Passo a passo: saiba como abrir uma loja virtual do zero
Controle de estoque: como integrar loja física e e-commerce?

Como funciona a integração com marketplace na prática?

Publicado em: • Última Atualização:

Uma boa alternativa para ampliar a divulgação dos seus produtos e seu potencial de vendas é o marketplace, que atua como uma espécie de shopping virtual. Nesse modelo, vários lojistas alugam espaços dentro de um grande centro comercial para expor suas mercadorias. Assim, ao contrário do e-commerce tradicional, em que há a presença de apenas um varejista, as plataformas marketplace reúnem múltiplos vendedores e compradores.

Os marketplaces têm se consolidado como uma ótima estratégia para varejistas que buscam aumentar a visibilidade de seus e-commerces. Só para você ter uma ideia, foram 360 milhões de visitas em junho de 2015, o equivalente a 60% de todos os acessos às lojas de varejo on-line do país! E para tirar melhor proveito dessa visibilidade, os varejistas podem recorrer à integração das lojas virtuais com esses espaços, trajetória que envolve questões sobre pagamentos, regras de adesão, comissionamento e logística. Saiba mais sobre tudo isso a seguir!

Pagamento

O marketplace proporciona a integração entre 3 personagens em uma mesma transação: a própria plataforma, o lojista que anuncia o produto e o consumidor. E por mais que esse processo possa parecer complexo, envolve um ciclo de fácil entendimento. Funciona assim: quando o consumidor escolhe a mercadoria e faz o pedido, o marketplace fica responsável por receber o pagamento. A plataforma realiza a divisão entre o percentual de comissionamento a ser recebido pelo marketplace e o valor que deve ser repassado ao lojista, além do frete. Após a comprovação da entrega, o marketplace repassa o montante devido ao lojista, já debitando a taxa de comissão.

Caso a transação envolva várias mercadorias de diferentes lojistas, o consumidor faz um único pagamento ao marketplace, que repassa o valor correspondente a cada varejista, de acordo com a conclusão das entregas. Nesse cenário, não é nada raro que o cliente seja alertado no ato da compra sobre a possibilidade de receber os produtos em datas distintas.

Comissionamento

A taxa de comissionamento é determinada em contrato, com cada plataforma de marketplace adotando um percentual próprio. O Mercado Livre, por exemplo, recebe 11% de cada venda, enquanto outras plataformas geralmente adotam valores entre 16 e 18%. Vale ressaltar que essa taxa está atrelada ao volume e tipo de produto. Sempre que uma venda é realizada, o marketplace debita o valor de comissionamento quando repassa pagamento referente àquele produto ao lojista. Dessa forma, caso uma mercadoria seja vendida por 2 mil reais, com comissionamento acordado em 20%, o varejista receberá 1.600 reais, além do valor do frete.

Para tornar esse processo ainda mais dinâmico, as plataformas proporcionam a integração com a loja virtual. Assim, o anúncio do e-commerce é automaticamente reproduzido no marketplace, bastando que o varejista selecione quais mercadorias serão divulgadas. Dispensa-se, dessa maneira, a necessidade de preencher planilhas para o cadastro direto de todos os produtos, um a um.

Logística

Entenda desde já: o marketplace só repassa a efetivação do pedido ao lojista quando o pagamento é liberado. A partir de então, o varejista recebe os dados de entrega. Nesse caso, o e-mail informado no cadastro só é disponibilizado pelo Mercado Livre. O tempo de envio do produto e a emissão de notas fiscais são estabelecidos em contrato. Além disso, exige-se que o lojista use códigos de rastreio para os produtos, a fim de atestar a veracidade dos envios. Caso surjam problemas de atrasos, as reclamações são feitas diretamente ao marketplace, que não efetua o repasse do valor até que o varejista conclua a entrega.

Como emissor da nota fiscal, o lojista é responsável pelas reclamações de atrasos, trocas ou devoluções. Entretanto, para amenizar a possibilidade de transtornos, algumas informações já são exigidas anteriormente pela plataforma de marketplace. O varejista não conseguirá marcar o pedido como enviado caso não seja anexado o XML da nota fiscal e o código de rastreio, por exemplo.

Ainda nesse tópico, se um único pedido envolver mais de uma mercadoria, é improvável que o prazo de entrega dos diferentes itens seja padronizado, já que distribuidores em diferentes localidades serão acionados. Nesse caso, o consumidor será informado no ato da compra sobre o valor e a data de entrega de cada mercadoria solicitada, assim como serão geradas diferentes notas fiscais, bem como também serão adotados fretes distintos, um para cada lojista.

Adesão

Para aderir a um marketplace, o lojista deve preencher alguns requisitos. De maneira geral, é obrigatório ser pessoa jurídica e emitir notas fiscais, cadastrar um plano de frete e o EAN — código de barras. Essas regras são válidas para a maioria dos marketplaces, só não se aplicando ao Mercado Livre, que permite anúncios de pessoas físicas.

Regras de precificação

Ao aderir a um marketplace, o varejista também deve cumprir regras sobre precificação de produtos. Enquanto o Mercado Livre libera a flutuação de preços, as demais plataformas obrigam, por força de contrato, que seja praticado valor igual ou inferior ao adotado na loja virtual. Se o lojista insistir em trabalhar com um preço superior, será punido.

Existência de e-commerce

A verdade é que não é necessário possuir uma loja virtual para aderir a um marketplace. Todavia, a integração entre a plataforma de e-commerce aos marketplaces é um fator que torna o processo mais simples e ágil para os varejistas.

Os lojistas que possuem apenas a loja física têm que realizar manualmente o cadastro de cada mercadoria à venda na plataforma, enquanto, com a loja virtual em uma plataforma de e-commerce integrada ao marketplace, essa ação pode ser otimizada usando os anúncios da loja virtual. E ainda há a vantagem de realizar vendas no próprio e-commerce sem o pagamento de comissões!

Quantidade de produtos

Não há regras que limitem a quantidade de produtos ofertados. Desde que o marketplace possua a categoria referente à mercadoria que será divulgada, o lojista pode incluir quantos itens desejar.

Estratégia de frete

Para se destacar em meio a diferentes lojistas que podem ofertar os mesmos produtos, é recomendável usar uma estratégia de frete. Acredite: a taxa de entrega é um importante diferencial para superar a competição!

Plataforma

Além da concorrência com uma vasta oferta de produtos, muitos varejistas costumam ter uma certa resistência aos marketplaces devido à necessidade de pagamento de comissão. Outro receio está atrelado ao controle de estoque e à possibilidade de venda duplicada. Mas esses fatores são solucionados pelas plataformas de e-commerce integradas com marketplaces!

Antes de sequer ofertar um produto, a plataforma verifica se há estoque disponível. Também é possível configurar opções para evitar a divulgação de uma mercadoria quando o estoque estiver baixo. E, no fim das contas, embora exija o pagamento de comissão, aderir a um marketplace é uma estratégia eficiente para o fortalecimento da marca e o reconhecimento no mercado. Lembrando que isso é ainda mais importante para lojistas iniciantes, que poderão aproveitar o renome das plataformas de marketplace!

Para ficar por dentro de todas as novidades do comércio eletrônico, siga nossos perfis no Facebook, Twitter e LinkedIn!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Como funciona a integração com marketplace na prática?
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.