Natal deve movimentar R$ 34 milhões este ano

O mercado varejista aposta que pode haver um crescimento de 4,3% em relação ao mesmo período do ano passado, confira os dados completos.

Um levantamento realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo acredita que as vendas natalinas deste ano, podem movimentar cerca de R$ 34 bilhões no comércio varejista.

Crescimento 4,3 % superior em comparação ao Natal passado

Ainda segundo a pesquisa, a época festiva considerada uma das favoritas dos brasileiros, poderá apresentar um crescimento de cerca de 4,3% em relação ao mesmo período de 2020.

Produtos sazonais já buscados pelos consumidores 

Alguns produtos típicos do período, principalmente os que compõem a ceia de natal, já estão sendo buscados pelos consumidores, sendo eles: panetones, tortas, bolos e doces que costumam fazer parte do cardápio natalino da maioria dos lares, por exemplo.

Porém, a época também abre espaço para novidades e outros produtos podem ser vendidos sem problemas.

A analista de marketing Camile Wolff, por exemplo, está apostando alto em itens de papelaria. Ela afirma que as “lembrancinhas” estão em alta, pois o valor mais acessível cabe no bolso do consumidor e dribla o empecilho da alta inflação.

Confira também: o que vender no Natal para eliminar todo o seu estoque?

É necessário que as empresas conquistem os clientes

O analista do Sebrae, Wagner Gomes, lembra ainda, da importância de garantir a qualidade dos produtos e serviços oferecidos também em datas sazonais,por exemplo.

Esse cuidado, é necessário para fidelizar clientes mesmo neste período considerado de “correria”. Ou seja, o planejamento para a data é indispensável.

O e-commerce será o local principal para as compras de natal

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com SPC Brasil – Serviço de Proteção ao Crédito, afirma que comprar online realmente conquistou os brasileiros.

  • 45% dos entrevistados afirmam que irão fazer suas compras de natal em e-commerces;
  • Lojas de departamento, vem logo em seguida com 43%;
  • E shopping center, aponta em terceiro na lista com 40%.

Então, quais são as suas expectativas para as vendas de natal? Está tudo preparado em seu e-commerce?  Em caso de dúvidas confira nossa live exclusiva: 5 Dicas para Bombar as Vendas no Natal.

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário