Formas de Entrega e Frete para Loja Virtual
O Que é Branded Content e Por Que Usá-lo em Um E-commerce?

O Que é CTA e Como Escolher o Melhor para Um E-mail Marketing?

Publicado em: • Última Atualização:

O e-mail marketing perfeito é composto por diversos elementos, que vão desde uma linha de assunto criativa e instigante, passando por um conteúdo bem escrito e efetivamente direcionado às necessidades do lead. Assim como o uso de imagens com a resolução adequada e que ilustrem o que você quer dizer até finalmente chegar a um CTA matador.

Mas o que é CTA? Você já conhece ou ouviu falar desse termo?  Quer saber por que ele é tão importante e como ele pode contribuir para as suas campanhas de e-mail marketing? Então, continue acompanhando a leitura, pois é sobre ele que vamos falar neste post!

Entendendo o que é CTA

O Call to Action (CTA) é um termo que pode ser traduzido como chamada para uma ação. Trata-se de um recurso (um link ou funções em uma página) que incentivam os leitores ou usuários a executarem determinada ação. Os objetivos envolvem:

  • entrar em contato;
  • redirecionar para uma landing page;
  • gerar tráfego para algum artigo em um blog;
  • inscrever-se em um webinar;
  • recomendar algum produto, serviço ou página;
  • assistir a um vídeo;
  • responder a uma pesquisa;
  • encorajar o usuário a concluir uma compra.

Em resumo, o CTA é um dos instrumentos mais importantes quando o assunto é engajar um público e conquistar os objetivos da sua estratégia de marketing e vendas.

Chamando o lead para a ação

A chamada para a ação nada mais é que uma estratégia para fazer com que o lead prossiga para o próximo estágio do funil de vendas, podendo ser usada em blog posts, redes sociais e, claro, no e-mail marketing.

No caso do e-mail marketing, o CTA tem a função de fazer com que o lead que acaba de receber sua mensagem realize uma ação determinada por você, seja clicando em um link, respondendo ao e-mail ou compartilhando seu conteúdo, por exemplo.

De forma geral, os CTAs são usados para promover um conteúdo especial — como um guest post ou um e-book—, fazer com que o lead curta uma página nas redes sociais, levá-lo a acessar o site e realizar uma compra, pedir que responda a uma pesquisa, dentre outros diversos motivos.

Em comum, todas essas propostas têm uma finalidade: levar a algum tipo de conversão, mesmo que ela não esteja diretamente ligada à venda dos seus produtos ou serviços.

Usando o CTA no e-mail marketing

Você envia um e-mail perfeito para seu lead, com informações que ajudam a entender melhor uma determinada situação ou certo problema. Se não houver nenhum tipo de CTA, sua comunicação para justamente nesse ponto, com ele apenas lendo a mensagem.

Assim, seu e-mail marketing será deletado, arquivado ou esquecido em algum momento, perdendo-se em meio a diversas propagandas, SPAMs e demais conteúdos aleatórios enviados diariamente para a mesma caixa de entrada. Já se o CTA existir e for convincente, a interação continuará.

Nesse caso, o lead pode efetivamente fazer o que você pede. Assim, ele dá sequência à jornada de compra, aprofundando-se no seu funil de vendas e se preparando para o momento final: a aquisição da solução.

Em resumo, portanto, o CTA estabelece a conexão necessária para manter o relacionamento com seus leads, motivando-os a continuar a interação com sua marca.

Planejando seu call to action

Um CTA realmente convincente precisa de planejamento e alinhamento com a proposta de valor que você está oferecendo no momento, bem como com a que virá após a conversão. Conheça as etapas desse planejamento a seguir.

Conhecer a persona

Antes de mais nada, você precisa saber que, na prática, a maioria das empresas possui mais de uma persona — uma descrição de cliente ideal, baseado em perfis reais de clientes da sua empresa.

Portanto, para uma campanha de e-mail marketing efetiva, mais que saber o que é CTA e como aplicá-lo, você precisa segmentar as mensagens de acordo com suas personas, sejam quantas e quais forem. Só assim você conseguirá elaborar um chamado para ação personalizado, que realmente puxe seu lead para o próximo estágio do funil de vendas.

Identificar os estágios do funil

Para levar o lead à próxima etapa do funil, é essencial identificar em qual estágio da jornada de compra cada um deles se encontra. Quem está no topo do funil, ainda na fase de descoberta, não possui amadurecimento suficiente para receber uma proposta de teste gratuito, por exemplo.

Ao mesmo tempo, um lead que já está na fase de consideração da solução não se interessará por assuntos abrangentes, abordados na primeira fase. Sendo assim, identifique o estágio do funil de vendas em que cada um deles se encontra para criar um CTA personalizado, que o instigue a dar continuidade ao processo.

Alinhar o assunto, a mensagem e o CTA

O terceiro passo consiste em alinhar a linha de assunto do e-mail ao conteúdo que será enviado, bem como com o CTA, de modo que formem um conjunto coeso. Vale lembrar, porém, que o chamado para ação deve dar a tonalidade do passo seguinte.

Assim, se você acaba de compartilhar uma oferta de produto do seu e-commerce, por exemplo, use um CTA para um cupom de desconto, chamando o lead para aproveitar a oportunidade e fechar a compra imediatamente.

Você pode, inclusive, pensar em uma oferta personalizada de desconto para um produto que o lead esteve visitando no seu site. Para tanto, basta acompanhar o comportamento dos seus visitantes e registrar as ações em sua ferramenta de automação de marketing. A personalização da oferta dará maior peso a seu CTA, motivando o possível cliente a agir.

Garantir a coerência entre o objetivo e o contexto do CTA

Tenha o objetivo do seu e-mail marketing bem definido e certifique-se de que o call to action esteja de alinhado. Assim, ele deve ser, basicamente, o resumo da proposta de valor da oferta que será oferecida para o cliente e oferecer previsibilidade do que se verá ao clicar no link.

Além de a experiência ser totalmente negativa para o leitor, deixar de observar essas questões também vai tonar o seu e-mail marketing ineficaz — junto com todos os seus esforços e investimentos nessa área.

Configurando seu CTA

O design do e-mail marketing é um elemento de grande importância para o sucesso da sua estratégia. Isso porque o ser humano é imediatamente impactado pelo visual, aceitando ou recusando (mesmo que inconscientemente) o conteúdo a partir da aparência do seu e-mail.

Nesse sentido, além de cuidar da disposição do conteúdo escrito, das imagens e dos links, é preciso prestar atenção a vários aspectos mais técnicos no que diz respeito ao CTA. Conheça alguns deles nos tópicos a seguir.

Formato

O CTA pode vir em diversos formatos: como uma imagem, um botão ou mesmo texto, em forma de link. E cada um desses formatos tem determinada importância dentro do contexto da mensagem. Saiba um pouco mais sobre eles.

Botão

É bastante usado e podem ficar visíveis no final do e-mail, depois que todo o assunto já foi apresentado. Ele também aparece com bastante frequência na página inicial de um site, em páginas de compra e em formulários.

Nesse caso, se você envia um cupom de desconto para realizar uma compra no seu site, no final do texto você pode colocar um botão escrito “Quero resgatar meu desconto!”, instigando a persona a ir para o seu site e considerar a possibilidade de adquirir algum produto por um preço mais baixo.

Link em texto

Nesse formato, os hiperlinks são inseridos em determinado trecho do texto. Ele também é muito utilizado em sites e blogs e e-Books.

Deve-se fazer o link com um texto que esteja relacionado ao que será visto quando o leitor for direcionado. Também é importante lembrar de ser uma frase que instigue o lead a clicar, seguindo o comando.

Imagem

O ideal é que as imagens utilizadas no e-mail marketing sejam autoexplicativas e que sejam mescladas com texto. Assim, mesmo que elas não sejam carregadas adequadamente o leitor saberá do que se trata o assunto.

Se você quer enviar um e-mail marketing com a relação de produtos em promoção, pode utilizar imagens clicáveis de cada um deles, para que o lead seja levado diretamente até a página do item em questão.

No mais, independentemente da escolha feita, se você está enviando e-mails em HTML, por exemplo, o texto é a melhor opção. Já se sua mensagem possui um template, imagens e botões são as melhores maneiras de destacar seu CTA.

Destaque

Seja por meio de uma imagem ou um botão, faça com que seu chamado para ação seja notado. Para tanto, use cores contrastantes, mas sem ferir os olhos de quem está lendo o e-mail. Também coloque o CTA em locais estratégicos, como no meio da mensagem ou, como é mais usual, no final.

Você pode, inclusive, usar mais de um tipo de CTA no mesmo e-mail marketing, um na metade na mensagem e outro ao final, mas sempre direcionando para a mesma landing page — a primeira para quem já se sente preparado antes do término do conteúdo e a outra para quem chegou até o fim da sua mensagem.

Ação

Verbos no imperativo são mais efetivos em CTAs porque não dão margem para que o lead pense demais a respeito da decisão. É sim ou não, fazer ou não fazer. Dessa maneira, escolha sempre frases curtas e praticamente ordene que o lead tome uma ação, ao mesmo tempo em que cria um senso de urgência. Eis alguns exemplos:

  • Baixe nosso e-book agora mesmo!
  • Pegue seu cupom de descontos aqui!
  • Faça sua matrícula já!
  • Aproveite, porque são as últimas 50 unidades!
  • Não fique de fora!

A melhor escolha de CTA para um e-mail marketing é sempre a mais simples para o lead entender e agir. Então evite dar voltas no conteúdo, indo direto ao ponto e terminando com um incentivo impossível de ser ignorado.

Aumentando a eficácia do seu CTA

Agora que você já sabe mais como fazer uma chamada atrativa e que converte, vamos oferecer algumas dicas que vão ajudar a criar uma campanha ainda mais eficaz. Confira cada uma delas no próximo tópicos.

Capriche no e-mail

Ter um call to action excelente e que converte não adianta nada se o seu lead nem se interessa em abrir o e-mail. Portanto, capriche em toda a campanha, principalmente pelo assunto, que é o fator principal entre a persona ler ou descartar a sua mensagem.

Deixe bem explícito o que você espera do público em todos os momentos, de forma que o e-mail seja compreensível e condizente com as necessidades ou dúvidas das pessoas.

Faça testes A/B

Os testes A/B são uma excelente forma de garantir que as suas campanhas de e-mail marketing sejam bem eficazes. Dentro do contexto do CTA, você pode enviar duas mensagens com call to action diferente em cada uma delas.

Dessa forma, metade recebe o e-mail contendo o CTA “A” e a outra metade vai receber o CTA “B”. Feito isso, basta partir para as análises posteriormente e identificar qual dos dois gerou mais engajamento. A partir daí, você saberá qual é o melhor modelo para adotar nas próximas campanhas.

Os testes A/B podem ser feitos com base na localização da chamada dentro do e-mail, no tamanho apresentado, na cor, no tipo de texto utilizado e todos os elementos gráficos que envolvem o seu call to action e como os leads podem reagir a ele.

Além dessas, outras recomendações para conduzir esses testes envolvem:

  • a utilização de ferramentas especializadas nesse tipo de trabalho (como o Google Analytics);
  • a definição da amostragem de pessoas que receberão os e-mails de teste;
  • a obrigatoriedade de ter apenas um elemento diferente nas duas versões a serem enviadas;
  • o entendimento de como o teste será feito (o que pode variar entre as ferramentas utilizadas).

Cuidado com o apelo comercial

Tenha muito cuidado para não elaborar um e-mail totalmente comercial e, consequentemente, bem impessoal e sem nenhum apelo. A menos que você tenha mencionado seus produtos no e-mail, o ideal é adotar um tom mais próximo, de bate papo.

Jamais se esqueça de oferecer algo bem atrativo, que vai despertar o real interesse do prospect. Nesse caso, você pode oferecer um vale-compras que expira depois de certo tempo um ou algum material que tenha relação com os seus produtos, por exemplo.

Tome outro caminho, se necessário

Ainda que você realize diversos testes A/B para escolher qual chamada converte mais, nada impede que você modifique a sua estratégia de CTA no decorrer da campanha de e-mail marketing.

Se for observada alguma tendência que seja diferente — e mais eficaz —, é preciso agir com rapidez para se adequar à nova realidade e elaborar um call to action que seja ainda mais atrativo para os leads tomarem a ação.

Saber o que é CTA e como ele deve ser bem planejado é essencial para que você tenha uma campanha de e-mail marketing eficaz e, sobretudo, consiga aumentar as conversões e alavancar as vendas em seu site. Com os pontos apresentados acima, você pode se preparar melhor para elaborar boas chamadas nas suas comunicações.

Agora nos conte: você já sabia, mas não tinha certeza do que é CTA? Quer conferir algumas boas práticas para fazer uma campanha de e-mail marketing? Então aproveite para saber quais são elas agora mesmo!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

O Que é CTA e Como Escolher o Melhor para Um E-mail Marketing?
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.