O que é e como funciona o Marketplace do Facebook? Guia completo para começar a anunciar!

O Marketplace do Facebook é uma opção voltada para a compra e venda de produtos entre os usuários. Esses produtos podem ser novos ou usados e a negociação é feita por intermédio da plataforma que fica disponível dentro da rede social, confira os detalhes!

O Marketplace do Facebook já vem sendo usado há bastante tempo para a comercialização de diferentes produtos na rede social.

Mesmo quem não tem uma conta ativa pode comprar ou vender algum produto.

No entanto, é preciso entender o que é, como funciona e quais são as vantagens de utilizar essa poderosa plataforma para fazer negócios.

Alguns fatores devem ser levados em consideração ao utilizar a plataforma, já que os principais processos de uma venda não são de responsabilidade do Facebook.

Ainda assim, milhões de pessoas estão utilizando esse marketplace para fazer negócios e seria um erro não participar, já que o Facebook é uma das principais redes sociais utilizadas no Brasil e no mundo.

Se você quer saber como funciona o Marketplace do Facebook e quais impactos ele pode causar no mundo dos e-commerce, então este artigo é para você. Boa leitura!

O que é o Marketplace do Facebook?

Com o lançamento oficial, o Facebook Marketplace oferece inúmeras facilidades para os usuários da rede social e vendedores que desejam comercializar produtos de maneira descomplicada e menos burocrática.

Essa plataforma de vendas funciona coma um shopping online que possibilita que vendedores e clientes realizem compras e vendas dentro do próprio Facebook.

Uma das grandes vantagens é a utilização da geolocalização para encontrar produtos que estejam em locais próximos, com a possibilidade de anúncios e ofertas personalizadas.

Caso haja interesse de compradores, é possível realizar a comunicação pelo Messenger.

Essa ferramenta pode ser utilizada por pessoas físicas e pessoas jurídicas, com especificações para cada uma das categorias. Para as páginas pessoais, a ferramenta é gratuita e permite que qualquer item seja colocado à venda, desde que esteja de acordo com a política comercial estabelecida pela rede social.

Essa ferramenta ganhou rápida adesão, pois oferece uma maior facilidade para as vendas, antes realizadas por meio dos feeds de grupos, onde as atualizações constantemente realizadas impediam que produtos fossem facilmente localizados.

Ao publicar itens para vendas, a própria ferramenta os lista em categorias de “compra e venda”, facilitando a busca por categoria e localização. A plataforma de vendas ainda oferece uma opção de criar notificações para novos itens colocados à disposição.

Como funciona o marketplace do Facebook?

Bem como a maioria dos marketplaces, essa modalidade funciona como uma vitrine para lojistas exporem seus produtos e para consumidores buscarem por produtos que necessitam.

A plataforma apenas cumpre com o papel de expor os produtos e permite que os interessados possam conversar e combinar a compra e a entrega por meio da ferramenta do Messenger.

O Facebook Marketplace funciona como um shopping online, onde a plataforma é uma intermediadora entre vendedores e compradores.

Assim, a ferramenta permite a possibilidade de anunciar diversos produtos. Contudo, a intermediação oferece apenas a possibilidade e facilidade de anunciar e de procurar por produtos, bem como a ferramenta do Messenger para que ambas as partes possam conversar.

Logo, o Marketplace Facebook não se responsabiliza pelo pagamento, transações financeiras entre as partes, nem pela entrega dos produtos.

A responsabilidade de garantir o pagamento e a entrega fica à cargo do comprador e do vendedor.

Já para as empresas, a ferramenta permite fazer anúncios diretamente em suas páginas empresarias do Facebook, contanto que recorram aos parceiros dos classificados.

O serviço, na primeira fase do teste, concentra seus esforços na venda de produtos pontuais e informais.

É fundamental entender que existem produtos que não podem ser comercializados na ferramenta do Facebook.

Itens como bebidas alcoólicas, animais, suplementos para ingestão, produtos médicos e de saúde, assinaturas e produtos digitais são alguns dos produtos que o Facebook não permite que sejam comercializados no seu Marketplace.

Como acessar o Marketplace do Facebook?

O Facebook Marketplace pode ser acessado por qualquer pessoa, mesmo que não tenha uma conta ativa ou seja usuário da rede social.

Com isso, as vendas podem ser realizadas em um ambiente online disponibilizados para todos os consumidores.

Os produtos disponibilizados são visualizados em locais próximos e destacados na seção “Mais relevantes”.

As diversas ofertas são apresentadas de acordo com cada categoria, como vendas de imóveis, vestuário e roupas, eletrônicos e bebês e crianças.

Para os visitantes que são usuários do Facebook e utilizam uma conta ativa na rede sociais, são apresentadas recomendações personalizadas baseadas no histórico de navegação na rede.

O Marketplace pode ser acessado por meio do desktop, diretamente na página inicial de cada usuário.

Essa opção fica localizada abaixo dos ícones de Feed, Messenger e Watch.

Para quem costuma acessar a rede social utilizando o aplicativo, a opção do Marketplace fica localizada no menu dos 3 traços horizontais, junto à opção de eventos e abaixo da página principal.

Como vender no Marketplace Facebook?

Para os empreendedores que se interessaram em vender pelo Marketplace do Facebook, existem duas maneiras de realizar isso.

É possível realizar o anúncio por meio de um computador e por meio de um smartphone.

No computador, a opção de anúncio é feita na aba Marketplace do Facebook.

Depois, basta clicar na opção criar novo classificado.

É preciso selecionar a opção do item que está sendo vendido: um item, um veículo ou um imóvel.

Para a opção de item, é preciso definir a qual categoria ele pertence, bem como o valor, a localização, a descrição e uma foto que mostre bem as características necessárias para a venda.

Veja o exemplo a seguir, caso escolha a opção Item para venda:

Caso sua escolha seja veículo para venda, é preciso informar o fabricante do veículo, o modelo, ano, milhagem, tipo de transmissão (automática ou manual), bem como o valor, a descrição, localização e fotos que mostrem o veículo.

Agora, se o que se deseja vender for um imóvel, é preciso fornecer mais informações, já que estamos falando de uma venda com maior valor de mercado.

Portanto, informe se é um apartamento, uma casa, um loft etc.

É necessário fornecer o endereço, número de quartos e banheiros disponíveis, quantos metros quadrados o terreno tem, a taxa de condomínio e tudo mais que facilitar o processo de compras dos consumidores.

As fotos são indispensáveis para que um bom anúncio possa ser veiculado e para que os potenciais compradores tenham uma boa imagem do cenário total do imóvel.

Confira também: Dicas para boas fotos de produtos apenas com o celular

Para finalizar, basta conferir todas as informações fornecidas, certificando-se de que tudo está de acordo e clicar na opção “Publicar”.

Pronto, o anúncio já ficará ativo dentro do Marketplace do Facebook.

Diferença entre o Marketplace do Facebook e o e-commerce

Apesar de ambas as categorias terem como objetivo principal a comercialização de bens por canais online, existem algumas diferenças entre o Marketplace do Facebook e o e-commerce.

Indo direto ao ponto, o e-commerce é caracterizado com um comércio virtual de uma empresa específica.

É a digitalização da loja física, ao transformá-la em uma loja online. O e-commerce detêm o domínio da estrutura digital e é a responsável por definir fatores como formas de pagamento e maneiras de entrega.

Umas das principais características de um e-commerce é que ele é responsável pela venda e entrega dos produtos comercializados.

O marketplace, como o do Facebook, já é um espaço virtual onde diferentes marcas e vendedores estão reunidos para comercializar produtos diversos.

Nesse caso, os vendedores comercializam produtos de diferentes e marcas e não detêm o domínio da estrutura digital e, com isso, não precisa gastar verba para manutenção e infraestrutura do site.

Ainda assim, existem determinadas empresas que atuam, simultaneamente, nas duas categorias.

Lojas como Amazon e Americanas disponibilizam produtos em que a responsabilidade do pagamento e da entrega pertencem à loja e também vendem produtos anunciados por terceiros, exatamente como um marketplace.

Não existe uma maneira certa de definir qual é a melhor opção, cada uma apresenta benefícios diferentes.

Portanto, uma das principais vantagens do e-commerce é a maior segurança que a loja online oferece.

Afinal, uma marca conhecida fica responsável por cumprir com o que foi combinado, ao garantir que o valor pago corresponderá com o produto, bem como a correta entrega dos produtos.

Outra grande diferença é que uma grande marca, que trabalha com uma loja online, pode oferecer preços mais competitivos.

Já para o Marketplace do Facebook, a compra e o envio não é de responsabilidade da plataforma, fazendo com que os cuidados com a veracidade do anúncio e os prazos de entrega precisem ser redobrados.

No entanto, as opções disponíveis no marketplace, bem como a possibilidade de preços variados, é muito maior.

O marketplace do Facebook é uma excelente plataforma para pessoas físicas e empresas comercializarem diferentes produtos.

Ao utilizarem a geolocalização dos visitantes, fica muito mais fácil encontrar o item procurado.

A possibilidade de criar anúncios personalizados também favorece a venda de produtos para pessoas que estão próximas e demonstraram interesse, dentro do Facebook.

Esse potente shopping online faz a intermediação de comunicação entre pessoas e empresas que desejam vender um produto e potenciais compradores desses produtos.

No entanto, o papel do Marketplace do Facebook é apenas intermediar a venda, isentando-se da responsabilidade de pagamento e das obrigações de entrega.

Logo, é preciso ser cuidadoso ao anunciar na plataforma.

Se você quer acessar mais conteúdos como este, siga-nos agora mesmo no Facebook, Instagram, Spotify e YouTube.

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário