experiência no ramo, sabe como isso faz diferença no número de conversões.

Checkout transparente

Sempre que discutimos sobre intermediadores de pagamento, a dúvida mais comum dos donos de e-commerce é sobre o direcionamento para uma página externa — o cliente precisa sair da loja para efetuar o seu pagamento.

Essa é uma preocupação muito válida. Tirar o usuário do ambiente em que ele está apenas para inserir os seus dados pode criar uma sensação de insegurança e dificultar a transação. Mas esse é um problema que está ficando no passado.

As novas e melhores opções de sistema de intermediação oferecem um recurso chamado checkout transparente, uma integração completa entre processo de pagamento e a loja virtual.

Nesse caso, como o intermediador é incorporado ao site, o cliente não abandona o e-commerce em qualquer etapa da sua compra. É uma forma de, ao mesmo tempo, simplificar o processo e aumentar a sensação de segurança do usuário.

Análise de vendas

Essa é uma vantagem não apenas para o seu controle financeiro, mas também para quase todos os aspectos da gestão de uma loja virtual. Bons intermediadores oferecem relatórios dinâmicos sobre as suas vendas, como tíquete médio, números de vendas segmentados, quantos pedidos foram recusados, quantas desistências, quais são as opções de pagamento mais comuns.

Todos esses dados podem ser utilizados para facilitar a previsibilidade de lucro na sua loja e planejar os seus próximos investimentos. Também dá para conhecer o seu público um pouco melhor, com informações importantes sobre como e quando preferem comprar.

Todas essas informações, aliadas a um sistema simples de implementar, usar e manter, têm o potencial de transformar o seu e-commerce em uma referência de mercado. Tudo isso porque, além de melhorar o seu atendimento, a solução dá mais tempo para você focar no que realmente interessa: produtos incríveis, ideias fantásticas e um relacionamento cada vez mais próximo com o seu público.

Como o Intermediador de Pagamento ajuda na taxa de conversão?

Então, juntando todas essas informações que discutimos no último tópico, podemos focar em uma  das métricas que mais influencia nesse sucesso que você busca: a taxa de conversão. Muitas vezes, é mais barato e eficiente trabalhar o público atraído para converter mais do que tentar expandir o alcance das suas campanhas de marketing.

O intermediador de pagamentos pode ter um impacto nesse número? Você não faz ideia! Veja alguns pontos em que a plataforma atua diretamente na jornada do consumidor entre o interesse e a conclusão do pagamento.

Melhor experiência para o usuário

A experiência do usuário é responsável por muitos sucessos e fracassos no setor de e-commerce. Esse termo serve não só para o caminho percorrido por uma pessoa entre a busca por um produto e a sua decisão de compra, como todos os sentimentos envolvidos nessa jornada.

Uma boa experiência do usuário exige familiaridade e segurança nos processos, com superação de expectativas e um toque de praticidade que dê a sensação de dever cumprido.

Nesse caso, o intermediador de pagamento integra todo o processo em um fluxo único e inteligível, agiliza etapas massantes e simplifica o trabalho do cliente na hora de pagar. Tudo isso não só aumenta a possibilidade de conversão como gera satisfação para que o cliente volte sempre.

Segurança como incentivo

Quando o intermediador é conhecido e tem uma reputação de segurança, essa imagem é emprestada para o e-commerce que o utiliza. O que acontece muito são usuários decidirem por comprar em uma loja virtual em detrimento de outras exatamente por contar com um sistema com o qual já estão familiarizados, ou que já têm os seus dados salvos.

É um investimento em segurança, mas também no que essa segurança significa para a decisão de compra. Quanto mais à vontade o cliente fica na sua loja, mais chances você tem de fazer uma nova venda.

Melhores feedbacks e comunicação ágil

Outro fator que facilita a conversão em lojas virtuais é como o próprio processo guia o usuário ao longo de suas etapas. Bons intermediadores têm formulários com feedbacks claros que guiam e localizam o cliente o tempo todo, além de fornecer informações objetivas sobre erros durante o preenchimento de dados.

Essa clareza faz toda a diferença para a conclusão de uma compra, principalmente para pessoas que ainda não se sentem tão seguras para comprar online. E, caso qualquer coisa dê errado no pagamento, o gestor do e-commerce ainda pode ser comunicado imediatamente, tendo uma janela de oportunidade para entrar em contato com aquele cliente e resolver o seu problema antes de uma desistência.

Análise de vendas para auxiliar nas melhorias da loja

Lembra quando falamos sobre os dados e os relatórios gerados pelo intermediador sobre esse processo de pagamento? Além de aumentar o seu controle financeiro, esses números podem ajudá-lo a aprimorar a experiência do usuário e, a partir daí, aumentar as conversões.

Por exemplo, quando o intermediador aponta que muitas compras estão terminando com desistência no momento de escolher o modo de pagamento, a sua oferta de opções pode ser o problema. Se for logo no início, talvez a integração entre site e plataforma não esteja tão bem resolvida.

A questão principal é que o caminho percorrido pelos usuários entre o interesse em um produto e a finalização do pedido influi diretamente na sua taxa de conversão. Portanto, cada melhora nesse processo significa mais vendas. Um fluxo simples, ágil e seguro é um passo obrigatório para garantir o seu sucesso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário