Layout de loja virtual: O que é, tipos e como escolher o melhor para sua loja!

Construído por meio de imagens, banners e cores, o layout de loja virtual é como a vitrine de uma loja física e influência diretamente na experiência de compra de um e-commerce. Além de disponibilizar um espaço confortável de se navegar, investir em um layout funcional agrega confiança e profissionalismo para uma marca.

Quem está começando a montar seu e-commerce, com certeza tem diversas escolhas para fazer e assegurar uma boa navegabilidade para os usuários que desejam comprar em seu site.

Mas se engana quem acha que a navegabilidade ou usabilidade é sempre um assunto técnico, que só tem a ver com os servidores e gateways que usamos para estruturar o espaço virtual.

Embora esses aspectos influam, um dos pontos mais importantes na hora de montar o e-commerce é prestar atenção em qual o melhor layout de loja virtual para o seu negócio.

Com um layout que saiba traduzir o que a sua marca quer passar e convide o cliente a explorar o site, suas taxas de conversão serão bem maiores!

Por outro lado, um layout difícil de navegar ou com cores muito destoantes pode ser um dos motivos por trás das poucas vendas online.

E mesmo que você só venda no marketplace, continue a leitura deste post e entenda de uma vez por todas o que é layout e como montar um para sua loja virtual! 

O que é um layout de loja virtual?

Layout é mais uma das inúmeras palavras da língua inglesa que chegou para ficar de vez em nosso vocabulário.

Basicamente, ela tem um significado de “disposição” ou “arranjo”, e em geral está presente quando falamos de design para web, embora também esteja se popularizando em outras áreas.

Resumindo, layout é a maneira como os elementos de um site ou plataforma estão colocados.

Na prática, quando falamos de layout, falamos das escolhas de design e navegabilidade que a pessoa que desenvolve um site, como um e-commerce, pode fazer.

Uma escolha de layout, por exemplo, é dispor seus produtos em uma espécie de feed em que os usuários podem rolar para baixo e acessar novos conteúdos, ou organizá-los em um formato de carrossel, deslizando para a direita para descobrir as próximas postagens.

Entretanto, o layout não é apenas uma preocupação estética.

Ele também pode influenciar e muito na compra.

Você se lembra de alguma vez em que uma compra online foi cansativa porque cada clique te levava para uma página completamente diferente ou que não resolvia seu problema?

Isso é um exemplo comum de um layout mal sucedido!

Mas compras mais ágeis não são os únicos motivos para se preocupar com um bom layout de loja virtual.

Siga a leitura e descubra como esse é um conceito valioso.

Qual a importância do layout para sua loja virtual?

Você certamente já ouviu aquele famoso ditado popular que diz que “a primeira impressão é sempre a que fica”, não é mesmo?

Independentemente de ser verdade ou não, é sempre bom causar um bom impacto inicial nos possíveis futuros compradores.

Essa é uma das principais funções do layout de loja virtual: direcionar a conversão, recepcionar os clientes e fazer com que eles se sintam bem acolhidos em seu site.

Um bom layout não só aumenta o tempo de permanência em seu e-commerce, como aumenta a probabilidade dos usuários recomendarem seu endereço a amigos e familiares.

Além de disponibilizar um espaço confortável de se navegar, investir em um layout funcional pode dar confiança e profissionalismo para uma marca.

Um dos pontos que muitas vezes esquecemos sobre o e-commerce é que, por ser uma plataforma digital, o contato humano é bem reduzido em relação ao modo como muitas pessoas estão acostumados a fazer negócios, olhando no olho dos vendedores e testando os produtos ali mesmo.

Por isso, agregar profissionalismo é um grande diferencial, mostrando logo de início que seu negócio se preocupa com o bem-estar dos clientes, desde o primeiro momento até a finalização da compra.

Um último ponto importante é que um layout organizado ajuda os clientes a encontrarem exatamente o que eles desejam.

Também falamos de layout ao escolher como os produtos ficam dispostos na “vitrine” virtual, que pode facilitar a navegabilidade por meio de filtros ou a opção de customizar como os produtos serão ordenados em uma lista.

Qual a diferença entre template e layout?

Uma das confusões mais comuns quando se trata deste assunto é confundir os termos “template” e “layout”.

Isso acontece porque, além de estarem presentes nos mesmos contextos, são dois aspectos que devem ser complementares para o o bom funcionamento do site. Mas então, qual a diferença?

O template é um tema visual, ou seja, é o conjunto de imagens e cores presentes em um layout e que dá a cara do endereço virtual.

Quando optamos por um site com tons mais claros porque se trata de um e-commerce de roupas de bebê, ou um com cores mais vibrantes para simbolizar o clima arrojado de uma agência de viagens mais radicais, estamos falando de opções de template.

Já quando o assunto é layout, como já dissemos, estamos falando da estrutura do site.

Um e-commerce pode ter o layout desenvolvido para um público mais leigo e sem intimidades com a internet, utilizando uma estrutura amigável e simplificada.

Viu como são duas partes bem complementares de um site? Embora um template bonito e agradável seja primordial, você precisa ter um bom layout para que a beleza do site seja realmente aproveitada.

Layouts mais comuns

Agora que você entendeu bem o que é um layout e como é importante pensar bem no modelo para seu site, que tal entender um pouco melhor sobre os layouts mais usados por e-commerces? Confira agora!

Blog

O layout modelo blog é um dos mais comuns e simples de serem feitos.

Neste layout, que funciona muito bem quando a maior parte do conteúdo pode ser expresso em texto, o comum é que as matérias ou postagens fiquem dispostas em um formato de quadro para que o usuário possa navegar.

Em geral, as postagens mais recentes costumam estar na parte de cima e as mais antigas embaixo ou em outras páginas, se for o caso.

Também é comum que as primeiras postagens fiquem em um tamanho maior, para dar mais destaque e diferenciar os níveis do site, que de outro modo ficaria um pouco monótono.

Mesmo que seu negócio não envolva textos diretamente, essa é uma ferramenta essencial para o marketing de conteúdo de qualquer marca e destinar um espaço de sua página para um blog pode ser uma ótima ideia!

One page

Um layout que pode soar um pouco radical à primeira vista, mas pode ser muito sofisticado e atraente se usado corretamente é o one page.

Como você talvez possa deduzir, trata-se de um site minimalista que possui apenas uma página!

Nesta página, ficam localizados todas as funcionalidades do site, que incluem desde botões até pequenos textos sobre o negócio.

O layout one page pode funcionar bem se você colocar um árvore de links para organizar o fluxo do site. Uma árvore de links é uma pequena lista em que todos os links importantes ficam reunidos.

Assim, você pode usar o layout one page como cartão de visitas em seu e-commerce, mas também disponibilizando uma árvore de links que direcionem para as redes sociais, loja virtual e contato.

Landing page

Como o layout landing page é extremamente comum no mundo dos negócios, você provavelmente já encontrou um navegando na internet quando registrou o e-mail para ter acesso a algum e-book ou webinar exclusivo.

Parecido com o layout one page, a landing page também é uma página única.

A diferença é que a landing page está sempre focada em direcionar o cliente para alguma ação, como informar e-mail e alguma informação importante, ou mesmo simplesmente comprar algum produto.

Se você conhece o funil de vendas e sabe da sua importância, considere o layout de landing page em algumas páginas do seu e-commerce para obter mais leads com as pessoas que visitam seu site.

E-commerce

O layout de e-commerce é aquele que se preocupa em dispor os produtos ou serviços que a marca oferece imitando o conceito de vitrine nas lojas físicas que estamos acostumados.

Neste modelo, é importante prezar pela clareza e objetividade, alinhando os produtos lado a lado e colocando os botões de “compre” ou “saiba mais” destacados abaixo de cada produto.

O layout é tipo como o padrão para os e-commerces porque é o mais intuitivo para quem deseja comprar em plataformas.

Em geral, ele envolve poucos cliques após a escolha do produto, envolvendo um página para inserir os dados de pagamento e um checkout para confirmação, aumentando as chances de compra por conta da facilidade.

Institucional

Um dos modelos mais clássicos quando o assunto é layout para empresas, o modelo institucional envolve uma estrutura mais clássica e sóbria, priorizando textos mais longos e imagens que transpareçam profissionalismo e tranquilidade.

O layout institucional costuma ter uma barra superior em que ficam localizadas abas como “quem somos”, “missão”, “valores” e outros temas que ajudem a empresa a mostrar experiência de mercado e cases de sucesso.

Também é muito comum que o layout envolva um espaço para os feedbacks positivos dos clientes, que também constroem uma imagem desejável, principalmente quando o número de comentários é bem significativo.

Como escolher o melhor layout?

Conhecer os principais layouts e tantos outros possíveis para seu e-commerce pode ser ótimo para ter uma visão mais ampla sobre as opções, mas também pode deixar mais difícil decidir por um ou outro.

Leia estas dicas e descubra o que é preciso ter em mente na hora de escolher um layout de loja virtual!

Conheça bem seu cliente

Antes de qualquer ação em seu e-commerce, é sempre bom se fazer uma pergunta: o que meu negócio quer passar com isso?

A resposta deve ser clara, objetiva e realmente fazer sentido considerando o nicho de clientes que você possui.

Se você pensar em seu layout levando em consideração o que seus clientes precisam, está um passo mais perto de acertar.

Uma ótima dica é investir um tempo na criação de um público-alvo ou então em personas.

O público-alvo geralmente compreende uma faixa de pessoas com características em comum.

Em um e-commerce de moda feminina, um público-alvo possível são mulheres entre 20 e 60 anos, de classe média, buscando renovar o visual”.

Já a persona é uma pessoa fictícia e específica, que orienta suas ações.

Ainda no exemplo anterior, uma persona para esta loja pode ser “Ana, 28 anos, quer mudar o guarda-roupas agora que conseguiu um novo emprego e quer encontrar tudo em uma só loja”.

Para fazer isso, é importante elaborar pesquisas com os clientes que você já possui, para que os dados que vocÊ for utilizar sejam realmente úteis.

Clique aqui e aprenda mais sobre persona para o e-commerce.

Pense em layouts inclusivos

Muito ligado com a dica anterior, pensar na inclusão de todas as possibilidades de clientes é essencial para o sucesso de seu e-commerce.

Além de criar um público-alvo ou persona pensando nos desejos e preferências, é preciso compreender qual a intimidade de seus clientes com as novas tecnologias.

Quando seu layout é objetivo e simples, você agrada tanto usuários que são familiarizados com as funcionalidades de um site e sabem procurar informações, quanto com pessoas que ainda possuem dificuldades, como alguns idosos, que não são nativos digitais.

Funções como ajuste no tamanho das letras para usuários com problemas na visão ou audiodescrição são boas ideias e um diferencial para a marca.

Entenda o que é navegabilidade

Como você já deve ter notado ao longo do post, o layout une design e estrutura, procurando as melhores soluções possíveis, de uma forma que seja visualmente agradável.

Por isso, é importante se preocupar com a navegabilidade, isto é, com a facilidade com que os usuários do seu e-commerce podem acessar os conteúdos e produtos que eles desejam.

Para fazer isso, pense como o cliente e descubra se é simples encontrar um produto e levar a compra até o final, ou se o processo apresenta problemas.

Duas funcionalidades importantes para se atentar são uma barra de pesquisa de fácil acesso.

Para que os clientes que já sabem o que desejam possam acessar de forma mais direta, e um layout que permita que os usuários finalizem as compras em poucos cliques.

O ideal é que seja possível localizar qualquer produto com menos de 3 ou 4 cliques, assim a probabilidade de desistência é bem menor.

Prefira layouts responsivos

Já faz algum tempo que os celulares dominaram a preferência dos brasileiros e do mundo todo, na verdade.

Pesquisas indicam que, no Brasil, existe uma incrível média de dois celulares por habitante!

Os dados são da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Sendo assim você deve imaginar que, para muitas pessoas, o celular é a principal fonte de acesso à internet e, consequentemente, ao seu e-commerce.

Por isso, é importante pensar em um layout responsivo.

Isso significa criar um layout que responda bem a essa tela que é bem menor que a de um desktop.

Lembre-se de checar se o layout escolhido roda bem as animações e não fica ilegível em uma tela comum para os telefones.

Detalhe os produtos corretamente

Como você já viu, os e-commerces possuem muitas vantagens, como facilidade na hora de adquirir um produto sem precisar sair de casa.

Contudo, uma das dificuldades para muitas pessoas é que elas não podem provar e testar o produto como se estivessem em uma loja física.

Para mudar isso, é importante que o layout de sua loja virtual possibilite detalhar bem os produtos e que o acesso a essas informações seja intuitivo e rápido.

É importante que todos os produtos tenham descrições próprias e outros detalhes, como:

  • indicações sobre os componentes presentes na embalagem;
  • informações sobre o frete, como preço e tempo de espera;
  • fotos em alta definição e que permitam a navegação do usuário;
  • informações sobre política de devolução.

Tudo isso pode ser facilitado com um bom layout, ou se tornar extremamente confuso e pouco útil se os botões ficarem muito escondidos ou espalhados de forma pouco convencional.

Lembre-se de prestar atenção a esses detalhes!

Opte por layouts que suportem várias mídias diferentes

Um dos maiores desafios dos lojistas na internet é como chamar (e prender) a atenção das inúmeras pessoas que visitam seu site por algum motivo.

Uma boa maneira de fazer isso é realmente entretê-las com um layout que permite fugir do clichê das fotos de produtos.

Se seu nicho de mercado for mais informal, melhor ainda!

Você pode abusar dos GIF’s e infográficos interativos.

Mesmo apostando no formato de vídeo, há muito para se explorar.

Ao invés de apenas fotos que devem estar lá também você pode disponibilizar unboxings ou reacts do produto, se comunicando principalmente com um público mais jovem se eles fizerem parte do seu público-alvo.

Procure saber a opinião dos clientes

Nada como a boa e velha caixa de sugestões, não é?

Só assim você pode qualificar ainda mais o layout, integrando as mudanças e pedidos das pessoas que mais importam em toda esta história: seus clientes!

Com uma simples caixinha em algum canto da tela, os usuários que visitam sua loja podem dar sugestões ou fazer reclamações nesse sentido e refinar a experiência que se tem ao entrar em seu e-commerce.

Além de deixar esta opção na página inicial, você pode optar por deixa-la nas últimas etapas do checkout, após a compra.

9 modelos de layout para você se inspirar

Agora que você já sabe tudo sobre o que é layout, porque ele é importante para seu e-commerce e que detalhes você não pode deixar de prestar atenção, que tal se inspirar um pouco?

A seguir, dê uma olhada em alguns layouts interessantes e veja como foram feitas as escolhas de cores, estrutura e navegabilidade.

Netshoes

No site desta famosa rede de calçados, duas características chamam bastante atenção na estrutura.

O primeiro é a barra superior na página inicial, que tem funções importantes para o usuário, como uma barra de pesquisa para localizar produtos, uma “lista de desejos” para usuários cadastrados encontrarem produtos que salvaram anteriormente.

Além de um carrinho para facilitar a vida de quem compra mais de um produto por vez.

O segundo aspecto é a coluna na lateral esquerda, que une todos os filtros que os usuários necessitam, como escolha de cores, tamanhos e estilos de calçados.

Dafiti

Um dos e-commerces mais lembrados na área de moda e lifestyle, a Dafiti repete a forma com uma barra superior bem útil.

Entretanto, o fundo do site é branco e a maior parte da tipografia é preta, dando um contraste mais sóbrio e aconchegante para os usuários.

Além do formato e-commerce, a marca também utiliza um layout institucional apresentando em sua página inicial as empresas parceiras e um pequeno texto que apresenta o e-commerce para novos clientes.

print da tela do site da Dafiti. Mostra o Layout la loja virtual

Kanui

Um ótimo exemplo de layout inclusivo, a Kanui, que também está no seguimento de roupas e calçados, deixa algumas opções importantes para a navegabilidade bem aparentes logo em sua página inicial.

No topo, a loja conta com três botões que vão para os canais de atendimento, central de ajuda e meus pedidos. Outro botão que tem bastante destaque no layout é o “Outlet”.

ayout da loja virtual kanui

Renner

Talvez uma das lojas mais lembradas no mercado da moda, a Renner traz logo em sua página inicial o modelo carrossel que falamos ali no começo do post.

Com ele, é possível deslizar para a direita e ver as postagens e coleções mais recentes.

Uma outra marca do site é a grande quantidade de imagens que passam uma impressão de modernidade para a marca, além de deixar o site bem mais bonito e atraente.

layout de loja renner

FastShop

Aproveitando também os recursos visuais, a FastShop, marketplace de tecnologia, investe em imagens mais alongadas e que preenchem toda a tela inicial, deixando os espaços de respiro mais para baixo da tela.

Como seu produtos envolvem eletricidade, a marca destaca sempre informações como a voltagem e o modo de funcionamento dos produtos, assim como seus preços, que ficam em verde, cor utilizada apenas para este fim no e-commerce.

Vale lembrar também que ela, assim como a marca de celulares e computadores Apple, sabe passar a imagem de sobriedade e minimalismo que virou febre entre os fabricantes de gadgets.

 fast shop layout de loja.

C&A

Uma das gigantes da moda aqui no Brasil, a C&A reúne tudo o que falamos até aqui.

As cores utilizadas no site são bem pensadas para causar impacto e sobriedade, há um carrossel que facilita a navegação e uma barra superior com os principais comandos.

O destaque vai para o botão que facilmente coloca o usuário em contato com o e-commerce por meio do WhatsApp.

Pensando na facilidade do site, mas em outros canais que o cliente pode preferir, como o popular WhatsApp, seu layout fica funcional e altamente resolutivo.

ayout da loja virtual C&A

Passarela

O e-commerce da loja de roupas e calçados Passarela também é um bom lugar para se inspirar na organização das informações do site.

Ao invés de dispor uma coluna fixa com categorias, há no menu a opção de abrir e fechar essa coluna, que preenche a tela com maiores especificações de moda masculina, feminina e calçados.

Muitas vezes, queremos demonstrar que nosso e-commerce tem muitas funcionalidades e o layout fica sobrecarregado.

Lembre-se de deixar as opções fáceis de serem achadas, mas também fáceis de serem fechadas caso o usuário queira uma experiência mais simples.

 Passarela layout de loja.

Apple

Investindo no minimalismo que ficou como sua característica visual mais marcante, o layout da Apple induz o usuário a rolar a tela para baixo.

Isso porque há poucas informações e botões para clicar, predominando as imagens em tamanho grande dos produtos e links discretos como “comprar” e “saiba mais”.

Pensando em diminuir a quantidade de cliques necessários, a loja facilita o caminho de compra e disponibiliza todas as opções importantes em um menu à direita.

Com as inúmeras possibilidades de cores e modelos.

Apple layout de loja.

Arezzo

Dispensando uma página inicial que antecede a loja virtual, a especialista em bolsas Arezzo abre seu site diretamente com a lista de produtos, dispostos em uma organização de grade.

Assim como o modelo clássico, também facilita o acesso aos filtros como cores e preços.

Outro detalhe interessante é uma barra superior que fica acima da barra de pesquisa principal, em que passam pequenas manchetes sobre promoções e novas coleções.

Por ser um elemento que se move, pode chamar bastante atenção e induzir os usuários à compra.

Arezzo layout de loja.

Como você viu neste post, o layout de loja virtual é um tema bem rico e importante para quem está pensando em começar um e-commerce ou repaginar um já existente.

Seja por meio de subdomínios com templates prontos ou contratando um webdesigner, é essencial ter em mente a experiência do cliente e a estética que mais tenha a ver com seu modelo de negócio.

E então, agora que você já é um especialista em layouts, que tal baixar nosso e-book e entender ainda mais sobre a importância de um layout profissional em sua loja virtual?

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário