Investir em ações ou e-commerce: qual é a melhor opção?

Se há alguns anos, investir em ações era uma questão inatingível para a maioria das pessoas, atualmente, cresce cada vez mais o […]

Se há alguns anos, investir em ações era uma questão inatingível para a maioria das pessoas, atualmente, cresce cada vez mais o número de investidores. Esse tipo de estratégia é bastante utilizada para quem deseja construir um patrimônio a longo prazo, pois ao contrário do que muitos pensam, é possível começar com uma quantia modesta.

Por outro lado, criar uma loja virtual é uma excelente opção para quem quer ser dono de seu próprio negócio. Isso porque os custos de um e-commerce são menores do que de um estabelecimento físico, pois não é necessário pagar aluguel de espaço, contas de luz, aluguel, vendedores e outras despesas.

 

Se as duas opções de investimento valem a pena, como escolher a melhor opção? Vamos responder essa e outras perguntas ao longo deste post. Confira!

Como saber se é melhor investir em ações ou em um e-commerce?

Ambas opções podem gerar uma boa rentabilidade, mas não podemos dizer se é melhor investir em ações ou ter um e-commerce. Isso porque o sucesso de sua estratégia depende de seu perfil de investidor, uma vez que tanto ações como ter um negócio apresentam riscos.

Ao aplicar seu dinheiro em ações, você está comprando uma fração de uma empresa. Logo, tem direito a parte dos lucros da companhia. Então, se a empresa tiver prejuízos, você também sai perdendo. Além disso, suas ações podem se desvalorizar por diversos motivos. Por outro lado, você pode ganhar um bom dinheiro com o crescimento do negócio.

o sucesso de um e-commerce com boas estratégias de marketing, vendas, gestão de processos e etc. dependerá , exclusivamente de você.

Para saber qual das duas opções é melhor, é importante conhecer seu perfil de investidor. Se você é uma pessoa ousada, que gosta de assumir riscos e está no mercado de ações, é uma boa escolha. Se não gosta de correr muitos riscos e prefere um negócio mais estável, o e-commerce é a melhor opção.

Claro que abrir um e-commerce não é garantia de sucesso, mas, o mercado de ações é muito incerto e quem entra nesse ramo deve estar disposto a correr o risco de perder dinheiro com o baixo desempenho da empresa ou com a desvalorização das ações, por exemplo.

Quais são as vantagens e desvantagens de investir em ações?

Ações são um tipo de renda variável, ou seja, você nunca sabe se seu dinheiro vai render e quanto será seu lucro. Mas apesar dos riscos, é interessante investir em ações, porém, antes disso é necessário estudar a respeito e conhecer o mercado.

A seguir, vamos citar as vantagens e desvantagens de aplicar seu dinheiro em ações.

Vantagens de investir em ações

Você ganha duas vezes

Com o investimento em ações, você pode ganhar de duas formas: com a valorização e os dividendos.

Para esclarecer, você pode ganhar com a valorização das ações, podendo vendê-las e ganhar uma bom dinheiro.

Já com os dividendos, você receberá os lucros distribuídos pela empresa, já que é um sócio acionista e dessa forma tem direito a uma parte do lucro da companhia.

Ações oferecem boa liquidez

Apesar de oferecer riscos, ao investir em ações você poderá ter dinheiro rápido. Já que poderá vendê-las a qualquer momento, caso o mercado esteja favorável. Dessa forma, você terá dinheiro em sua conta em até 2 dias, por exemplo.

É um forma de investimento acessível

Atualmente, é bem simples fazer investimento na bolsa. Basta abrir a conta em uma corretora, que pode ser digital, e começar a comprar e vender ações. Claro que antes é preciso ter um fundo de reserva, educação financeira e conhecimento sobre o mercado.

Desvantagens de investir em ações

Oscilação do mercado

A situação econômica e política no Brasil e no mundo gera oscilações no mercado de ações.

Então consequentemente, um acordo comercial entre países, a eleição de um novo presidente nos EUA, o aumento do dólar entre tantos outros fatores, podem influenciam no valor de mercado das ações. E Isso torna o investimento mais arriscado.

Maior risco nas operações

Colocar dinheiro na poupança é uma aplicação bastante segura, mas que oferece quase nenhuma rentabilidade. No mercado de ações, os lucros podem ser grandes, mas sem conhecimento do mercado e análise dos riscos, o investidor corre o risco de ter prejuízos.

Incertezas na lucratividade

Como já foi citado em um dos tópicos anteriores, as oscilações do mercado geram incerteza para o investidor se ele terá lucratividade ou vai conseguir recuperar o dinheiro investido.

Quais são as vantagens e desvantagens de investir em um e-commerce?

Abrir um e-commerce pode ser mais trabalhoso do que investir em ações. Isso porque você terá que cuidar da logística, das estratégias de vendas, da fidelização de clientes e outras questões. Essa opção também oferece vantagens e desvantagens. Veja quais são elas!

Vantagens de abrir um e-commerce

Facilidade para começar

Abrir um negócio online é infinitamente mais fácil e rápido do que um empreendimento físico. Isso porque não é necessário alugar um espaço, fazer reformas e pagar inúmeras taxas para a prefeitura. No início das operações, o estoque de mercadorias pode ser feito em casa.

Investimento inicial baixo

O valor de investimento é baixo, se comparado a um negócio físico. Isso porque você pode operar o negócio, o que dispensa funcionários e vendedores. Além disso, a mensalidade de uma plataforma de e-commerce é mais acessível do que um espaço físico.

Funcionamento integral

Uma loja virtual funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Então, o consumidor pode comprar de manhã, à tarde, de madrugada, em um domingo ou feriado. Esse é um ponto positivo e, talvez, um dos motivos pelos quais o e-commerce só cresce no país.

Confira também: Passo a passo: saiba como abrir o próprio negócio online

Desvantagens de abrir um e-commerce

Falta de estabilidade

Como qualquer tipo de negócio, no início você não terá um salário fixo. Por isso, vai precisar de um capital de giro para manter seu negócio em funcionamento e conseguir arcar com as despesas.

Falta de contato com os clientes

Quando o cliente entra em uma loja virtual, ele não tem ajuda de um atendente para tirar as dúvidas sobre o produto. Para não perder vendas, é essencial colocar fotos de qualidade e descrição completa dos itens à venda.

Concorrência acirrada

O comércio eletrônico vem crescendo muito nos últimos anos. Isso significa uma concorrência muito grande, já que seu negócio concorre com outros de cidades e Estados diferentes. Por isso, é importante lançar mão de boas estratégias de marketing para chamar a atenção de seu público.

Como você viu, tanto investir em ações quanto em um e-commerce apresentam riscos, vantagens e desvantagens. Então, você deve analisar seu perfil para saber qual a melhor opção para você. Lembrando que independentemente de sua escolha, você terá que estudar o mercado e trabalhar para ter os rendimentos que deseja.

Ainda possui dúvida do que investir em 2022 para ganhar dinheiro? Confira nosso infográfico gratuito: Como abrir uma loja virtual?

Gostou do nosso post? Então, compartilhe em suas redes sociais, para que ele alcance mais pessoas!

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário