8 dicas de marketing digital para sex shop para colocar em prática

O marketing digital para sex shop pode ser uma forma de vender ainda mais na sua loja. Se você ainda não conhece […]

O marketing digital para sex shop pode ser uma forma de vender ainda mais na sua loja. Se você ainda não conhece esse modelo de marketing, ele é interessante por estar totalmente alinhado ao comportamento do público. Afinal, quando qualquer pessoa quer um produto ou tem uma dúvida, sua reação imediata é procurar na internet. Então, se você estiver bem posicionado para entregar o que ela procura, poderá vender muito mais.

Para uma loja de produtos eróticos, essas ações são ainda mais vantajosas. A verdade é que o público pode ter vergonha ao procurar os produtos, estando mais confortável online. Logo, se você tem um sex shop e está migrando para se tornar um e-commerce iniciante, continue lendo este post. Apresentamos 8 dicas de marketing digital para sex shop para você colocar seu e-commerce na prática.

1. Defina bem sua persona

O mercado erótico movimenta mais de R$ 1 bilhão por ano no Brasil. Então, para fazer parte dessa fatia, é preciso ter a sua persona muito bem definida. Qual é o perfil do cliente que compra na sua loja e o que ele procura? Lembre-se de que, na maioria dos casos, você não está vendendo apenas produtos eróticos, mas também prazer, liberdade e diversas outras sensações e experiências.

Ao definir suas personas, você consegue se comunicar de forma ainda mais eficiente com o público. Além de falar com uma linguagem mais adequada, ainda é possível identificar melhor a dor — ou prazer — que seu produto resolve. Essa é a primeira dica justamente porque ela é a resposta para qualquer outra ação. Não importa o que você queira fazer: é preciso perguntar primeiro se o seu público aprovaria.

2. Elabore uma estratégia completa

Essa é uma dica de marketing digital para sex shop, mas que se aplica a qualquer tipo de loja. Ao elaborar uma estratégia, você consegue traçar objetivos que estejam alinhados com sua persona e ainda define suas metas e os passos que precisa cumprir para alcançar o patamar que deseja. Por exemplo, se você é iniciante no e-commerce, faça um planejamento com o objetivo de estabelecer sua sex shop virtual no próximo ano.

3. Analise seu funil de vendas

Outro conceito crucial do marketing digital para sex shop é o funil de vendas. Essa é uma visualização de todo o processo de compra do cliente na sua loja, desde quando o interesse surge até o momento em que a compra é efetivamente finalizada. Construir o funil é um desafio, pois o público tem um comportamento específico para cada segmento, o que significa que você precisa testá-lo permanentemente.

4. Invista em marketing de conteúdo

Imagine que uma mulher está procurando um item específico e não conhece esse produto afundo. Pense em quantas dúvidas ela pode ter sobre os modelos, tamanhos, material, qual é o melhor para quem nunca usou e diversas outras questões. Com o marketing de conteúdo, você consegue responder todas essas perguntas.

Essa é uma estratégia dentro do marketing digital que é muito forte e significa trazer conteúdo de acordo com as principais dúvidas da persona. Assim, ao entregar para o público o que ele quer saber, você aumenta as chances da persona fazer negócios com você no futuro. Por exemplo, se você responder as perguntas daquela cliente, há mais chances de ela acabar comprando o produto de você.

5. Trabalhe o SEO

SEO é a otimização para motores de busca. Em outras palavras, é um conjunto de estratégias que ajudam seu conteúdo a se posicionar nas primeiras posições do Google, para pesquisas específicas. No caso de um sex shop virtual, o SEO pode funcionar de duas formas: a primeira é trazendo tráfego para seu blog, quando o usuário tem uma dúvida. A segunda é diretamente para o site, no momento em que ele procura um produto.

6. Aposte nos vídeos

O consumo de vídeos vem crescendo no Brasil e no mundo. Afinal, é um conteúdo divertido de consumir e com os celulares cada vez maiores, o 4G e os acesso a Wi-Fi crescendo, também é fácil assistir aos vídeos em casa ou na rua. No seu sex shop, os vídeos podem ter uma função crucial: ajudar os clientes a conhecer os produtos de forma visual e mais ilustrativa.

Mesmo virtualmente, o público ainda quer ver o produto que está comprando para ter uma noção de como ele é. Para sex shops, esse desejo é ainda mais forte, já que existe muita curiosidade e pouco contato com os produtos. Então, elabore vídeos tutoriais sobre os mais usados, seja para apresentá-lo ou para mostrar seu funcionamento.

7. Garanta presença nas redes sociais

As redes sociais já deixaram de ser apenas um canal de comunicação e se transformaram em uma fonte de vendas, especialmente com funcionalidades como o WhatsApp Pay, que ainda está em fase de lançamento. Além disso, a presença nas redes sociais é uma forma de melhorar a reputação da sua marca e interagir com o público, de modo a responder suas dúvidas diretamente.

O uso das redes sociais, assim como grande parte das dicas anteriores, depende do seu público. Afinal, não adianta nada usar uma rede se a sua persona não está lá. Por exemplo, pode ser que seu público não seja muito forte no Twitter, mas seja muito ativo no Facebook ou no Instagram. Se esse é o caso, você já sabe em quais plataformas deve se focar.

8. Considere investir no Google Ads

Por fim, a última dica é um pouco mais avançada e vale a pena estudar bem antes de tentar. O Google Ads é uma plataforma de anúncios pagos, em que você pode aparecer como destaque nos resultados de pesquisas. Também é uma forma de atrair mais tráfego, porém demanda investimento. Até se sentir confortável, você pode estudar bastante sobre a plataforma e começar a testar com valores baixos para ver a reação do público.

Uma das vantagens do marketing digital para sex shop e que deixa essas dicas ainda mais valiosas é a possibilidade de analisar resultados. Ferramentas gratuitas como o Google Analytics ajudam você a analisar dados sobre sua loja, desde os produtos que mais fazem sucesso até as principais origens de tráfego. Com as ferramentas, você sempre tem informações para continuar crescendo e otimizando suas estratégias.

Gostou do post? Então, deixe seu comentário com uma dica de estratégia que funcionou para seu negócio!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário