Matriz BCG: o que é e como funciona?
25 Templates grátis para o Mercado Livre

7 passos para criar uma loja virtual de artesanato de sucesso

Publicado em: • Última Atualização:

Você leva jeito para trabalhos manuais, faz sucesso com os amigos e sente que pode ir além com essa proposta? Por que não abre uma loja virtual de artesanato? Descubra sua veia empreendedora e drible a crise com criatividade e talento! Aliás, o comércio eletrônico de artesanato é mesmo uma excelente opção para quem quer ter o próprio negócio, especialmente porque os custos iniciais são baixos.

E sabia que o setor está em pleno crescimento, movimentando atualmente cerca de 50 bilhões de reais por ano no país? Mas aí é que surge o porém: se a atividade é promissora, a concorrência é pesada. Assim, com tantos artesãos on e offline, como aparecer para sua clientela? Como tornar seu business atraente?

Pensando em tudo isso é que resolvemos elaborar este post. Pronto para conhecer os 7 passos mais importantes para criar uma loja virtual de artesanato matadora? Então confira agora mesmo!

1. Comece a criar uma boa base de clientes

Até por sua importância na conversão de vendas, vamos falar bastante aqui sobre as nuances de uma boa plataforma de e-commerce, ok? De toda forma, já adiantamos que não adianta ter um site bacana se você não tem uma carteira de clientes interessante. Você está acostumado a vender suas peças para amigos? Que tal contar com a ajuda deles para divulgar seus serviços, mostrando seu trabalho a amigos dos amigos? Essa progressão geométrica de clientes é bastante útil na montagem de uma base para começar o negócio.

Em seguida, como a atividade terá sua base na web e o alcance da internet é ilimitado, é preciso saber usar as mídias sociais para multiplicar seu público. Assim, crie inicialmente uma página no Facebook para anunciar os produtos da sua loja virtual de artesanato. Especialmente se essa é sua primeira experiência com vendas online, explorar um protótipo vai servir para dar experiência no trato com consumidores pela internet, na organização logística das entregas, na gestão do estoque e muito mais!

Essa experiência preliminar funcionará como uma espécie de estágio no comércio eletrônico, ajudando-o inclusive a conhecer melhor as demandas dos clientes de outras localidades do país. E vale destacar aqui que a procura online por produtos personalizados e regionais é grande, o que transforma essa em uma excelente oportunidade. Mas como para fidelizar é preciso, antes, conquistar, trate de aproveitar o potencial das redes sociais para isso!

2. Explore o alcance das plataformas coletivas

Além das redes sociais, ainda existe a opção de recorrer às inúmeras lojas virtuais de artesanato coletivas. Nesse formato, você se cadastra e, imediatamente, já pode anunciar seus produtos. O pagamento normalmente é feito por unidade vendida, na proporção estipulada por cada ferramenta. Mas atenção: a necessidade de mostrar profissionalização pede que o empreendedor não fique restrito a esses canais!

Uma sugestão, nesse caso, é escolher uma plataforma que ofereça integração com esses marketplaces, o que permite que você anuncie seus produtos para milhões de visitantes por mês, mas sem abrir mão da sua própria loja virtual. E o bom é que, hoje, as melhores soluções em plataformas de e-commerce já dispõem de integração entre loja virtual e marketplace. Por meio desse recurso é possível:

  • sincronizar e importar dados da sua loja online (anúncios, descrições e fotos, por exemplo) para os marketplaces;
  • integrar de dados de estoque e frete de forma automática;
  • fazer a gestão de anúncios e vendas dos diversos canais no mesmo painel.

3. Faça questão de personalizar sua loja

Muitos empreendedores contratam ferramentas estáticas para dar suporte a suas vendas. Mas aí vem o problema: montar sua loja virtual de artesanato sobre uma plataforma sem flexibilidade certamente gerará uma série de impasses e contratempos em relação a layout e usabilidade. Isso, por sua vez, vai afetar a experiência do cliente, podendo colocar em risco o sucesso da loja.

Que tal então optar por uma plataforma flexível, que dê toda a liberdade para você formatar o layout do seu e-commerce do jeito que achar melhor? Não abra mão também de um:

  • layout intuitivo, que permita que todo o processo de compra seja feito em uma única tela — com exceção da área de pagamento;
  • domínio personalizado, fator fundamental para fortalecer a identidade da loja;
  • suporte especializado via web ou telefone;
  • site responsivo, para vender em todos canais.

4. Disponibilize diversas opções de pagamento

Ainda hoje, tem muita gente que compra na internet apenas via boleto bancário, sabia? Por isso, não entregar essa opção em sua loja virtual de artesanato vai apenas aumentar as taxas de abandono de carrinho. Por outro lado, mais de 50 milhões de brasileiros usam pelo menos uma das dezenas de bandeiras de cartões de crédito como forma de pagamento. A recomendação é, portanto, oferecer o máximo de alternativas possível para não perder vendas por um detalhe.

5. Estude profundamente o mercado

Antes de fixar o preço das mercadorias da sua loja de artesanato virtual, estude com atenção os valores praticados pela concorrência. Da mesma forma, é preciso entender seus custos de produção e os gastos com a manutenção do site, computando também possíveis danos ou extravios que gerem trocas ou mesmo o fornecimento de novos produtos. Pense ainda sobre qual seria a margem de lucro ideal para manter seu negócio sustentável.

Outra questão fundamental diz respeito ao frete. Isso porque, na prática, os altos custos com a entrega estão entre as principais causas do abandono de carrinho. Trazendo dados de um levantamento recente feito por uma consultoria especializada no varejo eletrônico, acredite: mais de 90% dos brasileiros já desistiu de comprar pela internet devido ao valor da entrega dos produtos. Aí está, então, um ponto com o qual você deve ter cuidado!

6. Seja clean no layout do seu site

Quanto ao layout, aqui vão algumas dicas fundamentais:

  • deixe a barra de busca sempre em destaque;
  • insira mecanismos de filtro para que os clientes possam ir direto ao que desejam;
  • caso haja itens fora do estoque, deixe essa informação clara;
  • deixe o carrinho de compras sempre visível;
  • invista em fotos de qualidade, com recursos de lupa;
  • integre sua loja online às mídias sociais.

Por fim, dê atenção especial ao checkout! O processo de compra deve se desenvolver em uma única página e o ideal é permitir a conclusão da negociação sem a necessidade de fazer o registro no site, com essa alternativa sendo oferecida no final da compra.

7. Escolha o meio de pagamento adequado

Para escolher o meio de pagamento levando em conta o momento do negócio, você tem basicamente 3 opções:

  1. intermediadores de pagamento;
  2. gateways de pagamento;
  3. integração direta com as operadoras.

Se você ainda está começando, recorrer a intermediadores de pagamento é uma boa alternativa, uma vez que essa espécie de terceirização do processo reduz custos com o desenvolvimento da loja e costuma ser muito bem-aceita pelos clientes. Tais empresas disponibilizam inúmeras formas de pagamentos, como cartão de crédito, boleto e débito em conta, assegurando também uma análise antifraude, o que diminui os riscos de chargeback.

Na contramão da crise e mostrando que o setor tem ainda muito espaço para expansão, o e-commerce no Brasil cresceu 11% em 2016. Inclua sua loja virtual de artesanato nas estatísticas de 2017!

E, por fim, não deixe de compartilhar este post em suas redes sociais para ajudar a impulsionar seus amigos ao empreendedorismo!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

7 passos para criar uma loja virtual de artesanato de sucesso
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.