Libra, a moeda do Facebook, já é uma realidade e promete compras digitais e transferências via WhatsApp e Messenger

O Facebook pode anunciar, ainda nesta terça-feira, o lançamento da “libra”, sua criptomoeda. A moeda foi criada com a intenção de ser […]

O Facebook pode anunciar, ainda nesta terça-feira, o lançamento da “libra”, sua criptomoeda. A moeda foi criada com a intenção de ser um facilitador para compras dentro das plataformas pertencentes ao Mark Zuckerberg.

Aparentemente, será possível realizar compras dentro do Facebook e Instagram ou realizar transferências via WhatsApp e Messenger – aplicativo de mensagens instantâneas do Facebook.

Apesar da expectativa para o anúncio oficial ser nesta terça, a moeda estará disponível para uso apenas em 2020, de acordo com as informações disponibilizadas pelo The Wall Street Journal.

“Acreditamos que essa pode ser uma das mais importantes iniciativas da história da companhia, pois vai permitir um novo engajamento e uma nova fonte de receitas”, declararam em relatório Mark Mahaney e Zachary Schwartzman, analistas da RBC Capital Markets.

O eminente anúncio fez com que o bitcoin, criptomoeda mais famosa do mundo, fosse negociada com valor próximo a US$ 350, preço mais alto desde maio do ano passado.  “Mais pessoas vão se voltar para o bitcoin por ser um ativo escasso, e o do Facebook não. As pessoas vão migrar para a plataforma mais honesta para guardar seu dinheiro — e não são moedas fiduciárias ou seus derivados como a moeda do Facebook”, disse a especialista Caitlin Long da Wyoming Blockchain Task Force, em entrevista à Coindesk.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário