Saiba como usar a internet para ter renda extra com artesanato
Afinal, o que é e-commerce e por que esse setor cresce a cada dia?

O que é dropshipping e como ele funciona na prática?

Publicado em: • Última Atualização:

Com diversas instalações fixadas em mais de 18 países, a Amazon realmente faz por onde para se manter como o maior nome do e-commerce no mundo. Mas o que pouca gente sabe a respeito da empresa de Jeff Bezos é que nem todos os produtos vendidos por ali saem de seus próprios armazéns!

Graças a uma técnica conhecida como dropshipping, marcas como eBay, Mercado Livre e a já citada Amazon conseguem não apenas usar o estoque de produtos de terceiros para realizar suas vendas como, de quebra, ainda ajudam outras empresas a crescer no mercado.

Mas o que é dropshipping e como exatamente isso funciona? Pois é o que vamos mostrar no post de hoje. Acompanhe os próximos tópicos para descobrir!

O que é dropshipping?

O termo dropshipping nasceu da junção de 2 palavras: drop, que significa largar, e shipping, que pode ser traduzida como remessa. Conhecendo essa origem fica muito mais fácil entender a utilidade da técnica para as lojas virtuais: basicamente, deixar a entrega e o estoque dos produtos por conta de outra empresa.

Com o dropshipping, o e-commerce faz a venda do produto e envia a ordem dessa transação para o fornecedor parceiro. É o fornecedor quem vai enviar o item para o cliente em nome do comércio eletrônico, que tem como lucro a diferença entre o preço cobrado para o usuário e aquele cobrado pelo parceiro. Viu como não tem mistério?

Se você ainda não tinha ouvido falar a respeito dessa técnica, é bem possível que ache que ela é relativamente nova. Mas, na verdade, não é bem assim. Canais de TV e até algumas estações de rádio já usavam esse modelo de gestão de logística há muitos anos, oferecendo em sua programação alguns produtos que podiam ser comprados pelo telefone.

Entre as lojas virtuais, grandes nomes vêm se mantendo de pé desde o começo por meio de técnicas de dropshipping. É o caso, por exemplo, de um dos maiores comércios virtuais dos Estados Unidos, aberto em 2002: Wayfair. E isso, claro, sem falarmos nos varejistas chineses, que têm usado plataformas como o eBay, AliExpress e Deal Extreme para oferecer seus produtos há anos!

Que benefícios traz?

A essa altura, você deve estar se perguntando se vale mesmo a pena apostar nesse tipo de técnica para os negócios e quais são os reais benefícios do dropshipping, certo? Pois fique de olho para esclarecer essas dúvidas de uma vez por todas!

É preciso juntar menos capital para começar a empreender

Do lado de quem vende, o dropshipping é uma ótima pedida, pois faz com que o empreendedor não tenha que investir em um gigantesco inventário de produtos antes de colocar a mão na massa.

Por outro lado, da parte do fornecedor, a técnica ajuda a empresa a focar em um número menor de detalhes — como a manutenção do e-commerce em si, a publicidade online e até o suporte de vendas.

É muito mais fácil começar seu negócio online

Se sua empresa não precisa lidar fisicamente com os produtos a serem entregues, o processo de vendas fica bem mais facilitado. Afinal de contas, depois da venda, sua parte da operação se resumirá a observar números e dar continuidade ao ciclo, gerando mais e mais vendas.

É garantia de flexibilidade regional

Não existem armazéns disponíveis onde você mora? O preço do aluguel é muito caro? É difícil cuidar da logística de envio na região onde você trabalha? Com o sistema de dropshipping, nada disso é problema.

Assista ao Escola Responde e veja mais dicas sobre Dropshipping :

 

É uma possibilidade de oferecer um leque maior de produtos

Como você não precisa ter o produto em mãos para ofertar, fica mais fácil vender alguns itens menos procurados, de nicho, criando até mesmo a possibilidade de testar alguns novos mercados e novos mix de produtos para sua loja virtual.

É fácil de escalar seu negócio

Quem tem uma empresa tradicional sabe bem que, se o negócio dobra ou triplica de tamanho, é preciso dobrar ou triplicar o investimento. Já no caso de uma marca que funciona com o modelo dropshipping, essa conta costuma fechar mais facilmente.

Isso acontece porque, no caso de crescimento acentuado, a parte de estoque e logística pode ser repassada sem problemas para os fornecedores (atuais ou novos), desde que deem conta das demandas. Aliás, você pode entender um pouco mais sobre escalabilidade de negócio conferindo nosso post sobre a diferença entre lucratividade e rentabilidade.

E como funciona?

Gostou de tudo que falamos até aqui e já está pensando em aplicar essa técnica em sua loja virtual? Antes, entenda um pouco mais sobre como o dropshipping funciona na prática!

A escolha dos fornecedores

Primeiramente, você deve escolher os melhores fornecedores de determinado produto, levando em conta não apenas o preço cobrado por eles mas também a qualidade da entrega e até de seu monitoramento de estoque e envio.

A oferta para o usuário

Escolhido o fornecedor, ele vai mostrar as respectivas quantidade que você pode colocar à venda em seu e-commerce de acordo com o produto e, claro, por que preço. Como tudo acontece em tempo real, quando um cliente realiza determinada compra, o pedido é automaticamente processado por sua loja virtual, que envia o pedido para o fornecedor e gera a nota fiscal.

Do fornecedor para o cliente

A parte de empacotamento do produto e envio para o cliente fica por conta do fornecedor, que ainda é o responsável por gerar o código de acompanhamento para sua empresa.

Em caso de retorno

Caso um cliente precise trocar ou devolver a compra, quase todo o processo de retorno também fica por conta do fornecedor — menos, é claro, o contato com esse cliente, que é sempre responsabilidade da loja virtual. Lembre-se: o estoque e o envio são invisíveis!

Por fim, é bom deixar claro que, em todo processo de compra e venda por meio de técnicas de dropshipping, o lado do fornecedor é invisível para o consumidor. Para ele, desde o momento da compra até a hora em que recebe o produto em casa, só a sua marca esteve presente na transação. Por isso, é extremamente importante encontrar parceiros comprometidos, que zelarão pelo nome da sua empresa no mercado.

Pronto! Agora que você já sabe o que é dropshipping e como isso pode ajudar a impulsionar seu negócio — ou até a tirá-lo do papel! Que tal procurar alguns parceiros comerciais e colocar logo a mão na massa? Aproveite também para nos seguir nas redes sociais e ficar por dentro de outras dicas para alavancar seu e-commerce!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

O que é dropshipping e como ele funciona na prática?
1.6 (31.82%) 22 votos

13 Comentários em: O que é dropshipping e como ele funciona na prática?


  1. Satisfação Vinícius. Quero iniciar imediatamente, tenho dúvidas sobre pagamentos, e parceiros. Como realizar as duas tarefas? Como repassar o valor?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *