O que é compensação bancária?

Você sabe o que é compensação bancária? Por ser um processo que ocorre com bastante frequência é importante o empreendedor de e-commerce […]

Você sabe o que é compensação bancária? Por ser um processo que ocorre com bastante frequência é importante o empreendedor de e-commerce ter conhecimento do processo. Todas as formas de pagamento entram no processo de compensação bancária, a não ser a forma em dinheiro à vista, por isso é preciso entender que estamos falando do tempo que leva para o banco entender o pagamento, seja através de boleto, cartão de crédito, débito ou transferência. Vamos entender um pouco mais sobre compensação bancária neste artigo. Confira!

Na prática, o que é compensação bancária? 

Como o próprio nome já indica, é o tempo que o banco leva para compensar os valores pagos em uma transação, seja por cartão, boleto ou transferência. Ou seja, ao pagar um boleto bancário de uma compra online a loja não recebe imediatamente o valor, mas sim precisa aguardar o banco dar baixa para que o pedido seja confirmado. 

Quando a compra é feita no cartão a compensação também se refere ao tempo de processamento do pagamento. Através desse prazo é que as instituições bancárias garantem maior segurança nos pagamentos e reduz os riscos de fraudes.

No Brasil o prazo pode levar até 3 dias úteis no caso de boletos, e em operações como transferências (DOC e TED), pagamentos com cartões de débito, crédito e depósitos no caixa eletrônico. 

No caso de Pix (pagamento instantâneo), a compensação bancária é mais rápida, já que é possível conferir automaticamente os dados e liberar o pagamento na hora.

Como funciona o processo de compensação bancária?

Antes da confirmação de pagamento, a compensação bancária é analisada pelo sistema do banco, e a partir disso, institui um prazo de compensação para ter tempo de conferir os dados e liquidar o pagamento. 

O tempo é necessário para a verificação do documento registrado, confirmação dos dados do pagador e também do recebedor e então é feito o repasse do dinheiro do cliente para a empresa.

Isso também vale para transações em DOC, que registra a operação e o banco tem um dia útil para confirmar ou negar a operação. 

Quais os tipos de compensação bancária?

É importante entender que cada tipo de transação acaba ocasionando diferentes processos na compensação bancária. Por isso, entenda os tipos de compensação bancária:

TED

Como o TED é uma Transferência Eletrônica Disponível, a modalidade leva apenas alguns minutos para ser compensada. Cada banco possui o seu horário comercial próprio, então é importante considerar esses horários ao realizar esse tipo de transação.

DOC

O Documento de Ordem de Crédito, ou DOC demora de um a dois dias úteis, dependendo da hora que a operação é feita.

Cartão de crédito e débito

A compensação bancária dos cartões, tanto crédito quanto débito, são quase que imediatas, mas em alguns casos podem levar até 24h.

Depósito em caixa eletrônico

Quando o pagamento é feito através de um depósito feito diretamente no caixa eletrônico, o processo pode demorar até um dia útil para serem compensados, isso sempre depende do horário que a operação for feita.

Depósito na boca do caixa

Depósitos feitos na boca do caixa, se feitos em dinheiro em espécie, são compensados no mesmo dia. Caso o depósito seja feita com cheque, a compensação bancária pode leva até três dias úteis.

Organização financeira para vender mais 

O financeiro da empresa exige bastante tempo e dedicação do empreendedor, seja de e-commerce ou de loja física. É preciso atentar aos tipos de pagamento que vai oferecer ao cliente, já que o consumidor gosta de poder fazer as suas escolhas na hora de finalizar a compra. Contando com um sistema de gestão online e em nuvem, o gestor facilita alguns processos e integra os setores do negócio. Na área financeira o ERP online permite:

  • Gerar boletos do Bling com cobrança de juros em caso de atraso.
  • Receber valores pagos direto na sua conta digital.
  • Transferir valores facilmente para sua conta bancária por meio de TED.
  • Efetuar transferências TED para terceiros.
  • Efetuar pagamentos de boletos, contas e tributos (contanto que tenham código de barras).
  • Analisar recebimentos, pagamentos e saldos atualizados, verificando se as movimentações previstas se concretizaram de fato e analisar se houve algum tipo de divergência nos lançamentos de forma simples e rápida.

O sistema de gestão facilita a compensação bancária, e faz com que o empreendedor tenha mais tempo para pensar no negócio de forma estratégica. 

Com a integração do negócio, é possível vender em múltiplos canais e oferecer ao cliente boas experiências de compra, pagamento e entrega. 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário