Logística integrada: O que é e como ela é aplicada na prática!

Na prática, a logística integrada é um processo de gestão que estimula as atividades e integra a cadeia do produto até a venda e entrega ao cliente. Isso faz com que o negócio tenha uma comunicação interna mais assertiva e aumente também a produtividade e as vendas.

Os processos logísticos são importantes para garantir que a armazenagem, o transporte e a distribuição de produtos sejam eficientes.

No comércio eletrônico, a logística integrada pode ser uma grande aliada dos negócios.

É importante escolher bem os itens que serão vendidos, definir a precificação, as embalagens e os meios de entrega.

A experiência de compra do consumidor está diretamente relacionada aos processos de logística, já que é comum que ocorram atrasos ou preços muito altos na entrega do produto (valores de frete).

Nesse sentido, a logística integrada é uma boa ferramenta para otimizar os processos, pois consegue interligar os setores, com foco sempre nos melhores resultados para o público!

O que é logística integrada?

Logística integrada é um processo de gestão que incentiva atividades de integração na cadeia produtiva até a venda e a entrega ao cliente.

Dessa forma, a comunicação interna é mais precisa, aumentando a produtividade e as vendas.

Os processos unificam as áreas para deixar as operações mais práticas.

É importante entender que existem quatro tipos de logística.

Quando falamos em processos integrados, estamos, portanto, falando da integração de todos os tipos de logística entre si e com os demais setores do negócio.

Confira quais são os tipos básicos de logística:

Logística de produção

As indústrias usam esse tipo de logística para sistematização do processo em que um produto é fabricado.

Envolve desde a chegada da matéria-prima até o envio do produto para os Centros de Distribuição e para as empresas.

É importante que o gestor mantenha controle completo dos processos para que não ocorram prejuízos com itens acumulados.

É necessário considerar aspectos externos (relacionados, por exemplo, à estatística e à economia), já que, de acordo com a Academia de Logística, o gestor precisa analisar alguns cenários para desenvolver um planejamento equilibrado relativo ao volume de produção em curto prazo, médio prazo e longo prazo.

Logística de distribuição

A logística de distribuição cuida para que os produtos vendidos pela empresa alcancem o cliente. A compra das mercadorias pode ocorrer em lojas físicas ou virtuais.

De acordo com a Academia de Logística, para que o processo seja concluído com efetivamente, é necessário cumprir certas etapas, como:

  • conferência de cargas;
  • definição das rotas;
  • controle dos transportes;
  • gestão dos fretes;
  • monitoramento de toda a jornada.

Logística reversa

Embora não seja tão popular como as outras, a logística reversa é usada diariamente pela população mundial.

Por meio dela, as mercadorias podem voltar ao ponto de origem para que sejam comercializadas de novo ou para sofrerem o descarte adequado.

Consiste em uma forma sustentável de manter a economia ativa, pois ela ajuda a diminuir o volume de lixo lançado no meio ambiente.

A logística reversa também se responsabiliza pelo retorno de produtos e correspondências aos remetentes, algo que ocorre muito no nosso dia a dia.

Logística de suprimentos

Esse tipo de logística é uma das etapas iniciais que uma empresa leva em conta ao produzir algum item.

Por meio da logística de suprimentos, é possível esquematizar como a matéria-prima chegará ao lugar em sofrerá a transformação em produto.

Nesse sentido, o profissional precisa considerar pontos como:

  • quantidade que será usada na produção da mercadoria;
  • melhores valores do mercado;
  • descarte dos resíduos.

Como ela é aplicada na prática?

A melhor forma de aplicar a logística integrada é por meio de um sistema de gestão ERP, o qual unifica os setores da organização, desde o estoque até a entrega.

Os processos devem integrar as áreas para assegurar operações práticas.

A partir do ERP, é possível integrar e automatizar informações de cadastro, de estoque, de vendas, de emissão de notas ficais e de boletos, bem como a entrega ao cliente.

O ERP fomenta a integração de outros setores à logística, como o financeiro.

As automações também são integradas aos marketplaces e a outros canais de venda.

Trata-se de uma solução que se alia ao negócio, sendo assim excelente para os tempos atuais, que exigem muita agilidade para obtenção de uma maior quantidade de vendas.

Quais são os benefícios da logística integrada para a sua empresa?

Vamos analisar algumas vantagens que a logística integrada proporciona à empresa.

Pesando os benefícios, podemos destacar os seguintes:

Reduz custos operacionais

Os erros fazem parte da rotina de trabalho de uma empresa.

E os erros podem custar caro para a empresa devido ao retrabalho para corrigir as falhas cometidas.

Assim, a logística integrada ajuda a evitar erros e a reduzir gastos.

A partir de ferramentas que integram todas as informações e notificam as fases do pedido, é possível manter a organização.

O gestor consegue ter uma visão sistêmica e, portanto, mais estratégica, com a possibilidade de identificar erros e fazer a correção a tempo.

Enfim, os processos de logística integrados permitem identificar erros existentes e indicar medidas de correção, prever riscos e contribuir para desenvolver medidas preventivas e ainda auxiliar para implementar uma solução de contingência para imprevistos.

A otimização diminui custos que seriam criados pelo desperdício de tempo e de materiais, pelo retrabalho dos profissionais.

Equipamentos avançados, softwares modernos e todos os processos de automação, gerentes e liderança conseguem concentrar forças, especialmente, em otimizações e projeções para o futuro.

Aumenta a lucratividade

A partir da logística integrada, a empresa pode criar oportunidades para receber lucros.

Com funcionários, clientes e fornecedores satisfeitos, processos se desenvolvendo sem falhas, sistemas que permitem uma visualização geral e um planejamento completo, o setor de logística trabalha com acertos, garantindo mais lucros.

Os consumidores felizes com a empresa, além de comprarem mais vezes, também recomendam o negócio para seus familiares e amigos, divulgando a marca boca a boca e nas redes sociais.

Desse modo, não é surpreendente que as taxas de conversão se elevem e, é claro, os lucros também.

Satisfaz os stakeholders

Outra vantagem é que os processos logísticos integrados ajudam a deixar os stakeholders satisfeitos.

Nesse caso, estamos nos referindo a todos os envolvidos, como funcionários, fornecedores e clientes.

A integração conquista essas pessoas na medida em que viabiliza propostas para preços justos e torna o atendimento ao cliente mais qualificado.

Uma regra geral é esta: o consumidor deve ser, sempre, o foco do negócio.

A partir dessa ideia, é possível desenvolver estratégias mais eficientes.

Em relação aos funcionários, eles têm mais liberdade para se dedicar a tarefas mais importantes.

Uma pesquisa, realizada pela empresa Robert Half, demonstrou que a liberdade e a autonomia são importantes para a felicidade do colaborador.

E os trabalhadores satisfeitos tendem a ser 21% mais produtivos que os funcionários insatisfeitos.

Torna os processos mais ágeis

A agilidade é uma qualidade cada vez mais requerida nas empresas.

Já estão se tornando comuns, as equipes formadas por profissionais de agilistas ou setores que praticam os métodos ágeis na rotina de trabalho.

A logística integrada facilita a comunicação entre todas as fases do fluxo, permitindo que as equipes se conectem e compreendam tudo que está ocorrendo, do princípio ao fim.

Desse modo, é possível se precaver contra erros e garantir ao cliente uma experiência única.

Fortalece a competitividade

A logística integrada ajuda a estruturar uma cadeia de suprimentos mais eficiente e produtiva.

Consequentemente, a imagem da empresa se consolida mais ainda, posicionando-se como referência no mercado e destacando-se da concorrência.

Um dos efeitos positivos é que a base de clientes aumenta, bem como o número de consumidores que admiram a empresa.

Outro efeito valioso é que as ações aumentam de valor no mercado.

Dessa forma, os investidores começam a fazer negócios mais lucrativos.

A avaliação do valor financeiro da empresa (valuation) também representa um impacto benéfico.

É importante lembrar que a empresa que dispõe de um valuation alto consegue elevar também o valor e os preços de seus produtos e serviços, ou seja, o e-commerce tem a oportunidade de aumentar os preços dos itens sem que aumentem os custos de produção.

Quais são as principais atividades envolvidas na logística integrada?

Para que a logística integrada funcione, é preciso que certas atividades fundamentais sejam realizadas.

Vejamos quais são elas:

Controle dos materiais

A partir da logística integrada, o gestor consegue assegurar qualidade em todos os processos, incluindo a entrada e a saída de materiais dos estoques e o controle da quantidade de produtos que precisam permanecer nos CDs (Centros de Distribuição).

Não há possibilidade de entregar determinada mercadoria se não existirem insumos para sua fabricação.

Considere um exemplo:

Um produto é anunciado na loja virtual, mas a empresa não tem matéria-prima para sua fabricação.

O consumidor acessa o aplicativo, escolhe essa mercadoria e realiza a compra, que é aprovada.

Nesse caso, existe uma grande falha de comunicação entre o comércio eletrônico e o consumidor.

A situação piora quando a empresa contata o cliente para notificar que não será possível enviar o pedido.

Não se trata de uma boa experiência para o consumidor.

Ele pode ficar decepcionado e evitar fazer novos negócios na empresa.

Deve-se, portanto, manter um controle eficiente de estoque e gerenciar com cuidado a produção dos itens.

Tráfego da matéria-prima na produção

Estoque parado representa capital imobilizado e, possivelmente, prejuízos para o negócio.

É fundamental que um profissional se responsabilize pelo controle e pela análise do tráfego de matérias-primas para agilizar e otimizar a linha de produção industrial.

A empresa pode satisfazer todas as demandas usando softwares que interligam o ecossistema de produção, fundamental para assegurar que o projeto desenvolvido apresente bons resultados.

Os sistemas possibilitam saber quais são os métodos e os processos de trabalho usados.

Além disso, os funcionários visualizam informações em tempo real usando os sistemas.

Nessa fase, é efetuada também a gestão dos desperdícios.

Assim, é possível evitar que insumos sejam desperdiçados ou que não haja material para a produção.

Transportar e distribuir o produto

Outra finalidade da logística integrada é garantir uma entrega confiável do produto para o cliente, ou seja, o item deve ser entregue em boas condições e no prazo combinado.

A entrega certamente é uma etapa muito avaliada pelo consumidor.

É uma etapa bem próxima do consumidor, em que ele consegue mensurar erros, como itens enviados errados, atrasos na entrega, mercadorias que alcançam o cliente em más condições ou violadas.

Quando o cliente está no centro do negócio, essa etapa dificilmente dá errado.

Como aplicar a logística integrada na empresa?

A integração logística envolve, de forma básica, a comunicação como elemento fundamental para o sucesso dos processos, além de reconsiderar a cultura organizacional.

Não há mudanças fáceis, especialmente em áreas que, há muito tempo, já estão atuando.

Por isso, vale a pena seguir algumas dicas para implementar as mudanças com sucesso:

Invista em comunicação interna

Sem comunicação interna, é impraticável a integração de todos os setores.

É necessário apostar na comunicação e em equipes que se responsabilizem por assegurar, em tempo real, a informação de todos os eventos em andamento.

Recomenda-se o desenvolvimento de reuniões de planejamento, comunicados, programas internos e toda ação necessária.

Além disso, é fundamental que se mantenha transparência em todas as coisas.

A equipe deve visualizar as metas e o caminho que a empresa está seguindo para a execução correta do trabalho.

É importante seguir um roteiro bem definido.

Treine os colaboradores

Toda e qualquer mudança requer treinamento profissional, afinal os funcionários precisam se atualizar para compreender a nova cultura e entender a relevância da integração da logística e da satisfação dos clientes.

Não é aconselhável mudar de um momento para outro.

É preciso apresentar à equipe os conceitos, os casos de sucesso, os métodos de transformação.

Dessa maneira, será possível obter apoio completo do time de trabalhadores.

Aplique ferramentas para gestão de projetos

Investir em ferramentas de gestão de projetos é uma forma de assegurar a implementação da logística integrada em sua empresa.

As ferramentas permitem resultados positivos na implementação de qualquer plano envolvendo mais equipes ou mais profissionais individuais.

Assim, os funcionários saberão quais são os métodos e os processos de trabalho que estão sendo usados e ainda contribuem para a visualização das informações em tempo real.

Fica tudo acessível a todos os profissionais envolvidos.

Invista em equipes ágeis

Talvez seja necessário investir em novos profissionais.

Nessa situação, é importante construir times que trabalhem com agilidade.

Os novos funcionários, bem como os já existentes, devem desenvolver essa habilidade.

Equipes ágeis trabalham com métodos que procuram:

  • flexibilidade;
  • cooperação;
  • agilidade;
  • comunicação;
  • eficiência.

Os funcionários trabalham com o desejo de solucionar transtornos relacionados a prazos, gastos exagerados no ciclo de produção e qualidade dos itens.

Desenho o fluxo logístico completo da empresa

Quando investimos em comunicação, funcionários novos, transformação cultural e aplicação de ferramentas e métodos ágeis, é necessário desenhar o fluxo dos processos logísticos.

O que isso quer dizer?

Quer dizer que toda a jornada desde a produção de qualquer item até o pós-entrega deve ser conhecida dos profissionais.

Mapeie todos os erros

Ao desenhar o fluxo logístico da empresa, é natural que se identifiquem também os erros, também chamados de “gargalos”.

São esses gargalos que prejudicam as operações.

É uma análise relevante porque requer o entendimento das causas de cada erro para saber como evitar as falhas.

Realize o planejamento

Depois do mapeamento do fluxo e da identificação dos gargalos que prejudicam as operações, é necessário alcançar a etapa seguinte: o planejamento.

O planejamento deve ser feito considerando tanto o curto quanto o longo prazo, desenvolvendo planos de ação que evitem o surgimento de falhas e favoreçam a implantação dos pontos tratados ao longo do texto.

Sempre que os processos logísticos acompanham o planejamento e são devidamente monitorados pelo gestor, eles permitem melhorias significativas na qualidade do serviço.

Dessa forma, a empresa consegue monitorar a redução dos gargalos e o aumento dos lucros.

Quais são as empresas que aplicam logística integrada?

Ao final de tudo, vale a pena conhecer algumas empresas que praticam a logística integrada.

São cases de sucesso que estão obtendo bons resultados com suas estratégias.

Conheça mais sobre duas delas:

Mercado Livre

Atualmente, o Mercado Livre é o maior marketplace de toda a América Latina.

É uma das lojas que define as regras do mercado no Brasil.

Novos produtos são lançados continuamente no marketplace, que se tornou referência tanto no relacionamento B2C quanto no B2B.

Da mesma forma, o Mercado Livre é uma referência no que se refere à logística integrada.

O Mercado Envios é a prova disso.

Alguns lojistas ainda se perguntam sobre a obrigatoriedade de usar o serviço, mas é indiscutível que promove otimização de tempo e confere mais eficiência para as vendas.

O Mercado Livre tem Centros de Distribuição e Centros de Armazenagem próprios.

Assim, quando o consumidor faz compras em lojas parceiras do ML, não é preciso aguardar que o produto seja separado e coletado no vendedor e, somente depois, o produto seja processado para o envio.

A mercadoria é enviada imediatamente do CD do Mercado Livre.

Cabe ao vendedor repor o item no estoque. Isso é vantajoso para o vendedor e para o cliente, que geralmente tem pressa.

Pier8

A Pier8 criou um sistema específico para suprir necessidades imediatas do cliente.

Chama-se Pier Same Day Delivery.

Avaliando o mercado, os gestores da empresa concluíram que as soluções se fundamentam principalmente em fatores como:

  • roteirização;
  • integração;
  • picking and packing.

Houve um mapeamento das demandas internas.

Cada setor foi esmiuçado para que fosse possível identificar quem poderia atender cada necessidade.

Ao lado disso, Inteligência Artificial (IA) e sistemas de integração mostraram qual seria o melhor caminho para satisfazer às metas e às expectativas definidas.

Assim, terminamos nosso artigo que explica detalhes sobre a logística integrada.

Aplicá-la em seu e-commerce, vai ajudar a reduzir gastos, melhorar lucros e otimizar o relacionamento com o cliente, entre outros benefícios.

E, como sempre, o uso da tecnologia vai ser uma forte aliada no ganho de mais eficiência e competitividade.

Gostou do conteúdo?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os processoes de logística integrada, confira os principais desafios da logística no e-commerce e saiba como superá-los.

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário