Loja física e e-commerce: passo a passo de como fazer essa migração

Para quem busca fazer a migração entre loja física e e-commerce, é fundamental seguir algumas dicas para aumentar as chances de obter […]

Para quem busca fazer a migração entre loja física e e-commerce, é fundamental seguir algumas dicas para aumentar as chances de obter sucesso em seu negócio virtual. Assim, é possível estruturar bem a sua loja online, atrair clientes e realizar mais vendas. 

Para ajudar você nesse desafio, preparamos adiante um guia que mostra os benefícios de adotar essa estratégia para a sua empresa. Também apresentamos um passo a passo simples para fazer a migração para o comércio online.

Confira!

Quais as vantagens de migrar o seu negócio físico para o e-commerce?

Não é mais novidade que a pandemia de Covid-19 acelerou a migração para e-commerce de muitas empresas. No ano passado, de acordo com pesquisa da Nielsen, as vendas nesse setor cresceram 41%, representando um faturamento de R$ 87,4 bilhões de reais. Esse foi o maior resultado desde 2007.

No primeiro semestre deste ano, as vendas do e-commerce brasileiro bateram recorde e alcançaram R$ 53,4 bilhões. Isso significou um crescimento de 31% em relação ao mesmo período de 2020.

A tendência é de que esse crescimento continue. Entre os principais benefícios de levar a sua loja física para a internet, estão o aumento da visibilidade, a praticidade para o consumidor e o horário de funcionamento estendido. Saiba mais sobre essas vantagens a seguir.

Visibilidade

Para começar, a venda online pode colocar a sua loja em evidência, amplificando o potencial do seu estabelecimento físico. A vitrine virtual do seu negócio pode ser acessada de qualquer lugar e, assim, chegar a mais pessoas do que nas unidades físicas. Portanto, a chance de vender mais também aumenta.

Praticidade

Cada vez mais, os consumidores têm aproveitado a comodidade de comprar virtualmente, sem precisar investir tempo e dinheiro para se deslocar até um ambiente físico. Aliás, conforme levantamento do NZN Intelligence, 74% das pessoas preferem o carrinho online do que comprar em estabelecimentos físicos.

Funcionamento estendido

Outro ponto atrativo para as empresas que buscam investir na migração entre loja física e e-commerce é a possibilidade de estender o funcionamento. Os estabelecimentos físicos podem apresentar limitações, por conta de fatores como a jornada de trabalho dos colaboradores e os horários de funcionamento do centro de compras do qual fazem parte.

Por outro lado, ao dispor de uma loja virtual, o seu negócio pode ter o funcionamento ampliado para 24h por dia. É possível inclusive investir em chatbots para automatizar o atendimento, a fim de tirar dúvidas dos visitantes do seu e-commerce e realizar vendas a qualquer hora do dia.

Loja física e e-commerce: confira o passo a passo para fazer essa migração

Com o propósito de levar a sua loja física para o ambiente virtual, é interessante adotar algumas estratégias, a exemplo da reavaliação do nicho, do investimento em marketing digital e da avaliação dos concorrentes. Entenda o passo a passo abaixo.

Reavaliar o nicho

Inicialmente, a migração para a loja online demanda a análise do seu nicho. Com isso, será necessário avaliar novamente qual é a parcela específica de consumidores do seu negócio. Nesse contexto, é importante saber o comportamento do seu público, a fim de saber quais são as suas demandas e os canais que usa para se informar. 

Você pode fazer ainda, uma pesquisa para saber a opinião do seu cliente sobre a migração para a internet. Desse jeito, será possível entender de que maneira o público recebe a ideia de comprar online e dar mais segurança para os próximos passos.

Planejar a estrutura logística

Além do mais, outro tópico que não pode faltar antes de migrar a sua loja física para o online é a estruturação da logística. Primeiramente, é indicado conhecer os aspectos legais, que tratam dos direitos e deveres de um e-commerce. Dessa forma, a sua loja pode evitar prejuízos e cuidar da sua reputação perante os clientes.

É essencial que o seu e-commerce defina um sistema de entrega dos produtos junto a transportadoras ou aos Correios. Com a estruturação bem feita, você pode evitar que os seus clientes recebam os itens com atraso e façam avaliações negativas da sua empresa na internet.

Investir em marketing digital

Sem o investimento em marketing digital, pode ser mais difícil obter visitantes na sua loja virtual e fazer as suas vendas decolarem. Em contrapartida, uma estratégia de marketing digital bem definida é capaz de melhorar o entendimento sobre o seu público-alvo, reforçar o posicionamento da sua marca e potencializar os resultados de vendas.

Para isso, você pode investir em ações como a produção de conteúdo relevante para as suas personas. Também é possível contar com uma estratégia de Search Engine Optimization (SEO), para melhorar o posicionamento do seu site em buscadores, a fim de gerar mais conversões.

Desenvolver uma estratégia omnichannel

É fundamental adotar iniciativas para implantar uma estratégia omnichannel para o seu e-commerce. Com isso, o seu negócio pode aproveitar o potencial das compras multicanal de forma integrada. Essa tendência implica na possibilidade de sincronizar a experiência de compra por mais de um canal.

Entre as ações que você pode implementar na sua loja, estão a compra por meio do site e a retirada na loja. Caso o seu cliente vá até o seu estabelecimento físico e não encontre um produto, a sua empresa ainda pode oferecer a opção de fazer o pedido e acompanhá-lo pela internet, por exemplo.

Avaliar a concorrência

De outra forma, o sucesso do seu e-commerce também pode ser influenciado por uma avaliação eficiente dos seus concorrentes. Isso porque conhecer as práticas que são adotadas pelas empresas do mercado proporciona insights poderosos para o seu negócio.

Inicie um estudo para entender de que maneira a concorrência atende às necessidades do seu público. Também confira em quais pontos essas estratégias podem ser melhoradas, de modo a inspirar iniciativas para que a sua empresa se aproxime dos consumidores e ofereça melhores produtos e serviços.

Com base no que foi apresentado, você viu a importância de realizar a migração entre a loja física e e-commerce, para que a sua empresa ganhe mais visibilidade e ofereça praticidade aos clientes. Ao adotar os passos que indicamos para realizar essa migração, o seu negócio pode conferir melhores impactos nos resultados de vendas.  

Gostou de conhecer as dicas para levar a sua loja física para o e-commerce? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receber mais conteúdos relevantes como este!.

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário