Layout para Black Friday: como adaptar o seu para vender na melhor data do varejo!

O layout se refere às cores do site, à maneira como os itens são exibidos, a posição do logotipo e as etapas de navegação que acompanham a jornada do cliente. A loja online pode adaptar o layout para Black Friday através de: banners, pop ups personalizados, temas específicos que ajudem o consumidor a identificar as promoções.

Cuidar do visual do seu e-commerce é fundamental para prender a atenção do usuário. Em datas especiais ter um layout personalizado é ideal e é sobre isso que vamos falar nas próximas linhas. Já mudou o seu layout para Black Friday 2022?

Se a resposta é ainda não, ou não sabe como fazer isso, nós temos a solução para você.

Muito se aposta em fazer campanha nas redes sociais como Instagram e Facebook, em e-mail marketing, remarketing e essas são boas estratégias de atração.

Para que os usuários cheguem até você. Mas e após atraídos para sua loja?

identidade visual corresponde com a estratégia de atração?

Veja como ajustar o seu layout para Black Friday, pois ainda dá tempo!

O que é layout?

O layout é um termo que se refere à organização da empresa, ao visual da loja.

No caso do comércio eletrônico, o layout se refere às cores do site, à maneira como os itens são exibidos, a posição do logotipo, as cores, as etapas de navegação que acompanham a jornada do cliente até a conclusão da compra.

O layout não tem somente função estética.

Naturalmente, ele contribui para deixar o ambiente digital mais bonito e mais agradável para os consumidores.

A usabilidade também é otimizada a partir de um layout bem construído.

O e-commerce precisa dispor de um layout para que a experiência do consumidor seja a melhor possível, seja mais simples e prática.

É importante que o layout combine estética com funcionalidade.

Qual é a importância de personalizar o layout para a Black Friday?

A Black Friday contribui para aumentar a quantidade de vendas no varejo, inclusive no ambiente digital.

É muito importante que a loja online invista no layout para Black Friday.

Embora campanhas nas redes sociais sejam muito estratégicas e atrativas, o visual e a usabilidade do site também influenciam para a conversão de leads.

E, quando falamos em usabilidade, isso envolve aspectos relacionados a SEO, UX, UI. As estratégias de vendas devem ser muito bem analisadas na montagem do layout.

Enfim, desde a página inicial até o checkout, é necessário reter o consumidor para que a compra seja efetivada.

como vender na Black Friday

Como adaptar o layout para Black Friday em 21 dicas?

Vamos considerar agora como adaptar o layout para Black Friday.

Veja algumas dicas que podem ajudar você a montar com eficiência o visual de sua loja virtual:

1. Tenha banners estratégicos no site

Um dos investimentos mais importantes para desenvolver campanhas e uma identidade visual que se ajuste à data é a criação de banners temáticos.

Eles devem ser colocados na primeira dobra da página para atrair mais a atenção das pessoas.

Os banners temáticos são muito relevantes para a produção de um layout mais caprichado.

2. Personalize sua loja online com as cores da Black Friday

As cores da Black Friday devem marcar presença em alguma parte da loja para gerar familiaridade com os consumidores.

Dessa forma, eles poderão se identificar com o ambiente em que se encontram.

3. Escolha um bom tema para sua loja

O tema deve ser Black Friday, mas você pode personalizar esse tema de acordo com o perfil de sua loja, de forma que sua própria identidade visual fique evidente.

Seja criativo e procure combinar seu estilo com a temática da Black Friday.

Uma estratégia que você pode aplicar é desenvolver template com tema de Black Friday para os itens que participarão, ou seja, aqueles que realmente apresentarão descontos.

Teste, crie, invente, reinvente!

Lembre-se de publicar as mudanças do layout para Black Friday antecipadamente para assegurar que serão refletidas.

As páginas do comércio eletrônico geralmente apresentam um período de armazenamento em cache, que é um elemento-chave para melhorar o desempenho do site e garantir um tempo otimizado de carregamento.

4. Tenha uma identidade visual diferente

E já que falamos sobre identidade visual, vamos dar uma dica especial: diferencie sua identidade, deixando-a mais competitiva, destacada da identidade visual de seus concorrentes.

A identidade visual pode variar sem perder sua identidade.

Veja, por exemplo, o logo da Rede Globo, que vem sofrendo algumas mudanças ao longo do tempo, mas sem nunca deixar de ser específico.

Mas vale lembrar que a identidade visual não se resume ao logotipo, mas reúne diferentes elementos gráficos para criar uma atmosfera que revele os valores da empresa, a forma como ela percebe o mundo.

5. Coloque os produtos em promoção em destaque

Os produtos que participarão da promoção devem ficar em destaque, visíveis para o usuário que acessa a loja.

Afinal, os consumidores estão interessados, na Black Friday, em comprar os produtos promocionais, que oferecem alguma vantagem para eles.

Caso esses itens não estejam em evidência, a tendência é que o público perca o interesse em permanecer na loja.

6. Evite as prateleiras dinâmicas nesse período

Essas prateleiras mostram produtos aos clientes com regras automatizadas, que não priorizam os produtos relacionados à Black Friday.

O que você pode fazer é montar uma seção especial com esses produtos, destacando-os dos demais.

Use imagens dos produtos para atrair a atenção das pessoas que navegam pelas páginas da loja

7. Utilize selos de desconto nos produtos selecionados

Outra coisa que pode ser feita é acrescentar selos nesses itens para que os descontos sejam identificados facilmente.

Coloque selos nos produtos que deseja destacar, nos lançamentos, em tudo que seja efetivamente vantajoso para o cliente.

Dessa forma, sua loja revela que está interessada, de fato, em oferecer promoções para seu público.

Por isso, se recomenda planejar bem a Black Friday.

Não adianta criar promoções e não as evidenciar o suficiente porque, apesar de serem vantajosas para o consumidor, não oferecem vantagens para o negócio.

Enfim, para destacar seus produtos, vamos dar duas dicas valiosas:

  • apresentar na homepage um total de, aproximadamente, 30% a 40% dos itens oferecidos pelo site e que estão em promoção;
  • construção da página de produto e da página de lista de produtos.

8. Faça boas descrições de produtos

É importante descrever detalhadamente os produtos que estão em promoção.

Assim, os consumidores ficarão sabendo as especificações de cada item que tem desconto.

As descrições, vale ressaltar, ajudam a explicar em que consiste realmente a promoção.

O consumidor ficará ciente das vantagens que está usufruindo, do diferencial em relação a outras lojas que oferecem o mesmo produto.

Isso deve ser feito nos itens individuais e nos combos.

É importante explicar por que razão será vantajoso para o cliente adquirir o produto ou kit por aquele preço.

Clique aqui para saber tudo sobre descrição de produto no E-commerce!

9. Crie landing pages atrativas

A landing page também faz parte de estratégias para atração de clientes, pois quando clicamos em algum anúncio ou efetivamos um cadastro, o consumidor é direcionado para uma página com CTA.

Não importa onde a landing page esteja vinculada, o layout deve ser compatível com a loja.

A vinculação pode se apresentar como resultado de pesquisa no Google ou como publicidade nas redes sociais.

Na landing page, de acordo com a promoção, aplique as dicas para o layout da Black Friday.

10. Utilize pop-up

Modificar o pop-up é mais uma interessante estratégia de layout.

Ela pode oferecer informações sobre promoções e outras estratégias.

O pop-up ajuda a recuperar o consumidor que, por algum motivo, abandona o carrinho ou decide deixar o site.

É possível usar o pop-up para atração e precificação, para dar cupons e descontos, para usar como canal de captação de e-mail.

11. Pense na experiência do cliente

Quando falamos em experiência do cliente, é importante citar o UX (User Experience, Experiência do Usuário).

Ainda que o melhor seja exibir ao usuário os itens ofertados, vale a pena hierarquizar o conteúdo é um critério valioso para desenvolver uma estratégia em alinhamento com o layout.

Uma empresa de pouca ou nenhuma usabilidade na Black Friday tende a levar o usuário a desistir com facilidade da compra.

São diferenciais que podem fazer o cliente escolher ou não sua empresa.

Quando falamos em layout para Black Friday, o conceito de UI pesa muito.

UI, ou Interface do Usuário, é a parte da loja virtual que mantém interação com o cliente.

Por isso, vale a pena contratar os serviços de um UI designer.

Seguem algumas estratégias que ajudarão o usuário a ter uma boa experiência na loja digital

12. Use técnicas de Copywriting focadas em conversão

Em algumas situações, as estratégias não levam em conta os textos.

De qualquer forma, eles são tão relevantes quanto as imagens no layout.

Não se trata somente de escrever o valor de algum desconto, como “desconto de 30%”.

É recomendado aplicar técnicas de escrita que persuadam o consumidor a permanecer no site em conjunto com outros elementos de atração, que tenham alto potencial de conversão.

Os gatilhos mentais, podem ser bem explorados em textos curtos, de forma a fomentar o interesse por algum produto e a intenção de compra.

13. Utilize técnicas de SEO

Outra dica é investir em SEO, tanto em SEO Off-Page quanto em SEO On-Page.

Dessa maneira, a loja virtual será encontrada mais facilmente.

Além do visual mais atraente, o layout também deve seguir padrões para que o Google permita aos consumidores acharem o negócio, pois é uma época de muita competitividade, ou seja, cada loja busca ocupar a melhor posição nas buscas.

Caso a empresa produza algum conteúdo no blog, o SEO é um diferencial para que as postagens sejam encontradas e publicadas.

14. Planeje ações para retargeting e recuperação de carrinhos

No ápice da busca por descontos, os consumidores podem chegar bem perto de efetivar a compra.

Mas chegar perto não significa concretizar o negócio.

E a loja virtual deve se preparar para essas situações.

Vale a pena traçar algumas estratégias de retargeting e de recuperação de carrinhos na tentativa de obter mais vendas.

Caso não seja possível fazer isso durante o final de semana, nem tudo está perdido: afinal, existe a Cyber Monday (segunda-feira depois da Black Friday, que ainda não se tornou tão popular no Brasil); e, mais adiante, o Natal.

No Brasil, algumas lojas costumam antecipar e/ou prorrogar a Black Friday a fim de aumentar as oportunidades.

Conforme explica um consultor do Sebrae: “Se o consumidor entrou na loja, visitou os produtos e até chegou a pôr no carrinho, ele se interessou e está mais propenso a comprar com você”.

Assim, uma boa dica é caprichar no layout da página do carrinho.

Torne-o mais atrativo para que o consumidor se sinta estimulado a voltar e completar a compra.

Uma solução é lembrar o cliente, durante a navegação no site, de que ele deixou itens no carrinho.

Caso muitos itens estejam esquecidos há muito tempo, uma estratégia de atração é oferecer desconto na conclusão da compra.

Você pode usar lembretes automáticos, visualmente atraentes, para “refrescar” a memória do cliente.

Use técnicas para levar o cliente de volta às compras não concluídas.

15. Use a famosa estratégia DE/POR

As campanhas costumam valorizar os descontos, mostrando que realmente são vantajosos para o público.

No layout para Black Friday, essa técnica também merece ser explorada.

Coloque a famosa frase: De R$… Por R$…

Por exemplo, se você estiver vendendo um produto que custava R$ 50,00 por R$ 32,00, deixe o desconto claro na página do produto.

Deixe claro para o cliente:

“Aproveite a Black Friday e compre! De R$ 50,00 por R$ 32,00”.

O consumidor fica ciente, assim, de que está tendo um desconto de R$ 18,00.

Se quiser caprichar um pouco mais, especifique o percentual referente ao desconto.

No exemplo citado acima, teríamos: “Aproveite a Black Friday e compre! De R$ 50,00 por R$ 32,00.

Desconto de 36%!”.

Aplique essas duas estratégias:

  • mostre o produto com desconto e sem desconto na página de produto, seguido do valor do frete;
  • mostre o produto com desconto e sem desconto no checkout.

16. Utilize breadcrumbs

Usar breadcrumbs ajuda o usuário a navegar pela loja virtual.

O breadcrumb é um pequeno menu instalado, na maioria das vezes, na parte de cima da página.

Sua finalidade é ajudar na navegação indicando o caminho de retorno, ou seja, como voltar da página em que o consumidor está para a página anterior.

O Google mostra como o breadcrumb é um componente relevante para melhorar o SEO da página.

Dessa forma, é interessante usar breadcrumps na PDP (Página De Produto) e na PLP (Página de Lista de Produtos).

17. Dê a oportunidade de o usuário filtrar as opções

A principal função de um sistema de filtragem é fazer com que o consumidor identifique os produtos que precisa ou deseja mais rapidamente na loja.

Durante a Black Friday, a maior parte das pessoas quer aproveitar ao máximo a possibilidade de comprar aquele produto que almeja por um preço bem mais atrativo.

Alguns filtros que você pode aplicar:

  • itens promocionais durante a Black Friday;
  • grupos de descontos: 10%, 15%, 20%, 25%, 30%, 40%, 50%, 60% e assim por diante, conforme a conveniência;
  • preço (do mais baixo para o mais alto; do mais alto para o mais baixo).

Em geral, os consumidores já têm uma noção do quanto podem gastar no período.

Desse modo, ajudar os usuários a limitar suas opções conforme suas possibilidades financeiras é uma boa estratégia para impulsionar as compras.

18. Crie um layout ordenado para a pesquisa

Para facilitar que o consumidor encontre na página de lista de produtos o item que deseja, você pode recorrer a algumas soluções, relacionadas à ordenação:

  • ordenação por relevância aplicado por default;
  • opção de ordenar por relevância, preço, mais vendidos, avaliações, lançamentos, ordem alfabética;
  • colocar um “ordenar por” adicional no fim da página;
  • usar “ordenar por”, não como opção, mas como título em uma página.

19. Ofereça um customer service

No layout da Black Friday, a loja virtual deve exibir as regras da Política de Troca e Devolução.

Afinal, considerando que é uma época de promoções, podem ocorrer dúvidas e muitos carrinhos abandonados.

Logo, a empresa deve construir o layout da página de Política de Troca e Devolução, de preferência, da seguinte forma:

  • custos relacionados;
  • datas de limite bem definidas;
  • condições de merchandising;
  • texto bem organizado, com estrutura de tópicos e resumos.

A loja virtual também deve oferecer canais de atendimento e comunicação variados.

Principalmente para dirimir dúvidas dos clientes sobre troca e devolução e outros assuntos relacionados à Black Friday.

20. Explore o cross-sell

Pesquisa da McKinsey afirma que a técnica de cross-sell tem potencial para aumentar em até 20% as vendas e em até 30% os lucros.

Cross-sell é a venda cruzada.

É a venda de itens que estão relacionados entre si, que são complementares.

Para investir nessa técnica, é preciso analisar pontos como:

  • definição dos produtos relacionados que podem ser ofertados na venda cruzada;
  • identificação dos clientes cujo perfil se ajusta para o cross-sell;
  • compreensão da jornada do cliente para ter sucesso na estratégia.

As opções podem aparecer na página de lista de produtos e no carrinho, no momento em que o consumidor está prestes a fechar a compra.

Ao encontrar um produto complementar àquele que está adquirindo, por um preço atrativo, o consumidor pode se sentir motivado a comprá-lo.

21. Personalize as páginas

A exibição do histórico de navegação é mais relevante em momentos especiais, como a Black Friday.

Por isso, vale a pena expor na página de lista de produtos e na Home Page os produtos que o usuário visualizou antes.

Também vale a pena sugerir itens e categorias na Home com base justamente no histórico de navegação do cliente.

E, assim, chegamos ao final de nosso post.

Mostramos algumas dicas para você ajustar o layout para Black Friday e aumentar as possibilidades de vender mais.

Coloque-se no lugar do cliente para entender melhor como a experiência dele pode ser melhorada!

E não se esqueça de usar as Redes Sociais para vender mais na Black Friday.

Veja dicas do nosso especialista em E-commerce para vender pelo Instagram e aumentar o faturamento do seu e-commerce:

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário